Hoquéi em Patins Masculino - Época 2023/2024

Esta merd* de treinador está a levar um banho tático do NL!

Para não falar do Dominguez…

O Afonso é do crl, como lá no fundo, não deve acreditar minimamente neste Dominguez, colocou lá o Pauls para lhe passar as responsabilidades do treinador ainda ser o mesmo

Tiros nos pés!

1 Curtiu

https://twitter.com/SCPModalidades/status/1698362563791044730?s=20

Jogo deprimente e desprestigiante!

O Sporting até pode ganhar este jogo (é o mais previsível), mas continuo a achar inconcebível este treinador começar a nova época no cargo.

Nem a ilusão se vende.

2 Curtiram

GOLOOOOOOO!!!

Leão gif

SPOOORTIIING!!!

Mais do mesmo que vai ser esta epoca. Temos o melhor jogador do mundo rodeado de mediocridade

GOLOOOOOOO!!!

Leão gif

SPOOORTIIING!!!

Bolas paradas continua o mesmo registo das últimas épocas. Fraco aproveitamento

GOLOOOOOOO!!!

Leão gif

SPOOORTIIING!!!

GOLOOOOOOO!!!

Leão gif

SPOOORTIIING!!!

Só mais um banho… Tal como na final da Taça, independentemente do roubo de arbitragem…

Mas houve quem me “batesse” por preferir um Nuno Lopes a este inútil argentino…

1 Curtiu

Alguém sabe o resultado do sorteio da Taça Jesus Correia?

O site da AP Lisboa anunciou que o sorteio foi feito no dia 22, mas até ver nada consta em lado nenhum…

https://twitter.com/SCPModalidades/status/1698379483273666642?s=20

Não gostei!
E não percebo como se convidam os Ferrucios depois do que passou no final da Taca

O Sporting Tomar é a filial nr 1 do Sporting, por isso um bocadinho de respeito. Lá por terem esse otario nos quadros, a ligação entre o Sporting e o Sporting de Tomar é muito maior que essas quezílias.

3 Curtiram

Visto por esse prisma!

1 Curtiu

Foto Sérgio Martins

TROFÉU STROMP FICA EM CASA

Por Sporting CP
03 Set, 2023

HÓQUEI EM PATINS

​Hóquei bate SC Tomar na apresentação aos Sócios e adeptos (4-2)

Em dia de apresentação aos Sócios e adeptos no Pavilhão João Rocha, a equipa principal de hóquei em patins do Sporting Clube de Portugal levou a melhor sobre o SC Tomar por 4-2, este domingo, conquistando dessa forma mais uma edição do Troféu Stromp, a sétima consecutiva.

Numa tarde especial, que contou com a presença de todos os escalões de formação da modalidade e muitos Sportinguistas nas bancadas, foi revelada a constituição do plantel para a nova época. Os jogadores foram anunciados um a um, sendo que nove deles transitam do último ano e há dois reforços: Rafael Bessa e o argentino Facundo Bridge, ambos vindos da AD Valongo.

Em seguida, como é já tradição, o capitão Ângelo Girão e o treinador Alejandro Domínguez dirigiram-se aos adeptos com uma mensagem de boas-vindas. O primeiro prometeu “toda a entrega do Mundo e luta para trazer títulos para o Clube”, enquanto o segundo assegurou que a equipa dará sempre “o máximo” para que os Sportinguistas sintam “orgulho” nos seus jogadores.

Quanto à partida propriamente dita, não começou de feição para o Sporting CP. Os Leões acusaram algum nervosismo e perderam várias bolas em zonas proibidas, num início de jogo intenso, com muitas faltas e no qual o SC Tomar beneficiou das melhores oportunidades. Ainda assim, na baliza estava Ângelo Girão, que foi impedindo que os visitantes abrissem o placard.

Ao fim de apenas sete minutos, Alejandro Domínguez pediu o primeiro timeout e trocou todos os jogadores de campo para tentar levar a cabo uma reacção. No entanto, acabou por ser o SC Tomar a facturar o 0-1 aos 9’, através de Franco Ferruccio, e apesar de o Sporting CP até ter equilibrado o encontro, aos 21’ Pedro Martins também marcou, dilatando para 0-2 ao intervalo.

No regresso para a segunda parte, chegou a resposta Leonina. O Sporting CP melhorou, imprimiu maior velocidade e criou mais desequilíbrios, encurtando sem surpresa para 1-2 logo aos quatro minutos, na recarga de Toni Pérez a um primeiro remate de Matías Platero. Pouco depois, João Souto podia ter dado o golo do empate, na marcação de um livre directo, mas permitiu a defesa.

Muito disputado, o jogo assumiu uma toada de parada e resposta, com a turma de Alvalade a defender melhor e a encontrar outras soluções na transição. Dito isto, aos dez minutos Nolito Romero ofereceu o 2-2 a João Souto, que só teve de encostar certeiro, e depois Alessandro Verona desperdiçou um penálti, enquanto Nolito Romero e João Souto falharam livres directos.

