Orçamento 2021/2022

O Sporting Clube de Portugal informa que o orçamento de rendimentos, gastos e investimentos para a época 2021/2022, acompanhado do respectivo plano de actividades e do parecer do Conselho Fiscal e Disciplinar foi, nos termos e prazos estatutários, submetido pelo Conselho Directivo à Mesa da Assembleia Geral.
Seguir-se-á a designação da data para a realização da assembleia geral, da competência da respectiva Mesa, num prazo agora alargado até 30 de Setembro próximo, por força do previsto no DL n.º 22-A/2021, de 17 de Março, que dilatou até essa data o período de realização das assembleias gerais das associações com mais de 100 associados, que devam ter lugar por imposição estatutária.
Independentemente da data que venha a ser designada para a realização da assembleia geral destinada à respectiva apreciação, nos termos do disposto no artigo 50.º al. a) dos Estatutos do Sporting CP, os documentos mencionados no presente comunicado serão imediatamente colocados à disposição dos Sócios com direito de voto no Centro de Atendimento a Sócios, sendo-lhes disponibilizados electronicamente aqui .

1 Curtiu

Convinha era realizarem a AG para aprovação do Orçamento de 2020/21.
Ou será que o Gerinho vai aproveitar a fazer o dois em 1?

Análise

Os valores apresentados para 20/21 são os que foram chumbados pelos sócios?

Não teria lógica apresentar um orçamento tendo em base o realizado até à data e estimar até final do ano?

Vá lá. Depois de cortarem 2M nos plantéis de um ano para o outro, desta vez aumentam ~300mil.
Dava jeito era ter, como antigamente, um valor estimado da demonstração de resultados da época em curso com os três primeiros trimestres já calculados para se ter uma ideia se o orçamento anterior, chumbado, foi minimamente cumprido e se este apresentado é viável ou não.
Sem esses dados esta comparação de orçamentos para basear votação serve para nada, só há lugar a achismos.

Nem sabemos se o orçamento anterior foi usado, já que foi chumbado, ou que fizeram eles. Isto é tudo uma palhaçada, ou não fossem dois palhaços a comandar os respectivos órgãos em questão.

(Suponho que os custos desportivos aí apresentados sejam relativos aos valores que irão ser pagos a clubes por atletas, Henrique Magalhães)

1 Curtiu

Saudade do tempo em que os estes documentos permitiam alguma analise com a inclusão da projeção/estimativa do ano em curso

Ou no final e para que não houvessem duvidas aparecia o cash flow orçamentado e executado:

Duvido que alguém consiga retirar com rigor conclusões, é um tiro no escuro, mas afinal quem é que precisa de orçamentos aprovados pela escumalha ???

1 Curtiu

SPORTING APRESENTA ORÇAMENTO PARA 2021/22

Leões preveem aumento significativo das quotizações. Documento será submetido à aprovação dos Sócios até 30 de setembro

Duarte Pereira da Silva

Texto

18 de Junho 2021, 10:12

summary_large_image

O Sporting apresentou, na passada quinta-feira, 17 de junho, o Orçamento do Clube para a temporada 2021/22. No documento, que será submetido à aprovação dos Sócios até 30 de setembro, os leões preveem um lucro na ordem dos 79 mil euros.

Na introdução do documento, os leões destacam a excelente temporada das diversas equipas leoninas, lembrando os triunfos do futebol, hóquei em patins, futsal, goalball, ténis de mesa, râguebi feminino e ainda a qualificação e 16 atletas do Sporting para os Jogos Olímpicos.

No lado dos rendimentos, destaque para a expectativa de crescimento de 5% da verba oriunda de quotizações. Nas restantes rubricas, nota para um ligeiro aumento nas receitas provenientes do expectável regresso do público aos pavilhões:

  • Quotizações: 8,5 milhões (2021/22) – 8,1 milhões (2020/21).
  • Bilheteira: 250 mil euros (2021/22) – 200 mil euros (2020/21)
  • Gamebox: 63 mil euros (2021/22) – 50 mil euros (2020/21).

Quanto aos gastos, todas as alíneas se mantêm relativamente estáveis, com destaque apenas para o crescimento dos ‘Honorários’. Esta verba diz respeito, juntamente com os ‘Gastos com Pessoal’, ao investimento feito em todas as modalidades leoninas:

  • Honorários: 7,375 milhões (2021/22) – 7,090 milhões (2020/21)
  • Gastos com Pessoal: 1,164 milhões (2021/22) – 1,412 milhões (2020/21).

