Medo, receio pelo fim...

José Maria Ricciardi
“Apoio por inteiro a candidatura de Filipe Soares Franco”

http://www.ojogo.pt/21-352/artigo529715.htm

Com esta lista de notáveis, todos em grandes poses, julgo que corremos o risco de definhar rapidamente. Será que o nosso futuro é virar recinto de festas de vaidades?

[i]José Maria Ricciardi[/i] [b]"Apoio por inteiro a candidatura de Filipe Soares Franco"[/b]

http://www.ojogo.pt/21-352/artigo529715.htm

Com esta lista de notáveis, todos em grandes poses, julgo que corremos o risco de definhar rapidamente. Será que o nosso futuro é virar recinto de festas de vaidades?

:oops:

Mas qual é o problema de termos tipos famosos, ricos e poderosos como adeptos do Sporting? Alguém me consegue explicar?

Mas qual é o problema de termos tipos famosos, ricos e poderosos como adeptos do Sporting? Alguém me consegue explicar?

Eu acho que o problema é os tipos ricos, famosos e poderosos não quererem ajudar o Sporting sem pensar que para o fazerem deverem ser os donos do Clube!!

Mas qual é o problema de termos tipos famosos, ricos e poderosos como adeptos do Sporting? Alguém me consegue explicar?

Eu acho que o problema é os tipos ricos, famosos e poderosos não quererem ajudar o Sporting sem pensar que para o fazerem deverem ser os donos do Clube!!

E servirem-se do clube. E muitos deles eram só ricos, e curiosamente ficam famosos depois de passar pelo Sporting. :arrow:

Leste a entrevista?!

Mas qual é o problema de termos tipos famosos, ricos e poderosos como adeptos do Sporting? Alguém me consegue explicar?

O problema do Sporting é também este. Temos demasiada gente desta infelizmente, uma praga tão problemática como o facto de o benfica ter demasiados assaltantes, bêbados e xunings. Acreditem que é um problema de igual dimensão. Não que eu esteja a chamar assaltantes a estes senhores, nada disso (embora em alguns casos…) mas infelizmente 4 em cada 5 destes rapazes encara o Sporting com a indiferença própria de quem tem outras coisas mais importantes (na sua perspectiva) com que se importar na vida. Por vezes isso também e negativo e surgem os… projectos.

Durante 11 anos estudei com “zilhões”, “van zellers”, “ricciardi’s”, “monteiros”, etc. Fiz 4,5 grandes amigos, fiquei a conhecer um número mais alargado de boa gente, íntegra e certamente capacitada para a vida, com humildade. Mas também vi muuuuita merda, pois existe uma diferença entre aqueles que têm os filhos em berço de oiro mas educam-nos de forma a procurarem o seu próprio talher e os outros (infelizmente a maioria) que lhes dá as colheres de prata para a mão.

Portugal é ainda por cima um factor exponenciador do problema.