Novo Patrocínio - Unicer (SuperBock)

Leões assinam com Super Bock
CONTRATO VÁLIDO PARA AS PRÓXIMAS TRÊS TEMPORADAS

Sporting e a cervejeira Unicer assinam esta tarde o contrato de patrocínio válido para as próximas três épocas. A equipa de futebol dos leões passa assim a fazer publicidade à marca Super Bock nos dorsais das camisolas, ocupando o espaço que nas últimas temporadas foi preenchido pelo BES.

Filipe Soares Franco e António Pires de Lima, presidentes do Sporting e da Unicer, vão dar esta tarde (18 horas) uma conferência de imprensa no estádio José Alvalade a anunciar o acordo.

In Site Record
[hr]

A Sagres vai continuar a patrocinar as Modalidades,é uma duvida que me atormenta.

SL

:great: :great:

Parece que foi pedida a rescisão do contrato, alegando discriminação…

Uma coisa é certa, vou beber com mais prazer a Super Bock, afinal a minha preferida de sempre :wink:

Pois a noticia fala no futebol que vai substituir o BES.
Tb li que houve rescisao do contrato gostava era de perceber se tb englobava as modalidades.Talvez mais logo esclarecam.

SL

A Sagres que fique com os lampiões.

Acho que foi uma tomada de posição incaracterística desta direcção que é normalmente amorfa e de certo modo indiferente às diferenças de tratamento que algumas marcas/entidades têm com os rivais e depois connosco.

Tenho “alguma” pena porque a Sagres mini é uma perdição, mas também digo que nada bate um fino bem tirado, da Super Bock com um pires de tremoços ao lado! :great:

Pois eu também estou com a dúvida relativamente às modalidades, porque a Sagres patrocinava o andebol e o futsal (deixou de o fazer, porque o Sporting rescindiu o contrato na semana passada), mas a Super Bock vai substituir o BES, que patrocinava o futebol profissional. Não sei se o contrato com a Super Bock é extensível às modalidades. Pelo que vem na imprensa, não está claro.

http://ultimahora.publico.clix.pt/noticia.aspx?id=1374934&idCanal=1030

A apresentação do patrocínio foi por volta das 19 horas, no Estádio, segundo ouvi na rádio. Franco ofereceu uma camisola a Pires de Lima e este ofereceu-lhe vinho. Ainda ouvi em fundo «… sei que é um apreciador…».
Segundo me contaram, a Centralcer anunciou que ia abandonar os clubes (patrocina o campeonato da liga), mas veio-se a saber que terá recuado em relação ao anexo do Colombo. O Sporting terá reclamado, mas sem sucesso, só teria direito a umas migalhas, como consolação, que recusou, e virou-se para a Unicer. Ora, esta tinha já optado pelos festivais de música, em detrimento do futebol, com uma excepção para o FCP, pelo que a coisa esteve complicada, em princípio só haveria, igualmente, umas migalhas, como consolação, e acabou por ser Pires de Lima, pessoalmente, a desbloquear a situação.
Tenho curiosidade quanto aos aspectos gráficos, nomeadamente cromáticos, do patrocínio.

Edit: Ver http://www.google.pt/search?hl=pt-PT&q=sporting+unicer+franco+pires+lima+est%C3%A1dio&btnG=Pesquisa+do+Google&meta=lr%3Dlang_pt&aq=f&oq=

Não esquecer o Sportinguismo do Pires de Lima… Que até já esteve presente no Trio de Ataque na transição Jorge Gabriel / Rui Oliveira e Costa.

Duvidas desfeitas em relação ao patrocinio nas modalidades …

Super Bock é o novo patrocinador «leonino»

O auditório do Estádio José Alvalade foi o palco escolhido para a assinatura, e apresentação, da parceria entre o Sporting e a Unicer, empresa detentora da marca de cerveja Super Bock.

Este acordo, válido para as próximas quatro épocas desportivas , prevê a inscrição da marca nas camisolas e equipamentos de jogo, de treino e de saída das equipas de Futebol e Futsal do Clube, bem como a presença da marca Vitalis nos equipamentos das equipas de Andebol e de Atletismo. Este acordo inclui ainda a colocação de decoração e de visibilidade da Super Bock no Estádio José Alvalade, na Academia Sporting/Puma, nas conferências de imprensa e em eventos a realizar junto dos adeptos e associados «leoninos».

