GPS Sporting

Conheço mal o produto para saber quais são as características que os consumidores mais valorizam. Aquilo que o Majestade aponta - a camisola - pode ser entendida como um incentivo lateral à compra, mais que propriamente um elemento de diferenciação. Agora a questão não é o que ser quer mais - é que a localização dos núcleos não serve rigorosamente para nada e a ninguém.

Se me disseres que não há custos e qualquer valor referente a qualquer aparelho que se venda é lucro, podes ter razão. Mas a TBZ não trabalha de borla, e se calhar podia ter feito um trabalho que proporcionasse uma maior expectativa de vendas.

Adepto jovem no seu processo de seleccão de Clube…

… “Hmmm… estou há uns tempos para comprar um TomTom… hmmm, e tenho aqui 3 para escolher, qual será o melhor? Bem, é tudo da mesma, TomTom, TBZ, depois a diferenca está na cor… ora, isto vermelho é capaz de ficar assim melhorzito, tendo em conta o contexto… ah e está aqui escrito que tem as casas do benfica no GPS, que porreiro, deixa lá ver.”

Obviamente que estou a exagerar, mas este conceito de “é igual ao litro” só impede a fidelizacão e angariacão de Sportinguistas para o Clube… basicamente, é como se os 10 milhões de portugueses já tivessem todos um Clube e pronto - toca a dar-lhes produtos para eles comprarem… quem quiser compra, quem não quiser não compra.

Tipo igual ao litro… se ganhar ganha, se não ganhar não ganha. :inde:

so para alguem que ande muito distraido. a TBZ salvo erro trabalha com clubes de todo o mundo.

nao concordo angel, uma pessoa que ande muito de carro pelo país, em dias em que tenha de ficar a dormir no local sem ser o seu lar e se o SCP jogar pode encontrar os nucleos e ir lá ver o jogo.

ora ai esta o publico alvo ideal. quantas pessoas serao?.. :think:

A serio podes arranjar um argumento melhor, porque os ha.

O facto de estarem lá os extras não te estorva em rigorosamente nada, o alvo sao todos os Sportinguistas que querem adquirir um GPS Iberia, sem excepção. :arrow:

Os extras usas quando necessitares deles, podes acrescentar, apagar, editar, o que quiseres. Portanto não percebo a urticária dos Sportingusitas de terem ao seu dispor, SE QUISEREM, um GPS tomtom com um pack de nucleos Sportinguistas.

Em termos de diferenciação Eu acho que colocar os núcleos é de facto uma boa Ideia. Eu colocava também o Museu de Leiria…

Eu acho que o acordo com a TBZ é anual e geral e o SPORTING concorda ou não com os lançamentos propostos, propõe alguns e ganha em percentagem, autorizando o uso do Nome/Marca…

Processo de Selecção de Clube!? Num GPS??? Carta=18 anos, Gps=Carro… Rídiculo!!!

:arrow:

Ja tinha comentado num outro topico para a falta de diversificacao de produtos/ideais que iria resultar da entrega da exploracao a TBZ. Com produtos iguais onde o que muda e a cor, as receitas de marketing do sporting comparativamente (%) as dos outros 2 clubes n sofrerao alteracoes (ou minimas dependendo mais da capacidade de compra de sportinguistas vs outros). E, na minha opiniao, e exactamente isso que tem que mudar.

Também pode ver a morada no “site” e introduzi-la no GPS… Bombas de gasolina ou oficinas seriam, em abstracto, sem ligar à diferenciação, mais úteis.

Angel os GPS são editáveis ao gosto de cada um, podes fazer isso que dizes memso tendo o pack dos nucleos, portanto não entendo que mal tem haver disponivel para ti, Sportinguista, caso queiras comprar um GPS, um no mercado com um pack de extras sobre o mundo Sporting a nivel nacional, melhores caminhos para o estádio, nucleos, etc etc.

Portanto é juntar o util ao agradável. Se querias comprar um GPS e ainda por cima há um patrocinado pelo teu clube, que oferece uma camisola, com os extras que só usas quando precisares, parece-me uma boa opção. A única coisa que aqui me emperra é o preço na FanLab mesmo.

Serve para o pessoal saber onde fica o pavilhão onde as equipas de andebol e futsal jogam. :mrgreen:

São mais úteis para o público em geral. Mas a cena dos núcleos tem especial utilidade/interesse para os sportinguistas. E o objectivo era esse, corresponder a um interesse de um nicho de mercado neste caso composto por sportinguistas.

Não compreendo o busílis.

Oh Celsus, olha que essa saiu-te mesmo ao lado companheiro. :slight_smile:

Então e algum jovem que esteja num processo de escolha de clube, o faz através de um GPS?

Só o facto de apenas podermos ter a carta aos 18 anos ridiculariza a tua teoria e depois numa questão um pouco mais lógica, quem é o jovem que escolhe um clube através de um GPS?

É claro que era muito mais bonitos termos um GPS unicamente trabalhado e fabricado pelo Sporting sem ter que estar associado ao dos nosso rivais mas vocês acham que o Sporting ia perder dinheiro no fabrico de um GPS sob forma de Marketing? Claro que não. O Sporting tem um contracto anual com a TBZ, onde a mesma se responsabiliza pelo Marketing do nosso clube. Nós só temos de aceitar ou recusar as propostas que nos são entregues. Se o Sporting vir que o dinheiro que dispendeu no contracto com a TBZ irá ter qualquer tipo de retorno nesta manobra da TBZ, então aceite-se a proposta e ponha-se à venda.

Um Sportinguista que queira comprar o GPS, não vai deixar de fazê-lo só porque tem um encarnado e um azul ao lado.

Não te preocupes que o exemplo teve o seu quê de ridículo, mas a ideia nem era ser muito verídico.

A questão está na originalidade do produto (ou falta dela). As galinhas têm hoje mais adeptos que o Sporting não porque eles tenham acordado um dia, olhado à volta e visto que tinham mais adeptos, mas sim porque ganharam mais durante muitos anos quando comparado com os seus rivais - o mesmo acontece com o Porto dos últimos 20 anos. Se queremos lutar pela sobrevivência do Sporting enquanto Clube e ganhar terreno aos adversários temos de ser mais competitivos a todos os níveis, incluindo no Marketing mais básico. É esta a big picture…

É óbvio que o GPS foi mais ou menos um pretexto para desancar no problema acima. :mrgreen:

A utilidade que eu citei aparece em caso de necessidade ou emergência.

Tem mesmo?

Pontos de Interesse para os Sportinguistas no GPS
:arrow: http://www.sporting.pt/incsporting/tomtom/pois_scp.zip

GPS Sporting apresentado por Soares Franco

O presidente do Conselho Directivo do Sporting, Filipe Soares Franco, apresentou, no auditório do Estádio José Alvalade, o GPS do Sporting, numa parceria com a TOM TOM, líder no fornecimento de sistemas de navegação. Nesta apresentação estiveram também Benoit Simeray, vice-presidente da TOM TOM, e João Barroqueiro, presidente da TBZ.

Filipe Soares Franco considera que este produto, único no mundo, “traz as novas tecnologias, não propriamente para o jogo, mas para servir a sua comunidade numa fase em que o GPS já faz parte da vida de muita gente”. Já João Barroqueiro reafirmou que a parceria Sporting/TBZ tem ultrapassado as expectativas e que este lançamento só vem dar continuidade à estratégia de juntar a marca Sporting a outras grandes marcas. Também Benoit Simeray se mostrou bastante satisfeito com esta parceria que “procura juntar a paixão do futebol com a parte funcional dos produtos TOM TOM” e promete, a quem comprar este produto, novas funcionalidades relacionadas com o Clube.

Este equipamento, já disponível na Fanlab, por 249 euros, está pronto a navegar, é fácil de utilizar e cabe facilmente no bolso devido ao seu design leve e portátil. Contém, no software, mapas de Portugal e Espanha e ainda a localização do Estádio José de Alvalade e de todos os núcleos sportinguistas espalhados pelo país.

Quem comprar este produto Sporting recebe ainda uma camisola oficial e um tapete de rato.

Texto: Francisco Sá
Fotos: Rui Contreras

www.sporting.pt

Felizmente só hoje tive oportunidade de escrever no fórum. Houve aumento da família(uma menina ) e está para breve (se tudo correr bem, quando for a Lisboa) aumentar o número de sócios do Sporting.

Em relação ao GPS é engraçado que a noticia estava no site leonino desde segunda, ainda pensei em coloca-la mas a falta obvia de tempo, impossibilitou.
Achei engraçado que só dois dias depois quando saiu no pasquim das galinhas tenha a noticia vindo para o site em dose dupla, diga-se.

O Real Madrid abriu um concurso internacional para “entregar” a gestão do seu merchandising e a TBZ ganhou contra todas as expectativas.

A diferenciação é importante mas é muito muito cara. Não há milagres. Portanto a diferenciação só é rentável (de uma maneira geral) nos produtos de gama média-alta. O Sporting tem aí feito algum trabalho. Lançou um relógio, o relógio oficial época 2007/2008 numerado e limitado a 999 unidades. O que se disse no fórum: que era uma vergonha que se lançava produto para uma minoria. É obvio que o produto é para uma minoria, nem podia ser doutra maneira, a diferença e a qualidade paga-se. Como lançou a o vinho da Herdade do Esporão que obviamente é para uma minoria porque é de qualidade e diferenciado.
Existe uma parte dos Sportinguistas que tem poder de compra e à que aproveitar, como existem galinhas e andrades, e eles sem problema nenhum aproveitam, nós dizemos mal.

As críticas ao GPS foram deliciosas. Criticou-se que as galinhas e os andrades também tinham. E engraçado que a noticia chega aqui pelo pasquim das galinhas (não é uma critica ao Nuno Lapa, obviamente) mas houve logo quem acha-se que as galinhas e os andrades terem o produto seria o fim do mundo. Infelizmente nos produtos de gama media e baixa essa é uma realidade incontornável. As economias de escala a funcionarem.
Para nosso azar o Sportinguista Medio é muito bom a criticar tudo e o seu contrário, mas muito mau a comprar. Isto leva a que as nossas vendas sejam menos de metade dos nossos rivais. Num mercado pequeno e em recessão não ter um parceiro como TBZ era obviamente suicídio. Claro que alguns querem tudo e o seu inverso.

O GPS é quanto a mim um produto ideal para o Sportingista Médio. É um produto para a classe media que viaja. Que visita lugares em trabalho e lazer. E muito mais apropriado que a galinha médio que dificilmente sai dos arredores de Lisboa excepto para vir para o Algarve apanhar bichas.
Em vez de comprar um da Marca compra-se um do Sporting e junta-se o útil ao agradável que é receber uma camisola e um tapete de rato e ajuda-se o clube e tem a localização dos núcleos o que é engraçado e pode dar jeito.
Eu sei que a ideia de ajudar o clube é uma heresia própria de carneirinhos acéfalos como eu.
Eu, que estava pensando em comprar um GPS, talvez ofereça como prenda de Natal a mim mesmo um GPS do Sporting.

Parabéns pela Leoa, talves a partir de Março seja preferível não a deixares sair à Rua é que que está a chegar o Leão Diogo ;D

Sobre o GPS, nem vale a pena discutir mais sobre a forma Rídicula em que argumentaram quem só gosta, quer e prefere falar mal…neste caso foi gritante…em outros até podem ter razão…

Old Lion, Se estás a fazer de Pai Natal Gps e como sou um da classe Leão-Médio a minha peuga está disponível :rotfl:

Para os lamps é que nao tem de certeza. És lamp? :twisted:

Esta estratégia de entregar o merchandising da marca Sporting a uma empresa que gere também os outros rivais é de toda muito nociva. Os produtos lançados são sempre iguais só as cores é que mudam… Esta ideia está ao nivel da dos direitos de imagem entregues por tuta e meia a Olivesdesportos.

Aqui sim é de apontar o dedo e pedir um pouco mais de originalidade e exclusividade na forma como a marca Sporting é comunicada.