Flávio Nazinho

Foi um prémio e um sinal do treinador.

É continuar o trabalho e saber ser paciente.

Sendo honesto nao acompanho muito o Nazinho. Qual a melhor qualidade do jogador?

NAZINHO É A PRÓXIMA APOSTA DE AMORIM

SPORTING 09:16

Faltava um minuto para o final do encontro com o Dortmund e mais o tempo de compensação quando Pedro Porro já dava sinais evidentes de desgaste. Rúben Amorim não hesitou e chamou Flávio Nazinho para o lugar do espanhol. Mais um jovem, este de 18 anos, que o treinador lançou para a ribalta. «Esperamos muito dele. O Porro vinha de lesão, fez sinal e olhei para trás onde estava o Nazinho. Não há muito que pensar. Umas vezes sai bem, noutras não…» explicou Amorim.

O jogador, por sua vez, não escondeu a emoção. «Sinto-me muito feliz, sempre sonhei com este momento. Hoje [anteontem] tive a oportunidade de desfrutar com uma excelente e importante vitória, num estádio lotado, pedir melhor era impossível», disse.

E porque será que Amorim deitou mão a Nazinho em jogo de Champions? «Acho que é pela minha qualidade. Hoje fui eu quem teve a oportunidade de estrear-me mas há muitos mais atletas na formação que merecem uma oportunidade. Hoje fui eu, amanhã pode ser outro », respondeu. Esta foi a primeira chamada de Nazinho para a qual também contribuiu a lesão de Rúben Vinagre mas, pelos dados apurados por A BOLA, Nazinho será uma aposta cada vez mais consistente de Amorim, na esteira do que aconteceu com Nuno Mendes, que saiu para o PSG a troco de, contas globais, €47 M.

1 Curtiu

A nova coqueluche de Alvalade: Flávio Nazinho segue as pisadas de Nuno Mendes

Aos 18 anos, estreou-se pelo Sporting e logo num jogo histórico na Liga dos Campeões

Flávio Nazinho é a mais recente coqueluche do Sporting. O lateral esquerdo, de apenas 18 anos, estreou-se ontem pelos leões na vitória por 3-1 sobre o Borussia Dortmund, que garantiu à equipa de Rúben Amorim a passagem aos oitavos de final da prova milionária. Se os golos marcados por Pote e Porro se destacaram como os momentos chave da partida, também saltou à vista a estreia de mais um jovem formado em Alcochete.

Aos 88 minutos e com o placar em 3-0, Amorim não teve qualquer receio e lançou às ‘feras’ o jovem, sem qualquer experiência a um nível competitivo tão alto, numa altura em que o jogo não estava completamente resolvido. É que apesar da equipa germânica estar com menos uma unidade, ainda obteve um golo no ‘pressing’ final e se chegasse ao segundo, adiaria a qualificação dos leões para os ‘oitavos’. Mas tal não aconteceu e para a história ficou a estreia de Nazinho, o terceiro mais jovem leão a jogar na Champions, superado apenas por Simão Sabrosa e Luis Paez.

Chegou pela mão de Sousa Cintra

Natural de Almada, Nazinho nasceu em 2003 e iniciou a sua caminhada em clubes do distrito de Setúbal, tais como Monte Caparica, Leão Altivo, Cova da Piedade e Pescadores da Caparica. Em 2017 surgiu a oportunidade rumar ao norte, mais especificamente ao Sp. Braga, onde realizou uma boa temporada na equipa de iniciados dos arsenalistas. Tal prestação rapidamente abriu as portas da Academia Sporting ao jovem jogador, que chegou a Alcochete aos 15 anos, em julho de 2018, pela mão de… Sousa Cintra.

O sucesso foi imediato e estreou-se como internacional nos sub-16, quando integrava a equipa de juvenis do Sporting. Nessa fase da carreira, ainda embrionária, atuava preferencialmente como extremo, mas foi em Alcochete que, aos poucos, passou a ser adaptado à posição de lateral. Foi a jogar nessa zona do campo que despertou a atenção de Rúben Amorim, começando a trabalhar com a equipa principal ao mesmo tempo que jogava pela equipa B e pelos sub-23.

