Nortons, Cacás e outros Gestores de Activos

Ainda sobre “gestores de activos” e outros animais da mesma espécie:

Recomendo muitíssimo a coluna de opinião de Marcelino na DEZ desta semana sobre este tipo de animais, nomeadamente aquele que agora é mto elogiado, o amigo Norton. Marcelino desfaz completamente a imagem de “bom samaritano” que Norton deixou nos pouco preparados ou pouco recordados:

Algumas ideias, obviamente só ao alcance de quem como Marcelino vai sabendo os pormenores:

  • Norton a ser sério teria saído após o jogo do Benfica - fechava o ano, completava um jogo difícil e saia num timing correcto, justo para si e justo para clube e jogadores, que teriam 15 dias de paragem para pensar no seu futuro.

  • Norton enviou o fax pouco tempo antes de entrarem os benditos cobres nas contas, mesmo a tempo.

  • Engraçado pormenor: dois dos jogadores que rescindiram terem surgiram imediatamente na agenda do clube belga do grande amigo Onofrio, uma coincidência que é uma “maçada evitável” (nota: este Onófrio é o padrinho do outro profissional de luxo do futebol português: o nosso Cacá - de reparar como Cacá foi resolver um caso bicudo ao Liege do amigo, Enaka, o qual relançou para venda posterior (e rápida). Espectáculo. Independentemente de o Sporting ter contado durante menos de um ano com um bom central, gostava de conhecer em detalhe os pormenores de todo o trajecto financeiro desta “empresa”).

  • Este Norton é o mesmo que ficou conhecido enquanto gestor de activos em Alvalade, com transferências “estranhas”.

É portanto um artigo a não perder, sobretudo para aquela malta que gosta de engavetar estes artistas com um simplista e ensaboado “até fez um bom trabalho”.

X-files…

Mauras, lembro-me de terem falado ao meu tio que na altura do Norton estar em Alvalade, o Quaresma deveria ser juvenil, e nessa altura, o Norton e mais um sócio dele já tinham acertado a venda do Ciganito e outro jogador para o Inter. Apenas não teve efeito porque o Norton quis ganhar mais que o sócio.

Ainda sobre "gestores de activos" e outros animais da mesma espécie:

Recomendo muitíssimo a coluna de opinião de Marcelino na DEZ desta semana sobre este tipo de animais, nomeadamente aquele que agora é mto elogiado, o amigo Norton. Marcelino desfaz completamente a imagem de “bom samaritano” que Norton deixou nos pouco preparados ou pouco recordados:

Algumas ideias, obviamente só ao alcance de quem como Marcelino vai sabendo os pormenores:

  • Norton a ser sério teria saído após o jogo do Benfica - fechava o ano, completava um jogo difícil e saia num timing correcto, justo para si e justo para clube e jogadores, que teriam 15 dias de paragem para pensar no seu futuro.

  • Norton enviou o fax pouco tempo antes de entrarem os benditos cobres nas contas, mesmo a tempo.

  • Engraçado pormenor: dois dos jogadores que rescindiram terem surgiram imediatamente na agenda do clube belga do grande amigo Onofrio, uma coincidência que é uma “maçada evitável” (nota: este Onófrio é o padrinho do outro profissional de luxo do futebol português: o nosso Cacá - de reparar como Cacá foi resolver um caso bicudo ao Liege do amigo, Enaka, o qual relançou para venda posterior (e rápida). Espectáculo. Independentemente de o Sporting ter contado durante menos de um ano com um bom central, gostava de conhecer em detalhe os pormenores de todo o trajecto financeiro desta “empresa”).

  • Este Norton é o mesmo que ficou conhecido enquanto gestor de activos em Alvalade, com transferências “estranhas”.

É portanto um artigo a não perder, sobretudo para aquela malta que gosta de engavetar estes artistas com um simplista e ensaboado “até fez um bom trabalho”.

Quanto à ligação ao Standard, era óbvia, acho que o próprio presidente do Setubal já tinha mandado essas bocas, quando chamou ao gajo “empresário encapotado”.

O resto é embirração com o Cácá.

Norton tem sido elogiado como treinador, é um elogio justo de quem segurou nas pontas dum clube que normalmente estaria nos últimos lugares. Construiu uma boa equipa indo buscar com tostões jogadores que acabaram por ser bastante bons em média.

