Miguel assume publicamente as noitadas e vício do tabaco

[i]«Saía duas a três vezes por semana no Benfica» (Miguel)

Em grande plano no Valência – marcou o primeiro golo no triunfo sobre o Bétis, de Ricardo, no domingo -, Miguel assume que «saía duas a três vezes por semana quando jogava no Benfica», hábito que reduziu para um dia na equipa «che». Frontal, o defesa português não esconde que fuma… há 14 anos.

«No Benfica saía duas a três vezes por semana. No Valência saio às quintas-feiras. Estou habituado. Gosto de sair nesse dia como todos os espanhóis, é quando sai mais gente», diz Miguel, em declarações à Radio Valencia-Cadena SER. «Não tenho problemas em assumir o que sou. Não me escondo e todo o mundo pode ver-me», acrescenta.

E as revelações não ficaram por aqui. «Fumo há 14 anos dois ou três cigarritos. Sei controlar-me, não fumo um maço por dia», conta.

No plano desportivo, Miguel faz questão de «agradecer» a Quique Flores por aquilo que tem aprendido «em termos defensivos» desde que chegou ao Valência.[/i]

in A Bola

Este tipo não tem mesmo cabeça. Não sabe o que acabou de fazer. É que quando as coisas que não lhe correrem muito bem, vão-lhe cair em cima. A honestidade é muito bonita mas cá para mim ainda se vai queimar.

:arrow: Acho que tens toda a razão. Basta o próximo jogo ter 1 azar e a equipa sofrer um golo a partir do lado dele e está tudo estragado. Tão parvo, Miguel!

Parvo por ser honesto?!?

Perguntem ao Deco, Maniche, Carlos Martins e a outros meninos se não fazem o mesmo.
Aliás não vejo qual o problema, são pessoas como as outras (sim, são profissionais de futebol e tem que se proteger do degaste), mas não posso criticar, se eu o faço, todos os nós o fazemos e bebemos uns copos, porque não podem eles?

Mesmo o Jorge Costa era e ainda é um fumador compulsivo.

Na era de Mourinho chegava a fumar um maço por dia, mas claro, às escondidas para ninguém saber. O problema é que com ele se juntavam Costinha, Maniche e outros…

Não é por ser honesto. Eu também sou honesto e não me sinto parvo por isso.

Mas é parvo por ser naïve. A ingenuidade neste mundo do futebol é capaz de acabar carreiras. Todos nós (aqueles que vivem bastante o futebol) sabemos que todos os jogadores vão para os copos e já vi muitos até em bares mais … restritos. Mas também sabemos que existem muitos “believers” (são muitos mais que nós) que acreditam que os jogadores de futebol são gajos certinhos e que acordam, treinam, comem e dormem.
O problema é que agora esses vão ficar a saber que “O” Miguel afinal também bebe uns copos. E a partir de agora os “believers” da massa associativa do Valência sempre que apanharem o Miguel em baixo de forma, vão ligar essa situação aos copos à quinta-feira à noite e aos 3 cigarrinhos.

Mas a diferença é que não andam a divulgar nos meios de comunicação esses seus comportamentos mais desviantes. Pelo contrário fazem questão do o esconder.

Agora o Miguel vir assumir publicamente é mesmo pôr-se a jeito para quando as coisas lhe correrem mal os adeptos, dirigentes e equipa técnica virarem-se contra ele. É que depois ele vai ser o alvo mais fácil para justificar o que corre mal.

A vida é de cada um e os actos é de quem os pratica.
Se ele gosta de sair, se gosta de fumar, tudo bem. Conheço profissionais de outros sectores que também o fazem, já vi vários gestores de empresas na noite, a fumarem, a beberem forte e feio, e alguns barmans com que falava diziam que eram clientes habituais da casa, batidos noite sim, noite sim.

