Na ressaca pós Moreira

As reações de descrença e até de desespero pós-empate em Moreira fazem-me recuar 21 anos, até à recta final do campeonato de 1999-2000.

Depois de termos passado para a frente, ao derrotar o FoiComPutas em Alvalade por 2-0 (obrigado Secretário!), e do porco ter sido derrotado no pardieiro do outro lado da estrada uma ou duas semanas depois, ficamos então com 4 pontos de vantagem.

Eis senão quando, numa noite ventosa em Leiria, depois de termos estado a ganhar por 1-0 (sacado na loja de Mestre André) durante a maior parte do jogo, o Leiria empata mesmo a acabar num mau alívio de bola do grande Peter. A nossa vantagem ficou então reduzida a 2 pontos, que na verdade considerados por si só, eram zero, porque não podíamos sequer empatar mais nenhum jogo (o porco tinha vantagem em caso de igualdade pontual).

Instalou-se logo um grande desânimo, que já tínhamos perdido, que ia acontecer isto, aquilo e aqueloutro… que o porco não ia dar hipótese, e patati, patátá.

O que é certo é que a distância se foi mantendo até à ante-penúltima jornada, onde o porco foi afinal o primeiro dos dois a perder pontos (em Faro, 3-3 depois de estar a ganhar por 3-1…). Ainda deu para perdermos com os lampiões (Sabry filho da put@) na jornada seguinte e mesmo assim mantermo-nos à frente do campeonato à entrada para a última jornada.

O desfecho desse campeonato é conhecido, e não tenho razões, pelo menos por agora, para pensar que será diferente este ano. 8 pontos são ainda muitos pontos a nove jogos do fim, e se calhar o FoiComPutas ainda perde pontos antes de nós. Não pensem que o nível de batota e banditismo é hoje maior do que em 2000. Não é. Está até mais exposto do que então. Não vão faltar manobras canalhas (malas, missas, apitos, etc.), não se iludam, mas tenho toda a confiança na equipa e no seu treinador para irem respondendo, com maior ou menor dificuldade, a todas elas.

Hoje, como há 21 anos, o porco vai ceder primeiro, e estou certo que seremos campeões algumas jornadas antes do fim.

11 Likes

Porra estou com uma ansiedade do caraças desde ontem…
Não foi por ter perdido pontos em si, pois perder pontos pode acontecer, mas sim da forma como foi (com golos anulados e aos 90min)…se tivessemos estado a perder e arrecadado um empate, diria que seria um verdadeiro mal menor pois é muito melhor 1 ponto que 0 pts (quando não se consegue ganhar é importante saber não perder), mas a forma como foi, foi terrível…
Esta ansiedade acho que só vai passar ou se ganharmos os próximos 2 jogos seguidos (mesmo que o fcp também ganhe, pois significaria que vencíamos em faro, onde suspeito será um jogo muito muito dificil - muito semelhante a moreira e tondela), ou se ganharmos domingo e o fcp perder pontos…

Fiquei desiludido com o resultado… Claro que era mais que esperado que um dia ia acontecer.

Contudo não entrei em desespero, até porque não andava em euforia. Já são várias décadas a saber o que é o futebol em Portugal.

Aprendi que enquanto for matematicamente possível tudo farão para nos prejudicar. Um fora de jogo de 2 cm é a prova disso.

Assim mantenho-me como até agora, jogo a jogo, sem euforias nem desespero. Feliz nas vitórias ainda que preocupado.

No domingo veremos como a equipa vai reagir. Espero que bem, nem se atrevam a estragar-me o aniversário…

1 Like

Top!! :star_struck: :star_struck:

O porto não tem só 11 jogadores e além disso são uns dopados do ■■■■■■■, não vai ser por quebra física ou ressaca europeia que perdem pontos.

Posso estar errado, mas em 2015/2016 ainda não se utilizava o formato das 16 equipas e 30 jornadas? De memória, penso que o Gil e a terceira subida, só ocorreu em 2019/2020…

Era um miúdo, mas lembro-me relativamente bem dessa época, ninguém contava connosco (e os nossos reforços estavam “acabados” ou não tinham qualidade segundo os rivais) e foi um campeonato ganho na combatividade. A diferença desta época para 1999/2000 é que tinhamos uma equipa com mais experiência.