Mandou o fax antes de receber os cheques? Mas quais cheques, aqueles que o pilantra do presidente disse que já estavam no banco e que por causa dessas declarações 4 jogadores rescindiram imediatamente porque não havia cheques nenhuns? Mas qual cheque, o de Agosto, de Setembro, de Outubro ou de Novembro?

Não é dos créditos como treinador que Marcelino fala, mas dos créditos de “grande homem” que lhe atribuiram recentemente, enganadores.

Quanto a essa frase do “resto é embirarrão com o Cacá” é das melhores do ano, sobretudo após TUDO o que se passou este ano, como este espécimen conseguiu minar o trabalho e colher os louros, juntando-lhe obviamente a incapacidade de quem lá ficou e se quis livrar dele, mas que tentou fazer o melhor pelo Sporting. Este sabe fazer melhor mas não tenta, para quê? Quem lá está sabe lá se está a fazer o bem ou não… até os adeptos que teoricamente percebem de bola acham que ele faz “bom trabalho” :slight_smile:

Não vou entrar na discussão CF porque essa já é antiga e sinceramente nunca percebi quem tem razão.

Quanto ao Norton digo o seguinte, revelou-se melhor treinador que Director Desportivo. Como Treinador, teve um passagem interessante pelo Salgueiros antes deste falir e agora no Setubal.

Como Gestor foi uma nodoa, e não tenho duvidas que se encheu á conta do Sporting, prinicpalmente na camioneta de argentinos que trouxe para alvalade, mais uns africanos de duvidosa qualidade, lembra-se do Ouatara.?? Apesar de gostar do Queiroz, foi um dos seus pecados quando passou pelo Sporting. Já que foi ele que “inventou” a figura do Director Desportivo e convidou o Norton para a assumir.

Pois é…só vejo especialistas, entendidos, conaisseurs… a cagar postas somos todos os maiores. Não conheço nem um, nem outro quer pessoalmente ou profissionalmente. Aquilo que posso ajuizar será sempre superficial e resultante (como sempre, aliás…) dos resultados desportivos. Acho que existem algumas variantes neste negócio que pura e simplesmente não se controlam. Barretes todos enfiam. Todos.

Em relação ao Norton queria dizer mais qualquer coisa.

  1. Acho incrível que se vá dar como exemplo um qualquer trabalho do maior pulha anti-sportinguista que existe na imprensa portuguesa. Não sei o que move Marcelino. A isenção e a competência não o movem de certeza.

  2. Não o conheço de parte alguma, como já o referi, o que sei, sei-o através das contas. Da contabilidade. No reinado Queiroz-Norton de Mattos, entre aquilo que se vendeu e aquilo que se comprou ficaram lá 25 milhões de euros positivos.

  3. Comparar a qualidade das equipas da altura com a realidade actual julgo de todo ser um exercício desnecessário. Right?

toca, não estarás a confundir o Marcelino com o João Querido Manha? Tenho uma ideia completamente diferente do Marcelino. Para além do achar um dos jornalistas mais competentes da nossa praça, acho-o também dos mais isentos.

É provável João. Se bem que devem ser farinha do mesmo saco…

Acho que as páginas que ambos escrevem na Record DEZ são seguidas. Daí a proximidade de que falas. :wink: De resto são jornalistas muito diferentes. Quer na análise, quer no estilo. O Marcelino até parece ter uma costela verde, pois costuma fazer análises, muito construtivas, aos momentos do Sporting. Já o Querido Manha quando é para falar no Sporting, é só para pisar.

É provável João. Se bem que devem ser farinha do mesmo saco...

Estás certamente a confundir aliás pq Marcelino é sportinguista, embora discreto.

Marcelino tem bigode, foi o director do Record e agora é director/administrador de várias publicações do grupo. Nem sempre concordo com os seus pontos de vista mas é normalmente objectivo e equilibrado nas suas análises.

Deves estar a confundir com outro.

Não vou entrar na discussão CF porque essa já é antiga e sinceramente nunca percebi quem tem razão.

Esquece as razões e olha para os dados concretos:

  • o balanço de contratações feitas em todo o período Freitas (não esquecer o ano pós inácio, ah pois é, e excluir um dos poucos onde não meteu o bedelho: Jardel).

  • a influência e presença em Alvalade de figuras do calibre de um Gilmar Veloz

  • a estranha tendência de mercado do Sporting.

  • o que Andrade disse no dia em saiu. Alguns perceberam.

  • a ausência da figura nos momentos difíceis, e as suas declarações mais habituais nos momentos de vitória (infelizmente muito pouco vimos dele).

