Morreu enfermeira que atendeu chamada falsa sobre gravidez de Kate M.

Morreu a enfermeira que atendeu a chamada de dois animadores de rádio australianos que se fizeram passar pela rainha Isabel II e pelo príncipe Carlos, de Inglaterra, para obter informações sobre o estado de saúde da duquesa de Cambridge, quando esta estava internada no Hospital Rei Eduardo VII, em Londres. Polícia suspeita de suicídio.

Jacintha Saldanha, que trabalhava no hospital havia quatro anos, foi encontrada morta esta sexta-feira de manhã. “A morte não está a ser tratada como crime neste momento”, disse uma fonte da polícia britânica, citada pelo canal de televisão “Sky News”, que avança com a notícia do alegado suicídio da enfermeira.

“Fomos chamados às 9.25 horas para uma morada na rua Weymouth. Enviámos duas ambulâncias e um médico de serviço, mas infelizmente a paciente morreu no local”, informou o Serviço de Ambulâncias de Londres, citado pela Sky News.

Jacintha Saldanha atendeu a chamada de dois animadores da rádio australiana 2DayFM, às 5.30 horas da madrugada de terça-feira. Mel Grieg fez-se passar pela rainha Isabel II, pediu para falar com a neta e conseguiu convencê-la a passar a chamada para a enfermaria onde estava internada Kate Middleton, com outra enfermeira a detalhar o estado de saúde da duquesa de Cambridge.

“Podemos confirmar que Jacintha foi vítima, recentemente, de uma chamada falsa para o hospital, que estava a prestar-lhe todo o apoio nestes tempos difíceis”, disse o hospital Eduardo VII, escolha habitual da família real britânica em casos de saúde.

“É com grande tristeza que confirmamos a trágica morte de um mebnor do nosso pessola de enfermagem, Jacintha Saldanha”, pode ler-se no comunicado hospital.

:xock: :xock:

Muito estranho.

Li essa noticia no portal da vodafone á minutos e a unica reaçao que tive foi ‘que filha da p**ice que fizeram á mulher’.

Pobre coitada.

Edit: Paz á sua alma.

:o :xock:

Meu Deus …

Convenientemente silenciada ::slight_smile:

RIP.

Isto é um caso para o James Bond… :arrow:

RIP.

RIP

RIP

SL

Suicidou-se. Nao aguentou a pressao. Desejo seriamente que os autores da brincadeira nunca mais arranjem trabalho em radio alguma.

São uns tristes.

Não acredito muito que tenha sido uma morte encomendada, é o que acho.

:arrow:

Se foi suicídio, foi devido a uma pressão desnecessária.

Atirar as culpas para os dois autores da brincadeira, é uma maneira de desresponsabilizar quem realmente exerceu pressão sobre a enfermeira. Possivelmente a direcção do hospital e/ou a própria coroa inglesa.

Portuguesa ??

:arrow: Claro!

Enfermeira que deu informações sobre a duquesa de Cambridge encontrada morta
Foi enganada por locutores australianos - uma fez-se passar pela rainha Isabel II - que, entretanto, foram suspensos.
Uma das enfermeiras que deu informações sobre a gravidez de Kate Middleton, a duquesa de Cambridge, a uma jornalista que se fez passar, ao telefone, pela rainha Isabel II, foi encontrada morta. A polícia suspeita de suicídio, avança a BBC.

"É com grande pesar que confirmamos a sua morte.Trabalhava neste hospital há quatro anos e era uma excelente enfermeira, muito respeitada e muito popular entre as colegas”, disse o director do Hospital Rei Edward VII, John Lofthouse.

Os duques de Cambridge, Kate e William, em comunicado, disseram estar “profundamente entristecidos” com a notícia.

Identificada pelo hospital de Londres como Jacintha Saldanha, estava na recepção (era madrugada de quarta-feira) e atendeu o telefone a uma pessoa que, dizendo ser a “avó” da duquesa, queria saber do seu estado de saúde. Kate, grávida de dois meses, dera entrada naquele hospital com enjoos matinais severos ­- saiu na quinta-feira e foi-lhe recomendado repouso absoluto.

