Liga Betclic 23/24 | 20ª Jornada | FC Famalicão - Sporting CP [03/02 | 18H00]

Fds só metem baixas nos dias de jogos do Sporting. Aceito as baixas médicas, as datas das baixas nao. As outras equipas jogam. Pessoal aproveitem amanhã pro mesmo. O SCP que faça um calendário se faz favor, e envie a polícia para marcação do dia de baixas. Caso o SCP chegue a Leiria e não há jogo? As equipas foram avisadas. A liga/federação/estado/sindicatos no seu melhor. Vamos com isto para a uefa. Gainhamos os jogos na secretaria, mas não gozam connsco. Os outros jogam e nós não? Vamos jogar quando pro ano? Só em Portugal.

Mas qual se? Tem de haver jogo amanhã. Chamem o raio da GNR.
Sei que o Varandas é corno manso mas já seria demasiado era logo queixa e impugnar a taça.

O pior e se estes também metem baixas. O dia e propício.

Não podem, são militarizados.

Isto é tão óbvio que dói.

Quem lê isto que se escreve aqui até parece que o Gyokeres passa o tempo no sofá a ver CMTV e o Hjulmand passa o tempo a dar refresh na página da Abola

Já nos devíamos ter queixado quando contra o Nacional ( no ano do ultimo titulo) a histérica da liga disse que se "‘tinha realizar o jogo’’ e aterramos em condicoes de pouca segurança para jogar na lama…

Claro que nesse jogo ganhamos e provamos que queríamos ganhar o campeonato, e saímos psicologicamente galvanizados…mas a intenção não era nada essa…

Eh pa, uma fonte que escreve aderência em vez de adesão para mim perdeu logo a credibilidade toda :smiley:

Afinal quem pode fazer greve/baixas a PSP ou a Gnr? Em Leiria cidades grandes presumo que seja PSP. Se houver Gnr tudo bem, obrigada e um abraço aos mesmos, lutam em qualquer circunstâncias, também não deviam ter direito a subsídio de risco como a psp e direito a greves caso sejam autorizadas? Tem sindicatos como os outros. Confuso uns podem outros nao. Depende da militarização? O exército também e militar. A polícia militar presumo podia actuar nestas falhas de efectivos. Obrigada a Gnr caso haja jogo.
A anos a PM servia para actuar quando os exemplo : paraquedistas vs exército/comandos andavam a turra e a massa nos comboios.Quem andou na tropa sabe disso.

Catao e Macaco em estabelecimentos diferentes? Tem telele e internet??? Alguém tem aí uns pombos pra troca de mensagens?

Não Podem? Os militares da GNR tb ficam doentes.

Posso-te dizer que é das instituições onde há mais baixas psicológicas, e com muita tendência suicida.

Nao me lembrava desta, vou acrescentar à lista.
Há anos que deixei de sentir a seleção portuguesa, sei que é exagero, mas é como sinto as coisas. Somos sempre o saco de pancada do futebol português, culpa de direções sucessivas de bons rapazes.
Temos de ser campeões dê para onde der.

Mas não têm acesso às auto baixas e precisam de ser avaliados. Houve um médico da GNR a validar umas baixas num jogo deste fim de semana (penso que foi no do Vizela) e a coisa não lhe vai correr bem… Já tem a ordem dos médicos em cima e já está a ser alvo de inquéritos internos.

Como todas as baixas médicas e em qualquer serviço podes faltar e apresentar baixa à posteriori passada por um médico nos dias seguintes, seja um funcionário normal ou um militar da GNR.

As auto-baixas não tenho essa certeza se não podem ser usadas pelos GNR, por isso nem contexto o que dizes, mas tb não é importante, pois qualquer pessoa que acorda doente sem se poder levantar não vai a correr a um médico para enviar para o serviço uma baixa médica. Normalmente tem os tais dias para apresentar a baixa. Ou seja todos são avaliados, os militares pelos médicos da instituição, uma pessoa normal pelo médico de família.

Em Vizela acontecem sempre coisas estranhas com a GNR:

Às tantas é sempre o mesmo personagem que vê estes gestos todos.

Por isso é que eu dizia que mais valia o Varandas ter ficado calado.

