NFL

O Zach Wilson é horrível

Comeback épico dos Giants. E o Saquon parece que fugiu por pouco a uma lesão que o tirava da época.

O Aaron Rodgers que não acredita em vacinas vai ouvir golfinhos a f*Oder para recuperar mais depressa da lesão e ainda jogar esta época. :sob:

Os americanos devem comer qualquer coisa em putos que os deixa marados.

orlando jones GIF

a quela o-line tb não vale nada, mas sim, os jets desde que me lembro não acertam nunca no qb. e até quero querer que agora tinham um staff competetente.

mais uma época (carreira?) fodida :underage:

Mais uma lesão para a época toda, mais uma ACL. Desta vez Trevon Diggs. Rombo gigante nos Cowboys que este ano tinham aspirações legítimas ao SB e uma defesa temível e assim perdem um dos seus maiores playmakers defensivos.

Derrota expectável dos Giants em SF, ainda por cima com uns 49ers sem Aiyuk. 1-2 na época, um calendário não tão afortunado como no ano anterior para uma equipa que continua claramente com um défice de profundidade e assentar o seu jogo apenas no rush.

Mais uma vitoria dos 49ers, tambem não seria dificil.

Como sigo o College Football, tenho reparado no RB Audric Estime de Norte Dame, está no terceiro ano (junior), não sei se ele irá optar por entrar no draft já em 2024, senão só para o ano, ele é jeitoso nessa posição.

Notre Dame tem um QB que se transferiu de Wake Forest, Sam Hartman. Ele ajudou em melhorar o jogo de Notre Dame dando um salto em qualidade que poderá leva-los aos playoffs da FBS National Championship. Ele já é finalista e deverá entrar no draft de 2024, ele poderá ser um bom QB na NFL.

Hoje Notre Dame vai jogar com Ohio State, se ganhar vão dar um salto gigante para os playoffs.

Perderam por 3 pontos, já não devem chegar lá. Quanto ao Audric, parece-me mais para 2025, até pela indefinição da posição de RB ao nível das negociações.

Este ano o hype está todo no Colorado, que levaram uma tareia contra Oregon (aliás as equipas do Colorado este fds foi só tareias!), Alabama sempre a considerar mas em ano mais calmo. Estou curioso para ver a caminhada de Florida e dos Sooners, depois do fiasco do ano passado.

Alabama está numa fase transitoria, claro que nunca se deve descartar até terem a segunda derrota.

Eu acho que os Florida State e Texas estão a fazer uma boa campanha para já. Ainda não vi nenhum jogo dos Oklahoma, mas por tradição eles são fortes.

O caso de Colorado é ter o Deion Sanders que é genial para motivar. Claro que terão de evoluir mais para chegar aos playoffs. Vai ser engraçado vé-los estragar epocas de algumas universidade mais conceituadas.

Agora Notre Dame pode ainda sonhar com os playoffs, porque a comissão vai olhar para essa derrota como muita justa e não uma vitoria folgada de Ohio State. Digamos que outra derrota e vão a uma Bowl qualquer. Essa derrota mesmo no fim custou e até a mim que fiquei a ver em directo para lá das 3h da manha.

Nunca esquecer Michigan, Oregon e claro o favorito Georgia.

Também acredito em Georgia para o título; Notre Dame ainda tem 2 testes interessantes, Duke e vão a Clemson.

Clemson não estão tão fortes como dantes, ainda vi-os neste sabado. Acredito mais em USC que são mais perigosos e que tem a estrela Caleb Williams que pode fazer muita mossa. Tambem não podem descartar os Duke, eles estão a ir bem.

Isto é que se chama humilhar a equipa do coração :rofl::rofl::rofl:

https://x.com/NFL/status/1706345317652721862?s=20

Ainda os poupou de levar 73, que seria recorde absoluto.

Esse merdoso do Sean Payton merece isso e muito mais. É o Cãoceição da NFL.

Desde 2012 que vejo a NFL e nunca gostei do Sean Payton.

Estou a adorar os Dolphins. Ontem não vi o jogo, mas quando vi um pequeno resumo no programa de antevisão da NBC Sunday Night Football fiquei surprendido ao saber do volumoso resultado.

No ano passado reparei num tipo como HC dos Dolphins com aspecto de nerd, o Mike McDaniel. Desde 2011 que ele estava com o Kyle Shanahan nos Redskins, Browns, Falcons e 49ers. Até que os Dolphins o contratam como HC em 2022. Parece que não, mas ele já esteve na Super Bowl LI (2017) pelos Falcons e depois na Super Bowl LIV (2020) pelos 49ers. Experiencia não falta mesmo que perdeu as duas.

A pipa de massa que investi no meu lugar de época dos Jets passou de excitante a uma das piores decisões de sempre em apenas, se a memória não me está a enganar, 10 minutos (4 gloriosos snaps!).
Próximo jogo em casa, diante de Kansas, vou lá estar (será uma sequência excitante de eventos desportivos ao vivo: vs Kansas na 2a e vs os croissants de Paris, em Newcastle, na 4a à noite). Vá lá que o lugar no avião é cómodo, foda-se.