Jornadas Internacionais de Medicina Desportiva do Sporting Clube de Portugal

QUANDO DOIS MAIS DOIS SÃO III… JORNADAS
Por Jornal Sporting
07 Abr, 2016
JORNAL SPORTING
Reportagem sobre as III Jornadas de Medicina Desportiva do SCP

Um, dois, três. Realizaram-se no passado sábado as III Jornadas Internacionais de Medicina Desportiva do Sporting Clube de Portugal, um evento pioneiro organizado pelo Clube de Alvalade, e, pelo terceiro ano consecutivo, o sucesso foi uma certeza. Perante um Auditório Artur Agostinho repleto de estudantes e profissionais das áreas da medicina, fisioterapia e enfermagem, vários foram os especialistas que discursaram, debateram e esclareceram temas ligados à saúde e ao desporto, assim como vários trabalhos científicos.

O Dr. Frederico Varandas, director clínico do Sporting e o principal impulsionador do evento, fez um balanço positivo deste dia, destacando a evolução em crescendo deste congresso que já é uma tradição na medicina desportiva nacional. “Correu muito bem. As Jornadas foram na linha das anteriores, tivemos uma boa afluência dos profissionais da área, cerca de 220 pessoas. Foram, do ponto de vista científico, temas que despertam a curiosidade em quem lida com equipas de alta competição, nomeadamente o tema do retorno à competição, um dos que teve maior procura. E a cirurgia ao vivo, que desta vez correu muito bem. A interacção entre plateia e cirurgião foi perfeita e as pessoas podiam colocar questões enquanto o cirurgião operava”, explicou, revelando-se satisfeito com o projecto: “Fico contente porque o objectivo era criar uma tradição na medicina desportiva portuguesa e isso já aconteceu: as pessoas sabem que no primeiro trimestre de cada ano existem as Jornadas da Medicina Desportiva do Sporting. Tem sido uma evolução em crescendo porque o próprio painel científico já sabe, já se quer associar a este evento. O nosso objectivo é criar não só uma tradição, mas uma referência na área. Sempre quisemos não guardar para nós aquilo que fazemos”.

Gonçalo Álvaro, também ele parte integrante do departamento clínico ‘leonino’ e palestrante nas Jornadas, referiu a marca Sporting como um dos atractivos para o público em geral, realçando o carácter informativo das Jornadas. “Tiveram uma adesão óptima, os profissionais de saúde aderem à marca Sporting e às ideias do departamento clínico do Clube porque sabem que têm qualidade. É um balanço super positivo, continuamos bastante bem e gosto de salientar que as Jornadas são exposições informativas e não formativas porque nós não damos aulas a ninguém; mostramos o método que leva aos resultados que, muitas vezes, as pessoas vêem na televisão, como a recuperação do Tobias Figueiredo”. E foi exactamente esse o caso levado por Gonçalo Álvaro ao Auditório Artur Agostinho: o processo de recuperação do central ‘leonino’. “Em medicina, dois e dois não são quatro; pode ser outra coisa qualquer. Temos de nos adaptar aos percalços. A maior parte das vezes, já estamos à espera das respostas fisiológicas ocorridas nos nossos casos, trabalhamos sempre com segurança e método, embora sejamos rápidos a fazer o nosso trabalho porque não podemos deixar os atletas de alta competição parados. O Tobias Figueiredo não demorou mais nem menos do que o previsto, seguiu as normas todas e, quando me convidaram para expor um tema sobre o regresso à competição, estava o Tobias prestes a ser submetido a cirurgia e surgiu a ideia de apresentar o caso dele para explicar como trabalhamos”, deu a conhecer o fisioterapeuta da equipa A, mas também canoísta no Clube de Alvalade, que teve ainda o extra de ver Tobias Figueiredo apontar um golo pela Selecção Sub-21, dias antes da sua exposição. “Esse golo foi ouro sobre azul. Como departamento médico de um grupo selectivo, trabalhamos um ano inteiro com estes atletas e o Tobias acompanho-o há muito tempo. Torcemos todos pelo sucesso da equipa, trabalhamos para que corra tudo bem no Sporting, mas também torcemos pelo sucesso individual deles. O sucesso deles é o nosso sucesso e do Clube e o importante é termos os nossos atletas ao mais alto nível nas frentes todas, com rendimento máximo que é para isso que estamos cá”, atirou.

Leia toda a reportagem no Jornal Sporting desta semana, que já se encontra nas bancas.

http://www.sporting.pt/pt/noticias/clube/jornal-sporting/2016-04-07/quando-dois-mais-dois-sao-iii-jornadas

UEFA DESTACA EVENTO MÉDICO ORGANIZADO PELO SPORTING CP
Por Jornal Sporting
08 Jun, 2016
NOTÍCIAS
Órgão máximo do futebol europeu salienta o trabalho levado a cabo pelos ‘leões’ num seminário sobre o Estudo de Lesões

A UEFA destacou no seu site o evento organizado pelo Sporting CP, em que a equipa médica ‘leonina’ foi a anfitriã do mais recente seminário sobre o Estudo de Lesões em Clubes de Elite da UEFA, no qual estiveram presentes médicos do Barcelona, Shakhtar Donetsk, FC Porto, Manchester United, Juventus, Ajax, PSV Eindhoven, Arsenal, Real Madrid, Borussia Dortmund, Bayer Leverkusen, AS Roma, Paris Saint-Germain, Galatasaray, Basel, Anderlecht, Maribor e Atlético de Madrid.

O Estudo de Lesões nos Clubes de Elite da UEFA fornece a clubes, federações e comunidade científica dados importantes que ajudarão no seu trabalho, no tratamento e prevenção de lesões nos jogadores. O estudo foi lançado em 2001 e é coordenado pelo presidente do Comité de Medicina da UEFA, Jan Ekstrand.

“Este é um encontro único, com debates e trocas de conhecimento entre médicos no que toca às suas experiências e a lesões ocorridas ao longo da temporada", salientou Frederico Varandas, director clínico do Sporting CP. “O Estudo de Lesões em Clubes de Elite da UEFA constitui um elemento essencial para as equipas médicas dos clubes e é com orgulho que o Sporting faz parte deste prestigiado estudo", afirmou ainda.

http://www.sporting.pt/pt/noticias/clube/noticias/2016-06-08/uefa-destaca-evento-medico-organizado-pelo-sporting-cp