O milho no algarve

Ao que parece mais uma organizacao da esquerda liderada , segundo algumas fontes, por o bloco de esquerda, terao resolvido fazer justica , pelas suas proprias maos e destruir o milho de um agricultor, usando um slogan identico ao Al Qaeda.
Destruir propriedade privada, para prevenir saude publica!!
So espero , e certamente toda a gente de bom senso ficara a espera que estes meninos mal educados depois destes actos selvagens tenham que passar a ver o sol aos quadradinhos , pelo menos por algum tempo!!
Inadmissivel actos destes, e o Miguel portas dizer que simpatizava com eles!!
Sera que depois de vermos um acto de vandalismo como aquele , um deputado vem a publico apoiar uma coisa destas?
Como e que alguem de bom senso podera confiar numa pessoa destas para o representar no parlamento europeu e portugues?
Acho que deveria de ser expulso de deputado, estas suas declaracoes nada tem de exemplares para a posicao que exerce!!
Vergonha!!

Se fosse um campo de cannabis em vez de queimar eles pilhavam… em prol da saúde publica, é claro. :angel:

Poder parecer um pormenor, mas não é: o milho a que o lcustodio se refere, neste tópico aberto de forma extremamente imparcial e completa, é milho transgénico. Ou seja, um alimento modificado geneticamente.

Para quem se quiser informar mais sobre o assunto, encontrei este site: http://paginas.terra.com.br/lazer/staruck/trangenicos.htm. É de origem brasileira, contendo alguma informação mais detalhada sobre a realidade do país de origem, mas tem também uma boa informação sobre o assunto e sobre as polémicas existentes.

Era o que eu ia dizer!

Era ao milho que me referia sim, o facto de ser transgenico nao e motivo para se ter tomado aquela atitude.
Eles ate podem ter alguma razao , mas ao tomar aquela atitude, acho que a perderam totalmente, e acho bem ,e espero que venham a sofrer as consequencias !!

Podem ter razão em quê?

É ilegal o que o agricultor plantou? Não! Estamos num Estado de Direito com leis para serem cumpridas, não se invade propriedade privada e destroi-se o trabalho de uma pessoa, o que estes palhaços fizeram não tem desculpa.

O proprietario investe, nada prova que os trangenicos sejam realmente nocivos, chega ali uma trupe e perante a complacencia da policia destroi tudo, depois o sr.Portas do BE vem dizer que apoia a iniciativa, esta é a verdadeira agenda do BE.

No entanto qdo são as pessoas do PNR a tentar fazer uma festa em Loures, são tão reprimidos que a mesma acaba por não se realizar.

Chama-se o lobbie da esquerda elitista, é disso e nisso que este país vive.

Por acaso se aquilo fosse meu não tinham sido todos corridos a tiro de caçadeira que era um mimo… :-X

P.S- Qto tempo demorará a chegar um relatorio do MAI ou da PSP a dizer que a destruição não aconteceu, mas sim apenas uma agressiva invasão de propriedade com alguns danos?

Coitadinho do agricultor que vai morrer à fome porque, segundo consta, 2% da sua cultura transgénica foi destruída! É que, ao que parece, aquela região foi proclamada livre de Organismos Geneticamente Modificados (OGM) em 2004 e o sr. coitadinho está indirectamente a contaminar as outras culturas com OGM! Todos defendem este pobre agricultor, mas ninguém defende os outros agricultores isentos de OGM das multinacionais de transgénicos! Ah, mas nisto ninguém fala!

E atenção, esta iniciativa não foi organizada pelo BE como já se disse aqui, o Miguel Portas apenas aplaudiu a iniciativa!

By th way, alguém sabe se esse milho transgénico q ele cultivava era estéril?
,

O milho tradicional e transgénico como os restantes cereais, o seu polén não possui nenhuma substância tóxica para as populações. A única ameaça para as populações ocorre na fase de armazenamento e transporte dos cereais nos porões dos navios ou noutro transporte de país para país, esta ameaça surge na forma de um fungo, esse sim produz substâncias tóxicas para os humanos. O milho transgénico além de ter o objectivo de melhorar a produçao também foi feito com o objectivo de resistir a tal fungo.
Segundo os engenheiros responsáveis por estudos no nosso país acerca de ogm’s, nunca foi encontrado nenhuma irregularidade durante os seus estudos, nem nos obrigatórios relatórios apresentados pelas empresas do ramo (Monsanto, principal produtora e distribuidora da semente do milho trangénico em portugal e no mundo).
Não tenhu nada contra os ogm’s (visto nunca ter sido provado cientificamente que são prejudiciais) e apenas defendo a sua produção em condições extremamente controladas e já descritas em diversos decretos europeus.

E as gajas com as manias das dietas macrobioticas e vegans, que vejam que a grande maioria da soja do mundo é OGM, à excepção de 1 boa parte da brasileira que não o é, mas como é bastante mais cara também foge aos produtos de soja que se encontram nas grande superficies.

