Moanes Dabour (Sevilha) - Record

Seria um nome muito interessante. Agora custou mais de 15M e deve ganhar balúrdios.
Empréstimo com opção entre os 7M e os 10M era fantástico.

MUNAS DABBUR PODE REFORÇAR ATAQUE

SPORTING 11:34

Por
Redação

Munas Dabbur, avançado internacional israelita de 27 anos, pode ser reforço do Sporting, num negócio que, avançando, será sempre por empréstimo do Sevilha, emblema ao qual está vinculado até 2023.

Face à reduzida utilização de Dabbur por Julen Lopetegui na equipa andaluz, o Sevilha mostra-se disponível para ceder o avançado até final da época e, apurou A BOLA, o Sporting já avançou com os primeiros contactos com a direção do emblema sevilhano.

O negócio, a avançar, teria sempre um custo mais reduzido do que Dyego Sousa, sobretudo no que diz respeito ao vencimento. Além disso, o Shenzhen, clube ao qual o avançado luso-brasileiro está vinculado, não se mostrou, após a primeira sondagem, disponível para ceder o jogador até junho.

A Bola

Referenciado pelo Sporting, fica de fora dos convocados de Lopetegui

Dabbur, ao cento, a jogar pelo Sevilha na Liga Europa

Fotografia: REUTERS

Moanes Dabbur, avançado do Sevilha, está na lista de alvos do Sporting para o reforço do ataque.

Moanes Dabbur ficou de fora dos eleitos de Julen Lopetegui para a receção do Sevilha ao Atlético de Bilbau, marcada para esta sexta-feira (20h00).

A notícia surge numa altura em que o avançado de 27 anos se encontra na órbita do Sporting, estando referenciado como alvo para reforçar o setor atacante leonino.

O internacional israelita assinou pelo Sevilha no último verão, proveniente do Salzburgo, mas ainda não convenceu Lopetegui. Na presente época, Dabbur realizou apenas nove jogos, nos quais apontou três golos.

O Jogo

Joãozinho aprova Dabbur no Sporting. “É móvel e remata com facilidade”

03 jan, 2020 - 12:45 • João Paulo Ribeiro

Antigo defesa do Sporting defrontou o ponta-de-lança israelita recentemente, quando Sevilha e APOEL se defrontaram para a Liga Europa.


Foto: Andreas Schaad/EPA
Foto: Andreas Schaad/EPA

O Sporting aponta ao avançado israelita Dabbur. O ponta de lança do Sevilha já esteve nos planos do emblema leonino no último verão e volta a estar na órbita do clube de Alvalade. Joãozinho, antigo lateral-esquerdo do Sporting, aprovaria a contratação, em entrevista a Bola Branca.

No mês passado, o APOEL do Chipre, onde alinha o lateral esquerdo Joãozinho, defrontou Dabbur, na Liga Europa. Joãozinho descreve o israelita como um avançado móvel e com qualidade para triunfar no Sporting.

“Felizmente contra nós não fez nenhum golo, mas ele no primeiro jogo, em Sevilha, entrou no decorrer do jogo e quando foi chamado pelo Lopetegui o público aplaudiu-o muito porque tinha estado lesionado e era uma contratação que todos os adeptos do Sevilha esperavam ver. No jogo do Chipre, ele foi titular e, do que pude ver, é um avançado que tem bom toque e desmarca-se muito bem”, começa por apontar.

No entanto, Joãozinho garante que Dabbur não é um avançado que possa ser comparado a Bas Dost: “Apesar de não ser um avançado igual ao Bas Dost, é um avançado com uma boa envergadura física e parece-me um bom avançado. Seria interessante tê-lo no futebol português. Nos jogos contra nós jogou com o Chicharito e estavam os dois com muita mobilidade. Pareceu-me um jogador ágil e de fácil remate. Como disse, é um jogador interessante para o nosso futebol e para o Sporting”, refere.

Joãozinho, de 30 anos, passou por clubes como Sporting, Beira Mar, Braga e Tondela, está a gostar da experiência no APOEL, do Chipre. É o quarto país estrangeiro onde joga depois da Moldávia, Roménia e Bélgica.

