O cérebro dos jornais ...

Tendo estado em Portugal, pude ler todos os dias, como é óbvio, os jornais desportivos em versão papel, ao contrário do que acontece quando estou em França.

Da pouca qualidade jornalística dos jornais, todos sabíamos e isso já foi muito discutido / repetido.

Mas as 3 imagens que se seguem, e que cortei nos próprios jornais, deram-me que pensar.

Imagens 1 e 2

Primeiro, porque as estatísticas de O Jogo são diferentes das estatísticas do Record : 23 remates segundo O Jogo, 18 segundo o Record (afinal, a pergunta é : o que é um remate ?) ; 22 faltas da Udinese para O Jogo, 19 para o Record (daí as 2 perguntas : o que é uma falta ? podem explicar os métodos ?) ; os foras de jogo inverteram-se de um para o outro jornal, 7 para o Sporting e 8 para a Udinese segundo O Jogo, 8 para o Sporting e 7 para a Udinese segundo o Record.

Trata-se neste caso, ou de erros de um ou outro jornalista que não sabe teclar, ou de diferenças no tratamento da informação. E como não há, que eu saiba, nenhuma formalização da informação futebolística e nenhuma “estandardização” dos métodos utilizados (ou pelo menos explicações sobre os mesmos), ficamos por não saber muita coisa. Ao longo de uma época, arriscamo-nos a ficar com ideias falsas sobre o nosso campeonato, sendo que ao multiplicar o número de ocorrências de um indicador qualquer, tb se multiplicam os erros. E depois vão-nos dizer que os remates do Benfica representam apenas 70 % dos remates do Sporting, para melhor resultado. E uma realidade a perder pelos esgotos do tempo …

Imagens 2 e 3

O segundo aspecto tem a ver com a falta de inteligência dos jornalistas do Record. Não costumo julgar as pessoas desta forma, mas de facto, em dois jogos, apresentam-se 4 composições, e eis que :

  • marcaram 4X1X3X2, quando vejo um 4-2-3-1 no esquema apresentado (Sporting);
  • marcaram 3X4X3, quando vejo um 4-4-2 no esquema apresentado (Udinese) / nb: noto que O Jogo mostrou um 3-4-1-2 muito mais defensivo. Não tendo visto o jogo, não posso afirmar quem terá razão ;
  • marcaram 4X3X3, quando vejo um 4-4-2 no esquema apresentado (FC Porto).

Algo não deve estar bem, ou terei bebido umas caipirinhas a mais na praia da Torreira ?

Imagem 1 (O Jogo - Sporting/Udinese)

Imagem 2 (Record)

Imagem 3 (Record)

Como acedes pouco a estas pérolas em papel, ficas a saber que a malta aqui do forum qdo fala mal, normalmente tem razão no que diz respeito à Pasquinada.

O Record manteve-se todo o ano passado com uma lista de goleadores errada e diferente da lista oficial da … UEFA.

Mas já aqui falámos muito …

O que esperar de jornais onde o rigor, o profissionalismo e a isenção raramente estão presentes…? É assim.

Nota prévia: este post tem a ver com a comunicação social e o Sporting, e não com o futebol em particular.

Resolvi dar vida a este tópico porque o que queria dizer não justificava (merecia) a abertura de um novo.
Tem a ver com um jornal relativamente novo, o I, que, nos últimos tempos tem dado à estampa alguns artigos que desconsideram o Sporting. São pouco rigorosos e desavergonhadamente tendenciosos.
Ainda há 2 dias me passei com um artigo sobre a Academia.http://www.ionline.pt/conteudo/127865-alcochete-assim-jamais-como-crise-da-academia-vai-dar-em-revolucao

Ora, não é que hoje me aparece isto à frente?

http://www.ionline.pt/conteudo/128505-eclectismo-o-fc-porto-ja-leguas-do-sporting-e-o-barca-e-outro-campeonato

Ignorar o Futsal? Porquê? Será por ser a modalidade de pavilhão mais mediatizada e com mais potencial de crescimento? Ou será porque o porto não a pratica?

