FSF em mega-entrevista

Desde que não deturpem objectivos pelos quais se fizeram eleger ...

Exemplos no caso do FSF em que eu diria que ele deturpou os objectivos.

Aumentar o passivo, para reforçar a equipa de futebol.

Vender uma das jovens promessas em 2006-2007.

Financiar em 500 000€ as modadlides semi-profissionais (andebol, futsa, atletismo).

Vender o estádio e/ou a academia.

SF prometeu prioridade e investimento imediato no futebol. No seu manifesto cheio de erros e má contabilidade chega a indicar uma verba precisa para investimento no futebol que não cumpriu, seja em contratações, seja em aumento orçamental.

"Como presidente do Sporting, não estou disposto a dar a minha cara pelo sim ou pelo não. Como também não estou disponível para ser elemento activo numa campanha de eleições partidárias, porque o Sporting não tem religião, nem partido. "

O gajo pode ter muitos defeitos (e têm) mas gostei desta frase…aqui vê-se a diferença entre um gajo do Sporting e o Povo de M**** (Exemplo: Vilarinho e Orelhas qd apoiaram o PSD)

O SF nunca pode ser a favor do aborto, senão negava o princípio da sua existência.

Quanto a política tb é facil, ele não é nem laranja, nem vermelho, nem rosa… ele é tinto ou então amarelo/outro trnaslúcido…

PS - esta entrevista foi antes ou depois do almoço?

O que nos interessa a nós que o clube passe a dar lucro ( ver para crer ), se continuarmos a ver os outros a ganhar títulos :?:

De uma vez por todos, somos um clube de futebol e não uma empresa privada.

"Como presidente do Sporting, não estou disposto a dar a minha cara pelo sim ou pelo não. Como também não estou disponível para ser elemento activo numa campanha de eleições partidárias, porque o Sporting não tem religião, nem partido. "

O gajo pode ter muitos defeitos (e têm) mas gostei desta frase…aqui vê-se a diferença entre um gajo do Sporting e o Povo de M**** (Exemplo: Vilarinho e Orelhas qd apoiaram o PSD)

O SF nunca pode ser a favor do aborto, senão negava o princípio da sua existência.

Quanto a política tb é facil, ele não é nem laranja, nem vermelho, nem rosa… ele é tinto ou então amarelo/outro trnaslúcido…

PS - esta entrevista foi antes ou depois do almoço?

:lol:

Este homem vomita milhões! Isse deve ser efeito de um jantar regado com vários garrafões de um tinto bem carrascão…

A populaça vai toda votar neles. Basta falar ouvir falar em muitos milhões, e não vale a pena pensar donde virá…

Face a isto, o que diferencia este tipo do Vale Tudo?!

Só uma notas em relação ao aumento de capital, que eu não acho exequível.

Quando a lista de SAM fez esta proposta, pensei que tivesse a ver com a pouca queda da malta de direito para os números :stuck_out_tongue: .
Uma segunda hipótese, teria a ver com restos das propostas da lista do nosso celebre presidente Bigodes, lista que SAM fez parte :stuck_out_tongue: .
Quanto a FSF relançar esta hipótese, não sei se a entrevista foi depois de almoço ou anda a conversar muito com os seus filhos galinhas.

Mais a serio, acho a proposta de aumento de capital têm muito poucas possibilidades de vingar. No entanto como Sportinguista gostaria que o aumento seja um sucesso, independentemente do presidente, pois isso seria importante para equilibrio do clube. Mas sinceramente acho que vender ate 49% da acções será a unica maneira de gerar algum dinheiro para diminuir as obrigações.

Este homem vomita milhões!

Nada que os sportinguistas não estejam habituados nem gostem. Basta ver o respeito que muitos ainda nutrem por aquele presidente / eminência parda que disse que ia construir um estádio a custar muitos milhões de euros mas que se ia pagar a si próprio… :roll:

Angel, muitos milhões mas mesmo assim menos que os da factura final :?

O que nos interessa a nós que o clube passe a dar lucro ( ver para crer ), se continuarmos a ver os outros a ganhar títulos :?:

Se o clube não tiver uma estabilidade económica, de nada interessa ganhar títulos e ficar cada vez mais endividado.

Interessa-nos no sentido em que, se queremos que o clube sobreviva, é necessário encontrar medidas que resolvam os problemas que existam e não ignorá-los quando nos sentimos enebriados pela alegria duma vitória.

De uma vez por todos, somos um clube de futebol e não uma empresa privada.

A questão é precisamente que isso não é totalmente verdade. Somos um clube de futebol, sim. Mas o futebol é uma indústria que movimenta muito dinheiro! Pergunto-te se achas que o futebol português é, em termos de entretenimento, organização e difusão internacional, melhor ou pior que o futebol em Inglaterra. É que uma das diferenças reside exactamente na filosofia dos dirigentes portugueses de que “isto é futebol e não é um negócio”…

Não estou a dizer que não sinto orgulho e felicidade quando ganhamos campeonatos. Mas esta estratégia não é incompatível - é o objectivo! Mas é uma forma sustentada de o alcançar.

Mas é uma forma sustentada de o alcançar

De que forma sustentada está previsto passar a fazer mais 15 milhões anuais de receita, vendas de jogadores incluidas?

Mas é uma forma sustentada de o alcançar

De que forma sustentada está previsto passar a fazer mais 15 milhões anuais de receita, vendas de jogadores incluidas?

Eu ouvi 12 milhões … e pelo que eu percebi o Sporting neste momento gera 52 milhões de receitas (anual) e com um passivo à volta dos 150 milhões (juros a 5%) as despesas seriam 40 milhões. Sem ter a certeza, acho que os 52 milhões não englobam nenhum dinheiro de transferência. Assim como os 40 milhões não englobam nenhuma compra de jogador.
Com os 12 milhões de lucro anual seria possivel amortizar o passivo em 20/25 anos (penso que é o prazo os bancos aceitaram …). Acredito que para estes 52 milhões, estejam a contar a participação na LC (como a de este ano sem passagem à 2ª fase), 35000 gameboxes vendidas por ano … estas receitas não são valores certos de acontecer no futuro … por isso não passam de projeções … mas que não me parecem melomaniacas. As nossas despesas são “baixas” pois houve uma redução imensa em salários (basta comparar esta fatia com os nossos 2 rivais).

pelo que eu percebi o Sporting neste momento gera 52 milhões de receitas (anual)

E percebeste bem, mas não é verdade. E como não é verdade eu gostaria de saber de onde aparecem essas receitas.

Com os 12 milhões de lucro anual seria possivel amortizar o passivo em 20/25 anos

30 anos de aperto de cinto?

mais 6 e fazemos o dobro dos 18…

Pois realmente também gostaria de saber de onde aparecem os 52 milhoes …

Com os 12 milhões de lucro anual seria possivel amortizar o passivo em 20/25 anos

30 anos de aperto de cinto?

Não sei o que consideras “aperto de cinto”, mas a confirmar-se todos estes valores, isso queria dizer que o Sporting não precisaria de vender ninguem, para cumprir o acordo com os bancos. Claro que se quisesse comprar algum jogador, teria que vender alguem por valor idêntico.
Não me parece que este seja um cenário de “aperto de cinto”, tambem não é de “investimento”. O FSF foi claro nesse aspecto de investimento no futebol, o investimento são os 1,5 milhões de euros gastos na Academia por ano.

Tambem temos que ter em conta que renovações com jogadores como as que aconteceram agora com o Veloso e Djalo por exemplo, trazem custos imediatos e por isso não espanta que saia alguem para contrabalançar esses custos (ex: Romagnoli) sem entrar especificamente ninguem ou então “promover” alguem (Ex: Pereirinha)

Claro, que temos que ser realistas, é óbvio que o Sporting vai perder jogadores importantes (por venda ou por fim de contrato). Há que reconhecer que há clubes mais “atractivos” (do ponto vista financeiro e mediatismo) e campeonatos tambem mais atractivos que o nosso.
Agora é um facto que se não tiver que vender jogadores para equilibrar as contas, estará mais “confortável” na hora que algum clube quiser um dos nossos jogadores.

Outro aspecto que temos que considerar, é muito dificil não perder algum “talento” que passe pelas nossas escolas de formação. Existem jogadores que nos escalões de formação (mesmo nos juvenis e juniores), nem sequer são titulares de forma indiscutivel na equipa e depois quando chegam a seniores … dão um salto “espectacular”. Estou-me a lembrar por exemplo do Ricardo Carvalho que passou quase despercebido nos escalões de formação do Porto, até o próprio Vitor Baia foi suplente do Bizarro durante um ou dois anos, infelizmente para nós o Porto não os “perdeu” (o Ricardo Carvalho esteve quase …). Não será financeiramente viável, segurar todos os jogadores que saem dos nossos escalões de formação, há que fazer uma triagem … e pode-se falhar.
Se calhar hoje a maioria não se importava que tivessemos perdido o Carlos Martins, mas lamenta não termos aproveitado o Miguel … é mais fácil falar depois do que antes!

pelo que eu percebi o Sporting neste momento gera 52 milhões de receitas (anual)

E percebeste bem, mas não é verdade. E como não é verdade eu gostaria de saber de onde aparecem essas receitas.