Porque a Erica Fontes ainda está no activo… :smiling_face:

Foto Francisco Lino

RÚBEN AMORIM: “QUEREMOS ESTAR NAS ‘MEIAS’ E VENCER A TAÇA DE PORTUGAL”

Por Sporting CP
06 Fev, 2024

EQUIPA PRINCIPAL

Sporting CP defronta UD Leiria esta quarta-feira

A equipa principal de futebol do Sporting Clube de Portugal visita, esta quarta-feira, a UD Leiria para os quartos-de-final da Taça de Portugal (Estádio Dr. Magalhães Pessoa, 20h45) e Rúben Amorim fez a antevisão em conferência de imprensa na Academia Cristiano Ronaldo.

O adiamento do jogo em Famalicão dominou grande parte das perguntas dos jornalistas, sendo que o treinador explicou que “é importante perceber” que os Leões queriam “muito jogar”.

“A hora do jogo atrasou, houve reunião atrás de reunião, foi dito que no dia seguinte não era possível e temos agora de arranjar uma data. O planeamento ficou completamente diferente. Focámo-nos logo a seguir na Taça de Portugal. Temos de voltar a estar nas meias-finais, é muito importante para nós, e o jogo mais importante passou logo a ser o da UD Leiria. Vai ser um jogo muito perigoso”, começou por dizer.

Questionado sobre as implicações que a perda da liderança - por ter um jogo a menos - da tabela classificativa da Liga Portugal pode ter, o treinador verde e branco foi claro: “Na minha cabeça estamos a dois pontos do primeiro classificado. É como se o jogo não tivesse existido. Vamos lidar jogo a jogo e fazemos as contas no fim. (…) Temos de ganhar os jogos todos, essa é sempre a ideia. Repito: na minha cabeça, temos menos dois pontos do que o primeiro e temos de recuperar o primeiro lugar. Queremos ganhar o campeonato e temos dois pontos de atraso”.

Reforçando que o Sporting CP queria jogar em Famalicão por estar “num bom momento” e por “não ter calendário”, sendo até o “principal interessado em haver jogo”, Rúben Amorim desejou que o encontro se realize “bem mais para frente”, uma vez que isso seria sinal de que o emblema de Alvalade “estaria em todas as competições”. “Toda a gente ali, FC Famalicão, Sporting CP e Liga Portugal, quis jogar”, acrescentou, fechando o tema.

Sobre Hidemasa Morita, que regressou da Taça Asiática, o técnico assegurou que o japonês “chegou bem”. “Os jogos foram menos intensos do que é normal e podemos ter de o ajudar a voltar ao ritmo, mas está preparado e vai ser convocado. Veremos se joga amanhã”, referiu, revelando também que “Jeremiah St. Juste deve voltar a treinar com a equipa dentro de dias”.

Quem continua ao serviço da sua selecção, neste caso a da Costa do Marfim e na Taça das Nações Africanas, é Ousmane Diomande, que não tem sido opção, o que “é uma preocupação grande porque são muitos dias sem cargas fortes”. “Quando voltar, vai entrar num ritmo com jogos de três em três dias e ele vai entrar nas contas pela qualidade que tem e porque temos de rodar a equipa. Acho que não vai ter problemas em termos de lesões, mas vai sentir o ritmo. Vai sofrer mais do que era habitual”, garantiu o líder da equipa técnica do Sporting CP.

Por fim, Rúben Amorim analisou a UD Leiria, emblema que milita no segundo escalão: “Joga num sistema parecido ao nosso e gosto muito do treinador [Vasco Botelho da Costa], que tem ideias muito interessantes. O Jair [da Silva] é, se calhar, o jogador mais influente, o [Jordan] van der Gaag tem muito talento. Os centrais são muito bons na bola parada, temos de meter um ritmo alto para fazer a UD Leiria sofrer. Se não o fizermos, vão-nos criar problemas. Tenho a vantagem de ter jogadores melhores e de jogar numa divisão superior. Vamos ter de colocar uma velocidade acima, temos toda a responsabilidade. Vamos jogar no máximo para vencer porque queremos estar nas meias-finais e ganhar a Taça de Portugal”.

Peçam ajuda ao Rui costa agora

Hoje na CI do Amorim já lá estava um jornaleiro a dar a dica para se colocar este jogo no dia da primeira mão das meias da Taça… sabem muito! Nem sonhem…

Era só o que faltava, tirar o dérbi da semana em que a rabolhagem vai ao dragay… mas com esta trupe, nunca se pode estar descansado!