Estes são apenas alguns dados que te permitem tirar conclusões sem precisares das dicas que aqui vem deixar quem vai sabendo mais coisas… aliás pq essas normalmente aqui valem ZERO.

Mauras isso já eu sei tudo.

Falas do que o Andrade disse. Ok.

Então voltamos ao mesmo, e os que o elogiam? MRT, JEB. Duque,etc…, porque raio o Paulo Bento, exigiu o regresso dele para aceitar o cargo de treinador ?

Como já disse é uma discussão inutil.

Mauras és Grande!
Voto em Mauras para Presidente da SAD.

Então voltamos ao mesmo, e os que o elogiam? MRT, JEB. Duque,etc..

Se colocares TODAS as hipóteses em cima da mesa encontras facilmente explicações não muito agradáveis para essa questão, deixo-te duas pistas:

  • em terra de CEGO quem tem olho é rei - Estou farto de ver directores que pouco percebem do negócio que gerem entregarem-se a escroques que conseguem manter uma aparência de profissionalismo e de “problem solvers” que engana incautos e impreparados superiores ávidos de quem lhes resolva as questões. (consideras MRT e JEB entendidos em futebol? Olha para os treinadores que contrataram e/ou não contrataram)

  • Se calhar as acções de Cacá não são assim tão más para alguns directores / dirigentes. É duro dizer isto mas acho que o pp caso Casa Pia já nos insinou a todos a ser menos ingénuos e não meter as mãos no fogo por quem construimos uma imagem mas que na realidade não conhecemos. (achas que Duque não era menino para comer no processo? E os outros? De CERTEZA? Quais? Pois é, a malta tem muitas certezas absolutas)

Não vou entrar na discussão CF porque essa já é antiga e sinceramente nunca percebi quem tem razão.
  • o que Andrade disse no dia em saiu. Alguns perceberam.

O que disse o Andrade?

O que disse exactament não me lembro, mas na celebre conferencia de impernsa em que se demitiram todos ( Peseiro, DC e Paulo Andrade ), ele mandou-lhe umas indirectas, mas sem nunca dizer nomes.

Andrade desabafou numa dada altura (e Dias da Cunha BAIXOU A CABEÇA) que se calhar pagou a factura por pretender trabalhar com pessoas que sentissem o clube e que colocassem os interesses deste acima de tudo o resto. Só não percebeu quem não quis.

Freitas minou aquele balneário. Colheu os frutos. Não eram 2,3 nem 4 os jogadores que o queriam de volta.

Sabem muito bem que eu apontei desde o primeiro momento as parvoices feitas por um Andrade sem qualquer preparação para a função, mas não duvido que o homem é grande sportinguista e que não ROUBOU o Sporting. Teve desde o primeiro momento o caminho minado por um balneário que por razões que ainda não consegui saber adora o "gestor de activos. De tudo se passou até Andrade sair e voltar o sapatinhos de chulo. Quando voltou foi a calmaria, tirando o karaté de Beto.

E assim Freitas se vai mantendo. Entre 4,5 negócios um deles resulta num liedson. Os adeptos cada vez menos exigentes tranquilizam-se, esquecem todos os restantes falhanços, dinheiro desbaratado e oportunidades que nos passam ao lado noutros mercados e até no interno. É facil manter um tacho assim.

Alguns adeptos acham tudo isto normal.
Outros acham que tudo isto são lendas.
Todos estes são os que mais admirados ficam à medida que o Sporting vai batendo em mais um degrau, na descida rumo ao fundo do poço.

Freitas é um Norton completo: alguém que percebe de bola, é capaz de descobrir bons jogadores e negocia-los. Falta é a integridade e a vontade de servir honestamente o clube, um clube que nem sequer sente. Como é possível que nesta altura continue a haver quem não percebe isto, não percebe o que se passou nos últimos meses é algo que me deixa de rastos.

é curioso que venham agora falar nisto, porque ainda há tempos se falava noutro topic sobre aquela vaga de contratações de sul americanos, que se revelaram um fracasso em 90% dos casos e ainda hoje andamos a pagar os erros dessas compras feitas “ad-hoc”.

Lembro-me do Kmet, Gimenéz, Ramirez, Tello, Carlos Marques e Duscher, que custaram balúrdios e passado 1 ano e meio foram recambiados, safou-se o Duscher…

Lembram-se quem é que passava a vida a viajar de Lisboa para a Argentina para ver jogadores? Pois… :evil:

E ainda se casou na Polinesia a conta do SCP, ah pois é…