Para consultar o documento, basta aceder AQUI e colocar os seus dados de Sócios.

É isso que não consigo entender, como é que apresentam um orçamento sem apresentar a projeção dos valores reais para 20/21? Num ano em que o orçamento apresentado foi chumbado e com a pandemia…

Outros rugidos: “Um olhar sobre o orçamento”

Esta semana ficámos a saber, por comunicado, que a proposta do Orçamento de gastos, rendimentos e atividades, bem como o parecer do Conselho Fiscal e Disciplinar para a época 2021/22, estava disponível no Centro de Atendimento para os Sócios que o quisessem consultar. Até aqui tudo igual. Ou seja, cumpriram-se as datas e os formalismos estatutários habituais. Houve, no entanto, uma novidade que ficou mesmo para a última linha.

Finalmente, este Conselho Diretivo (CD) e esta Mesa da Assembleia Geral (MAG) estão a cumprir o Regulamento da Assembleia Geral (RAG), nomeadamente o número 2 do artigo 7º, que diz claramente que “os anexos ao anúncio serão publicados no sitio oficial e no Jornal do Clube”, ao terem disponibilizado eletronicamente o documento para consulta aos Sócios. Desta vez não houve propriamente anúncio da realização da AG, mas houve direito aos anexos.

Não vão deixar saudades aqueles momentos encostados ao balcão do Centro de Atendimento, por onde passam várias dezenas de pessoas por dia, a manusear um papel que é tocado por outras tantas dezenas de pessoas, tirando notas na sempre confortável posição de pé e sob o olhar atento do funcionário de serviço, encarregue de controlar o Sócio não fosse este lembrar-se de tirar uma fotografia do documento.

Agora, um Sócio que esteja em Bragança ou em Luanda passa a estar em pé de igualdade com um Sócio que more do “outro lado da rua” do Centro de Atendimento. Fica bem demonstrado o ridículo que era a situação anterior, que, no fundo, não passava de uma birra destes Órgãos Sociais (OS). Também quem fazia uma interpretação enviesada, sempre desfavorável aos Sócios, e que defendia a posição anterior destes OS tem, agora, uma boa oportunidade para mudar a sua opinião.

Podem ler AQUI o que escrevi faz agora um ano nesta coluna de opinião. Sendo assim é tempo dar as boas-vindas a este CD e à MAG por, passados 3 anos, cumprirem os regulamentos. Calendário eleitoral a quanto obrigas.

Este foi o ponto alto deste comunicado que, mais uma vez, deixa tudo em águas de bacalhau quanto à data desta AG sobre o Orçamento 21/22, fazendo o mesmo quanto aos “chumbos” passados. É, aliás, incompreensível que o Parecer do Conselho Fiscal e Disciplinar (CF&D) nada diga em relação a esta matéria e pura e simplesmente ignore e faça tábua rasa sobre o facto das Contas de 2019/20 e do Orçamento de 2020/21 não terem sido aprovados.

É igualmente curioso que no Orçamento de Exploração, o ponto 4, que está na página 14, não tenha a previsão de fecho das contas referentes ao exercício desta época, pois estamos a meros 15 dias do fim do mesmo. Sem estes dados e apenas com os dados do orçamento anterior – que, recorde-se, foi chumbado – e com o fecho das Contas de 2019/20 (que também foram chumbadas), não é possível ter um olhar analítico e crítico do que está aqui proposto.

A presença dessas colunas são um mero encher da página e até um desrespeito face ao que foi votado e chumbado em AG. Portanto, falta a esse quadro a coluna essencial para que a gestão seja encarada como um ato em contínuo: a previsão de fecho desta época.

É notável assistir ao facto do CF&D, no seu parecer, achar “importante realçar o cash flow operacional negativo de 3,9 Milhões de euros”, mas, ao mesmo tempo, apelar à aprovação do Orçamento ao qual acrescenta um louvor, mesmo que no documento nada indique como prevê o CD financiar este défice de tesouraria que começa a ser imagem de marca desta Direção.

Despeço-me com um “pormenor” que não pude deixar de registar: o Plano de Atividades anual de um Clube como o Sporting Clube de Portugal ocupa um total de 3 páginas. Bem espremidas, obviamente.

Texto escrito por Nuno Sousa no site Leonino.pt
*“outros rugidos” é a forma da Tasca destacar o que de bom ou de polémico se vai escrevendo na internet verde e branca

1 Curtiu