“Está a ser uma aventura interessante nestes primeiros seis meses. Uma cultura e uma mentalidade diferente da nossa e nós temos que nos adaptar. Conseguimos os dois primeiros objetivos desta primeira metade da temporada, ganhar a Supertaça e passar a fase de grupos da Liga Europa, agora vamos virar atenções para o campeonato porque temos alguns jogos em atraso. Vencendo esses jogos podemos assumir a liderança. Tem sido uma aventura positiva em termos desportivos, mas é como eu digo, isto no futebol é mesmo assim, um dia estamos num lado, outro dia já estamos no outro. O futebol é aproveitar as oportunidades e as aventuras que a vida nos proporciona”, rematou.

No Sevilha, comandado por Lopetegui, Dabbur, de 27 anos, soma apenas 9 jogos, e 3 golos. O jogador está descontente com a escassa utilização e o clube andaluz pode estar receptivo a negociar uma cedência.

RR

Não é um rumor que me agrade ou me deixe a espumar da boca. Nos jogos que vi nunca me deixou de olhos abertos e até acho que tem muita mania. Aqueles toques de vedeta típicos de gajo com um olho que joga em terra de cegos. E também não vi ali um tipo que estivesse envolvido os 90 minutos de jogo.

Esteve perto do Liverpool e só não o contratou por causa das divergências religiosas com o Salah ( este é muçulmano e o Dabbur é judeu), que ameaçou sair se este fosse jogar para o Liverpool.

Era bom demais ele vir para aqui.

Espero que não.

Até nem sou contra empréstimos que venham acrescentar valor mas nesta fase da época preferia apostar nalgum jogador que viesse a ser um futuro activo desportivo e financeiro do que estar a valorizar um jogador que além de não achar nada do outro mundo, dificilmente o viria a ser.

Ou então apostar no Pedro Mendes, de quem nem sou grande fã(como também não sou de outros hypes do fórum como o Rodrigo Fernandes, o Matheus Nunes ou o João Oliveira por exemplo).

Isso foi desmentido por representantes do jogador.

Qual parte? A do Liverpool ou a de vir para nós?

Do jogador ameaçar sair. Disse que não tinha nada que ver com quem contratavam ou não.

O Dabbur não é bom o suficiente para o Liverpool, nem de perto nem de longe. O Sevilha está mais perto do seu nível, mas o Lopetegui não engraçou com ele. Por cá podia ser um craque, não duvido.

Na altura tinha sido noticiado até por imprensa credível e acabei por ficar com essa ideia, não cheguei a ver nenhuma posição pública do Salah.

Tudo começou num jornal árabe qualquer. Aquela cena de propaganda religiosa e nacionalista disfarçada de notícia. Depois pegaram nisso. Aproveitaram também aquela coisa do Salah em tempos não ter apertado a mão a jogadores de um clube israelita e tal (deu-lhes um daqueles toques de mão fechada, punho vs punho).

Se é verdade ou não, ninguém tem provas. Que saíram depois declarações de fontes ligadas ao jogador que diziam que era falso e que não se metia nisso, saíram. Óbvio que com menos publicidade.

1 Curtiu

Era o substituto ideal para o Firmino, sabe jogar de costas para a baliza e é muito inteligente a movimentar-se.

O Origi tem um estilo diferente de jogo, se o Firmino se aleijar o Liverpool tem de jogar de forma diferente.

O Dabbur era um excelente incremento para o Liverpool, na minha opinião, como o era para o Sevilha.

Não tem jogado tanto com o Lopetegui quanto eu achava que ele iria jogar, que prefere o De Jong, não tão completo, por causa do estilo de futebol que pratica.

Peço desculpa pelo meu lapso, mas foi como te disse, na altura foi noticiado isso e depois não cheguei a ver nada do Salah a desmentir. :+1:

Não tens de pedir desculpa. Até porque pode ser verdade. Mas nunca foi assumido (pelo contrário), logo também pode muito bem ser mentira.

1 Curtiu

Custa-me a crer… porque é bom jogador… Logo não deve interessar.

Para quem dizia mal do holandês, agora baba-se por um jogador que participou em 2 jogos do campeonato espanhol e tem zero golos. Grandes adeptos que este clube tem.