Filipe Soares Franco

1. É mais ou menos isto: a venda do património não-desportivo deveria render 50,9 M€ (Alvaláxia + Health Club + Clínica CUF + Edifício Visconde). A escritura foi a 15 de Janeiro 2007, com acordo de pagamento em 5 fraccões de 10 milhões cada uma, 4 delas foram pagas no acto da escritura e a quinta será ao longo dos próximos 3 anos (isto consta de uma fonte da CS que já não me lembro qual é).

O FLL colocou um post em que explica o que aconteceu:

No entanto, o DN apresentou uma versão ligeiramente diferente (seja como for, dá 50 M€):

Apenas o Deutsche Real Bank em parceria com o grupo Sil, através da Silcoge, aceitou comprar o "pacote" comercial por valores que interessavam ao Sporting (50,9 milhões de euros), pagando 15 milhões pelo Edifício Visconde Alvalade, 13,272 milhões pelo Ginásio Health Clube, 3,2 milhões pela clínica CUF, e 19 milhões pelo centro comercial Alvaláxia. No futuro será alienada uma quinta fracção, correspondente ao espaço onde funciona a secretaria por 500 mil euros.

O pagamento das fracções será efectuado na altura da celebração da escritura, com excepção da verba relativa ao Alvaláxia, que será regularizada em duas partes. O Sporting recebe de imediato nove milhões de euros e os restantes dez serão pagos em 36 meses, ficando os leões detentores da hipoteca do imóvel. Ou seja, caso o comprador falhe alguma mensalidade o clube reserva-se o direito de reaver o imóvel. O Sporting vai ainda arrendar o piso 7, do Edifício Sede, onde funcionam os serviços da SAD, por um período mínimo de cinco anos (73, 8 mil euros/ano).

O valor de 35 M€ como sendo o assumido é grave, mas nada a que já não estejamos habituados.

2. FSF já tinha dado a entender que tinha “pré-vendido” Moutinho e Veloso na nova versão do Project-Finance… ou seja, mais uma das famosas cláusulas que ninguém faz a mínima ideia quantas e quais são. A ilusão de que não iria ser preciso vender jogadores para manter os valores da SAD equilibrados não passava disso mesmo… uma ilusão, apesar de alguns de nós andarem aqui a dizer que isso tinha forcosamente de acontecer. Agora é preciso rezar para que apareca alguém que em vez de 15M ofereca 25M pelo Moutinho para FSF poder salvar a face e dizer “Vêem como só vendi pela cláusula de rescisão?”

3. :arrow: