Jornal do Sporting - Parte 2

JORNAL SPORTING JÁ DISPONÍVEL

Por Sporting CP
28 Out, 2021

JORNAL SPORTING

Edição n.º 3843 nas bancas e em formato digital

A edição n.º 3843 do Jornal Sporting está disponível a partir desta quinta-feira e o principal destaque vai para a nova camisola Stromp, apresentada durante esta semana e que os Leões de Rúben Amorim estrearam na Taça da Liga.

Nas páginas seguintes, espaço para os resultados oficias e as declarações sobre a Assembleia Geral comum extraordinária que aprovou o Relatório de Gestão e Contas do Sporting CP das épocas 2019/2020 e 2020/2021.

No futebol, leia as crónicas sobre os últimos dois jogos da equipa principal, ambos em Alvalade e com triunfo verde e branco: 1-0 contra o Moreirense FC para a Liga Portugal e 2-1 diante do FC Famalicão para a Taça da Liga. Leia tudo sobre a renovação de contrato de Matheus Nunes e conheça também as medidas criadas pelo Sporting CP para agilizar a entrada no Estádio José Alvalade, agora que o público pode regressar às bancadas sem restrições na lotação.

Além disso, acompanhe também os passos das várias equipas de futebol e diferentes escalões Leoninos que entraram em acção durante a última semana, da equipa B e sub-23 até aos mais jovens.

Nas modalidades, destaque para o início de uma nova caminhada europeia no futsal e para mais um triunfo Leonino na FIBA Europe Cup (basquetebol) e na EHF European League (andebol). Nos respectivos campeonatos nacionais, as equipas de hóquei em patins e voleibol também venceram.

Nesta edição, o histórico Jorge Vieira é a Lenda a recordar e Evelise Veiga será a próxima convidada do ‘ADN de Leão’, o podcast oficial do Sporting CP.

A LIDERANÇA E A ESPERANÇA TÊM COR… É VERDE!!!

Por Tito Arantes Fontes
05 Nov, 2021

OPINIÃO

Que noite vivemos ontem (4.ª feira) no Estádio José Alvalade! Uma Grande Noite Europeia!

CAMPEONATO NACIONAL – Estamos na liderança do Campeonato Nacional! Depois de cumprida a 10.ª jornada… estamos no lugar que nos pertence, como Campeões em Título que somos… no 1.º lugar do Campeonato! Tudo corolário recente do facto de termos recebido o Vitória SC no passado sábado e de termos alcançado mais uma vitória! A oitava neste Campeonato Nacional! A que se somam os empates com o “poder azul” (tão benzido que foi outra vez em Alvalade!) e fora com o Famalicão (a tal “malapata” que matámos no jogo com o Fama para a Taça da Liga). Temos “apenas” 15 golos, mas são “golos de ouro”, que valem pontos… uns atrás de outros! E que correspondem a vitórias claras, merecidas e indiscutíveis! Quanto à nossa defesa… pois, aqui marcamos a diferença de modo que podemos adjectivar de “imperial”! Apenas quatro golos sofridos! Excelente! Agora, é prosseguir! Já no próximo fim-de-semana em Paços de Ferreira. Jogo sempre difícil, mas onde estaremos com o arreguenho de sempre dos nossos jogadores campeões… para trazermos mais três pontos! Venham eles!

CHAMPIONS – Que noite vivemos ontem (4.ª feira) no Estádio José Alvalade! Uma Grande Noite Europeia! Mais uma! Confesso que estava temoroso do “russo” com que a UEFA nos brindou para apitar o desafio… mas, vá lá, o homem desta feita, depois do “escândalo com o Schalke 04” de há anos, fez bom trabalho… e até marcou o penálti a favor do SPORTING… penálti esse que – valha a verdade, de tão evidente que era - tinha mesmo de marcar! Quanto ao nosso jogo… mas que bela exibição que o SPORTING fez! Estamos, claramente, a subir de qualidade e de produção de jogo! Corolário… o Besiktas goleado, mais uma vez! Depois de Istambul… mais uma dose de quatro golos que marcámos! Pote regressou aos golos e fez logo dois! Sarabia mostrou que afinal até tem pé direito… e pum, lá dentro! E que dizer de Paulinho? Um golaço, mais um, cá do meio da rua! Golo festejado efusivamente por toda a equipa e por toda a massa associativa do SPORTING! Merecido para o Paulinho! Merecido para o Sporting CP!

CHAMPIONS 2 – E estamos claramente na disputa do Grupo C para passar aos oitavos de final da Champions! Próximo jogo com o Borussia Dortmund é no nosso Estádio José Alvalade, no dia 24 deste Novembro. Precisamos de ganhar… e ganhando por dois golos de diferença… sim, somos logo apurados! É o que queremos! É nisso que acreditamos! É por isso que vamos lutar! Vamos, pois, encher Alvalade nessa noite! Ontem foram 40.000 Leões… no dia 24 de Novembro vamos ser 50.000 a gritar pelo SPORTING!!!

“CHIP” PROVAS NACIONAIS – Mas, até chegar essa noite de 24 de Novembro, temos de pôr os “pés na terra” e – como agora se diz – colocar o “chip” das provas nacionais, desde logo no nosso Campeonato. Em Paços de Ferreira como já vimos. E em seguida com o Varzim para a Taça de Portugal… a Prova Rainha do nosso Futebol! Jogo no nosso Estádio José Alvalade, no dia 18 de Novembro. Saibamos, pois, “vestir” os fatos apropriados para vencer estes dois jogos… e assim continuarmos na liderança do Campeonato Nacional e avançando na Taça rumo à final do Jamor!

MODALIDADES – Continuamos a “marcar pontos” em todas as modalidades. Especial destaque para o basquetebol na sua “Champions”… é prosseguir assim, a ganhar! E no futsal já sabe que a Ronda de Elite tem, uma vez mais, o SPORTING como anfitrião de um dos Grupos. Mais uma bela organização que se avizinha!

VIVA O SPORTING CLUBE DE PORTUGAL!!!

