Palavrão sim, mas com cultura.

Bom, mais logo, assim como eu, acredito que muitos de vós vai barafustar na frente da TV.
Para este ou para aquele, é natural que saia um palavrão de vez em quando. Mas nós, sportinguistas, quando falamos um palavrão devemos saber bem do que falamos.
Assim sendo, fiquem já a saber que:

Antigamente, na Inglaterra, as pessoas que não fossem da família real tinham que pedir autorização ao Rei para terem relações sexuais. Por exemplo: quando as pessoas queriam ter filhos, tinham que pedir consentimento ao Rei que, então, ao permitir o coito, mandava entregar-lhes uma placa que deveria ser pendurada na porta de casa com a frase “Fornication Under Consent of the King” (Fornicação com Consentimento do Rei) = sigla F.U.C.K. Daí a origem da palavra chula: FUCK.

Já em Portugal, devido à baixa taxa de natalidade, as pessoas eram obrigadas a ter relações: “Fornicação Obrigatória por Despacho
Administrativo”, sigla F O.D.A. Daí a origem da palavra ainda mais chula: FODA.

Por sua vez, quem fosse solteiro ou viúvo, tinha que ter na porta a frase: “Processo Unilateral de Normalização Hormonal por Estimulação Temporária Auto-induzida”. Daí a sigla: P.U.N.H.E.T.A.

Vivendo e aprendendo… Até podemos falar um palavrão de vez em quando, mas sempre com conhecimento e cultura.

Abraços…

:lol: :lol: :lol:

Eh, eh… o saber não ocupa lugar!

Muito bom! O significado de F.U.C.K. já conhecia. :smiley: :lol: :lol: :lol:

:smiley: :smiley:

cumps,
VCoelho

:lol: :lol: :wink: :wink: