Formula 1

Mais giro vai ser como se altera a performance dos veículos quando se ajustarem as regras relativamente a porpoising - E apesar de achar o Max uma besta quadrada, ele e a equipa da Red Bull têm razão quando se queixam. Eles conseguiram desenhar um carro com poucos problemas e só porque os outros não atinam (porque não querem subir a altura do carro) muda-se as regras.

Devia ser “azaritos”, mas o bife chorou e pronto, toca a alterar as regras.

Mas as novas regras para o porposing não é levantar o carro para quem nao cumprir determinados parametros? Onde é que isso beneficia a mercedes ou prejudica a redbul? Nao seria supostamente ao contrario? Quem tem problemas de proposing é a meecedes por isso ela é que tem que levantar o carro e perder performance…

Ou fala se de outro tipo de regras mudancas?

O Max é um piloto do crlllll
Podiam estar ali mais umas quantas voltas que o Sainz não o agarrava. Nem 1 erro cometeram.

Nem 1 erro cometeram quem? O Max e a RedBull só se for, porque o Sainz cometeu alguns pequenos erros na abordagem a algumas curvas. Nada demais é verdade, mas o suficiente para perder alguma distância. Até o próprio Félix da Costa na SportTV comentava isso.

Já agora, só pela presença do Félix da Costa a comentar os GPs, a passagem da F1 da Eleven para a SportTV valeu totalmente a pena! É outra qualidade… e fala-se de pormenores técnicos e acima de tudo de experiência.

3 Curtiram

Por acaso é engraçado ver que a SportTV fez um grande esforço com a F1, um bocado como a 11 faz normalmente.

Lançou os programas de antevisão, os de análise, o podcast e até já teve a entrevista com o Horner

Engraçado no sentido em que dá para ver que tiveram de subir a parada.

1 Curtiu

Eles na transmissão falaram muito de pequenos erros sempre que fazia a curva 4 e 5. O que ganhava noutro lado acaba por perder aí e especialmente no 1º sector em que o Max ia sempre a voar.

E depois na última volta numa das últimas curvas também teve lá mais uma falha, primeiro porque arriscou a travar demasiado tarde e o carro ainda lhe fugiu um bocado, logo aí o Max ganhou espaço para não ser mais incomodado até final.

A certa altura as voltas iam passando e foi-se percebendo que o DRS para o Sainz não ia servir de grande coisa para ele o conseguir ultrapassar, apenas para se aproximar e conseguir manter abaixo de 1s de distância e estar novamente com DRS no ponto seguinte. Basicamente foi isto, usar o DRS… só para ter DRS novamente a seguir. :sweat_smile:

Foi giro, foi animado, mas o Max nunca teve o lugar em risco. Claro que se o Max tivesse cometido um erro talvez tivesse dado, mas não teve uma única falha até final.

1 Curtiu

Vou tentar explicar mais ou menos como me foi vendido a nível técnico, mas parece fazer mais ou menos sentido.

Os carros novos trazem de volta o “ground effect”, que cria uma zona debaixo do ar onde o ar acelera quando o carro acelera. Quanto mais depressa anda o carro, mais o mesmo é puxado para o chão. O que está a acontecer é que alguns carros “batem” no chão, o que previne a circulação de ar, e sobem. Depois quando o airflow regressa, o efeito regressa, e voltam a bater no chão. Repetidamente.

Agora vamos supor que a altura mínima do carro são 10mm e a máxima de 20mm. Todas as equipas querem estar a 10mm do chão, porque isso cria mais “downforce” e torna os carros mais rápidos no circuito.

De um lado, a Red Bull e algumas equipas conseguiram desenhar um “chão” e suspensão do carro que conseguem estar a 10mm e ter pouco ou nenhum porpoising. Do outro lado, tens equipas que querem estar a 10mm e não querem subir a suspensão, sofrendo do tal porpoising.

Para ser justo, elas teriam que compensar aumentando a altura do veículo ou redesenhar partes do mesmo (no caso dos Mercedes o side-pod parece ser o culpado). Ou aceitavam a perda de performance ou teriam que redesenhar partes do carro, que involve tempo e custos. De qualquer forma, perderiam (ainda mais) competitividade.

Para facilitar e lixar quem conseguiu estar dentro das regras sem problemas, fazem lobby para que se alterem as regras e pronto - a solução de limitar suspension travel ou de subir os carros X mm vai apenas prejudicar aqueles que as respeitaram e desenvolveram um carro superior porque lhes tira competitividade. Os outros ou já o estavam a fazer, ou estavam a lidar com pilotos que não podiam dar 100%. No fim, apesar da subida da suspensão levar a uma perda de performance a todos, provavelmente prejudica bem mais aqueles que não tinham problema nenhum.

Espero não ter sido confuso, até porque não sou especialista na matéria.