GRANDE NOITE EUROPEIA

Por Pedro Almeida Cabral
05 Nov, 2021

OPINIÃO

Tem de construir memórias todos os anos. Foi o que sucedeu no jogo contra o Beşiktaş JK

Recordo-me de muitos jogos europeus do Sporting CP. Talvez os que retenha mais na memória sejam os que jogámos nos nossos percursos na Taça UEFA em 1991 e em 2005. Há precisamente 30 anos chegámos à meia-final e só aí caímos, perante o FC Inter de Milão, que viria a conquistar o troféu. Nessa caminhada, lembro-me bem do jogo contra o Bologna FC. No velhinho Estádio, ganhámos por 2-0 com golos de Cadete e Gomes. Já em 2005, tenho bem presente a nossa vitória no actual estádio contra o Newcastle FC por 4-1. Quando precisávamos de marcar dois golos, fizemos quatro. Foram duas grandes noites europeias do Sporting CP, com ambiente infernal em nossa casa e futebol empolgante. Mas o Sporting CP não pode viver só de lembranças. Tem de construir memórias todos os anos. Foi o que sucedeu no jogo contra o Beşiktaş JK com uma vitória esclarecedora por 4-0.

Uma grande noite europeia que muito deve à dinâmica cada vez mais aperfeiçoada do trio atacante Pote, Paulinho e Sarabia. São deles as movimentações que confundiram a atordoada linha defensiva turca e são deles todos os golos do encontro. Pote bisou. Paulinho marcou um de fazer levantar o estádio. E Sarabia outro, muito oportunamente. Se o entrosamento deste trio continua a crescer, teremos muitos mais golos para apreciar.

Não descurando este tridente em crescimento, o que mais impressiona é o nosso colectivo. E que gosto dá ver jogar a nossa equipa! Não há um lance dado por perdido. Não há um desarrumo táctico. Não há vedetismo desequilibrador de ninguém do onze em campo, um mal de que padecemos tantos anos. Rúben Amorim conseguiu montar um conjunto coeso e solidário que o lema “onde vai um, vão todos” descreve na perfeição. A exibição superior perante o campeão turco acabou por sair com naturalidade. Combinámos na perfeição mudanças de intensidade, cobertura defensiva e desaceleração na parte final, gerindo o resultado. O que só está mesmo ao alcance de uma equipa de alto nível. Garantimos lugar no play off de acesso à Liga Europa ou, de outra forma, presença nos 1/16 dessa competição. E repetimos um resultado que o Sporting CP não alcançava na maior competição europeia de clubes há 51 anos.

O melhor de tudo é que não só podemos como devemos sonhar. Uma vitória pode garantir a passagem da fase de grupos da Liga dos Campeões. O que só conseguimos por uma única vez. Tudo dependerá do jogo com o Borussia Dortmund em casa, lá para o final do mês. Uma grande noite europeia em perspectiva que nenhum Sportinguista pode perder.

O SUCESSO É FEITO DE TRABALHO

Por Juvenal Carvalho
05 Nov, 2021

OPINIÃO

E a palavra crença, a que podemos juntar vontade, garra, abnegação, querer, raça, e claro também pinceladas de classe, é tudo o que simboliza na actualidade a nossa equipa de futebol.

Penso − sempre pensei − o Sporting Clube de Portugal como um todo. É até, digamos, como que uma “religião”, o que para mim, sendo agnóstico, logo de poucas crenças, quando chega ao Sporting CP, tudo se altera como que num golpe de magia. Aí, entra em mim o modo completamente irracional.

E a palavra crença, a que podemos juntar vontade, garra, abnegação, querer, raça, e claro também pinceladas de classe, é tudo o que simboliza na actualidade a nossa equipa de futebol.

Ver a equipa orientada por Rúben Amorim – que me “obriga” também peregrinamente a ver as suas antevisões aos jogos, bem como o pós-jogo, tal a sua tamanha clarividência e postura − é algo que me/nos encanta, sobretudo pelo que representa enquanto grupo de trabalho. Verdadeiros irmãos com um uno e indivisível sentido. O de ganhar, ganhar ou ganhar.

As teorias falam em adversários mais apetrechados financeiramente – irrefutável − e desportivamente, o que parecendo verdade também, é contrariado por tudo aquilo que referi atrás.

O Campeonato Nacional ganho em 2020/2021 não foi por acaso. Foi tão só a demonstração que o trabalho, a seriedade e o espírito de comunhão continuam a fazer escola.

De Adán a Paulinho, passando por Coates, Palhinha, Sarabia e restantes, porque o individual é irrelevante perante o enorme colectivo, que passa por toda a estrutura, desde o Conselho Directivo aos técnicos de equipamentos, onde não existem diferenças no querer ganhar.

E essa vontade, esse espírito indómito não acabou na época passada. Existiam também as teorias que o não haver público teria sido fantástico e ajudou muito ao êxito. Eu discordo, porque se por um lado no crescimento dos mais jovens, logo menor pressão, isso pode ser fundamentado, é sempre primordial a presença massiva dos Sportinguistas para catapultar a equipa para os êxitos que queremos que passem a ser recorrentes.

Estamos ainda em Novembro, e como se diz naquele velho ditado, a procissão ainda está a sair do adro, a verdade é que estamos ainda, e com manifesta vontade de continuar a fazer história e de voltar a ganhar títulos em todas as competições onde estamos inseridos.

Dá mesmo gosto ver como esta equipa se entrega ao jogo. Mesmo quando as coisas não estão a correr bem, nota-se que o #ondevaiumvãotodos foi um lema que veio para ficar. Deliberadamente sinto, e sinto igualmente ser comum a todo e qualquer um que sente o Leão no coração, que o caminho é por aqui. No Sporting CP e na sua equipa de futebol − e não só − o sucesso faz-se de muito trabalho… e competência!

JORNAL SPORTING JÁ DISPONÍVEL

Por
05 Nov, 2021

NOTÍCIAS

Em versão papel e em formato digital

Já está disponível a edição do Jornal Sporting desta semana, que saiu para as bancas apenas nesta sexta-feira, estando disponível também em formato digital aqui.