Apesar da subida de produção verde e branca, o SC Tomar nunca se vergou e também podia ter marcado de bola parada. Franco Ferruccio não conseguiu concretizar dois livres directos, o segundo após a décima falta Leonina, e em menos de um minuto, aos 19’ e 20’, o Sporting CP marcou duas vezes, por Nolito Romero e Toni Pérez (bis), que deram a primeira vantagem (4-2).

Na recta final, os Leões baixaram as linhas e o SC Tomar pressionou no campo todo, para condicionar a saída de bola e poder insistir no ataque. Guilherme Silva falhou um penálti, defendido com mestria por Ângelo Girão, e apesar das tentativas visitantes, nada surtiu efeito, pelo que o triunfo sorriu aos da casa, numa tarde com momentos bons e outros menos bons.

Agora, o primeiro jogo oficial da temporada 2023/2024 para a equipa de hóquei em patins está agendado para 15 de Setembro, com a AD Valongo, a contar para os ‘quartos’ da Elite Cup.

Sporting CP: Ângelo Girão [GR] [C], Toni Pérez, Nolito Romero, Alessandro Verona e Ferran Font; Zé Diogo [GR], Rafael Bessa, Facundo Bridge, Henrique Magalhães, Matías Platero e João Souto.

DAVID PEREIRA: “FOI BOM VOLTAR A CASA”

Por Sporting CP
03 Set, 2023

HÓQUEI EM PATINS

​Reacção do treinador-adjunto Leonino após a conquista do Troféu Stromp

No final da conquista do Troféu Stromp frente ao SC Tomar (4-2), o treinador-adjunto da equipa de hóquei em patins do Sporting Clube de Portugal, David Pereira, reconheceu que os Leões não estiveram bem até ao intervalo, quando se encontraram a perder por 0-2, mas conseguiram depois responder na segunda parte, com quatro golos que resultaram na vitória verde e branca.

“A primeira parte não foi tão bem-conseguida como queríamos, sendo que havia um plano de jogo a cumprir. Ainda assim, demos uma boa resposta na segunda parte. Foi bom voltar a casa, mas certamente ainda vamos melhorar”, disse o técnico à Sporting TV, ele que esta época passou de analista a adjunto e liderou a equipa neste jogo por Alejandro Domínguez estar castigado.

David Pereira deixou depois uma palavra aos muitos Sportinguistas que marcaram presença no Pavilhão João Rocha. “Quero agradecer aos que vieram apoiar o hóquei em patins. Demonstra que acreditam na equipa e nós vamos dar tudo para dar títulos e alegrias aos adeptos”, frisou.

O adjunto Leonino sublinhou também que “a resposta dos jogadores tem sido positiva” nesta pré-época, pelo que agora importa “crescer cada vez mais”, a começar pela participação na Elite Cup, a primeira competição oficial da temporada que arranca no próximo dia 15 de Setembro.

“Vamos de jogo em jogo e de competição em competição, a preparação está a ser feita tendo em vista todos os títulos. Primeiro vem a Elite Cup, na qual vamos começar por defrontar uma excelente equipa [nos quartos-de-final], a AD Valongo, que tem muitos jogadores novos. Se as coisas correrem bem, depois apanharemos outro adversário difícil, temos de pensar jogo a jogo”.

Já Rafael Bessa, um dos dois reforços para a nova temporada, corroborou a ideia partilhada pelo técnico, de que o arranque da partida não foi o melhor, mas depois a equipa subiu de produção.

“A primeira parte não nos correu bem, notou-se alguma ansiedade por ser o primeiro jogo em casa. Na segunda metade, melhorámos imenso e deixámos de dar tantas oportunidades ao SC Tomar. O nosso jogo evoluiu e o resultado beneficiou-nos”, analisou o avançado, antes de abordar o facto de esta ter sido a estreia a actuar no Pavilhão João Rocha como jogador da casa.

“É uma sensação completamente diferente. Já tinha jogado aqui como adversário, mas fazê-lo com o público a puxar por nós é diferente. Sinto-me muito feliz, é uma experiência inacreditável da qual desfrutei ao máximo e vou continuar a desfrutar em todos os jogos que tivermos aqui”.

Por fim, Rafael Bessa garantiu que a integração no plantel tem corrido da melhor forma. “O facto de ter vindo do mesmo clube que o Facundo Bridge acaba por facilitar um pouco, pois já temos uma relação pessoal. Ainda assim, a adaptação tem sido fácil e rápida, o grupo recebeu-nos muito bem. Claro que há sempre dificuldades a nível táctico e técnico, mas está a correr bem. Ainda estamos no início do caminho, mas espero que no final da época possamos ser felizes”.

Não foi uma exibição muito conseguida.