Todos os carros estão com porpoising, ontem viu-se bem o RB a vibrar nas partes finais da reta. Agora, eles têm aquilo controlado. A Ferrari vibra mais e os pilotos têm tido um bom controlo. Quem se queixa? A Mercedes, que contrariamente ao que deviam estar a fazer (corrigir os problemas, evoluir o carro), preferem pressionar a FIA para alterar as regras. Ninguém vai mudar regras a meio do jogo, quando as questões de segurança nem se colocam.

A FIA informou que atingindo certos níveis de porpoising, o carro terá que ficar mais alto. Sabemos que criando mais espaço para o ar passar, a vibração baixa, a velocidade também.

Evoluam os carros. Invistam. Se há indústria que está na vanguarda da inovação é esta. Sem esquecer os controlos orçamentais.

1 Curtiu

Max, atualmente, é um dos melhores pilotos da fórmula se não mesmo o melhor.

Não obstante esta verdade ver aqui alguns “foristas” que minimizavam vitórias de outros pilotos com o argumento de terem carros muito superiores rapidamente colocaram esse argumento de lado esta época em que o carro da Red bull é bem mais fiável que as outras marcas… enfim!

Michael Masi dislikes this.

2 Curtiram

sem dúvida. ver alguns pormenores explicados por quem anda lá é outra conversa. transformou um GP aborrecido (que só animou mesmo naquelas últimas voltas) em algo muito interessante de seguir.

quanto às mudanças das regras a meio da época, este choradinho da Mercedes não é nada de novo e não é nada que a Red Bull não tenha passado os últimos anos a fazer. por isso, e como não tenho nenhuma equipa (ou piloto) favorita, para mim é óptimo. que aumente a competitividade e que a Mercedes e outras consigam estar lá em cima outra vez.
caso contrário, ia ser uma seca descomunal, esta temporada. a Ferrari continua a somar erros de principiante, a RB a mostrar uma fiabilidade e equilíbrio incríveis e a Mercedes nunca mais lá chegaria, este ano.

fantástico seria que outros carros conseguissem aproveitar para dar um salto qualitativo grande.

ter ali umas 4 (já nem peço mais) equipas a disputar corridas era mel… 8 gajos a morderem os calcanhares uns aos outros…! maravilha!

4 Curtiram

As mudanças que foram colocadas em prática este ano seriam para que os carros pudessem seguir-se com mais facilidade e assim tornar as corridas mais competitivas. No entanto, isto não acontece e foi um tiro ao lado, principalmente porque nos últimos anos tem se visto que existe um carro que é extremamente melhor que os outros. Com exceção do ano passado tem sido um passeio para uma equipa (o que já é chato) e ainda por cima, desde o Rosberg que não há dois pilotos nessa equipa que possam, verdadeiramente, competir entre si. O principal problema dos últimos anos é que há sempre uma equipa bem melhor que as outras (seja a mercedes ou a redbull)

Com isto, não estou a dizer que as alterações para este ano tenham sido más (ontem o sainz nem conseguiria acompanhar o redbull com a aerodinâmica do ano passado) mas que o principal problema para as ultimas épocas aborrecidas foi existir sempre um domínio de uma equipa em relação ao resto.

1 Curtiu

Como assim? É bem notório que os carros agora conseguem andar bem mais próximos uns dos outros, temos visto um nº de ultrapassagens bem superior ao que víamos, mais corridas a serem disputadas até ao fim… só com estes problemas recentes da Ferrari é que deixou de haver luta pelo primeiro lugar. Tirando estes últimos dois GPs, praticamente todos eles têm sido mais animados de forma global.

Tens total razão na parte do domínio atual da RedBull e na superioridade da marca, mas não acho correto afirmar-se que as mudanças nos regulamentos que aconteceram, não tenham trazido maior competitividade no global à F1… neste momento tens um piloto destacadíssimo na frente (infelizmente), mas depois só 2 pilotos não pontuaram até ao momento e nesta altura a temporada passada, tinhas uns 5 ou 6…

Não esquecer que as mudanças nos regulamentos foram para todos e não foram de encontro a algo que já existisse propriamente, por isso também será importante dar mérito à RedBull que no mesmo período de tempo conseguiu trabalhar e preparar-se muito melhor que as restantes marcas.

1 Curtiu

https://www.motorsport.com/f1/news/f1-teams-fia-porpoising-meeting/10325560/

Eu concordo, como disse no segundo paragrafo.
O que queria dizer é que o principal problema das ultimas épocas serem pouco competitivas tem sido mais pela superioridade de alguma equipa perante as outras e não tanto a questão do ar sujo como se dizia. Eu concordo quer tem havido mais ultrapassagens no meio do pelotão (e nesse capitulo melhorou o espetáculo) mas tem sido bastante monótono na frente (o mais importante). A menos que exista algum DNF não há ninguém que entre nos 4 primeiros e mesmo entre os 4, 1 está acima de todos (também pela qualidade que tem).

Existem pilotos que podem fazer frente ao max (leclerc, hamilton, até russel) no entanto não têm carro para isso.