Ignorar o Atletismo? Porquê? Será por ter sido o maior angariador de títulos internacionais do desporto português? Ou será por o porto nunca se ter imposto?

Etc.
Etc.
Etc.

Para reflectir.

artigo ridículo esse artigo do jornal i.

tenham vergonha na cara e vão visitar o museu, para ver realmente o que é um clube ecléctico. ecletismo não é ter 4 ou 5 modalidades. é ter mais de uma vintena delas.

vergonhoso esse artigo.

Tudo pasquins. Vergonhosa esta cs que só está à procura de dinheiro à custa dos corruptos! ::slight_smile:

Ridículo, é o único comentário que me vem à cabeça.

o artigo é tão redutor e falho de objectividade que não pode ser levado a sério. ridículo.

Simplesmente vergonhoso :cartao:

Pasquins. Nojento.

É óbvio, se fossem a contar os títulos todos era coisa para dar muito trabalho e os resultados não iam dar a superioridade ao clube desejado, portanto não valia a pena.

Enfim, keep trying…

Eu li isso há pouco e fiquei completamente enojado. Que aberrações…

Engraçado como empastam nesse artigo duas modalidades que o Sporting não tem (tem o Hóquei mas começou à pouquissimo tempo) e não mete Futsal e Atletismo, p ex. :cartao:

O gajo que escreveu aquele artigo, merecia um tratamento “à antiga”.

A necessidade de constantemente se tentar rebaixar e atacar o Sporting Clube de Portugal só revela o quanto somos dignos e honrados, o quanto somos grandes, pois que nem cavalgando a onda de sucesso que o sistema corrupto instituído lhes permitiu alcançar, ao contrário do prejuízo, da sabotagem e da manipulação que trouxe ao Sporting, deixaram de se comparar connosco e nos tentar menorizar. Custa-lhes, mas podiam roubar 100 anos e mesmo assim não nos roubariam a essência: Esforço, Devoção, Dedicação e Glória: eis o Sporting!

Queremos que seja um Clube Grande, tão Grande como os Maiores da Europa.

:clap: :clap: :clap: :clap: :clap: :clap:

Aliás, dando uma rápida vista de olhos pelos sites dos respectivos clubes, o número de títulos do artigo nem sequer bate certo com os palmarés apresentados, sendo-nos roubados (tendo em conta o cube em causa, uma especialidade) títulos nalgumas modalidades.

Simples bajulação feita a martelo. Até me admira não incluir uma recém-instituída e muy relevante modalidade de “Escorting”, para alargarem mais significativamente a vantagem.

Só agora e que dei com isto, mas nao deixa de ser ridiculo :rotfl: :rotfl:
Estes atrasados mentais, para nos terem superioridade em 81 titulos, têm de contar apenas 4 modalidades sendo que duas delas, estão/estiveram extintas durante anos :rotfl:
E pra’lem do mais ainda falam que eles conseguiram o pleno de vencer nas 4 modalidades… como se fossem só quatro :wall: :wall: :wall: :wall:

RÍDICULOS! Gajos desses era à pedrada… e nestas pequenas mentiras e invençoes ve-se pq o pais esta assim…

SPORTING, SOMOS MUITO GRANDES MESMO!

:clap: :dance: ;D

Já agora… ontem li algo, a propósito do titulo masculino dos lamps no atletismo, que me deixou :xock: …

Fifica campeão para a história ANTÓNIO FLOR

Quinze anos depois, o Fifica voltou a sagrar-se campeão nacional masculino de pista, terminando com o reinado de nove campeonatos consecutivos do Sporting e conseguindo fazê-lo numa época em que o feito tem significado especial: é o título mais importante de todas as modalidades do mais ecléctico dos clubes nacionais, que corria o risco de fechar o ano sem poder gritar “campeão”.

(…)

http://www.ojogo.pt/27-178/artigo933969.asp

:o