Novas Modalidades

Que modalidades gostarias de ver no Sporting?

Pessoalmente, gostaria de ver:

Ciclismo
Voleibol
Basquetebol (oficial - sei que temos feminino, mas ainda é muito embrionário e falta o masculino!)
Ténis
Surf
Râguebi (oficial)

Passar o Rugby e o Basquetebol para oficiais.

Como novas, gostava de ter Ciclismo, Voleibol, Basquetebol Masculino, Futebol Feminino, Ténis e desportos aquáticos (Vela, Surf e Bodyboard, etc).

No entanto sei que, no que dependesse desta direcção, já tínhamos estas todas. Sei e percebo perfeitamente que não hajam verbas (ainda). Mas, no futuro, eram estes os meus principais desejos.

Tiro ao danix.

Isto da modalidades é tudo muito bonito. Mas é preciso que haja condições tais como atletas bons e dinheiro. Criar uma modalidade nova só para fazer número, não!

As modalidades têm que ser sustentáveis. Primeiro têm que haver dinheiro e depois formar bons atletas e depois se Deus quiser temos títulos.

Ninguém disse o contrario…

Desportos Electrónicos

Tipo FIFA?

O atletismo, andebol, futsal, hóquei não são “sustentáveis” no sentido que a suas receitas cobrem as despesas. Recebem cada umas centenas de milhar de euros do Clube, e muito bem que é para isso que as quotas dos sócios servem!

A questão da sustentabilidade prende-se com as receitas do Clube, em particular sócios, que é dai que as modalidades vêm; e prende-se com a vertente desportiva. Por ex. o hóquei foi tornado oficial esta época, algo mais que merecido, e porque desportivamente também era chegado o momento, depois de um percurso brilhante.

Mas a questão da sustentabilidade é exactamente não dar prejuízo recorrente mente ao Clube. Na minha cabeça nem sequer passa pela cabeça que as quotas não sirvam para orçamentar as modalidades, senão isto tornava-se impossivel

E mais, para mim deve existir espírito solidário intra e inter modalidades. Não veria com maus olhos um ano de prejuízo de uma secção circunstancialmente, como poderia e deveria ter sido o caso do futsal este ano

Por mim teríamos todas as modalidades existentes no mundo, em todos os escalões, tanto feminino como masculino. Mas essa ideia é utópica e nunca vai acontecer. Então a criação de novas modalidades deverá sempre passar pelo respeito de alguns criterios: formação, sustentabilidade e performance desportiva

Assim o percurso terá de ser sempre o seguido pelo hóquei. Com o trabalho magnifico que desenvolveu conquistou o seu lugar por direito, não está lá por esmola ou favor. Será portanto da mais elementar justiça que a mesma “janela” estejam abertas para o basquetebol e para o rugby. Os outros seguirão as pisadas destes 3 casos de sucesso

Estou certo que havendo estabilidade, confiança e um rumo tratado, brevemente mais projectos inovadores aparecerão :beer:

Sinceramente não sei bem a realidade do Rugby.
No Basquetebol penso que pode ser uma boa altura para voltar a ser modalidade oficial. Com um patrocinio e aproveitando o protocolo com 1ºAgosto penso que podia ser possível começar um projecto bonito. Quando digo começar digo numa prespectiva de Basquete Masculino, porque quem começou este projecto foi quem refundou a secção.

SL

isso do “prejuízo” não faz sentido; se a modalidade X gera 200 de receitas e tem 500 de custos, isso é dar prejuízo? Não, quer dizer que tem um orçamento equilibrado em que 300 vêm do Clube.

A questão que faz sentido é saber os custos que cada modalidade efectivamente tem, saber os meios do Sporting, e adaptar uns aos outros.

E tendo em conta que foram feitos ajustes na direcção da secção, eu diria que as condições estão também reunidas neste aspecto, se é que me entendes! :wink:

Não só, existe variadas modalidades (jogos) que seriam bem interessantes de se apostar e olhem que sustentabilidade e retornos são bastante aliciantes se for um projecto bem gerido…

É uma ideia que me agrada bastante, confesso.

mas isso são modalidades desportivas?

Sim claro, senão nem falaria disso por aqui…

Aconselho a leitura do artigo do CM de ontem para quem não conhece a realidade ficar a perceber 1 bocadinho da realidade Nacional (mesmo assim o artigo está muito incompleto), mas dá para ter 1 ideia.

Olha por exemplo num jogo de League of Legends a evolução em apenas 3 anos da melhor competição do jogo:

Esses desportos virtuais terá de ser com o tempo… para já temos de recuperar o voleibol, basquetebol, etc :beer:

Mas não sou contra ter uma equipa de FIFA. Os outros jogos mais de acção e tal já me custa um pouco mais

Eu gostaria que o ciclismo, voleibol, tênis, entre outras voltem ao activo.

Mas como já aqui foi dito e bem, em primeiro há que pensar como se pode auto sustentar, projeto a médio prazo, etc…

Eu até 2013 cheguei a duvidar se algum dia algumas modalidades voltariam, mas agora estou plenamente confiante que sim, o trabalho desenvolvido por esta direção é excelente… :great:… E têm se notado um maior entusiasmo dos sócios e adeptos… Estamos no bom caminho… Força presidente, estamos consigo!!! :clap:

Uma modalidade que tem cada vez mais relevância a nível internacional é o futebol feminino. Com a experiência formadora do Sporting, um projeto baseado na formação de jogadoras teria todas condições de ser um sucesso e aumentaria a projeção do clube.

O José de Pina disse que o futebol feminino iria regressar.