[ O Caso WENDER ] ou a gestão de activos discutida

Os defensores de Cacá e da sua gestão que se preparem pois… vão ter de puxar pela cabecinha para responder a esta questão que vou colocar. Confesso que tentanto prever as justificações, e recorrendo já ao imaginário (único caminho possível para encontrar argumentos de defesa do indefensável) mesmo assim não consegui resposta para a próxima questão:

Wender… acho que não é pelo jogo de ontem que Wender se liberta do que é: um bluff, um jogador de rodrigos enquadrável num clube sem responsabilidade mas que é o típico inadaptado a um grande, onde lhe pesa a camisola. Se alguém se deixou enganar pelo facto de este jovem ter marcado dois à pior defesa da liga portuguesa por favor acorde.

(cont)

(cont)

Esclarecida a qualidade de Wender passemos então à questão:
Qual é a razão de gestão que justifica que o negócio Abel -> Wender não tenha sido anunciado apenas ontem, quando o Sporting tinha apenas um jogo com o Braga em aberto quando se precipitou no negócio?

Noutros termos: que razão de urgência motivou que avançassemos para um negócio, quando nitidamente o jogador que aí veio nem constituiu opção, e assim corremos o risco de lançar num jogo contra nós um assalariado ressaibiado, sentido com o afastamento?

Alguém consegue explicar qual a racionalidade deste momento de “gestão de activos”?
Gostava de perceber pois coloco a hipótese de ser completamente burro e não estar a perceber o óbvio.

O Freitas não conhece tão bem o calendário do Sporting quanto conhece o do fcporto. Daí, é possível que ele nem soubesse o próximo jogo do Sporting seria com o Braga. :stuck_out_tongue:

aí está a primeira explicação e… faz todo o sentido! :slight_smile:

Aceitam-se mais hipóteses.

Alguém consegue explicar qual a racionalidade deste momento de "gestão de activos"? Gostava de perceber pois coloco a hipótese de ser completamente burro e não estar a perceber o óbvio.

Deve ter sido dos efeitos do alcool consumido durante o Natal/Ano Novo.

(cont)

Esclarecida a qualidade de Wender passemos então à questão:
Qual é a razão de gestão que justifica que o negócio Abel -> Wender não tenha sido anunciado apenas ontem, quando o Sporting tinha apenas um jogo com o Braga em aberto quando se precipitou no negócio?

Noutros termos: que razão de urgência motivou que avançassemos para um negócio, quando nitidamente o jogador que aí veio nem constituiu opção, e assim corremos o risco de lançar num jogo contra nós um assalariado ressaibiado, sentido com o afastamento?

Alguém consegue explicar qual a racionalidade deste momento de “gestão de activos”?
Gostava de perceber pois coloco a hipótese de ser completamente burro e não estar a perceber o óbvio.

quando usas a palavra urgência, até parece que movemos montanhas para o negociar. Vai na volta também os nossos dirigentes passaram o fim de ano a bordo de um dois cavalos em direcção a braga para nos certificármos que Wender chegava à cidade dos arcebispos o mais depressa possível.

por um lado dizes mal do homem, por outro achas que fizemos mal em o ter negociado antes do jogo. Either way, achas mal.

a estratégia era simples e bem urdida mas rebentou-nos nas mãos. O Wender é uma bosta e nós queríamos que o braga jogasse, na prática, com 10. A jogada teria sido de mestre e até tu terias de vir aqui dizer bem do dirigismo sportinguista. A nossa propalada urgência em negociar Wender tinha como objectivo inquinar a equipa do braga com um jogador que é uma nódoa. Cácá e os demais nem dormiram de tanto trabalharem para Wender poder jogar já.

azar dos azares, não jogámos um peido e o wender marcou dois golos.

Mas tambem havia o grande risco desse jogador vir dar tudo que tinha e que nao tinha contra o Sporting, ele e’ jogador de clube pequeno que nunca se vai safar num clube grande.

