O futebol bonito e o bom futebol

Claro que ja houve periodos de bom futebol no Sporting, foram é curtos por isso custam a lembrar. Sou capaz de afirmar que desde que Bento é treinador, não vimos mais de 40 jogos de bom futebol para o campeonato e ter uma margem de erro mínima.

Ha bastantes exemplos de um Sporting que jogava bem e não vencia, mas existe algum exemplo de um Sporting que jogava mal e foi campeão?

Nem mais…

Lembro-me destas discussões intermináveis no tempo do inácio, do Boloni, do Peseiro, do Timex, etc. Só espero que o fim seja o mesmo: Bento na rua.

Neste momento era mesmo o melhor para começar a utilizar os jogadores que tem e a jogar futebol.

Percebo que possas não gostar de Paulo Bento mas por favor não digas disparates …
Na época em que Deivid e Djaló coabitaram no Sporting Deivid só realizou o jogo da 1ª jornada, frente ao Boavista, e nesse jogo Djaló nem convocado foi.

Achas mesmo que foi Paulo Bento quem decidiu este negócio ?

Abel, Djaló, Grimi e Derlei parecem-me claramente bons jogadores.
Celsinho parece-me um jogador com grande potencial e que veio para cá mais como oportunidade de negócio e não a pedido de Paulo Bento, ele próprio já o afirmou.
Já os restantes parece-me claramente jogadores de pouca qualidade.

Grimi parece um bom jogador? Ainda há gente que pensa assim? O Grimi nem no Guimarães ou Braga tem lugar e deve ser titular do Sporting…?

O Grimi é um jogador vulgar. Já o era na época passada! Nunca percebi porque é que ele caiu nas boas graças até porque nem é daqueles jogadores que tenha uma característica especial…

Ter até tem…

  • é lento
  • pouco ou nada ataca
  • tira constantemente cruzamentos para fora
  • é papado constantemente em velocidade
  • consegue prender bolas fáceis em zonas perigosas (ex…Porto…)
  • tem uma função com a bola nos pés: chouriçada lá para a frente!

Edit [postei aqui um comentário referente a outro Tópico, como tal peço desculpa].

Quanto a este tópico (futebol bonito e bom futebol): não vejo tal coisa em Alvalade.

E continuando com este técnico não é coisa que vais ver tão depressa, por isso é melhor cortar o mal pela raiz e demitir o sir de alvalade.

Claro e por isso é que refiro que nós só exigimos um bom futebol e não um futebol bonito. Mas em Alvalade actualmente há futebol de algum tipo?

Quando a adversário é bom… :twisted:

Como sempre não se espera nada mais do que a vitória.

:-[ enganei-me no tópico, mas já ficam a saber o que espero para o próximo jogo :slight_smile:
Se quiserem apagar estejam à vontade :-[

O futebol bonito é uma utopia. Contam-se pelos dedos das mãos os clubes que jogaram bonito e que ganharam troféus. São mais os que morreram na praia do que o resto.
Para equipas de futebol bonito dou-vos exemplos bem reais, que não deram em nada, a não ser frustração e lágrimas para os adeptos:

  • Newcastle United (1994 a 1997), com Kevin Keegan, eram conhecidos como os “ENTERTAINERS”. Chegaram a ter 10 pontos de vantagem sobre o Manchester United e perderam o campeonato num mês, incluindo um jogo em casa em que o United colocou o autocarro à frente da baliza. Acabou 1-0, com um golo do Cantona. Durante essas épocas, o Newcastle foi sempre o melhor ataque da Liga e produziu dos melhores avançados do futebol inglês: Andy Cole e Alan Shearer. Se vissem como este Newcastle jogava, passavam-se. As jogadas saíam automáticamente, só para não falar da dupla Ferdinand-Shearer, que marcou 49 golos no campeonato principal.

  • Holanda. Grandes jogadores, futebol magnífico, onde todos esperavam a vitória no Mundial. Apanhou a selecção que pior futebol jogava, a Alemanha, e perdeu, para a surpresa de tudo e todos.

  • Arsenal (2007/2008) - Grandes jogos fez o Arsenal com o Wenger, com uma equipa recheada de jovens jogadores. Atacavam, atacavam e, para a surpresa de todos, perdiam os jogos todos. Lembram-se do Arsenal vs Liverpool do ano passado, na Liga dos Campeões? Grande jogo em Anfield e, no fim, adeus Champions.

  • Sporting do Peseiro. Nem vale a pena explicar-me com esta. Fizemos jogos soberbos, especialmente na Taça Uefa, e morremos, literalmente, na praia. Numa semana, saímos da porta do paraíso para o Inferno.

  • O Inter de Milão de Cúper. Jogaram toda a época num futebol totalmente contrário ao estilo italiano e na última jornada, perderam o campeonato para a Juventus de Capello.

Só para concluir, deixo-vos esta frase do Fabio Capello:

“MUITAS VEZES, OS TREINADORES ESQUECEM-SE DO OBJECTIVO FUNDAMENTAL DO FUTEBOL: A VITÓRIA”

Palavras para quê?