A equipa principal de futebol do Sporting Clube de Portugal faz a manchete desta semana, após a vitória categórica diante do Beşiktaş JK na quarta-feira. Destaque ainda para a jornada anterior da Liga Portugal, na qual os Leões venceram o Vitória SC por 1-0.

Nesta edição, como habitualmente, o Jornal Sporting recorda o fim-de-semana no futebol de formação, da equipa principal feminina e das modalidades de pavilhão.

Nas modalidades, destaque para a equipa principal de futsal que se qualificou para a Ronda de Elite da UEFA Futsal Champions League, prova em que o Sporting CP será o anfitrião do grupo, e ainda para a ginástica que tem uma nova academia e que foi recentemente visitada por várias gerações que marcaram a modalidade no Clube.

A Lenda desta semana é José Manuel Martins, antigo futebolista do Sporting CP que nasceu, precisamente, em 1906.

Estes e outros temas para ler na edição desta semana do Jornal Sporting .

PORTUGAL É VERDE!!!

Por Tito Arantes Fontes
11 Nov, 2021

OPINIÃO

Toda a população da aldeia orgulhosamente de um único Clube… e sim, claro, é do SPORTING!

PAÇOS de FERREIRA – A Capital do Móvel! Mais uma vez fomos jogar a Paços de Ferreira, à Mata Real! Décima primeira Jornada do Campeonato Nacional! Vitória categórica por 0-2! Um domínio completo do jogo! Uma equipa coesa! O primeiro golo da “dupla de avançados” mais mortífera de Portugal… sim, Coates e Gonçalo Inácio! E o segundo golo do melhor marcador do campeonato transacto… quem mais? Pois, ele… Pote! No mais, de salientar a bela exibição do Nuno Santos! Melhora quando recua… para depois logo embalar! No computo geral, estamos em primeiro lugar! Com apenas quatro golos sofridos… um número impressionante e que dá bem nota da qualidade do trabalho defensivo da nossa equipa! Nota ainda para Luís Godinho, o tal senhor do apito que – qual topete! − foi escalado para este jogo! Vá lá, desta feita este “grande artista” conseguiu reprimir o seu “anti-sportiguismo” primário… e até fazer uma arbitragem que só veio confirmar a má fé e o dolo com que apitou já tantos jogos do SPORTING, máxime na época passada nos jogos de Famalicão e de Alvalade com o FCP! Quem apita como ele apitou no domingo só demonstra que nos jogos em causa estava – afinal e como sempre dissemos - tomado pelo “diabo”… ou então “dragonado”!

PARAMBOS – A aldeia mais Sportinguista de Portugal! A Direcção do SPORTING, com o presidente Frederico Varandas à frente, deslocou-se no sábado - aproveitando o nosso jogo no dia seguinte em Paços de Ferreira - a Parambos! Imagens de festa e de genuíno e autêntico Sportinguismo! É, de facto, extraordinário e único… toda a população da aldeia orgulhosamente de um único Clube… e sim, claro, é do SPORTING! Aliás, com orgulho, dizem que só há dois tipos de pessoas que não são do SPORTING: as que ainda não nasceram e as que já desapareceram. Umas porque ainda não são… outras porque já foram! Cristalina verdade! Que bom que foi ver as reportagens das gentes verdes de Parambos! Que bom que é sentir a força destes Sportinguistas!

MARINHA GRANDE – No domingo tiveram lugar as cerimónias comemorativas do 5.º Aniversário do Núcleo do SCP da Marinha Grande! Recepção no Salão Nobre dos Paços do Concelho da cidade. Seguida de visita guiada ao Museu do Vidro, verdadeiro “ex libris” marinhense e homenagem aos grandes industriais – Irmãos Stephens, logo no Séc. XVIII - que fundaram a indústria do vidro (que mais tarde, já no Séc. XX, veio a dar origem às industrias dos moldes e dos plásticos, tão fortes na região). Logo depois outra visita guiada: às instalações do próprio Núcleo Sportinguista! Espaço amplo, no centro da cidade, onde se respira – no meio de uma “decoração toda verde” e de indiscutível gosto – um profundo e autêntico fervor Leonino! Por fim, um lauto e opíparo almoço para quase 200 pessoas! É SPORTING o que tive oportunidade de viver na Marinha Grande! Bem-haja presidente Joaquim Santos! Obrigado!

CONTAS – Foram divulgadas as contas da SPORTING SAD do primeiro trimestre da presente época. Um lucro de 18,7 milhões de euros, com um volume de negócios de 55,6 milhões de euros. Claros números positivos, num período e num ano ainda muito afectado – como todos sabemos – pelos efeitos da pandemia de COVID-19, efeitos esses devastadores na economia, muito especialmente no desporto e em particular no futebol. Confirmada, por outro lado, a excelência da adesão dos Sportinguistas aos produtos Nike. O novo equipamento foi e é um sucesso de vendas… vendeu até agora, neste início de temporada, quatro vezes mais do que o melhor anterior registo! É obra! Também aqui temos, pois, o nosso Clube a singrar e dia-a-dia a melhorar e a recuperar!

PRÓXIMOS JOGOS – Comecemos, por último, a olhar – após os decisivos dos jogos da Selecção − para os próximos jogos do SPORTING. A recepção ao Varzim para a Taça de Portugal. E – depois – a importante recepção ao Tondela. Veremos quais os árbitros que são nomeados para esses nossos jogos. É que – logo depois – temos o jogo na Luz… e já estou a adivinhar o “presente” que nos vai ser “oferecido” para esse jogo… haja vergonha!!!

VIVA O SPORTING CLUBE DE PORTUGAL!!!

