Instituto Camarinha

Se calhar vou armar zaragata no fórum, mas achei tão engraçado que não resisto. :smiley:

No Correio da Manhã:

Zezé Camarinha: Instituto contra afirmação gay

A criação de um denominado Instituto de Salvação dos Homens é a última cruzada de Zezé Camarinha, o conhecido ‘playboy’ da Praia da Rocha, irritado com a “cultura perversa que está a ser transmitida às crianças em vários programas de televisão nos quais os homossexuais são as figuras principais.”

Segundo Camarinha: “Não fomos feitos para gostar das pessoas do mesmo sexo e não podemos impor esses princípios nos jovens, sob o risco de num futuro próximo a taxa de natalidade de Portugal, que já é das mais baixas do Mundo, sofrer uma quebra acentuada. Qualquer dia não temos crianças e ninguém toma medidas…”

O Instituto de Salvação dos Homens “surge como resposta à crescente afirmação da homossexualidade. Querem casamentos gay? Façam-no mas não permitam a adopção de crianças por esses pseudocasais, alguns dos quais irão assinar os papéis apenas para usufruírem de benefícios fiscais… E, no dia em que admitir esses casamentos, o Governo terá de autorizar, igualmente, a poligamia, pois várias mulheres irão ficar sós e precisam de um homem a seu lado…”

Zezé Camarinha lamenta que “muitas mulheres, nos dias de hoje, cheguem a casa e encontrem os seus homens com um parceiro na cama. Outras passam meses sem ter relações sexuais. Há muita gente infeliz e desesperada por este tipo de situações e o Instituto de Salvação dos Homens – que tem registado uma grande aceitação entre as mulheres – pretende dar respostas, através de acompanhamento médico e psicológico e outro tipo de ajudas”.

O Instituto “está a dar os primeiros passos com vista à legalização”, e Zezé Camarinha já definiu uma das regras para a aceitação de sócios. “Os homens precisam de trazer uma declaração médica a garantir que nunca foram penetrados no ânus. Não queremos infiltrados…”


:lol: :lol: :lol:

Camarinha a mostrar ao mundo capacidades cerebrais e filantrópicas até agora desconhecidas… Puro génio. :lol: Se o homem tem assim tanta sede de protagonismo, metam-no a treinar o Benfas. :twisted:

(...) e o Instituto de Salvação dos Homens – que tem registado uma grande aceitação entre as mulheres – pretende dar respostas, através de acompanhamento médico e psicológico e outro tipo de ajudas”.

Outro tipo de ajudas?..

O que tu queres sei eu, pá!! :lol: :lol: :lol:

Realmente o problema da homossexualidade, é a baixa taxa de natalidade. Realmente… eu que me batia por outros valores morais, e vem este génio descortinar, algo que ninguém tinha sequer pensado. Mau, mau, é um jornal, apesar de ser o CM, dedicar algumas linhas a esse ser.

Acho o tipo um bocado incoerente…

O gajo quer a febra toda para ele e está contra os gays??!! :shock:

E depois fala na natalidade mas anda é a “comer” a camonada?!! :roll:

Este é quase tão mau como o Cavaco… não admira, devem ser praticamente vizinhos…!!! (ui que vou levar dos algarvios).

PS. Oh zeze isto não tem nada que ver contigo pois não pah?

“Os homens precisam de trazer uma declaração médica a garantir que nunca foram penetrados no ânus. Não queremos infiltrados...”

:lol: só este gajo pa me fazer rir…

estúpido que nem uma porta…

Estou totalmente de acordo com o Camarinha e solidário com ele.
Tudo o que quebre o politicamente correcto que tenta obrigar o pessoal a aceitar esse lobby gay tem o meu apoio total, por muito descabido e bizarro que seja… :arrow:

o Camarinha é de partir o coco, adoro quando vejo mulheres incendiadas com o camarinha quando na boa verdade se o Camarinha é o que é hoje a culpa é das mulheres.

Nunca me esquece o baile que ele deu aquela trupe de ressaibiadas mal comidas do programa Rosa Shock, levaram-no lá para gozar com ele e ele levou-as ao desespero, chegando a pontos de oferecer-se para fazer da Júlia Pinheiro (essa ressaibiada) uma mulher feliz e satisfeita.