PS: O Lider da associação Anti OGM:

Credivel. :rotfl:

Que eu saiba o Brasil é o 2º maior produtor de soja, atrás dos EUA, e é o 4º maior ultilizador de OGM nas suas culturas, por isso não sei se é assim tão credível a soja produzida no Brasil. Aliás, todos os produtos que contenham mais de 1% de OGM devem conter na sua embalagem um símbolo de aviso, símbolo esse que nunca vi na soja vendida nas lojas dietécticas.

Quanto à foto do suposto líder, não sei se é credível ou não, nem sei o que é necessário para ser credível, talvez usar fato e gravata e/ou ser político!

Gostava era de destruir umas caras a gajos do BE ;D

Independentemente do milho ser bom ou não, aquilo é legal e era a negociata do homenzito e chegam lá um bando de ratos nojentos sujos da sociedade e destroem o ganha pão do homem…esses meninos do BE são uns m3rdas pseudo intelectuais que se acham donos da razão e da moral politica quando não passam dum bando de meninos ricos e paneleiros que querem é fumar canhões e não fazer nada da vida (isto sem seguir as pisadas do seu líder esse proletário que ganha cima dos 5000€ /mês).

Ora bem, fazendo umas continhas rápidas, o prejuízo calculado pelo ministro da agricultura é no valor de 3.900 euros. A area destruída foi 1 hectare, a herdade do pobre agricultor apenas tem 50 hectares, ora 50 hectares X 3.900 euros, perfaz 195 mil euros! Nada mau para um pequeno agricultor! E sabendo que a utilização de OGM rende mais 25% do que se fosse biológico…

Quanto ao resto da teu post, sem comentários!

Eu percebo tanto de milho como do interior de uma drive.

Porém, se o agricultor tinha a papelada daquilo em dia, ou seja, se o negócio do homem é legal, a iniciativa foi tão legal como eu conduzir um carro sem licença.

Depois, há que apurar então se a produção está mesmo a afectar, como direi, o solo?

De qualquer das maneiras considero o acto bárbaro.

Por isso é que eu disse de uma boa parte da soja Brasileira, lojas dietécticas dizes bem, não nas grandes superficies comerciais onde é o sitio com mais venda da mesma em Portugal.
Não é necessário andar de fato e gravata, mas também não é preciso andar vestido com trapos e com um aspecto sujo, quando todos sabemos o que essa trupe gosta.
Na manifestação para a legalização do Cannabis era ver os mesmos muito civilizados, pena que só o sejam em determinadas situações para depois se comportarem como verdadeiros selvagens e não conseguem apresentar uma unica prova cientifica do que estão a protestar.
Se os 50 hectares fossem de Cannabis ou Skunk até andavam em pezinhos de lã pela herdade do homem.

Quanto ao acto ele é um acto indígena de típicos betinhos de extrema-esquerda. Devem ser julgados pelo crime que cometeram.

Quanto aos transgénicos, estudos científicos imparciais nunca provaram que eles fossem nocivos. Aquilo que está provado é que os bons transgénicos aumentam a produtividade agrícola e reduzem muito significativamente o uso de pesticidas nas culturas o que traz inúmeras vantagens para o ambiente.

What?
Existem montes de questões com base científica, sobre os trangénicos.
Desde a interferência no ecosistema até a reacções alérgicas devido a proteínas que estes possam conter.

Quanto à forma de protesto é que pode ser condenada, mas o motivo é mais que compreensível.

ps: aquele “mais que” estáva mto presunçoso

Nesta frase está tudo dito e resumido.

Portanto como eu sou alérgico a laranjas e não gosto das mesmas, vou criar uma associação anti laranja e começar a invadir e a destruir pomares, sei que posso contar com o apoio pelo menos do Judas e de mais alguns.

A ultima vez que eu dei conta, Portugal ainda era um estado de direito.

Caro Judas, nem que fosse só 1mm quadrado destruido, NADA justifica o que se passou, nem percebo como podes tentar advogar a causa…

Isto faz-me lembrar aquela da diferença entre o que diz um português e o que diz um americano ao ver passar um gajo de Ferrari enquanto esperam pelo autocarro… o americano diz “Um dia hei-de andar num daqueles!!”, já o portuga diz “■■■■■■, um dia hás-de andar a pé como eu!”.

Mas o que é que interessa se o homem tem muito ou pouco ???
Deviam era ter logo fechado a estada e identificar os elementos daquela cambada que tem muitos ideais enquanto o papá paga, mas quando chega a altura de ganhar a vida e pagar contas lá se vão os ideais todos pela janela.

Como uma história que ainda hoje ouvi de certo militante de determinado partido de esquerda que tentou fazer passar uma moção de boicote ás propinas numa universidade pública, depois de ele próprio já as ter pago… :wall: