Parceria com a Next Level Sports

SPORTING CP E NEXT LEVEL SPORTS ASSINAM PARCERIA

Por Sporting CP
02 Dez, 2019

MODALIDADES

Atletas Leoninos poderão estudar e jogar ao mais alto nível nos Estados Unidos

O Sporting Clube de Portugal e a Next Level Sports, empresa de consultoria especialista na localização de bolsas de estudo em universidades norte-americanas para atletas/estudantes, assinaram, esta segunda-feira, um protocolo com o intuito de colocar jogadores das mais diversas modalidades Leoninas em universidades dos Estados Unidos, onde poderão dar continuidade ao seu percurso desportivo e académico ao mais alto nível.

“Esta parceria é um marco histórico e algo inédito a nível mundial. Juntamente com o Sporting CP, vamos preparar alguns atletas, de várias modalidades, para ingressarem nas universidades norte-americanas para que possam beneficiar de uma bolsa de estudo e praticar desporto ao mais alto nível”, começou por dizer o CEO da Next Level Sports, Tasslim Sualehe.

“Esta parceria será também muito proveitosa para o Sporting CP pois o Clube preocupa-se, desde muito cedo, com a educação académica de todos os atletas e este acordo poderá significar o culminar do percurso desportivo de jogadores que poderão depois integrar as equipas do Clube”, continuou.

Miguel Albuquerque, Director-Geral das modalidades dos Leões, sublinhou a importância deste protocolo para o Sporting CP e os seus atletas.

“Esta é uma parceria inovadora no mundo do desporto e na forma como queremos preparar os nossos atletas para o futuro, não só no contexto desportivo mas também como estudantes. O Sporting CP é um Clube formador, sendo que desta casa têm saído, ao longo dos anos, alguns dos melhores atletas do mundo nas mais variadas modalidades. Mas mais do que formarmos atletas, formamos homens e mulheres e queremos fazê-lo tendo em conta o futuro e as dificuldades que lhes são colocadas ao longo da vida desportiva e académica”, referiu.

Francisco Amiel, jogador da equipa Leonina de basquetebol que estudou e jogou, nas quatro épocas passadas, na Colgate University, prestigiada universidade norte-americana, falou um pouco da sua experiência.

“Foi incrível estudar nos Estados Unidos e praticar basquetebol em simultâneo. Desde os 14 anos que queria jogar ao mais alto nível enquanto estudava numa universidade tão boa academicamente como desportivamente. A partir daí, comecei a trabalhar nesse sentido e tive a oportunidade de estudar numa universidade que é das mais prestigiadas dos Estados Unidos, com um projecto em ascensão no basquetebol. Felizmente, tive essa oportunidade e, no meu último ano, batemos todos os recordes que havia para bater. Fomos campeões da Conferência em que estávamos inseridos e estivemos presentes no March Madness, que é o evento máximo do basquetebol universitário. São memórias que vou levar para o resto da vida. É uma excelente oportunidade para os atletas que, como eu, querem estudar e jogar basquetebol ao mais alto nível”, contou.