João Palhinha

E o do Palhinha?

O Do Palhinha já tem duas épocas excelentes antes de chegar aqui.

Durou mais que isso, o problema foi que falhamos o tempo de venda. Assim que deixas passar a linha do comprometimento, já foste. Espero que se saiba o momento de venda do Palhinha.

Eu por acaso acho apenas na primeira época se viu, nas restantes foi sempre inferior a primeira.

Por acaso não o vejo como um jogador “vendável”. Não é um jogador com que me pareça que consigamos sacar uma fortuna (30 ou 40 milhões) e não sei se 15 ou 20 compensa ficar sem um jogador que é da casa, português e que pode ser figura importante no clube, no balneário e no onze durante vários anos.

Faltam-nos jogadores no plantel com anos de casa e com longevidade no clube, que não se vão embora passado um ano ou dois.

1 Like

Concordo.

O Palhinha não é propriamente um médio que faça suspirar clubes da 1ª linha europeia. Melhorou (e muito) a sua capacidade posicional e sabe usar muito melhor as capacidades físicas que tem para gerir os ritmos do jogo. É um “6” mais à antiga (embora não seja nenhum trambolho com a bola nos pés, não faz propriamente desta valência o seu ponto forte).

O problema é não termos uma alternativa viável a ele (Matheus Nunes nem sombra lhe faz). Caso se lesione vai ser bonito. A manta está esticada ao máximo e o falhanço na Europa pode minimizar o risco de lesões.

Por acaso acho que o Matheus é uma alternativa com algum interesse, um jogador com características técnicas e atléticas interessantes para ser trabalhado (e com idade para ser trabalhado) e que não estrebucha por ser suplente (algo importante num ano em que, não havendo Europa, não há rotação regular de titulares).

Contra o Porto fez um belo jogo, nos Açores fez uma bela primeira parte e em Portimão a jogar como 6 (ao contrário dos restantes jogos) para mim foi o melhor em campo, encheu o relvado.

Eu confesso que gostava de ver o Sporting a contratar o Stephen Eustaquio, o Matheus Nunes parece ficar muito mais confortável a jogar a 8. As posições de lateral direito, trinco e avançado são posições que não temos alternativas.

Com Jardim, com o Marco Silva e com o JJ enquanto tivemos o João Mário.

Concordo que o W. Carvalho da 1º época foi o melhor W. Carvalho ou pelo menos, diria mais isso, o W. Carvalho mais consistente que tivemos. Nas épocas seguintes W. Carvalho deixou de ser um relógio suíço para alternar jogos bons, com jogos extraordinário com jogos fracos com jogos horríveis.

Dizer que o Prime time de W. Carvalho durou apenas 1 época é injusto tendo em conta que foi sempre titular, que foi sempre dos melhores, que até chegou e ficou titular da seleção, que fez grandes jogos tofos as épocas e que hoje se fosse ainda nosso jogador era titular, mesmo com Palhinha… Agora a verdade é que por um lado perdeu consistência e por outro parece que nunca deu o click que com as suas qualidades podia fazer dele um dos melhores 6 do mundo. Penso que é mais por aí.