Orçamento Modalidades 2019 2020

O Orçamento anual para as varias modalidades terá ainda custos de milhões de euros ou pode reduzir-se para milhares em vez de milhões ?

Eu achou que se vão mander por enquanto, se não o Miguel Albuquerque batia logo com porta! O varandas não é parvo nenhum e sabe que se atacar as modalidades vai ter problemas!
Os sinais para continuar apostar nas modalidades são:
As renovações de muitos atletas na minha opinião só faltam 3 renovações importantes (Dieguinho, Ghionea e Font)!
Os nomes que estão para vir para o Sporting ( Tanyan, Verona, Souto, Ana Couto, Rita Lopes, Claudio Fonseca, etc…)
A criação das equipas basket, andebol feminino e no hóquei feminino

O dinheiro sabemos que está difícil mas cada vez mais há mais pessoas no pavilhão, a final four (hóquei) e elite round (futsal) também deixaram ficar mais dinheiro, o dinheiro de acabar com as equipas b de hóquei e andebol, vai para as equipas de hóquei feminino e andebol feminino!

Mas o Presidente ia “atacar” as modalidades porquê? O que é exactamente esse “atacar”? :wall:

Enquanto as modalidades ganharem não lhes vão tocar, já quando isso não estiver a acontecer…

Por isso mesmo é que eu diz por enquanto!

O ponto não é esse. Ou não é esse o ponto principal. Não duvido q se queira ganhar. E que se se pudesse gastar o dobro, gastava-se. A questão é garantir meios para que no minimo, o investimento se mantenha.

Basta trazer o Berardo para o clube, o gajo com os conhecimentos dele arranja logo um empréstimo de 1000 milhões :mrgreen: fácil :victory:

A questão está mal posta. A questão deveria ser se as modalidades, individualmente, de elite vão ver os seus orçamentos reduzidos e não o valor global. Isso é que é preocupante, não o valor global, já que é isso que irá definir a perda de competitividade das modalidades ou não.

já se sabia que o orçamento individual das 4 grandes modalidades iam diminuir… com a entrada do basket.
Que continue a ir muita gente ao pavilhão :slight_smile:

[gmod]Editado. Chega de parvoíce. [/gmod]

Não liguem.

Então?O que sabes sobre isto?

Vão fechar algumas secções?O Futsal? O Hoquei?O Andebol?

::slight_smile:

:rotfl:

Isto é uma questão importante. Irá o orçamento ficar nos mesmos 20M? O que com a entrada do basket dá menos para cada uma das modalidades. E isso não é aceitável. O objetivo tem de ser sempre o aumento do valor, não manter ou reduzir.

Para isso é preciso encontrar novas formas de receitas. Mais publicidade, mais bilheteira, mais quotas. O naming do pavilhão ou mesmo das equipas.

E se o futsal e o futebol de praia passassem para a sad já dava para ter um basket forte e rugby

O foco da SAD é apenas o futebol masculino, basta ver a desorientaçao que existe no futebol feminino que tambem está lá na SAD…
O futsal ir para lá era meio caminho andando para acontecer o mesmo mais ano menos ano

la está uma sad competente dava para ter um futebol feminino a ganhar um Futsal a ter hegemonia futsal feminino a passar os lampiões e no futebol de praia a ganhar competições europeias se até os lampiões b ganham tudo o que era federação de futebol na sad. Depois as outras modalidades com os 20 milhões de orçamento ( agora deve ser bem menos) para as outras modalidades a começar com o andebol ( onde somos o clube com mais títulos ) segunda modalidade hóquei ( maiores possibilidades de ganhar competições europeias ) voleibol ( passar os lampiões em campeonatos não estamos muito longe deles ) e só depois o Basket ( estamos muito atrás em nível de troféus ) rugby (sem os rivais a competir apesar dos lampiões estarem na segunda ) atletismo, ténis de mesa, rugby seven, natação, judo goollbal, ginástica continuar com à hegemonia e a ganhar títulos europeus, polo aquático para ganhar e não para competir e as modalidades femininas a ganhar também todas ciclismo formar uma equipa de sub 23 e nada atrelado a outras equipas isso era o ideal mas o que vai acontecer e desinvestimento com menos receitas e mais modalidades vai ser só para competir.

[b]Frederico Varandas quer gastar menos sem tocar nos desportos que mais sucesso geraram nas últimas temporadas.[/b]

O orçamento para as modalidades do Sporting em 2019/20 será menor em relação ao que foi aprovado em novembro de 2018 pelos sócios e que previa ganhos de 24,26 milhões de euros, com destaque para as quotizações (9,7 milhões) e também para o aluguer de espaços (5,6).

Para além do futebol e do futebol feminino, ambas sob a égide da SAD, os verdes e brancos (clube) têm, entre pavilhões, pistas e piscinas, mais 55 modalidades: ao que o nosso jornal apurou, Frederico Varandas, presidente dos leões, acredita que é possível manter a qualidade nos desportos de monta e com maior sucesso, como o futsal e o hóquei em patins, reintroduzir o basquetebol nos quadros, mas também que, para tal se tornar uma realidade, tenham de existir cortes consideráveis noutras áreas. Neste momento, e em articulação com Miguel Albuquerque, diretor-geral para as modalidades, e Miguel Afonso, vogal responsável pela área, o líder do Sporting está a delinear a proposta a apresentar em assembleia geral, baseada principalmente no somatório entre os custos e os proveitos - reais - que vão sair da presente temporada. Não sendo uma descida drástica, certo é que o investimento será menor, reduzindo-se o número de atletas contratados e aumentando a aposta na formação, bem como nas renovações contratuais.

https://www.ojogo.pt/futebol/1a-liga/sporting/noticias/interior/orcamento-das-modalidades-do-sporting-sera-reduzido-10907798.html

Lá estão estes 2 brunistas a falar do desinvestimento. Tudo mentiras…

Se conseguir fazer mais com menos, excelente.

Se não conseguir, sofrerá as consequências de tal decisão.

Simples.