Comparações com Nuno Mendes

Nazinho

NazinhoAté pela posição em que jogam e pelo percurso semelhante nas camadas jovens do emblema leonino, as comparações com Nuno Mendes, hoje um dos jogadores mais promissores do mundo, acabam por ser inevitáveis. Ambos lançados por Rúben Amorim, Nazinho estreou-se esta quarta-feira aos 18 anos, 4 meses e 4 dias, ao passo que o atual jogador do PSG se estreou mais cedo, com 17 anos, 11 meses e 24 dias, num Sporting-Paços de Ferreira, em 2019/20.

Ambos foram, inclusive, companheiros na equipa de juvenis. Nazinho chegou a ser substituído por Nuno Mendes em dois jogos, diante de U. Leiria (5-0) e V. Setúbal (1-1) - duas partidas da segunda fase do campeonato nacional de sub-17 de 2018/19. De resto, e ainda nessa edição, ambos só figuraram na mesma ficha de jogo num triunfo fora de casa, por 5-0, diante d’O Elvas, ainda na primeira fase. Nuno Mendes foi suplente não utilizado e Nazinho entrou na segunda metade.

Aposta de Amorim

Flávio Nazinho foi uma das novidades da nova época e integrou o estágio da equipa principal, este verão, no Algarve, já depois de ter renovado contrato em março. Foi precisamente durante esse estágio que atingiu a maioridade – o que lhe valeu a renovação automática do contrato por mais dois anos, que vai agora até 2026 e que conta com uma cláusula de rescisão fixada nos 60 milhões de euros. Oriundo do Sp. Braga em 2018, tal como Rúben Amorim dois anos mais tarde, o jovem lateral chegou a ser utilizado em alguns encontros da pré-temporada, mas os problemas físicos fizeram-no perder espaço na equipa principal e adiaram uma estreia que parecia certa no início da época.

Tanto é que, na presente temporada, soma apenas 124 minutos, distribuídos por três partidas em três competições diferentes. Jogou a 28 de setembro na UEFA Youth League, frente ao Borussia Dortmund (45’), diante da U. Leiria, para a Liga 3 (77’) e ontem, diante do emblema alemão na Liga dos Campeões, adicionando mais dois minutos ao seu registo.

Esta quarta-feira, após a estreia na equipa principal dos leões, o lateral manteve a humildade e mostrou-se grato pela oportunidade. “É um dia que não irei esquecer. Foram muitas as sensações que senti hoje. Estou grato pela oportunidade que me deram. É um momento único”, referiu, deixando nova mensagem, desta feita nas suas redes sociais: “Sonho com este dia desde criança. A minha estreia como profissional, no clube do meu coração e na melhor competição do mundo. Muito obrigado a todos os que me apoiaram neste caminho e aos adeptos pelo carinho que recebi. Isto é só o início!”

1 Curtiu

«ESPERO QUE VENHAM MUITOS OUTROS DEPOIS DE NAZINHO»

SPORTING 14:15

Rúben Amorim falou sobre a aposta em Nazinho, lateral de apenas 18 anos que se estreou pela equipa principal do Sporting na partida com o Dortmund, onde os leões acabaram por confirmar o apuramento para os oitavos de final da Liga dos Campeões.

«Não faço isso – estrear jogadores só por estrear. Tinha o Ricardo Esgaio para os dois flancos e entrou para o lugar de Matheus Reis que estava com dificuldades físicas. Depois, Porro, que vinha de lesão, disse que tinha de sair», começou por justificar, antes de esclarecer:

«Tendo um lateral no banco, não vou fazer uma adaptação. Seria dizer aos miúdos que estão no banco que não contam, e eles contam. Ainda não lancei Nazinho - estriei. Lancei o Gonçalo Inácio, o Eduardo Quaresma, o Matheus Nunes, o Nuno Mendes… Estamos a dar sinais e experiência aos jogadores para que, no futuro, possam ser titulares na Seleção. Isto faz parte do nosso projeto. Esperamos que depois de Nazinho venham muitos outros.»

O grande destaque nesse jogo com o Dortmund foi Pedro Gonçalves, que marcou dois golos: «Tem essa característica de fazer golos, mas olho mais para o jogo dele. A verdade é que não estava a fazer um bom jogo - estava desaparecido, precipitado até. Houve uma fase em que esteve sete jogos sem marcar, mas jogava bem e pressionava. Agora marcou dois golos, mas pode fazer jogos melhores. Tem muito para trabalhar.»

2 Curtiram