Quanto ao instituto do Camarinha é obviamente uma iniciativa ridícula de homofobia mas encerra uma questão importante e à qual ninguém liga: a crescente preponderência do lobby gay na nossa sociedade. Eu não tenho nada contra os panascas desde que não se metam comigo, se tivesse um amigo panasca nunca lhe viraria as costas (não só pq prezo a amizade mas também porque prezo as costas) mas quando vejo panascas (ou qq outro tipo de grupo) associar-se para influenciar, arranjar empregos uns aos outros em prejuízo dos critérios justos sobre os quais deve assentar o curso normal do dia a dia isso preocupa-me.

Incitatus, também sou contra o lobby gay, e tudo o que quebre os valores morais que defendo. Mas daí a concordar com este gajo, ainda vai um bocado.

Será que vamos ter um

Esquadrão G vs Instituto de Salvação dos Homens ???

lol :smiley: :twisted:

:o :o :o

Ponto prévio, o Camarinha é o maior! :smiley:

Portugal é um país de excessos, sejam eles na forma de camarinhas ou na forma de esquadrões G! :roll:

Lobbys sou contra todos, seja o lobby gay, o lobby das farmácias, o lobby dos partidos ou outro qualqer, lobby é lobby e portanto condenável! :arrow:

Inci,

Eu também acabo por estar de acordo com as preocupações do Camarinha, não exactamente pelos mesmos motivos que ele, nem sequer pelos mesmos que tu. A mim não me repugna mais o lobby gay do que qualquer outro lobby, seja o “de Macau”, o socialista, o laranja, o judeu, ou qualquer outro. Os lobbys existem, goste-se ou não, há que viver com eles e limitar quanto possível a influência perversa que possam ter.

O que acho é que o folclore do Camarinha prejudica a credibilidade de uma luta civilizacional importante que neste momento se trava, entre a sociedade dita “normal” (nem precisa de ser conservadora) e o modelo alternativo defendido pelo lobby gay e suportado por uma força política. Se o Camarinha for o porta-estandarte do lado “normal”, a luta está condenada a perder-se.

Ah ganda Zezé! :smiley:

O detalhe dos “infiltrados” é lindo… :mrgreen:

entre a sociedade dita "normal" (nem precisa de ser conservadora) e o modelo alternativo defendido pelo lobby gay e suportado por uma [b]força política[/b].

Acho que pior que o suporte de uma “força política”, é o suporte dos meios de comunicação, que são o molde da opinião pública. Mas concordo quando dizes que se é o Camarinha o “porta-estandarte” do lado “normal”, condenamo-nos a ver o lobby gay com mais influência.

Eu não tenho nada contra os panascas (...)

:lol: :lol: :lol: :lol:

O Camarinha está na minha galeria de heróis! Desde o programa referido pelo Mauras, onde eu torcia por ele como pelo SCP num jogo contra os lamps que se tornou num ídolo.

Quanto ao lobby gay…é mais um. Para já, é necessário cuidado com a conotação da palavra lobby, que por cá é usada quase sempre como uma coisa negativa.

Se lobby = grupo de gestão de influências com fins pouco éticos, ilegais ou ilegítimos, obviamente sou contra. No entanto, o “gay” é apenas mais um que se tem juntado a outros, alguns bem piores…

A.A.

PS - O lobbying é uma actividade legal nos EUA, onde tratam muito bem deste tipo de questões: há quem o faça às escondidas? Então torna-se legal para que todos o possam fazer de acordo com determinada regulamentação.

Para quem não sabe, o Esquadrão G é a adaptação nacional do “Queer Eye For The Straight Guy”, programa líder de audiências e estandarte de tudo o que é lobby gay por esse mundo fora. :slight_smile:

Concordo absoluamente no mau exemplo dado, mas não vejo mais ninguém a dizer nada, ou a fazer sem serem os grunhos Skins…

Concordo absoluamente no mau exemplo dado, mas não vejo mais ninguém a dizer nada, ou a fazer sem serem os grunhos Skins...
Pois, esse é um problema... :x

Apesar de tudo quero acreditar que o desastre de audiências que estão a ser os programas da SIC sobre o mundo da maricagem pode representar uma repulsa íntima da nossa sociedade em admitir esse estilo de vida como normal e merecedor do mesmo tipo de dignidade jurídica. Pode ser que nos safemos de seguir o triste exemplo dos nossos vizinhos espanhóis.

Não te safas porque a Maçonaria Espanhola e Portuguesa, finalmente conseguiram estar no poder ao mesmo tempo, vem aí muita coisa marada…

Wait and Bleed…

P.S- Alberto João na sua ultima intervenção tinha toda a razão, só que já ninguém lhe liga…