Soube-se depois que quem telefonou não foi a rainha Isabel II, mas sim uma locutora de uma estação de rádio australiana que pôs a gravação no ar, explicando o mecanismo que usara. Dois locutores (um homem e uma mulher) lembraram-se de telefonar para o hospital, fazer uma imitação da voz da rainha e do príncipe Carlos e ouvir a reacção. Encontram-se desde hoje suspensos e as suas contas nas redes sociais foram encerradas devido à quantidade de pessoas que deixou mensagens a insultá-los e a culpá-los pela morte de Jacintha Saldanha.

As autoridades do hospital, citadas pela BBC, consideraram Jacintha Saldanha - de ascendência indiana, mãe de dois filhos - uma “profissional de primeira”. Estava previsto que a enfermeira explicasse, esta sexta-feira, aos responsáveis do hospital exactamente o que sucedeu (fora aberto um inquérito). Foi encontrada morta pela polícia perto das 9h30 da manhã, num apartamento não longe do Hospital Rei Edward VII.

“Fomos chamados perto das 9h25 a uma morada na rua Weymoyth. Enviámos uma ambulância. Infelizmente, a paciente, uma mulher, estava morta”, explicou em comunicado o serviço de emergência médica de Londres.

O telefonema foi considerado pela imprensa britânica uma falha na segurança da família real, pois, mesmo tratando-se de uma informação inócua, há protocolos sobre o fornecimento de informações sobre os Windsor, sobre o seu paradeiro e estado de saúde. Para o hospital de eleição da família real, foi um embaraço e está a ser avaliado se o Edward VII irá ou não processar a estação de rádio australiana e os dois locutores, que entretanto pediram desculpa.

“Lamentamos. Ficámos muito surpreendidas por o nosso telefonema ter resultado. Pensámos que iriam desligar o telefone na nossa cara”, disseram Mel Greig e Michael Christian, da 2Day. Greig fez-se passar pela rainha – pediu para falar com “a neta Kate” -, enquanto Christian fazia ruídos de fundo dando a ideia de que era o príncipe Carlos. Jacintha Saldanha respondeu: “Sim, claro, um momento, minha senhora.” Passou depois a chamada a outra enfermeira, que divulgou mais detalhes sobre o estado da duquesa. A identidade da segunda enfermeira envolvida no incidente não foi divulgada até ao momento.

O pedido de desculpas foi feito antes da notícia da morte da enfermeira.

In Publico

2Day FM prank call hospital treating pregnant Duchess of Cambridge, Kate Middleton

Rádio Locutores australianos demitem-se após morte de enfermeira

Os dois locutores de rádio que fizeram a chamada para o hospital, onde Kate esteve internada, e que pode ter levado à morte da enfermeira Jacintha Saldanha decidiram pôr fim às suas carreiras na rádio.

De acordo com o site TMZ, os dois locutores australianos que se fizeram passar pela rainha Isabel II e pelo príncipe Carlos, para obterem informações sobre o estado de saúde de Kate Middleton, decidiram retirar-se da rádio.

No site da estação australiana pode ler-se que “a SCA [empresa que detém a estação] e a 2Day FM estão profundamente tristes com a trágica notícia da morte da enfermeira Jacintha Saldanha”.

O presidente da empresa SCA, empresa que detém 2Day FM, já veio afirmar que os dois locutores “estão chocados” com as possíveis consequências da brincadeira.

O site realça ainda o facto da estação de rádio apenas ter tirado do ar os dois locutores após as reacções à morte da enfermeira.


Por Notícias ao Minuto

Epá nem a rapariga disse assim nada de especial nem os gajos da rádio fizerem um grande esforço para aquilo não soar a uma prank. :inde:

Uma parvoíce inqualificável! :cartao:

A pressão que a enfermeira sofreu pode ter levado à sua morte, não foram no entanto os locutores que aplicaram essa pressão. E agora esta sociedade acéfala, descontente com os estragos provocados, vai fazer o mesmo aos locutores, colocando pressão sobre eles. Até que morram também estes?

Esta situação está a ser completamente retirada de escala, e tudo por uma questão sem importância nenhuma. Absurdo!