Futsal - Época 2020/2021 - CAMPEÕES EUROPEUS!

Os mansos podem baixar a bolinha, os outros não.

Toda a consideração pelo enorme treinador que é o Nuno Dias, todo o respeito para a análise técnico-táctica que o fez pedir o Miguel Ângelo à estrutura.

Termos a estrutura, a quem cabe analisar o resto — o Nuno Dias só tem de analisar o aspecto desportivo essencial, as qualidades e virtudes do jogador dentro da quadra —, a ser incapaz de explicar ao treinador que não pode ser porque há opções que não se tomam por um jogador destes (que não é um craque) e por um profissional destes é que já é cómico.

Ou seja: o Nuno Dias pode dizer o que lhe apetece e pode pedir os jogadores que entender, faz parte do seu trabalho. A culpa não é dele. Antigamente o senhor que agora é presidente dizia (e antigamente é nas eleições) que havia jogadores que com ele não viriam porque os treinadores e os olheiros só olham para o aspecto técnico-táctico-físico e o aspecto comportamental tem de ser quem está acima a defender os interesses do Sporting e a gerir os destinos da instituição a ter em conta. Afinal era conversa para boi dormir.

4 Likes

Off-Sporting

o Tiago Brito tmb deve voltar a Braga.

Tens toda a razão no que escreves, mas o lema é “fazer mais com menos”. O desinvestimento vai continuar e o Nuno Dias sabe perfeitamente isso, portanto prefere ir buscar jogadores que conhece porque assim sabe com o que contar.

1 Like

A questão é que o M. Ângelo é FL e tem rodagem de seleção, jogos de Champions… Para rodar com Merlim e Pany o Nuno acha que é a opção mais válida dos FL que estão disponíveis…

Se é por uma mera questão de rotação não há gajos que não destoem tanto em qualidade do Miguel Ângelo e que não signifiquem ter de nos rebaixarmos ? Sei lá, um Marcio Moreira, Mario Freitas ou Jair.

É que trazer um Miguel Ângelo não é uma mera contratação. É passar uma mensagem ao exterior que podem cagar neste emblema que não faz mal. E isto em prol de uma opção para rotação é ainda mais mórbido.

O Miguel Ângelo é que precisa do Sporting. O Sporting não devia precisar desse Gajo para nada.

6 Likes

isto.
E enquanto nós vamos buscar este lixo, que nenhum Sportinguista quer.
Eles vão buscar o bruno Cintra.

1 Like

Sendo talvez a modalidade mais próxima de mim e que mais sofro(tirando o futebol), não sei mesmo como vou fazer para o ano. Vou continuar a apoiar e a marcar presença no pavilhao(se Deus quiser) mas não vou dizer que se este gajo partir uma perna não vou ficar contente…

Nem comparem este gajo ao Ricardinho, o Ricardinho é um simples troglodita adepto de um clube rival, que tal como nos os insultamos a eles(nos com razão óbvio) eles fazem o mesmo conosco, nunca jogou portanto não nos deve respeito nenhum, este ser ao contrário do anterior jogou anos e anos com a nossa camisola, faltou ao respeito aos adeptos que sempre o apoiaram mesmo quando mostrava ser um jogador apenas medíocre(ao contrário do Ricardinho que é só um dos melhores de sempre).

2 Likes

O Mário Freitas seria a minha opção mas eu não sou treinador… a verdade é que mesmo o Brás prefere o MA. Só fazendo a pergunta directamente a eles o porquê da preferência…

1 Like

Eu continuava a aposta no Mamadú, acho que a vinda de um ala destro FL só vai lhe tirar espaço, até porque o Pany está um grande jogador e numa forma brutal

Se tivesse de ir ao mercado, preferia o regresso do Fábio Lima (isto tendo em conta que quer o Cintra, quer o Lúcio, já estão presos pelo Benfica)

Gosto imenso do Márcio, mas dentro do Sporting não é apreciado pela sua (baixa) mentalidade competitiva

O Mário Freitas não me convence para este nível

E ainda há a questão do Bruno Coelho…

O Edgar Varela está também numa bela forma em França, mas vale o que vale até pelo baixo nível competitivo
Gostava que para o ano voltasse a Portugal, aí seria melhor para o acompanhar de mais perto, mas continuo a duvidar que seja metade do que prometia, maldita lesão

PS: Esqueci-me do Nuno Miranda, mas acho que precisa de mais rotação na primeira liga

3 Likes

Cintra é considerado FL? Julgava que não.

De resto bom post. Concordo com tudo.

2 Likes

Nem é papel do treinador pensar noutra coisa que não na valia tecnico-táctica e física do jogador. A quem cabe zelar por outros aspectos é quem está mais acima.

Quanto ao resto que dizes, há um lado meio cómico: com os alas canhotos que temos, andamos preocupados é com o 3o ala destro do plantel ser “o melhor que há de FL”… prioridades…

Não temos que fazer esforço coisa nenhuma…esse FDP que vá pro ■■■■■■■, bem longe de Alvalade.

Espero que isto seja um pesadelo é este porco não venha.

2 Likes

Concordo! Eu esforçar-me-ei muito, vociferando, para que ele consiga ouvir os meus insultos.

1 Like

Eu não! A ver os jogos em casa, onde ninguém me ouve, costumo dizer coisas que não devo sobre os jogadores, agora no estádio ou pavilhão? Nunca teci um comentário grave sobre algum atleta - o máximo que digo é “não joga nada”, “só faz porcaria”, “é um cepo”…

De qualquer das formas, deveria ser revista a regra dos NFL. Usar este tipo de medidas demencialmente protecionistas como forma de valorizar o jogador português não vai fazer com que tenhamos mais fornadas de jogadores tugas como as do Ricardinho, Arnaldo, Benedito etc… As coisas não se resolvem só em proibir os clubes de contratar estrangeiros e o principal efeito, mais do que florescerem putos tugas bons em cada esquina, é a redução de qualidade competitiva do campeonato português.
Se formos a ver o Belém que teve ali taco-a-taco a discutir o título com o Carnide em 5 ou 7 jogos e que ganhou a taça tinha uma base alicerçada em jogadores brasileiros, como o Marcelinho, Caio Japa, Marcão ou Diego Sol.
Do que vi nos últimos anos, quando o jogador tuga tem qualidade é aposta. Seja num Carnide, Sporting ou num empréstimo a outras equipas onde a qualidade acaba por vir ao de cima. E a geração de ouro do futsal português brotou nessa fase, não quando se andava com leis demenciais para obrigar tudo a meter o jogador tuga.

Além do mais, desconheço verdadeiramente o estado do futsal de formação para perceber se é viável este tipo de processo. Do que me lembro, quando estava mais por dentro, o futsal de formação tinha pouca adesão, poucos atletas e muitos saltavam escalões. O Oscar, atual capitão do modicus, por exemplo, andou 2 verões a vir treinar à equipa do meu pai (Dragões Sandinenses) porque queria abandonar o futsal. Assim como conheço malta que jogava futebol em clubes da distrital de Azeméis e que se puseram no futsal com o boom da modalidade cá, acabando por jogar na primeira liga. Pode ter mudado, mas se as coisas continuarem como eram não faz sentido ter este tipo de regulamentos quando não se é uma modalidade suficientemente pujante na formação para atrair atletas.

1 Like

Isso é ao nível daquilo que senti com o regresso do Bruno Fernandes. Para mim a apreciaçãp sobre o BF nunca mais foi a mesma. Era pura indiferença.

Apoiava-o porque ele dava tudo, ou seja era profissional, mas a minha admiração pura por ele acabou no dia em voltou as costas aos Sportinguistas rescindindo.

Como o Miguel vai ser o mesmo, vou apoiar se ele se portar com profissionalismo, mas se der zero quem o contratou vai ter as orelhas sempre a arder.

8 Likes

Nem é por aí… Temos de separar as “condições” que damos ao ND em relação a FL e NFL.
Como o MA é FL temos de olhar para o mercado e que opções há disponíveis neste segmento para aquela posição tendo em conta que o número 1 é o Merlim ( o melhor do mundo na posição arriscaria dizer)
A shortlist para a posição é reduzida a 5 ou 6. Fábio Lima, Mário Freitas, Márcio, Bruno Cintra, Miguel Ângelo e no estrangeiro o Bruno Coelho.
Para o Nuno Dias quem lhe dá mais garantias são os 2 últimos.
Não esquecer que na px época o Zicky deixará de ser sub20 e não pode ir como 13o à ficha de jogo…

1 Like

:ok_hand:

1 Like

Esse tema será sempre uma pescadinha de rabo na boca e obviamente as Federações terão de saber avaliar e aplicar da melhor forma.

Ainda assim, eu acho que estas regras dos NFL podem ser vistas como benéficas para as modalidades e seu desenvolvimento. Claro é que vai da opinião de cada um e aquilo que “defende” para os desportos, bem como vai da estratégia de cada uma das Federações - há algumas que sabem que sem os NFL, existem equipas que não conseguem compor planteis de qualidade.

Falas em captação de talentos e atletas, mas também tens de pensar: Que atletas consegues captar e atrair de forma objetiva e sustentada se ao mesmo tempo passas uma mensagem de “Oh, lá em cima estão os estrangeiros e pronto”.

1 Like

No futsal as regras dos NFL são aberrantes. Deixo 2 exemplos…
Edu joga na seleção Nacional e é NFL.
Rafael Henmi joga na seleção Japonesa e é FL.

“Defender o jogador português”

10 Likes