No entanto o nível de exigência este ano é maior, dúvido muito que os 77 ou 74 pontos sejam suficientes.

Vi o tondela jogar no fim‑de‑semana com o Guimaraes e esteve muito bem organizado, surpreendeu-me pela positiva. Acredito que possa tirar pontos aos fruteiros ou pelo menos dificultar-lhes a vida.

E sim, vai fazer diferenca fisicamente os jogos da champions. Se não resolvem nos primeiros 60 minutos, vao sofrer.

Ontem andei completamente desanimado… Fdx ainda não consigo lidar com o resultado… não consigo, é uma revolta que sinto, perder pontos nesta altura é muito mau…

1 Like

Passaram a ser 18 equipas um ano antes, em 2014/15.

1 Like

Não fui confirmar e nessa época ja eram 34 jornadas, fizemos 27vitorias 5 empates e 2 derrotas.

1 Like

Fiquei fodido, mas não jogámos para fazer 2-0 e estarmos mais à vontade.
Que sirva de lição aos meninos. Vontade de vencer, querer e tomates neste lampionato. E ganhem os próximos 4 jogos.

Sagrarmo-nos Campeões em casa do trolha. Era mel…

1 Like

Não diga isso que me estraga o tratamento, meu amigo.

Agora pra isto voltar a ser 2015/2016 só tem de vir pra a thread das bebedeiras postar com uma carroça descomunal :joy:

1 Like

Ao contrário de muitos, eu não fiquei aziado… Ainda o jogo ia no minuto 65 e disse cá por casa “Vai-se fazer Sporting”. Parecia que já adivinhava o que ia acontecer… Dito e feito…

Eu continuo a acreditar nesta equipa, neste treinador e nesta equipa técnica. Na única época em que parti e me mentalizei para um “Nah, este ano é mais um a ver passar” é a única onde realmente estamos perto de ganhar e isto deve-se a este grupo. Nós não podemos perder isto, ■■■■■■■! Eu quero ir ao Marquês, pois quero homenagear o homem que me ensinou a amar este clube, levantando o cachecol que me deixou; Quero abraçar a minha família, desde os que partilham esta paixão comigo aos que amam clubes rivais, porque, apesar do mau gosto deles, também são responsáveis por este meu amor ao futebol; Quero estar com aquela que é a minha segunda família a festejar um título que nos foge há anos (eu tinha apenas 1 ano no último); Quero cumprir todas as apostas e promessas que fiz (como, p.e., ir a Fátima a pé, mesmo sendo ateu) porque por este clube eu faço tudo. Já está na hora de sermos felizes, ■■■■■■■

3 Likes

Nesse tempo o campeão perdia sempre mais pontos do que hoje em dia.

Este ano o campeão fará seguramente mais do que 80 pontos, afinal o que se tem passado desde que o campeonato voltou a ter 18 equipas.

Tinha sido algo que já tinha referido mais pra cima. Colocando esta época ao lado de 2015/2016 ou 2006/2007, épocas onde poderíamos perfeitamente ter sido campeões, tenho confiança por precisamente ser a época que vejo um leque de várias condições que colocam o título com uma realidade quase certa.
Primeiro, em 2006/2007 estávamos ainda no proliferar do apito dourado, que, apesar de hoje em dia haver a tendência normalizada de favorecer o Porto, era um polvo totalmente diferente e instituído nas várias instâncias desportivas, não só na arbitragem. O facto de termos acabado a um ponto ou coisa do género nesse campeonato, para mim, já foi uma vitória.

Em 2015/2016, temos de assumir que tudo jogava contra nosso benefício. Tínhamos um país em alvoroço, transformado em benfiquistao, de orgulho ferido por o Gajo “mau” ter conseguido lhes sacar o treinador mais titulado, fazendo todo o possível para levarmos com o karma e não festejar nada em maio. Depois, como se já não bastasse, tínhamos uma série de personagens tóxicas no clube, com o treinador à cabeça e passando pelos capitães que anos depois revelaram o seu carácter (ou a falta dele). No meio disto ainda tínhamos o Gajo mau, que, por muito que goste dele, seria sempre um problema, fosse pela sua personalidade bélica, fosse pela sede do poder instalado lhe lixar a vida. Acaba por ser o campeonato mais podre e nojento que irei para sempre recordar, com uma equipa a ganhar quase todos os jogos da 2a volta com um cepo a treinador e à base de malas (aquele jogo na madeira envergonha qualquer um), auto-golos, pênaltis e mijo. Com a equipa que ganha 3x ao Carnide, 2 ao Porto e ao Braga, dando 3-0 na luz, 3-1 no Dragay e 4-1 em Braga, a ficar sem ser campeã.