Mas tambem havia o grande risco desse jogador vir dar tudo que tinha e que nao tinha contra o Sporting, ele e' jogador de clube pequeno que nunca se vai safar num clube grande.

a probabilidade de isso acontecer era ínfima.

Cácá aplicou todos os seus conhecimentos de estatística avançada e, com mais ou menos percentis, com maiores ou menores níveis de confiança, todos os cálculos apontavam para um empréstimo célere como a medida mais sensata a tomar.

só que nas equações do homem, cacá não terá dado a verdadeira importância a certos factores decisivos como estropícios nas laterais, dupla de centrais sem entrosamento, ausência de um trinco de jeito, extremos burros, falta de qualidade generalizada da equipa, etc, etc.

está um homem a trabalhar à séria, de forma científica, de calculadora na mão, pc a correr montes de algoritmos, e continuam a implicar.

de facto, quando se quer implicar, qualquer merda serve. Até a merda do empréstimo da merda do Wender.

E se fossemos contratar o Abel apenas esta semana depois dele ter feito um jogão contra nós teriamos outro tópico destes, mas a perguntar o porquê de não terem feito mais cedo… :slight_smile:

Além disso é muito fácil abrir este tópico apenas depois do jogo.
É que o negócio já tem uns diazitos e só agora se lembraram desse pormenor. :roll:

Não me considero minimamente defensor desta gestão e desta direcção, mas o Bileão coloca uma dúvida bem legítima. Tb devo dizer que fico bastante apreensivo em relação à forma como as perguntas foram feitas, de uma maneira “ofensiva”.

Mas cada um sabe de si. :slight_smile:

Tb devo dizer que fico bastante apreensivo em relação à forma como as [b]perguntas foram feitas, de uma maneira "ofensiva[/b]".

Desculpa?! :smiley:

Quanto à pergunta do Bileão. Achas mesmo?
Achas que os adeptos do Manchester United ficaram assim tão chateados quando o Fergunson se lembrou de vir buscar o Ronaldo apenas depois deste os cilindrar aqui? Não me venhas com tretas… se o Abel fizesse um jogão contra nós ficávamos nós muito satisfeitos com a compra e mais nada.

Tavanez:
Não sei quantas mais linhas terei de escrever para conseguir fazer passar a minha mensagem e evitar essas leituras básicas do “por um lado dizes mal do wender mas por outro criticas o timing do negócio”. Será que mesmo assim não ficou claro o propósito do que escrevi? Camandro…

E a hipótese de o próprio Braga só aceitar o negócio nos moldes em que foi feito, não será pausível ? :?

E se fossemos contratar o Abel apenas esta semana depois dele ter feito um jogão contra nós teriamos outro tópico destes, mas a perguntar o porquê de não terem feito mais cedo... :)

Além disso é muito fácil abrir este tópico apenas depois do jogo.
É que o negócio já tem uns diazitos e só agora se lembraram desse pormenor. :roll:

Muito bem observado.

Outro cenário possível: tínhamos protelado o negócio, o Wender nem calçava, o Miguel Garcia tinha-se fartado de levar rabetas do Cesinha e o Braga marcava uns golitos na sequência de cruzamentos deste. Os mesmos que agora aparecem a criticar a “pressa” no negócio viriam-se queixar de falta de pressa, e chegar à mesma conclusão que os nossos dirigentes são uma merda. Vários adjectivos me ocorrem para classificar esse género de “raciocínios”, mas vou eximir-me de usá-los.

Se estivessem com atenção ao que disse Paulo Bento na conferência de imprensa este tópico estaria morto à partida: se Wender não contava antes, não iria ser agora que passaria a contar, e seria ridículo deixar de adquirir outro jogador tão cedo quanto possível para uma posição carenciada (é assim muito relevante o facto de não ter sido titular na primeira oportunidade? Caneira teria jogado se não fosse o castigo de Polga?) pelo medo que tivessem dos estragos que o Wender podia fazer.

