Futebol Brasileiro

Palmeiras já ganha!

Grande jogo pá. Para quem ainda têm o preconceito de que o futebol brasileiro é chato e lento, estão a perder um grande jogo

Abelao eliminado

Parabéns ao Scolari, lenda no Brasil, China e em Portugal e hoje consegue levar o CAP para a final da libertadores

Palmeiras bem roubado. Quando o VAR só funciona parcialmente, acontecem jogos como este.

Depois do falhanço na Libertadores e com o Flamengo ali a apertar no campeonato o Abel acabou por se conseguir recompor e até lhes ganhou pontos nos últimos dois jogos.

Ontem vitória por 1-0 contra o Santos e a jogar com 10 durante meia hora e mesmo assim marcaram já depois disso. Acho que o Abel acabou por ser expulso já quase no final.

Neste momento têm 9 pontos de avanço para o 2º, o Fluminense, que ontem foi ganhar 2-1 fora ao Flamengo, num jogo com 4 expulsões, duas para cada lado, 11 pontos de avanço para o Inter, que tem menos um jogo e já mais 12 pontos que o Flamengo.

3 Curtiram

Vai salvar o pescoço com o brasileirão.

É o pescoço mais tranquilo do futebol brasileiro, o que não quer dizer que se para o ano tudo der para o torto não vá de vela. Ainda ontem deu a boa que ao Danilo fez mal ir à Selecção e os adeptos ficaram do lado dele.

Tanto Abel (pelo Brasileirao) como Vitor Pereira (pela Copa do Brasil) com desempenhos positivos.

2 Curtiram

O VP nao está com vida fácil.

Só não fica se não quiser.

Conseguiu o grande objetivo do clube que era o apuramento para a final da Copa (que dá muito, muito dinheiro) contra um difícil Fluminense. Tanto assim é que anda a jogar com onzes de suplentes no Brasileirao (os resultados acabam por ser naturais).

Não tem a meu ver os recursos nem do Palmeiras (que também tem um treinador com 3 anos de trabalho) nem muito menos do Flamengo (de muito longe o melhor plantel do Brasil).

A direção quer que ele fique, os adeptos querem que ele fique, ele desde que por ele ficava mas que não é ele quem vai decidir… mas sim a família.

Os adeptos não são tão compreensivos.

Foi-lhes prometido um gajo que suplantou o Jesus. Era disso que eles estavam à espera.

Hoje em dia, há muitos comentadores que afirmam o jogo chato do Corinthians, com falta de assertividade.

Quando digo que ele tem a vida difícil, não é por via de ter uma opinião sobre o trabalho dele. É mesmo pelo que leio e ouço da imprensa.

Também se dá o caso de correrem rumores de que ele não está interessado em continuar, por razões pessoais (parece que não consegue levar para lá a família, não sei porquê).

Agora, ele está num contexto que não lhe dá tempo para fazer crescer o processo e a equipa.

Vide o Luís Castro. Está a fazer um trabalho positivo e é contestado. O que lhe vale é que o dono é o americano, que parece ter uma visão mais organizada do fenómeno e daquilo que quer para o clube.

1 Curtiu

Mas o Luís Castro está noutras lutas (de manutenção).

O VP estava em maus lençóis… até o Corinthians ter dado uma ensaboadela ao Flu na meia-final da Taça. Neste momento, do que leio, e tenho lido bastante, já não é contestado nem pelos adeptos (que são mais compreensivos do que os do Botafogo) nem sequer pela imprensa (o que não é um feito nada fácil).

Não esquecer que o Corinthians o ano passado ficou em 5o no Brasileirao, não jogou Libertadores (salvo erro) e nem aos oitavos de final da Taça chegou.

1 Curtiu

Que, digamos, é uma situação perfeitamente volátil. Basta perder a final para voltar a ser uma merda. Eu acho que o Wilian bazou, por conta da merda que se dizia dele, o que é um exemplo de como aquilo é.

Aliás, o melhor que podia acontecer ao Corinthians era o VP continuar. Mas aquilo é demasiado “selvagem”…

1 Curtiu

Podes crer q se o Corinthians n vencer a Copa do Brasil e ficar fora dos 4 primeiros lugares q dão acesso direto à Libertadores o Vitor Pereira vai ter muitas dificuldades para continuar lá, diria q uma parte significativa dos adeptos n gosta daquele futebol, diga-se q n é muito diferente do q os adeptos do Porto criticavam nele.

E o Luís Castro mesmo q o Botafogo fique na Série A do Brasil, e em princípio fica, n é nada popular com os adeptos.

O pessoal precisa perceber q o Brasil tem uma cultura futebolística muito própria, vejam só as críticas feitas ao Tábata no Palmeiras, já li gajos a chamarem ele de Bruno Bagreata.

1 Curtiu

Perder contra o Flamengo até seria natural, o Fla é claramente favorito. Mas pode acontecer uma surpresa, claro.

Eu acho que o melhor para ele era mesmo sair. Dificilmente vai ter plantel para superar Palmeiras e Flamengo para o ano… e pelo trabalho deste ano (ida a uma final, particularmente) podem vir a exigir-lhe isso.

1 Curtiu

Tenho um amigo meu do timão que diz que o VP não vai continuar porque quer voltar para Portugal por ter a sogra com um cancro em fase terminal e quer estar junto da família

Wtf não fazia ideia disto dos valores da Copa do Brasil. Surreal.

.Entenda por que a Copa do Brasil paga premiação de quase o dobro do Brasileirão

Entenda por que a Copa do Brasil paga premiação de quase o dobro do Brasileirão

Gestão centralizada pela CBF favorece os patrocinadores, que preferem investir na competição mata-mata do que no Nacional de pontos corridos; campeão vai levar R$ 60 milhões

  • Marcius Azevedo

24 ago 2022 - 09h10

As semifinais da Copa do Brasil começam nesta quarta-feira com os confrontos entre Fluminense e Corinthians, no Maracanã, e São Paulo e Flamengo, no Morumbi. Cinco anos após uma mudança na premiação, o torneio se consolidou como o mais rentável do futebol brasileiro, e tem despertado o interesse dos clubes pelo montante de dinheiro de suas cotas a cada fase vencida. O clube que for campeão vai receber R$ 60 milhões. O Brasileirão, após suas 38 rodadas, em comparação, paga ao vencedor R$ 33 milhões, quase metade.

A mudança de patamar ocorreu na temporada de 2018. A partir daquela edição, o prêmio de campeão saltou de R$ 5 milhões para R$ 50 milhões. Além disso, os valores têm tido reajustes anuais. Os clubes também recebem suas cotas assim que as etapas são superadas, reforçando seus caixas durante a disputa e não somente ao fim dela.

Especialista em geração de receitas na indústria esportiva, Armênio Neto explica o motivo de o torneio ser considerado um produto mais bem acabado e completo para os patrocinadores, a chave de tudo isso. “Claro que o Brasileirão tem o seu valor, mas são produtos diferentes, desde o formato da competição, frequência de partidas, abrangência e até mesmo a forma como foram concebidos e geridos comercialmente. Quando uma empresa patrocina a Copa do Brasil, ela se faz presente em todas as propriedades, inclusive com realização de ativações e hospitalidade nas principais partidas. Já no Brasileirão é um modelo híbrido, porque os clubes fazem a gestão dos seus jogos, focados em seus próprios patrocinadores.”

Outro fator diferencial na Copa do Brasil, na visão de dirigentes, é o fato de ser o mais democrático do País, uma vez que há equipes de diferentes divisões ou competições regionais. Júnior Chávare, dirigente de futebol que trabalhou no Atlético-MG, São Paulo e Grêmio, ressalta o valor da competição para os clubes. “Além da premiação, que é muito significativa, existe a possibilidade de ter um caminho mais curto para a Libertadores. Ou seja, essa somatória de democratização no futebol junto com as possibilidades reais que cada clube passa a ter pelos enfrentamentos diretos e as questões financeiras são fatores preponderantes para que esse torneio seja de alta relevância aos clubes”, explicou. A Copa do Brasil dá vaga para a Libertadores da América.

Para as equipes de divisões inferiores e sem o mesmo poderio financeiro que os considerados gigantes do futebol brasileiro, a participação na Copa do Brasil pode fazer uma diferença brutal no planejamento da temporada.

Nos últimos anos, os clubes menores, sem tantas condições de investimentos, aproveitaram o dinheiro arrecadado com as classificações nas fases preliminares da Copa do Brasil para investir na estrutura. Em 2020, o Afogados eliminou o Atlético-MG nos pênaltis e garantiu uma premiação de quase R$ 3 milhões, dinheiro que não ganharia em qualquer outra disputa. O time aproveitou o valor para construir um novo Centro de Treinamento, dando um passo para frente em sua estrutura.

Outro exemplo é o Juazeirense, que comprou um ônibus e começou a construir seu CT ao passar por três fases. Em 2021, a equipe baiana arrecadou R$ 5,9 milhões em prêmios e parou nas oitavas de finais, após eliminar Sport, Volta Redonda e Cruzeiro.

1 Curtiu

Também só descobri no outro dia. Estava a achar estranho porque é que jogavam com suplentes no campeonato e titulares na Taça… depois percebi :joy:

É que além daquele dinheiro absurdo ainda dá acesso à Libertadores.

2 Curtiram

A CBF faz isso de propósito, o mata-mata tem uma tradição gigante lá (salvo erro só em 2003 é que o Brasileirão passou a ser apenas por pontos corridos, sem fase eliminatória), e é uma forma de dar chances de vitória a mais clubes (e tradicionalmente há 12 ou 13 clubes “grandes” com a massa adepta a exigir troféus, hoje 7 ou 8 que têm o objectivo de ganhar a Copa).

Vitória do Botafogo em Goiás. O Botafogo está a apetrechar-se de bons jogadores: Lucas Piazon, Tiquinho Soares, Gabriel (que era das toupeiras). Mas a chave que desbloqueou o jogo foi o suplente Jefinho (excelentes fintas em progressão).

1 Curtiu