O problema que o Miguel pode ter levantado é mesmo para ele. Se começar a jogar mal, os adeptos vão-lhe cair em cima por causa destas afirmações. Se ele não tivesse dito nada disto publicamente, nas alturas piores da carreira, teria maior margem de tolerância junto dos adeptos.

jogadores destes nao interessam a ninguem

Se era às escondidas, como é que tu sabes? ;D

O grande Zé provavelmente frequentou algumas casas habituais desse pessoal. Eu cheguei a ver o Deco já encostado a um poste, já cheguei a ver a Merche numa micro-saia, a lambusar-se com um bacano…

Pode não interferir muito na saúde dele e no rendimento, mas com certeza que se não fumasse estaria melhor logo pela manhã, ou não. Um profissional de desporto quer-se saudável e sem vícios do género, nós sabemos que no Verão é só cowboyada, mas este até podia estar calado, ainda por cima diariamente fuma, mas pronto. Caguei para isso.

Já vi o Caneira a beber alcoól depois do torneio do guadiana, jogadores do benfas também. Se for reduzido não vejo a razão de não consumirem diariamente… faz mal a todos, não só aos que correm.

Não, o pai da namorada do meu melhor amigo trabalha na Sad do Porto e entre outras coisas, vai buscar novos reforços ao aeroporto e ajuda-os a ambientar-se ao país e à cidade. Como também é um homem da noite, acabou por nos confessar. Obviamente que quando referi às escondidas, era às escondidas de Mourinho e afins, que como de burro não tem nada, provavelmente saberia tudo.

Ah sim? Conta lá pormenores grande amigo. ;D ;D ;D

Há uns tempos existia um clã de adeptos da Lázio - julgo que foi naquele período do Di Canio e das manifestações de extrema direita - com fama de policiar os bares de Roma à procura de jogadores da “sua” Lázio. Se os encontrassem na noite, davam-lhes um arraial de porrada. :think:

Pode ser uma atitude radical, mas eu próprio não achava piada nenhuma se encontrasse jogadores do Sporting bêbedos que nem um cacho, na noite de Lisboa. Se vos acontecesse, o que faziam?! Diziam alguma coisa? Passavam ao lado?! :whistle:

Gabriel, aqui no fórum, na época passada houve gente que aqui relatou ter visto por exemplo o Bueno e também o Carlos Martins na noite e embebedados.

Eu estive na Kapital a festejar a última dobradinha e lá estava o Jardel, Hugo Viana, Phill Babb, etc. todos bêbedos. (Por acaso não me lembro se o Paulo Bento tb estava!) Mas como era merecido e a época tinha terminado com a final da Taça frente ao Leixões, não estava de preocupado com a sobriedade dos jogadores… até porque eu também estava jeitoso.

Mas acontecendo a meio da época, em pleno calendário desportivo, acho que é um comportamento muito duvidoso para atletas de elite.

Quando ganhámos ao Brasil por 2-1 com o golo do Deco, nessa noite, um amigo meu trabalhou como motorista dos jogadores do Escrete e contou que foi o abuso completo. Putas, droga, álcool e muitas figuras tristes… o Roberto Carlos, por exemplo, de cuecas a bater à porta do Elefante Branco, para que abrissem aquilo fora de horas! :rotfl:

João Alves no fama ás 5 da manhã…até o cumprimentei e tudo…estava apenas com um senhor sem dar mto estrilho salvo erro mesmo no fim de época e sempre a beber aguinha…pensei, bem ao menos não anda a fazer trampa e tmb não deve ter treinos…descobri no dia a seguir que o Sporting tinha treinos ás 10…

Aniversário de um amigo, podre que nem um cacho fui parar ao Alcantara ás 6 da manhã…qnd estava a sair (cerca das 6:30) vinha a entrar o miguel com o gang…fdx, pensei eu.estes gajos não treinam???

Os Super Dragões já fazem isso no Porto. :think:

o romagnoli também fuma

No FCP fazem isso, ou faziam até há pouco tempo.