UM LEÃO EM CADA CORAÇÃO

Por Juvenal Carvalho
11 Nov, 2021

OPINIÃO

E em Parambos é dado adquirido que o nosso Clube está vivo e recomenda-se. Porque os pais passam para filhos e netos este imenso fervor

Se Parambos, a Aldeia Mais Sportinguista de Portugal, onde se respira Sportinguismo por cada poro, já me dizia muito, e não imaginam com quanto orgulho tenho retratada na sede do Sporting Clube de Parambos uma moldura com o artigo que escrevi no nosso Jornal Sporting do dia 4 de Janeiro de 2019, com o título “Parambos, a Aldeia Onde Reina o Leão”, no passado sábado, dia 6 de Novembro de 2021, integrado numa comitiva do Sporting CP liderada pelo presidente Frederico Varandas, passei quiçá dos dias mais felizes da minha vida enquanto Sportinguista, e acreditem que já vivi diversos momentos de grande fervor Leonino de Norte a Sul do país.

Quando então escrevi aquele artigo, nunca antes havia ido a este local. Sabia da história e da vivência daqueles Leões por interpostas pessoas que saíram de lá em êxtase pela vivência clubista destes Leões, que fazem com que para lá do Marão mande o Leão.

Cheguei cedo ao local, e logo tive a oportunidade de conviver com gente que mesmo estando a cerca de 500km de Alvalade, sabem de Sporting como poucos, e vivem-no com uma paixão verdadeiramente arrebatadora, tão arrebatadora que desde que se entra na Aldeia o verde é de casa em casa, e os Leões reinam. Cada casa tem uma história, e com um denominador em comum: o Sporting Clube de Portugal.

Escrevi que passam gerações e que o Sportinguismo, de forma realmente incrível não se esbate, antes pelo contrário. É, como cantava a nossa Maria José Valério, desde os netos até aos avós.

Não morre o Sporting enquanto houver Sportinguistas. E em Parambos é dado adquirido que o nosso Clube está vivo e recomenda-se. Porque os pais passam para filhos e netos este imenso fervor.

Se a marca do tempo já passa por alguns Leões de Parambos, é também com juventude fervorosa que o nosso Clube conta para manter viva a chama do Leão. Como se dizia em tempos, o Sporting é do povo e para o povo Sportinguista. E em Parambos o Sporting é incrivelmente de todos os que habitam na aldeia. Do António Pinto, o presidente da direcção do Sporting Clube de Parambos, ao pequeno Tomás, um menino de Parambos que ama o Clube, homenageio aqui todos os Leões da Aldeia Mais Sportinguista de Portugal.

Creiam que saí de Parambos ainda mais Sportinguista. Que para a eternidade, e com quanta estima fui recebido, saí de coração cheio. Porque se sempre fui Sportinguista, apesar de ter nascido tão longe dali, agora também passei a ser mais um dos deles.

Uma lápide em Alvalade com uma frase proferida por António Oliveira, diz que “Por cada Leão que cair outro se levantará”. Em Parambos, já caíram Leões, que onde estiverem estarão felizes. A chama do Leão está viva. Respira-se Sporting Clube de Portugal. Por lá, o Sporting é decididamente o nosso/deles grande amor. Só quem lá vai pode testemunhar um amor único e sem paralelo de uma genuinidade arrebatadora que, onde estiverem, seguramente orgulha os nossos fundadores.

PAUSA

Por Pedro Almeida Cabral
11 Nov, 2021

OPINIÃO

Não estamos apenas em todas as frentes. Estamos com força em todas as frentes

Cumprido praticamente um terço do campeonato, chega a habitual pausa para as selecções. Tempo de balanço e ponderações. O Sporting Clube de Portugal continua nas quatro competições em que participa. No Campeonato Nacional, seguimos em primeiro, repartindo a posição com o FC Porto. Na Taça de Portugal, temos o segundo encontro com o Varzim SC dentro de dias. Já na outra Taça, a da Liga, depois de termos ganho ao FC Famalicão, faremos o segundo jogo do nosso grupo contra o FC Penafiel daqui a um mês. Uma vitória ou até um empate dão acesso à final a quatro. Por fim, na Liga dos Campeões, aproximam-se dois jogos decisivos, contra o Borussia Dortmund e o AFC Ajax. O primeiro desses jogos será em casa. Uma vitória pode dar acesso à qualificação para a fase seguinte, o que o Sporting CP conseguiu apenas uma vez. Não estamos apenas em todas as frentes. Estamos com força em todas as frentes.

Diz-se que jogamos melhor que o ano passado. Creio ser evidente. A equipa joga colectivamente com mais rotinas. Há jogadas ensaiadas, talvez até à exaustão, que se vão repetindo com resultados. Os golos de cabeça de Coates, feito autêntico ponta-de-lança, são o melhor exemplo. Mas não só. As movimentações de Paulinho, virando e desdobrando o jogo. As cavalgadas apoiadas de Matheus Nunes, empurrando a equipa no terreno. Ou o já tradicional chamariz de jogo à beira da nossa baliza, que começa em Adán e prossegue com o defesa mais à mão. O sucesso dá trabalho. E é um gosto ver tanto trabalho posto em prática. Como raramente se viu nas nossas equipas.

Defensivamente, não podíamos estar melhor. No campeonato, somos, de longe, a equipa menos batida. Encaixámos apenas quatro golos, com uma média de 0,4 golos sofridos jogo. Desde o embate com o AFC Ajax, em meados de Setembro, nas quatro competições e em onze jogos, só nos conseguiram marcar quatro golos. De pouco serve sofrer poucos golos, se não se ganham jogos. E os últimos oito desafios foram oito vitórias, com 20 golos marcados. Bem sei que se discute a nossa prestação ofensiva. Porém, com o regresso de Pote, o maior entrosamento de Sarabia, a sensível subida de forma de Nuno Santos e os golos que Paulinho vai fazendo, só iremos melhorar. No mês de Novembro, restam três jogos em casa em três competições, Taça, Champions e Campeonato. Muito lutámos para chegar aqui como campeões e com possibilidades de seguir em todas as provas. Só podemos esperar que Sócios e adeptos dêem o apoio que esta equipa merece e ajudem a fecharmos o mês de Novembro só com vitórias!