Os 52 milhões são a projecção deste ano, em que participamos na LC, vendemos mais de 30 000 GameBox e claro as receitas ordinárias como quotizações, publicidade, bilheteira, Loja Verde, etc. Não me parece um valor disparatado, só que por exemplo não é fácil (devia ser, mas reconheço que não o é) participar sempre na LC, vender mais de 30000 GameBox …

Os 52 milhões são a projecção deste ano, em que participamos na LC, vendemos mais de 30 000 GameBox e claro as receitas ordinárias como quotizações, publicidade, bilheteira, Loja Verde, etc.

Gostava de ver isso escrito pelo punho de alguém responsável no Clube. De preferência pondo preto no branco, como “achas” lá atrás mas que não consegues confirmar, que não inlcui “projecções” de vendas de jogadores.

Com os 12 milhões de lucro anual seria possivel amortizar o passivo em 20/25 anos

30 anos de aperto de cinto?

(…)
Não me parece que este seja um cenário de “aperto de cinto”, tambem não é de “investimento”.
(…)

Um clube com o Sporting não pode viver exclusivamente da sua formação, a menos que queiras viver durante esses 30 anos com o panorama de hoje: equipa muito jovem, curta e sem experiência.

Há que encontrar um equilibrio, e não é com “não investimento” que o consegues.

Com os 12 milhões de lucro anual seria possivel amortizar o passivo em 20/25 anos

30 anos de aperto de cinto?

(…)
Não me parece que este seja um cenário de “aperto de cinto”, tambem não é de “investimento”.
(…)

Um clube com o Sporting não pode viver exclusivamente da sua formação, a menos que queiras viver durante esses 30 anos com o panorama de hoje: equipa muito jovem, curta e sem experiência.

Há que encontrar um equilibrio, e não é com “não investimento” que o consegues.

Se conseguirmos segurar as nossas promessas durante 3, 4 anos, podemos ter equipas jovens mas já com alguma experiência. Se vendermos uma das nossas promessas por “bom” dinheiro e esse dinheiro não ser essencial para reduzir o passivo, podemos reinvesti-lo todo ou pelo menos uma boa parte dele em jogadores que joguem em posições onde as nossas “escolas de formação” não conseguiram produzir" jogadores com a qualidade necessária.
Tem sido um facto que a nivel de centrocampistas e extremos, as nossas escolas de formação têm “produzido” em qualidade e quantidade, mas a nivel de avançados de centro tem sido bastante pobre. Vender um desses extremos ou centrocampistas, para comprar um avançado centro (infelizmente estes normalmente são mais caros, por isso se calhar teriamos que vender 2 para comprar 1), poderá ser uma solução.
O problema do passado recente é que o Sporting para cumprir as suas obrigações financeiras, teve que vender as suas jovens promessas demasiado cedo e isso alem de perdermos competitividade, tambem fez com que se vendesse por um preço significativamente mais baixo do que se tivessemos vendido um ou dois anos mais tarde (às vezes passa-se o contrário em jogadores que prometem muito, mas depois com os anos “desaparecem”).
A questão que se pode colocar, é se o Sporting tivesse segurado o Quaresma e ou o Ronaldo mais 1 ou 2 anos, não teria conquistados mais titulos e ter ganho mais dinheiro? Parece que sim … mas recordemos o caso do Figo … não o vendemos com 19 anos … nas 2 temporadas que jogou na nossa equipa … ganhamos uma taça de Portugal … não renovou o contrato … e “fomos obrigados” a vender por um valor bastante baixo. O que aconteceu com o Figo podia perfeitamente acontecer com o Quaresma e com o Ronaldo.

Claro que uma opção é fazer um contrato “milionário” com essas promessas por um periodo longo, logo que dão nas vistas … e se essas promessas falham rotundamente como por exemplo o Litos ou pelos vistos o Carlos Martins?

Gerir uma equipa de futebol, não é uma coisa simples e linear. Para nós é fácil, porque geralmente falamos depois das coisas acontecerem … tomar a decisão certa no “antes” é que não é nada fácil.