Morreu Michael Gorbachev, último presidente da URSS e "pai" da perestroika

Uma das figuras com maior responsabilidade num dos maiores eventos da humanidade.

Que descanse em paz.

3 Curtiram

DEP, Gorby.

1 Curtiu

Também há comunistas decentes. Poucos, mas há.

Um deles partiu hoje. Que descanse em Paz…

3 Curtiram

Este era dos verdadeiros e um homem de grande coragem…descanse em paz, porque neste planeta é difícil ter paz em especial na terra dele!!

2 Curtiram
3 Curtiram

Um homem muito inteligente, que soube olhar para os defeitos da doutrina sovietica… entendeu que uma sociedade sem competitividade não evolui…

ele questionou a certa altura o facto do seu pais ter praticaemnte todos os recursos para proporcionar um bom nível de vida mas ainda assim estar muito atrás do ocidente em termos de desenvolvimento social e economico.

O modelo não funciona, restringe a inovação e o pensar fora da caixa, é demasiado centralizado.

O marxismo foi pensado no seculo XIX, orientado para um periodo de revolução industrial e agricola, nos dias que correm é uma ideia de estado social completamente atrasada e inadequada as necessidades e desafios do que o mundo é hoje.

Em todo o caso será recordado para sempre como um homem lucido

2 Curtiram

Dois livros que gostava de ter paciência para ler.

1 Curtiu

Hoje é dia de festa no comitê central do PCP.
Já há motivo para celebrar o avante.

RIP.

Um dos poucos comunistas lúcidos naquele país.

Descanse em paz

Não cair uma bomba na sede destes merdas, nem na hora da morte respeitam o homem… filhos da ■■■■…

*Revisionista

O Comunicado do PCP sobre a morte do Gorbachov espelha o que é o partido e a sua visão política para o país e o mundo…

Tenho muita pena de quem ingénuamente é comunista…

Um grande homem e estadista que, muito ingenuamente (por exemplo, acreditava que Lenine fora traído por todos os que se lhe seguiram), se propôs revitalizar (ele achava que estava a fazer um novo NEP) um sistema que não tolera nada que contradiga o Partido, que faça algo sem o ámen dos burocratas.
O Ocidente não o soube acompanhar e ele mostrou-se demasiado carinhoso e ingénuo para com os rivais (sobretudo Yeltsin) e opositores que as suas reformas criaram e galvanizaram.

É perfeitamente compreensível que os comunas o abominem. Como podiam não detestar um líder que tirou o poder a apparatchiks caducos e privilegiados (escolhidos somente por saberem obedecer) e o entregou ao Zé e à Maria? Naturalmente, o Zé e a Maria foram lestos a sentenciar à morte o socialismo soviético.

Uma coisa é o fim da União Soviética, outra o que foi feito na Rússia para desmantelar o socialismo e ocasionar uma economia de mercado.

E, no entanto, o PZP não deixou de fazer bicos ao revisionista Gorby… :clown_face:

“O XXVII Congresso confirma os incansáveis esforços e a contribuição determinante da União Soviética na defesa da Paz mundial, confirma que a União Soviética continua a ser no mundo a mais poderosa fortaleza da paz. Aqui expressamos o alto apreço dos comunistas portugueses pelas propostas e iniciativas da URSS em prol do desarmamento, do desanuviamento e da coexistência pacífica e saudamos vivamente a apresentação recente, através da declaração do camarada Gorbatchov, do plano visando a completa liquidação das armas nucleares até ao ano 2000”.

by Álvaro Cunhal, no XXVII Congresso do PCUS (Moscovo, 25 de fevereiro a 6 de março de 1986).

Fonte:

Avante!; Ano 53; Série VII; N.º 636; 6 de março de 1986; pág. 3.

1 Curtiu

Vejam isto:

Cada um destes links tem uma parte 2. Pelo menos metade de cada entrevista diz respeito às reformas de MG, as quais o PCP, pelo menos oficialmente (não o fazer seria desobedecer ao PCUS, e isso nem pensar!), elogiou e apoiou (embora saibamos que no seu interior havia no mínimo desconfiança, e no máximo desdém e medo).

Acreditem que vale a pena ver os vídeos.

1 Curtiu

Descansa em paz Michael Gorbachev. Quanto ao PCP, nunca mais esse partido de me-da acaba, são a vergonha de Portugal, que gente imbecil.

Para quem ainda não leu a vergonha de comunicado do PZP, aqui fica.
Asquerosos do ■■■■■■■.

Gorbachov foi um dos principais responsáveis pela destruição da União Soviética e a restauração do capitalismo na Rússia, quando o que se impunha era o aperfeiçoamento do socialismo. A sua intervenção contribuiu para abrir caminho à contra-ofensiva do imperialismo para recuperar as posições perdidas ao longo do século XX e impor a sua hegemonia no plano mundial, com as graves consequências que daí advieram para os direitos dos trabalhadores, a soberania dos povos, a segurança na Europa e a paz no mundo, como o comprovam as guerras da Jugoslávia, do Iraque, da Líbia, da Síria, do Iémen, da Ucrânia, entre outras.
O reconhecimento e rasgados elogios que lhe são despendidos pelos responsáveis dos EUA, da UE e da NATO falam por si.

Antes da glasnost e da perestroika.

E mentiram?