JORNAL SPORTING JÁ DISPONÍVEL

Por Sporting CP
11 Nov, 2021

NOTÍCIAS

Em versão papel e formato digital

Já está disponível em versão papel e em formato digital, aqui, o Jornal Sporting desta semana. Em destaque a aldeia de Parambos, a mais Sportinguista de Portugal, que recebeu a visita de uma comitiva do Sporting Clube de Portugal, liderada pelo presidente Frederico Varandas, no último sábado.

Como habitualmente, o Jornal Sporting recorda o fim-de-semana desportivo, com destaque para a vitória da equipa principal masculina de futebol em Paços de Ferreira (0-2) e da feminina na Tapadinha (0-4).

Em tempo de selecções de futebol, destaque ainda para os 28 atletas da formação do Sporting CP que foram chamados pelos respectivos seleccionadores.

Nas modalidades, além dos jogos e das boas vitórias das equipas principais de futsal e de basquetebol, o Jornal Sporting dá conta dos feitos do ténis de mesa e da surfista Teresa Bonvalot e das 11 caras novas do atletismo verde e branco.

Esta semana a lenda é Leonel Miranda, ciclista de renome no Clube, que chegou a ser treinador e ainda seleccionador nacional da modalidade.

Estes e outros temas a não perder em mais uma edição do Jornal Sporting .

1 Curtiu

SPORTINGUISTAS - ADEPTOS INTELIGENTES E FELIZES!!!

Por Tito Arantes Fontes
18 Nov, 2021

OPINIÃO

Todo este percurso foi notável! E deve-se, desde logo, à extraordinária massa associativa e adepta do SPORTING CLUBE DE PORTUGAL!!!

No dia 11 de Maio de 2021 fomos Campeões Nacionais de futebol! Foi um dia inesquecível para todos os Sportinguistas espalhados pelo mundo! Milhões e milhões de Sportinguistas em todo o mundo vibraram com esse inolvidável título de Campeão! De Norte a Sul do País! Nas ilhas! Em todos os países de Língua Oficial Portuguesa! Nas comunidades de emigrantes espalhadas pela Europa, por África, pela América, pela Ásia… até na Oceânia! A minha irmã “caçula” – que vive na Austrália - mandou-me vídeos e fotos da festa rija que houve na sua terra, ao sul de Perth! Festa essa idêntica às que ocorreram em todo e qualquer local onde estivesse e vivesse um português ou alguém com contacto e vivência com o nosso SPORTING… contagiando as gentes com quem convivem… mesmo os estrangeiros menos atentos ao fenómeno desportivo português! Foi uma festa mundial num dia que fica na história de todo e qualquer Sportinguista que se preze! E todos nos prezamos muito!

Esse dia foi ainda mais inesquecível porque representou o título, dezanove anos depois do último que tínhamos conquistado! Um título desejado, sofrido, querido, chorado, amado, implorado… tudo isso durante quase 20 anos… um título de fé, de querer, de arreganho, de afirmação! Um título de amor!!! Um título também de – qual fénix – renascimento do Clube!!!

Sim, esse título representa bem o zénite do renascer do SPORTING CLUBE DE PORTUGAL!!! Depois de 15 de Maio de 2018 e do “mundo negro” resultante do infame ataque a Alcochete! Essa vergonhosa invasão da nossa Academia! Essas imagens que – no nosso íntimo - tanto chorámos! E que correram mundo! Por maus motivos! O dia em que – por ele e por causa dele − se falou e debateu em todo o lado que o SPORTING poderia acabar! O dia em que todos nós, Sportinguistas, nos confrontámos com nós próprios… afinal, o que queríamos para o SPORTING! Afinal… quanto mesmo amávamos o nosso Clube? E sim, nesse dia começou… nesse mesmo dia… começou o renascer do SPORTING CLUBE DE PORTUGAL!!!

Pouco depois, passada que foi a extraordinária e gigante Assembleia Geral destitutiva de 23 de Junho de 2018, o SPORTING CLUBE DE PORTUGAL elegeu, no dia 8 de Setembro do mesmo ano, novos órgãos sociais! Frederico Varandas ganhou e foi eleito presidente do Conselho Directivo! Aí, nesse dia, começou a obra de reconstrução do Clube! O reerguer deste Clube que tanto amamos! E – três anos mais tarde e depois de muito trabalho, de muito esforço, de muita dedicação, de muita devoção – vivemos, todos nós, Sportinguistas, um dia de festa grande, rija e inolvidável! O dia em que nos sentimos outra vez encontrados com a nossa Glória! Com a Historia do SPORTING CLUBE DE PORTUGAL!

Todo este percurso foi notável! E deve-se, desde logo, à extraordinária massa associativa e adepta do SPORTING CLUBE DE PORTUGAL!!! A melhor massa associativa do mundo!!! A massa associativa do meu Clube!!! A minha massa associativa!!! A mais inteligente!!! A mais capaz!!! A mais corajosa!!! A que mais ama o seu Clube!!! A que mais sabe regenerar-se!!! A que sabe de onde vem e para onde quer ir!!! Sim, somos a Melhor Massa Associativa do Mundo!!!

E – assim sendo, como é – quem disser o contrário só demonstra que não conhece a grandiosa e gloriosa massa associativa do SPORTING CLUBE DE PORTUGAL!!! Quem assim falar negativa e insultuosamente sobre a massa associativa Leonina só demonstra à sociedade o equívoco em que vive, a tristeza do que pensa e o infindável e solitário ressabiamento em que subsiste… lamentável agonia essa… a que, infelizmente, aqui e ali ainda vamos assistindo… enfim! É mesmo caso para dizer, recordando e citando o grande e gigante Almada Negreiros… “morra o Dantas, morra! Pim!!!”

VIVA O SPORTING CLUBE DE PORTUGAL!!!

ANATOMIA DE UMA VITÓRIA

Por Pedro Almeida Cabral
18 Nov, 2021

OPINIÃO

Não sei o que fará mais esta equipa de andebol. Mas sei que sábado passado foram tudo o que o Sporting CP pode ser.