Este ano, para além dos factores óbvios da diferença pontual e da qualidade demonstrada pela equipa, temos o plus de jogar sem adeptos, pelo que o factor pressão pouco existe e os rivais deixam de ter o efeito catalisador nas bancadas que mobilizam a reconquista, um grupo unido como não me lembro de ver igual e, mais do que tudo, a mentalidade certa. Acho que este último ponto é o ponto de viragem. Tanto me bati na necessidade de ter outra mentalidade, um discurso de verdadeiro vencedor, mais do que se escudar em desculpas ou bazófia injustificada. Amorim trouxe isso e o balneário tem sido consumido pelas palavras dele. Acredito que esta equipa esteja consciente que vai ser campeã e que tudo vai fazer para tal, pensando jogo a jogo e sem delírios.

Acho que é pegar mais nas especificidades desta equipa e deste ano que conseguiremos esbater o saudosismo inglório.

2 Likes

Há uma conjugação de fatores que me faz adivinhar um infeliz desfecho.

A balança está muito desiquilibrada e temo que 8 pontos não sejam suficientes para o que aí vem.

Primeiro…a nossa equipa. Efetivamente esta equipa tem surpreendido, pelos resultados, no entanto sejamos honesto, o futebol jogado não é entusiasmante. A equipa tem valido pela entrega e pela raça, no entanto joga sempre de igual forma. Os avançados quase não cheiram a bola e os desiquilibrios surgem dos médios, quando estes estão cobertos a equipa não desenvolve. O Rúben tem sido excelente a dotar a equipa de espírito de grupo e combatividade, no entanto a nível tático não existe qualquer variação. O sporting defende como ninguém maa a nível ofensivo…limita-se a chutar bolas para a frente para o Pedro Gonçalves ou TT. As equipas já nos toparam.

Segundo…contra nós as equipas parece terem carta branca para baterem em tudo o que mexe…os amarelos custam a sair no entanto à primeira falta…recebemos logo amarelo.

O Porto sempre que há vento tem sempre oportunidade de ter um penalty…o seu treinador o ogre faz o que lhe apetece e paga apenas umas multas.

No Benfica, existem os milagres…normalmente os avançados das equipas contrárias…não jogam por diversos motivos…Marítimo…Rodrigo Pinho leva 5ª amarelo.

Paços Ferreira Douglas Tanque após o fim do jogo é expulso por palavras.

Há demasiadas forças a moverem-se fora de campo.

A nós anulam-se golos por 2 cm…vejam só a quantidade de golos que nos anularam no campeonato.

Vai ser duro, pena não podermos estar no campo a apoiar a equipa, eles vão precisar. Este fim de semana foi só um cheirinho do que aí vem.

1 Like

Eu acho que nós somos uma equipa sólida, que não procura ser exuberante não porque não consegue, mas porque não quer. Prefere claramente gerir os jogos dando iniciativa ao adversário para matar no contra golpe.

Acho que continuamos a ser a melhor equipa (não plantel) a larga margem da concorrência.

E as incidências que falas do Carnide estão relacionadas com o ataque ao 2o lugar, espero eu. Algo que só nos beneficia porque isso acaba por prejudicar o Porco.

1 Like

Das duas uma: ou este ano será um 1999/2000 onde finalmente matamos o borrego ou um 2015/16, mas com contornos muito mais dramáticos e desastrosos para o futuro e moral do clube, não há meio termo.
Nada fazia prever que por esta altura estaríamos nesta posição destacada, mas uma vez que já cá estamos, não podemos deixar fugir o pássaro de maneira nenhuma.

3 Likes

Se com 25 jogos e oito pontos de avanço não estamos confiantes…