Achas que os adeptos do Manchester United ficaram assim tão chateados quando o Fergunson se lembrou de vir buscar o Ronaldo apenas depois deste os cilindrar aqui?

Este “argumento” é do mais hilariante que tenho lido nos últimos tempos! :lol:

Meus Caros,

O timming do negócio, foi de facto de mau tom…

Mas, e como treinador, só como ultimo recurso utilizaria um jogador com 4/5 treinos na equipa…

O Wender não é jogador para o Sporting, e não é por este jogo que mudo de opinião…

Em vez de colocares o onus sempre para cima do CF, como é teu hábito, porque é que não te questionas da possibilidade de ter sido PB a pedir a troca o mais cedo possivel, para ter Abel disponivel para este jogo.

O raciocinio é fácil Mauras, quando a troca se deu, estava muito longe de ser concretizada a contratação do Caneira e pelos episodios que assistimos ela até esteve para não acontecer, assim como existia sempre a possibilidade de ele não ser inscrito a tempo. Com os atrasos de Polga e Deivid, irias para Braga com 2 Centrais no plantel, Beto e Tonel.

O treinador pode ter achado que com Abel já integrado, se existisse algum impedimento de ultima hora poderia sempre colocar o MGarcia a central e tinha o Abel para LD. Esse impediemnto até existiu como a insperada operação ao Nariz a que o Beto foi submetido mas como entretanto o Caneira já podia alinhar, o Abel acabou por não ser utilizado.

MAs isto sou eu, que não ando sempre a ver fantasma, a raciocinar.

Mauras, nem parece teu… :roll:

Claramente que a culpa é/foi dos adeptos. :slight_smile:

“o pior amigo é o que depois da merda acontecer diz: eu não te avisei?!”

parece-me um caso típico de síndrome do cão…

é-se preso por ter, e por não ter…

fim de tópico…

Achas que os adeptos do Manchester United ficaram assim tão chateados quando o Fergunson se lembrou de vir buscar o Ronaldo apenas depois deste os cilindrar aqui?

Este “argumento” é do mais hilariante que tenho lido nos últimos tempos! :lol:

ainda com azia? :slight_smile:
E o argumento que precede esta magnífica comparaçao? :slight_smile:

quanto às vossas explicações essas sim só dão para rir. Sugerir que:

  • A SAD actuou em função do que o Braga mandou.

  • A SAD actuou pensando que indo Wender para o Braga estes iam “jogar com 10” contra nós.

São justificações que exemplificam a 100% o nível ao qual chegou a condescencência, simplicidade e exigência da massa adepta do Sporting.

Está visto que numa realidade alternativa alguns sportinguistas deviam ter comido não 2 mas uns 3,4 do Wender para acamar, para perceberem bem o erro cometido.

Graças a Deus que nem toda a gente chega a gestor, comigo incluído. Mesmo assim ainda lá chegam uns jeitosos, como no caso do Sporting.

PS - ao mesmo tempo demonstra que existe um desconhecimento estranho do poder da motivação, como se não tivesse passado por Portugal um mourinho que fez dessa questão a rampa de lançamento para os seus sucessos.

Meus Caros,

O Wender não é jogador para o Sporting, e não é por este jogo que mudo de opinião…

Nem eu , nem muitos aqui . É que para além do(s) golo(s) que marcou, o que fez mais ele ? Só lhe deram enfase por causa dos golos e por ter sido contra nós, senão passava ao lado do jogo, mas enfim, não vale a pena chorar, foi ele que fez os golos e foi decisivo, pronto ! :wink:
Mas não tem, nunca teve nem nunca terá valor para estar no Sporting. Infelizmente temos uma gestão a nível desportivo que é uma vergonha, uma anedota onde qualquer manco pode vir até a ter esperanças de ser contratado. Nem quero imaginar o resto do campeonato, lutemos pela Taça, nem será de bom tom dizermos que temos equipa para podermos lutar sequer, ter temos, qualidade é que não! Enfim, nada de novo …