Sábado passado foi mais um glorioso dia de Sporting. Daqueles que nos fazem encher de orgulho por pertencermos a um Clube que entra em campo, quadra, pavilhão, pista, piscina ou até no mar para ganhar. O dia ia passando e íamos vencendo. Tanto no futsal, como no futebol feminino. E ainda no voleibol e no basquetebol. Mas, nesse dia, nenhum triunfo foi mais saboroso que a vitória em andebol perante o SL Benfica. Num jogo disputado, vencemos o dérbi por 27-30, diferença que atesta a superioridade do Sporting Clube de Portugal. Não foi somente a nona vitória seguida da nossa equipa no campeonato. Foi, antes de mais, um triunfo assente na essência do nosso Clube.

Começámos esta época com uma recomposição do plantel e uma aposta ainda maior na formação e em jogadores jovens. O Sporting CP não é apenas um clube desportivo. É, a par com poucos na Europa, um clube formador. Ao longo de décadas e várias gerações, promovemos uma cultura de formação pelo desporto, abrangendo todas as classes sociais e ajudando a implantar a maior parte das modalidades desportivas que foram ou ainda são praticadas no país. Na cultura do Sporting CP, a formação não é um detalhe. E também não é uma fonte de financiamento. É algo que faz parte do âmago do Clube e que se não existir nos descaracteriza. Por isso, o caminho traçado no andebol é, em primeiro lugar, um caminho que tudo diz ao Sporting CP.

O dérbi foi antecedido de uma recusa em disponibilizar bilhetes ao Sporting CP. Infelizmente, atitudes destas vão-se sucedendo nas modalidades. Alvo de menos atenção mediática, parece haver rédea solta para este anti desportivismo atávico e pouco próprio de um grande clube. Acabou por dar mais mérito à nossa vitória. E que vitória! Apesar da maior rodagem do plantel do SL Benfica, a juventude Leonina soube jogar e fazer jogar dominando, principalmente na segunda parte, com irreverência e engenho. Martim Costa, jovem reforço deste ano, destacou-se com seis golos no jogo. Bem valeram os dois últimos, na arrancada para o resultado final. Francisco Tavares, ponta formado no Sporting CP, marcou quatro golos e Manuel Gaspar, guarda-redes também formado no Clube, defendeu magistralmente e ainda marcou dois tentos de baliza a baliza. Enche de orgulho ver todos estes miúdos a darem tanto. Como naquele aéreo que deu golo entre os irmãos Martim Costa e Francisco Costa, outro dos jovens reforços deste ano, que cavou um pouco mais vantagem Sportinguista no segundo tempo. Em poucas palavras: aposta na formação, alegria a jogar e vontade de ganhar. Não sei o que fará mais esta equipa de andebol. Mas sei que sábado passado foram tudo o que o Sporting CP pode ser.

O SUCESSO DÁ MUITO TRABALHO

Por Juvenal Carvalho
18 Nov, 2021

OPINIÃO

Este primar pela diferença dos demais, com a bandeira do eclectismo a não ser palavra vã, é um motivo de orgulho ímpar.

Pode parecer repetitivo da minha parte dizer que cada vez mais o Sporting Clube de Portugal honra a profecia dos seus fundadores, que o quiseram, aquando da nossa fundação, e passaram no tempo 115 anos, um clube grande, tão grande como os maiores da Europa.

Mas quando digo e escrevo evidências, nunca pode ser tema estafado. Muito menos ser repetitivo ou fastidioso.

O nosso Clube, além das competições internas, onde invariavelmente entra para ganhar, sendo que ninguém ganha sempre, a certeza é que entramos sempre com o objectivo das conquistas. E se nas competições internas isso é uma verdade, outra é que quando entramos em competições europeias das nossas modalidades, do futebol às de pavilhão, e não só, o nosso Clube ostenta uma grande capacidade, que o leva a virar o ano com a continuidade nas competições europeias de todas as modalidades em que nelas estamos inseridos.

Começando pelo futebol, e com a “final” com o Borussia Dortmund agendada para a próxima semana, que pode ditar a nossa continuidade na Liga dos Campeões, o que seria fantástico neste regresso ao topo do futebol internacional. Uma certeza está assegurada, o apuramento para a Liga Europa, o que foi definido como objectivo mínimo.

Já nas modalidades de pavilhão, e depois de passadas as primeiras fases pelo futsal e pelo ténis de mesa na Champions League, pelo andebol na Europe League EHF e pelo basquetebol na FIBA Europe CUP, e com o voleibol a ter agendada para o final deste mês a entrada na Challenge CUP contra os sérvios do OK Nis, muito se esperará do desempenho dos nossos atletas, que ainda terão também o judo a querer repetir a conquista da Liga dos Campeões da modalidade, bem como o atletismo, a apontar a mira para a conquista da Taça dos Campeões Europeus de Crosse, em masculinos e femininos, no início do próximo ano.

Este primar pela diferença dos demais, com a bandeira do eclectismo a não ser palavra vã, é um motivo de orgulho ímpar. Querer pelo menos repetir 2021 é um sonho de quem compete ao mais alto nível. E o Sporting CP compete em mais modalidades que ninguém. Estar nas competições europeias de tantas modalidades, naturalmente que contextualizando umas com mais hipóteses do que em outras, é muito importante para um Clube como o nosso, que tem uma história ímpar e de quem nós tão garbosamente nos orgulhamos.

Esperemos, pois, que este Leão de traje europeu nos traga títulos, a somar os 41 que já estão no nosso Museu. Ser do Sporting CP, afinal, é almejar conquistas. E elas chegam naturalmente. Nos últimos anos, então, até parece que surgem como se respira. Como dizia o nosso professor Mário Moniz Pereira: ‘O sucesso dá muito trabalho’. E é de muito trabalho que o momento é feito… bem como todos os momentos, aliás!

JORNAL SPORTING JÁ DISPONÍVEL

Por Sporting CP
18 Nov, 2021

JORNAL SPORTING

Edição n.º 3846 nas bancas e em formato digital

Já está disponível a edição n.º 3846 do Jornal Sporting e o destaque na primeira página vai para a equipa principal masculina de futsal, que neste domingo (20h00) irá receber o SL Benfica para a Liga Placard. O dérbi de futsal volta a ter público nas bancadas 19 meses depois e Nuno Dias e Fernando Cardinal projectaram a partida.

