Jovane Cabral

falaste.


no jogo com o Guimas, jogaste com essa malta, trocando o Paulinho com o TT (mas, também não é o TT que faz a diferença na imprevisibilidade ou na explosão) e, ofensivamente, não foi um mau jogo. ok, é sempre mais evidente a capacidade de equilibrar do que a de desequilibrar. admito-o. mas quando, no plantel, o único capaz de oferecer, de forma consistente e regular, esses desequilíbrios, é o Jovane… e o Jovane tem as limitações físicas que tem, acho natural e inteligente da parte do treinador preparar a equipa para, normalmente, jogar de outra forma.

acredito, honestamente, que, a ficar no Sporting, o Ruben Amorim vá tentar apetrechar o ataque com mais elementos de características diferentes, com mais flair, a tal capacidade de resolver num rasgo individual, o que o coletivo não consegue desatar.

Não falei nos 3 centrais, mas percebo que o tenhas entendido porque disse que estamos reféns do sistema táctico e da falta de imprevisibilidade que temos, e da pobreza ofensiva, que é mesmo identidade da equipa, muito pela característica dos jogadores que jogam mais.

Quanto ao jogo do Guima na segunda parte e já depois de teres levado aquelas 2 à barra como aviso o unico ataque que fizeste com perigo foi aos 94, em que o Jovane sozinho parte 2 e entrega no Paulinho que finaliza mal, nunca tiveste intenção de mexer com a própria equipa mesmo que estivéssemos a deixar de jogar, a entregar o jogo ao adversário, saiu TT, saiu Bragança, saiu Mendes pelo Reis, que já é um clássico, e o Jovane entra aos 88, exatamente porque é um jogador que desiquilibra e vai para cima, nada tem haver con problemas fisicos, não é justificação para comer banco jogo atrás de jogo.

Como ja disse repara que os 4 extremos que tens 3 ficaram no banco ( Nuno, Jovane, Tabata), e o Plata mesmo que não tivesse castigado não tinha entrado, assim como qualquer outro desiquilibrador.

Daí dizer, para mim é um risco deixar de atacar, ou não ter jogadores fortes individualmente, que resolvam uma jogada sozinhos, exatamente porque como disse no início ficamos reféns de um jogo coletivo que se baseia na gestão da posse e de tentar ao máximo nao sofrer o empate.

Espero que o Amorim mude a parte ofensiva, não consigo ver o Pote a extremo, nem concordo que não jogar com extremos, com dotes mais ofensivos seja porque desiquilibram defensivamente uma equipa que tem exatamente uma linha defensiva fortissima, um super Palhinha, acho que com 2 extremos fortíssimos ficávamos uma equipaça.

ainda não percebi para que queres os extremos? para jogar como extremos? ou para dar a imprevisibilidade e explosão no último terço?
se os queres para jogar como extremos, esquece. no nosso sistema isso não existe. a largura é dada pelos alas. são deles os corredores. os avançados de faixa jogam dentro. ajudam nos triângulos, mas os movimentos (com e sem bola) são, quase sempre, interiores.
se os queres para dar o flair e a explosão então o que queremos são avançados móveis. pois além dessa capacidade de rotura é preciso que tenham golo, até porque o “9” dá muitos apoios e procura muito a zona entre a linha média e o ataque. e isso deixa muito espaço para os avançados de ala entrarem nas zonas de finalização.

queremos um (ou dois) Diogo Jota.
e a verdade é que tivemos, durante muito tempo, Pote e Nuno Santos a dar isso à equipa. no nosso contexto (limitado) é o que temos. e não é mau.
mas sim, depois da chegada do Paulinho, é talvez a posição, ou as posições, em que é preciso investir (deixo a conversa dos centrais para outras núpcias).

Sim digo extremos no sentido de serem naturalmente mais explosivos, fortes no 1 para 1,visto que como dizes e bem no nosso sistema jogamos sem extremos, mas o Pote por mais que jogue muito bem por dentro não tem velocidade, imprevisibilidade, juntando o Bragança do outro lado pior ficamos, daí dizer “extremos” exatamente por ser o tipo de jogador que o Amorim prescinde e que tanta falta nos faz no ataque até para não dependermos tanto do sistema táctico.

1 Like

Merecia mais tempo de jogo. Principalmente no de 2ª feira quando meia equipa se tinha andado a esfalfar nas seleções.

Devia ter sido titular juntamente com o Tabata.

Já tá vendido.

A quem?

Não sei, mas só pode estar.
Não tem lógica o número de minutos que tem e da última vez que foi aposta ter sido decisivo como foi.

O joker para a ponta final. SL

1 Like

Futebol

JOVANE CABRAL PODE ABANDONAR ALVALADE

Extremo formado em Alvalade pretende jogar com maior regularidade e de França surge um interessado

Duarte Pereira da Silva

Texto

9 de Abril 2021, 12:30

Jovane Cabral pode estar de saída do Sporting. Na edição desta sexta-feira, 9 de abril, do jornal ‘Record’, o diário desportivo avança que o extremo, de 22 anos, pretende jogar com maior regularidade e o Rennes, de França, está a seguir atentamente o jogador.

Segundo o ‘Record’, os responsáveis leoninos não fecham a porta à venda de Jovane, até porque não querem cortar as pernas ao jogador. No verão passado, tal como o Leonino avançou (LER MAIS AQUI), dois clubes da Premier League demostraram interesse em contar com Jovane, mas Rúben Amorim acabou por travar o negócio devido à preponderância que o extremo vinha a assumir nos verdes e brancos.

Porém, a importância do jovem tem vindo a cair e, ao dia de hoje, o treinador dos leões já admite perder Jovane. Esta época, o extremo tem apenas 673 minutos realizados (21 jogos), tendo marcado seis golos e feito uma assistência.

Com um valor de mercado de 10 milhões de euros (Transfermarkt), Jovane Cabral chegou ao Sporting em 2014, oriundo do Grémio Nhagar. A estreia com a listada verde e branca aconteceu a 12 de outubro de 2017, numa partida frente ao Oleiros, relativa à 3.ª eliminatória da Taça de Portugal, que os leões venceram por 2-4. Jovane entrou aos 79 minutos para o lugar de Mattheus Oliveira.

Desde então, realizou 73 jogos, marcou 16 golos e conquistou duas Taças da Liga (2018/19 e 2020/21) e uma Taça de Portugal (2018/19).

Fotografia de Sporting

A sair ao menos que vá com o titulo de campeão.

3 Likes

Uma vergonha, o que esta ser feito ao Jovane…se a taça da liga esta cá deste lado muito a ele se deve. Se o ano transacto o Sporting não ficou em terceiro, a ele n podem apontar nada, que andou com a equipa ao colo, uma série de jogos.

…e palpita me para o Sporting ser campeão, o Mister vai ter que se socorrer dele. Agora se ele esta motivado é outra coisa.

…Gosto do Mister Rúben, mas acho que aqui esta a ter uma comportamento mais que nojento!

2 Likes

Nojento?

Este jogador, que na plenitude das suas faculdades e dos melhores que temos, é gerido todos os dias com pinças.

A culpa é do treinador?

Ps: todos queremos o Jovane a jogar a grande nível mas lê-se aqui com cada uma…

Gerido com pinças…se vai para o banco é pq pode ser opção.

Hoje vai entrar e resolver.
Leram aqui primeiro.

Oxalá.

Para isso precisava jogar.

Precisamos da irreverência do Jovane como pão para a boca

Precisamos deste gajo urgentemente.