Luís Neto

Então vais dizer a forma de parar o Gyo para todos ouvirem… ou terá sido bluff???

Ele acabou por não dizer propriamente…disse só que é não lhe dar espaço, mas isso acaba por ser vago.
Até porque já vimos muita vez os centrais entrarem à queima e ele passar por eles tal e qual.

Não percebo como desperdiçamos um lugar no banco com este jogador. Se tivéssemos falta de centrais, entenderia, mas não é o caso. Ainda por cima temos falta de avançados. Contra os lampiões só tínhamos o Edwards.

Não seria melhor pôr lá um miúdo da equipa B, Quenda, Nel, Cabral… Não percebo.

Também serve como adjunto do RA.

Provavelmente (e bem) vai ser o último como jogador por cá, espero que se mantenha na estrutura.

Muita gente não tem noção do peso que homens assim têm dentro do balneário.

https://x.com/sporting_things/status/1780351369695695106?s=46

9 Curtiram

:green_heart::green_heart::green_heart::green_heart:

1 Curtiu

Segundo sei, irá pertencer à direção do Varzim caso o Ricardo vá para presidente.

Era adorado no Zenit. Cá, nao tendo o mesmo impacto dentro de campo, é adoraod por treinador e colegas. E acho que todo o Sportinguista percebe o seu papel.

Para alem disso, e importante não esquecer que foi titular meia epoca em 20/21 e foi importante para ganharmos o titulo que tem permitido alavancar o clube para o nivel onde tem sempre de estar

13 Curtiram

Não é tangível a importância num grupo de perfis como o Neto.

E tão mal tratado que foi aqui.

9 Curtiram

Como natural da Póvoa de Varzim fico contente com a notícia, era um nome importante para o clube e neste momento precisamos de toda a ajuda possível…

Como sportinguista fico triste, pois acho que podia ter um papel importante no clube.

3 Curtiram

São primos. Ainda no outro dia falei disso com amigos

1 Curtiu

É um líder.

Espero e gostaria que continuasse no Sporting, seja em que função for.

Pqê?

É só ouvir o mister.

Basta vê-lo falar, tanto o conteúdo como a forma do discurso. A forma como treinadores, colegas e ex-colegas falam dele.

Além da longa carreira e experiência que somou em Portugal e no estrangeiro e o grande respeito que sempre demonstrou pelo Sporting.

O Neto é acarinhado por toda a gente dentro do Sporting. Todos falam dele de uma forma especial e isso vê-se, sobretudo, nos mais jovens.

Quem já privou com o Neto refere sempre que é um tipo super educado e inteligente, com um perfil muito diferente do “futebolista normal”.

O próprio Amorim também já realçou a sua importância no balneário vezes sem conta. É natural que quem está de fora não entenda e não consiga perceber isso, que se fale do salário que aufere e do pouco que contribui dentro das quatro linhas.

O Neto aparente ter o perfil ideal para integrar uma estrutura de futebol e não me admira nada essas associações à direção do Varzim quando se retirar. Também não via com maus olhos que ficasse por cá, integrando algum tipo de cargo na estrutura de futebol do Sporting.

5 Curtiram

Uma pena, gostava que ficasse no Sporting como coach de camadas jovens.

Ou adjunto, algo assim

É verdade que foi, mas como em outros casos a culpa também não é só dos adeptos.

O Neto pode ser fundamental fora de campo, mas dentro de campo está bem longe de o ser.

Temos outro exemplo claro com o Paulinho, já ninguém o podia ver à frente e este ano isso mudou. Ganhou toda a gente, nós, a equipa, ele próprio que com este novo papel pode ser bem mais útil. Foi levado ao extremo sem necessidade nenhuma. O Esgaio provavelmente é outro.

Somos conterrâneos :grin:

E bem precisa o Varzim de pessoas que sintam o clube que aquilo está uma salganhada de todo o tamanho.

1 Curtiu

O Neto não me convence como líder.
Foi uma criação artificial do Amorim (q pelos vistos até acabou por resultar).
O homem mal chegou aqui e atribuíram lhe logo esse estatuto, por “decreto”.
Um líder, salvo raríssimas excepções tem de contribuir qlq coisa em campo e render, o Neto não o fez, ainda viu um ou outro vermelho despropositado.
Ou seja, tem de provar esse rótulo.
Foi rei na Rússia, quando a liga tinha algum nível mas tb nao quer dizer mto, nao deixa de ser uma liga periférica.
E agora parece q vamos ter de levar com ele na estrutura.

Sou céptico relativamente a este tipo de estatuto q é atribuído. Tal como o fui no caso do João Pereira, q era um jogador quezilento e indisciplinado, com uma ligação ténue ao clube e e q foi abençoado pelo presidente, de forma arbitrária, como um futuro grande treinador, sem grande fundamento.

Acho q nestes 2 casos não houve meritocracia mas sim o velho caso de mais vale cair em graça do q ser engraçado.