De seguida, espaço para a renovação de Antonio Adán até 2024 e conheça também o novo produto Vintage Limited Editions, desta feita uma réplica da icónica camisola de guarda-redes da época 1985/1986.

No futebol feminino, as Leoas golearam para encerrar a primeira fase (8-0), com a capitã Rita Fontemanha em evidência: no dia do seu 28.º aniversário fez o seu 100.º jogo pelo Sporting CP e apontou dois golos. Leia tudo sobre os mais recentes jogos das equipas de futebol de formação Leoninas, com destaque para os balanços das primeiras fases – já terminadas – dos sub-17 e sub-15 dos Leões.

Antes das modalidades, espaço ainda para uma reportagem sobre o Dia de São Martinho especial vivido tanto na Academia como no Pólo EUL, onde os mais novos puderam contar com a presença de Daniel Bragança e Ricardo Esgaio, ambos jogadores do plantel principal.

De seguida, fique a conhecer a equipa de esports do Sporting CP que já iniciou 2021/2022 e saiba tudo também sobre os cinco Leões que, entre o dia de hoje e domingo, vão representar Portugal no Campeonato do Mundo de trampolins em Baku, no Azerbaijão.

Por fim, recorde as vitórias indiscutíveis do basquetebol e voleibol nos respectivos campeonatos, assim como o triunfo do andebol no dérbi, seguido de um desaire europeu em casa do USAM Nîmes Gard.

A Lenda a recordar nesta edição é Chana, histórico hoquista verde e branco integrante da ‘Equipa Maravilha’, e a futebolista Rita Fontemanha será a próxima convidada no ADN de Leão, o podcast oficial do Sporting CP.

MÁGICO!!! INTELIGENTE!!!

Por Tito Arantes Fontes
26 Nov, 2021

OPINIÃO

Uma daquelas noites que fica na História do SPORTING CP! E na nossa memória colectiva!

Vivemos ontem, noite de 4.ª feira, mais uma extraordinária noite europeia no Estádio José Alvalade! Uma daquelas noites que fica na História do SPORTING CP! E na nossa memória colectiva! Uma noite de magia! Uma noite de querer! Exibição inteligente e soberba do SPORTING CP, reduzindo o poderoso Borussia Dortmund a “cacos”… eliminando-o da Champions! E – mais que tudo e, claro, mais importante, muito mais importante – qualificando o SPORTING CP para os oitavos-de-final da Champions! Pela segunda vez na nossa História! Passagem essa que não alcançávamos desde a época de 2008/2009, com Paulo Bento como treinador e Filipe Soares Franco como presidente do SPORTING CP! Somos o único Clube português a conseguir até agora essa qualificação! Apesar de muitos nos terem querido enterrar em “missa de corpo presente” logo no jogo inaugural com o Ajax (que ou muito me engano ou será finalista nesta Champions… por ter indiscutivelmente uma das melhores equipas do momento!), ladainha essa que continuou na segunda jornada do nosso grupo quando perdemos em Dortmund… e nos “rezaram” a “missa de 7.º dia”!!! Estamos vivos, continuamos na Champions!!! Estamos nos oitavos-de-final!!!

O SPORTING CP fez um jogo superior! Sólido a defender, arguto e eficaz a atacar! Inteligente o modo como Rúben Amorim escalou e “disciplinou” a equipa para este jogo! Pote fez dois golos e Porro “corrigiu” o hat trick que Pote não quis assinar! No entretanto, nas bancadas, dezenas de milhares de Sportinguistas regurgitavam com mais este momento extraordinário da vida do SPORTING CP! Muitos milhões espalhados pelo Mundo, acompanhavam em delírio mais esta festa Leonina!

Este jogo foi − de longe! − o jogo mais importante desta ronda europeia envolvendo clubes portugueses. É que uma coisa é um jogo entre o Campeão português e líder do Campeonato Nacional contra o segundo classificado da Bundesliga… a um mísero ponto do líder dessa Bundesliga, o Bayern, ainda há poucas semanas apelidado constantemente com parangonas na nossa comunicação social como a “melhor equipa do mundo”! Outra coisa bem diferente, num notório e evidente degrau abaixo, é um jogo entre o terceiro classificado do campeonato português e o sétimo classificado da Liga espanhola! São coisas diferentes, patamares muito distintos… quer o “queimado pasquim da queimada” queira, quer não queira… o que “ele” nos quer impingir já nós sabemos… e − definitivamente e desde há muitos anos − não mais compramos… nunca mais!

Última palavra de solidariedade para os poucos gregos − notoriamente um grupo de gente de “índole familiar” dos jogadores − que nos visitaram para apoiar o “seu” AEK no jogo de andebol no Pavilhão João Rocha. Foram barbaramente agredidos depois desse jogo de andebol, já no exterior do Pavilhão. Inqualificável agressão! Repúdio total pela mesma! E veemente condenação dos seus autores… gente que se esconde debaixo do sagrado nome do SPORTING CP para perpetrar vis e criminosos actos! Gente que tem de merecer a nossa repulsa! Gente que não pode viver à conta do bom nome e da História que nos orgulhamos do SPORTING CP!!!

VIVA O SPORTING CLUBE DE PORTUGAL!!!

ESPEREM POR NÓS NOS OITAVOS-DE-FINAL

Por Juvenal Carvalho
26 Nov, 2021

OPINIÃO

Um orgulho imenso nesta equipa do Sporting Clube de Portugal, é o que eu e todos nós que amamos o nosso Clube sentimos

Orgulho, orgulho, orgulho… e uma alegria incontida por estar consumada com Esforço, Dedicação e Devoção, a Glória que nos colocou nos oitavos-de-final da Champions League.