Filipe Soares Franco, após a assinatura do acordo e ao lado de António Pires de Lima, presidente executivo da Unicer, realçou a «lisura e a honestidade da Unicer em todo o processo. A Unicer surgiu num momento muito importante, pois era público que tínhamos perdido um patrocinador e que estava à procura de uma empresa substituta, além da actual conjuntura económica global. Nunca, durante toda esta negociação, sentimos qualquer tentativa de aproveitamento desta situação, algo que ficará na minha alma, bem como, seguramente, ficará gravado no Sporting. Estamos muito satisfeitos, até porque uma parceria é uma das melhores coisas que se pode fazer na vida. Vamos fazer tudo para a consolidar ainda mais no futuro".

António Pires de Lima salientou a «honra da Super Bock em associar-se a uma instituição desportiva com a dimensão e os valores do Sporting Clube de Portugal, um Clube que ultrapassa o futebol, através dos feitos das suas modalidades. Não esqueço aquela madrugada em 1984, em que todos os portugueses vibraram com a vitória de um atleta sportinguista, Carlos Lopes. Devo dizer até que esse feito serviu-me muitas vezes de inspiração nos momentos mais complicados na minha vida profissional. Esta parceira surgiu de uma oportunidade existente, mas também do facto de, há dois anos, decidirmos apostar no futebol como forma de consolidar a liderança da marca no mercado português. Ao contrário de outros, a Unicer e a Super Bock não desvaloriza a importância do Sporting e reforço o orgulho pessoal e da empresa neste momento de ligação com o Clube, bem como a convicção de que o Sporting pode contar connosco em todos os momentos: nos bons e nos menos bons também».

No final, um brinde à parceria, com cerveja, e a oferta, por parte de Filipe Soares Franco de uma camisola com o nome do seu homólogo da Unicer, bem como já com a inscrição Super Bock. Por seu lado, Pires de Lima ofereceu um exemplar do livro «Dois dedos de espuma», que relata a história da empresa, bem como um vinho de 63, referindo que «a Unicer também faz vinho e este é do ano da inauguração da nossa fábrica em Leça do Balio».

In:Sporting.pt

E pelos vistos a camisola oferecida a Pires de Lima tinha já o patrocinio colocado … esperar por imagens para saber como é que o novo patrocinio fica na camisola .

Com esta noticia fico descansado em relação as modalidades.
Além do futebol desta vez acautelaram tb as modalidades.

Uma pergunta a alguem que seja entendido.

Uma situação destas pode-se estar a falar de um Main Sponsor ou lá como se chama?

SL

A má notícia para quem costuma consumir nos bares é que quase certamente vão substituir a Sagres Zero pela Super Bock sem Álcool, que é absolutamente intragável.

De resto, fico satisfeito com a notícia. :wink:

Está feito… cá em casa passará a só se consumir Super Bock! :beer:

E viva a super bock! Aqui no norte é de longe a cerveja + vendida… eu tb ajudo bem á estatistica e agora depois do patrocinio ao nosso sporting ainda me vao saber melhor…
:beer: :beer:

O sportinguismo de Pires de Lima é muito anterior a esses circos televisivos.

Penso que se o patrocinador não fosse simpatizante não se teria dado a tanto trabalho. Vamos a ver se resulta. Já chega de ter as sobras do anexo do Colombo.

Num aspecto fico descansado… Se o Sporting optou por tomar uma medida destas, é certamente porque os valores que a Unicer propôs são interessantes para o Clube. Provavelmente não ficámos com um mau patrocínio.

PS: Será por causa deste patrocínio que o Sporting não podia abandonar a Carlsberg Cup? A Unicer não ficaria satisfeita se assim fosse… :think:

Porreiro mesmo era a Unicer optar por utilizar a Carlsberg em vez da Super Bock.
Combina muito mais com as cores do SCP.

Abstraindo-nos das incidências da final da Taça com o mesmo nome acho que combinava muito bem com o nosso clube.
Por acaso desde a rescisão de contrato que já não entra Sagres cá em casa. Agora só tenho Super Bock mini, Carlsberg e Grolsch.

Será que o contrato prevê um retorno para o clube condicionado às vendas da empresa? Sempre era mais uma desculpa para beber uns valentes finos.

:slight_smile:

:arrow: