João Lagos como uma das 100 figuras do centenário?

2007-01-19 | 12:12:49
Ciclismo

Benfica quer correr Volta a França

O promotor de eventos desportivos João Lagos, cuja empresa LagosBike gere a nova equipa de ciclismo profissional do Benfica, admite que o projecto contempla a futura participação “encarnada” na mítica Volta a França.

“O objectivo é um bom desempenho em termos nacionais. Agora, se há uma meta no ciclismo de alta competição, é a Volta a França. É algo que está no horizonte. Na minha qualidade de promotor desta equipa, vou procurar responder aos anseios dos atletas”, disse João Lagos.

O homem que organiza o Estoril Open de ténis há 17 anos, foi responsável pela Masters Cup Lisboa 2000 e recentemente trouxe a partida do rali todo-o-terreno Dacar até Lisboa e Sul de Portugal defendeu que qualquer margem de lucro do projecto de ciclismo do Benfica será para reinvestir, para "ter um orçamento mais forte e, porventura, disputar uma vitória na Volta a França".

Eventuais acusações de conflito de interesses, devido a ser o organizador da Volta a Portugal até 2010 e estar ligado à única equipa portuguesa do segundo escalão da União Ciclista Internacional (UCI), o Benfica, não preocupam Lagos.

“Quem tiver má-fé tem aí um bom campo para explorar, mas tenho um passado desportivo e uma carreira dos quais a batota não fez parte. Não era agora, aos 62 anos, que a batota iria tomar conta do meu jogo”, esclareceu, adiantando que o seu “impulso foi dar uma mão ao ciclismo e tentar salvar algo mítico no desporto português”.

A equipa do Benfica, que tem como chefe-de-fila José Azevedo - antigo escudeiro do norte-americano e heptacampeão do Tour Lance Armstrong -, é dirigida autonomamente pelo administrador-executivo, Justino Curto, e pelo director-desportivo, Orlando Rodrigues, “benfiquistas ferrenhos”, segundo Lagos.

Orçamento de 2,5 milhões de euros por ano
Eu sou sportinguista dos quatro costados, mas aqui impunha-se a melhor escolha para este arranque e o Benfica já está na estrada, a fazer o primeiro estágio”, continuou Lagos, confirmando que a equipa ainda não tem um patrocinador principal, mas há vários “candidatos” a quem terá de demonstrar que os “valores solicitados são justos”, devido à “ambição” do projecto.

A equipa “encarnada” vai ter um orçamento de 2,5 milhões de euros por ano, durante cinco épocas, e a tarefa de angariar essa verba e geri-la cabe por inteiro à LagosBike, enquanto o Benfica “investe” o seu nome e algumas instalações.

João Lagos, que negou conversações com Sporting ou FC Porto para formarem igualmente equipas profissionais de ciclismo, desejou que “outros emblemas, por iniciativa própria ou de outras entidades, se disponham a dar esse passo, seguindo o exemplo do Benfica, neste desporto extremamente popular”, já que seriam uma “mais-valia”.

Sobre a organização da Volta a Portugal, cujo orçamento ronda os seis milhões de euros, Lagos revelou que “já houve conversas no sentido de prolongar” o acordo com a Federação Portuguesa de Ciclismo - União Velocipédica Portuguesa para lá do prazo estipulado (2010), num negócio que “não é da China”, mas é uma “operação lucrativa”.

Redacção Sportugal

[b]

És sportinguista e investes nos ORCS???[/b]

O homem antes de ser sportinguista é empresário. Nada a criticar. :arrow:

Para o Lagos é um negócio que ele perspectiva lucros para a sua empresa.Já houve empresas que apoiaram o Sporting que são geridas por benfiquistas ou portistas. Não vejo mal nenhum nisso. Eu pessoalmente tenho sérias dúvidas que este projecto do ciclismo do Benfica vá da lucros às empresas do Lagos, mas não tenho dúvidas que é bom para o Benfica (se realmente se confirmar que não há gastos do próprio clube, ou gastos minimos …). Quando se falou na hipótese do Sporting avançar com uma equpa de ciclismo, os nossos dirigentes não mostraram interesse … não sei os detalhes.

O homem antes de ser sportinguista é empresário. Nada a criticar. :arrow:

Eu não o faria. E não consigo compreender quem o faz.

Se o Figo é figura de centenário qq um pode ser.

O Lagos quis apostar no ciclismo, o Sporting não o tem, o benfica tem. neste sentido nada a apontar, se o Sporting tivesse ciclismo e oferecesse as mesmas condições do benfica aí sim se podia dizer alguma coisa.

Preocupem-se é com os anti-sportinguistas que temos dentro de casa, não com aqueles que pelo menos não prometem nada a ninguém.

Em primeiro lugar estao os $$$$$$

não sabia que o lagos tava metido nisto… assim o ciclismo do benfica tem grandes hipóteses de ter sucesso…é que nestas coisas o lagos não brinca…

não sabia que o lagos tava metido nisto... assim o ciclismo do benfica tem grandes hipóteses de ter sucesso...é que nestas coisas o lagos não brinca...

O director é Orlando Rodrigues e um dos ciclistas o Azevedo.

o investimento do clube recreativo da luz nas suas modalidades e’ astronomico comparado com o nosso… so’ no ciclismo eles canalizaram2 milhoes de euros

Como é que eles podem e nós não?

MadeiraLion escreveu:

pedro baleia escreveu: não sabia que o lagos tava metido nisto... assim o ciclismo do benfica tem grandes hipóteses de ter sucesso...é que nestas coisas o lagos não brinca...

O director é Orlando Rodrigues e um dos ciclistas o Azevedo.

nunca gostei do orlando rodrigues, mas era grande fã do azevedo…que para mim agora… morreu!

mas continuo a achar que vão ter sucesso, o lagos não se mete em coisas sem ter certezas quase absolutas de sucesso! e apesar de para mim estar morto…azevedo é um grande ciclista…

o que mais me chateia é que segundo ouvi dizer, os donos de uma das maiores equipas portuguesas (julgo que a milaneza/maia…) são grandes sportinguistas, que segundo se consta nos “círculos privados” desejam que o sporting lhes proponha uma parceria para dar o nome à equipa… mas da parte do sporting…nada…

[quote=“pedro baleia”]MadeiraLion escreveu:

pedro baleia escreveu: não sabia que o lagos tava metido nisto... assim o ciclismo do benfica tem grandes hipóteses de ter sucesso...é que nestas coisas o lagos não brinca...

O director é Orlando Rodrigues e um dos ciclistas o Azevedo.

nunca gostei do orlando rodrigues, mas era grande fã do azevedo…que para mim agora… morreu!

mas continuo a achar que vão ter sucesso, o lagos não se mete em coisas sem ter certezas quase absolutas de sucesso! e apesar de para mim estar morto…azevedo é um grande ciclista…

O Azevedo é um portista assumido.

Como é que eles podem e nós não?

o sporting é um velhinho sentado no banco de jardim, que espreita calmamente o jovem de 20 e tal anos com a namorada ao colo, em braços, de encontro a uma árvore. A dada altura faz a mesma pergunta que acabaste de fazer.

Com esta metáfora já sabes a resposta… :).

Como é que eles podem e nós não?

o sporting é um velhinho sentado no banco de jardim, que espreita calmamente o jovem de 20 e tal anos com a namorada ao colo, em braços, de encontro a uma árvore. A dada altura faz a mesma pergunta que acabaste de fazer.

Com esta metáfora já sabes a resposta… :).

:arrow:

Tanto quanto sei, o homem em conversas preliminares para avaliar as condições da criação de equipa, até falou primeiro com pessoas do Sporting que não mostraram abertura à ideia. Depois foi falar com os lampiões e eles mostraram abertura e ele mostrou-lhes o projecto que acabou por ir para a frente. Antes disto, segundo sei também, no ano passado o homem tentou formar um clube de ciclismo que unisse os dois grandes de Lisboa, o Benfica e o Sporting. Mas as pessoas não se mostraram interessadas.

O ciclismo é o típico desporto que hoje em dia não é viável em clubes. As equipas têm de ser formadas por empresas que se dispõem a patrocinar, caso contrário só dá despesas aos clubes. Porque se as empresas ainda investem para ter retorno em publicidade, um clube investe mas só tem retorno em glória desportiva e muito prejuízo económico.

A prova disto é que não existe nenhuma grande equipa mundial de ciclismo que seja de um clube desportivo. São todas elas formadas por empresas.

a ideia não era o sporting ser dono da equipa, a ideia era o sporting dar algumas consições e o nome, associando-se a uma equipa já existente, que mantivesse os patrocinios, e a partir desse momento seria muito mais fácil, penso eu, arranjar novos patrocinios, pois a visibilidade de uma equipa associada a um grande clube seria muito maior do que sem o nome do clube envolvido!

não podem ser também nefligenciadas as receitas com o merchandising que se venderia a mais!