Foi esse o sentimento que, acabado o jogo com o Borussia Dortmund, ainda trémulo de alegria senti, misturado com uma lágrima marota a escorrer pelo rosto. Um orgulho imenso nesta equipa do Sporting Clube de Portugal, é o que eu e todos nós que amamos o nosso Clube sentimos, com a alma, mas também a capacidade, a garra, e continuaria por aí fora a arranjar adjectivos elogiosos que seriam infindáveis, para catalogar este todo que somando as partes faz dos rapazes de Rúben Amorim um colectivo transcendental. Onde cada bola é disputada como se fosse a última da vida deles. Onde tudo é escalpelizado e trabalhado. Onde, quando isso acontece, é certo que tudo isto está condimentado, e o sucesso está como que garantido.

Quando alguma imprensa nos achincalhou no arranque desta fase, após a derrota com o Ajax, com títulos altamente depreciativos, em que retenho principalmente o de um Jornal desportivo de poucas audiências que colocou isto: “Champions só com curso”.

Pois bem, estavam enganados. Esta equipa já não tem só a licenciatura, já tem mestrado e caminha para o doutoramento. Desengane-se, pois, quem nos quis menorizar, porque estes rapazes, e o momento do Clube, com mérito que vai do Conselho Directivo ao treinador, passando pelos jogadores e por todos os que trabalham neste grupo fantástico, que são da raça que nunca se vergará, e só se curvam para beijar o símbolo.

Mas como nada se faz sozinho, e o Sporting Clube de Portugal precisa de todos, o ambiente em redor deste jogo foi algo que há muito tempo não vivíamos. Estava em redor do jogo uma auréola fantástica. Uma comunhão enorme entre os adeptos e a equipa. Alvalade foi desde o apito inicial um vulcão em erupção. Com a diferença de que a lava que dele saía era de um verde de esperança, e que aquando do apito final foi lindo de ver com quanta emoção e orgulho… sim, orgulho na nossa equipa.

Não consigo nestes momentos, evidenciar ninguém individualmente, porque aqui manda o colectivo. Mas ouvir na sala de imprensa no pós-jogo o nosso treinador responder a uma pergunta spbre qual o momento em que se sentiu mais Sportinguista, ele disse que, além do dia da sua chegada ao Clube, foi mesmo aquando da derrota com o Ajax, em que a equipa dando a volta ao relvado foi aplaudida por todos quantos estavam no estádio.

Além de ser um treinador que se diferencia pela qualidade e a forma como orienta a equipa, é um verdadeiro mestre como comunica.

Decididamente ninguém ganha por acaso. A sorte no Sporting CP é feita de muito trabalho. De muito sangue, suor e lágrimas.

Estamos felizes, esperem por nós nos oitavos-de-final. Temos o Leão rampante e vivo. Que tanta nos orgulha!

PS - Também no andebol o caminho está mais perto, depois de derrotarmos o AEK Atenas. O caminho faz-se caminhando.

HISTÓRICO

Por Pedro de Almeida Cabral
26 Nov, 2021

OPINIÃO

Há algo nesta equipa, magistralmente orientada por Rúben Amorim, que nos leva por caminhos poucas vezes percorridos

Há poucos momentos assim. Em que sabemos que estamos a viver algo que será recordado muitos anos. Em que nos apercebemos que o que se passou não foi só mais uma vitória. Em que parece que algo mudou no nosso destino. A vitória sobre o Borussia Dortmund por 3-1, com a passagem aos oitavos-de-final da Liga dos Campeões, é um desses momentos. Mais do que fazer história, é uma história de esforço, dedicação e devoção do Sporting Clube de Portugal.

Começámos, como é uso e costume, por ter que suportar algum comentariado sempre disponível para menosprezar as qualidades de Rúben Amorim e companhia. Depois do célebre apontamento das vitórias baseadas na falta de público no nosso estádio ou da melhor competitividade pela ausência de jogos europeus (tudo prontamente desmentido pelos resultados desta época), chegou a ideia de que o Sporting CP nem para a Liga Europa se conseguiria qualificar. Os desafios iniciais, com derrotas frente ao AFC Ajax e ao Borussia Dortmund, pareciam confirmá-lo.

Mas há algo nesta equipa, magistralmente orientada por Rúben Amorim, que nos leva por caminhos poucas vezes percorridos. Alcançámos a décima vitória seguida em todas as competições. E, nosso grupo, fomos de zero a nove pontos, com três vitórias consecutivas na prova maior do futebol europeu. Uma cavalgada Leonina com números impressionantes: perante o Beşiktaş JK (fora e em casa) juntando a recepção ao Borussia Dortmund, marcámos 11 golos e sofremos apenas dois. A dimensão desta recuperação é notável por várias razões. Por um lado, só por uma vez chegámos aos oitavos-de-final. Por outro lado, tivemos que vencer o segundo classificado da Bundesliga, que já conquistou por uma vez a Liga dos Campeões. Uma equipa de respeito que veio a Alvalade para ganhar. A nossa passagem da fase de grupos é uma vitória do treinador e da equipa. Mas também da maneira certa de encarar a dimensão desportiva do Sporting CP, dando primazia aos atletas, focando a gestão do Clube no rendimento desportivo e rejeitando polémicas estéreis.

Quanto ao jogo, ele fala por si. Pote estratosférico. Matheus Nunes primoroso. Coates imperial. Inácio prometedor. Adán seguríssimo. E Porro aguerrido. Para só falar dos melhores. Esta vitória fica para sempre. Segue-se mais um jogo entre apurados para os oitavos-de-final, Sporting CP e AFC Ajax. Depois, sabemos que vamos jogar olhos nos olhos, contra qualquer equipa, em qualquer campo. E estou certo, estamos todos, que é assim que Rúben Amorim e a equipa vão encarar o resto da Liga dos Campeões.

PS: o livro ‘Dias de Sporting’, que reúne as melhores crónicas aqui publicadas nos últimos três anos, já está à venda online e nas livrarias. Tenho todo o gosto que os distintos leitores possam comparecer no lançamento do livro, esta sexta-feira, às 19h00, no El Corte Inglés de Lisboa. Estarei no sexto piso, na Sala de Âmbito Cultural para vos receber!

Eu irei lá com todo o prazer para verificar se o sr. doutor já colou o bilhete de andebol Sporting vs. Benfica que o sr. doutor rasgou…