Filipe Celikkaya - Treinador da Equipa B

E ainda estariam o Muniz, Essugo, Afonso Moreira e Chermiti se nós permitíssemos.

FILIPE ÇELIKKAYA: “TEMOS DE NOS REINVENTAR TODOS OS ANOS”

Por Sporting CP
08 Ago, 2023

EQUIPA B

Equipa B arranca Liga 3 na quarta-feira (18h00)

A equipa B de futebol do Sporting Clube de Portugal recebe, esta quarta-feira (18h00), o Amora FC na primeira jornada da série B da Liga 3 para inaugurar oficialmente a temporada de 2023/2024.

Na antecâmara do encontro, Filipe Çelikkaya, treinador dos jovens Leões, fez a antevisão em declarações à Sporting TV, sublinhando que nesta fase inicial “as sensações são idênticas às dos anos anteriores”. “Temos de nos reinventar, é esse sentimento que transportamos em todos os inícios de época. São vários jovens a subir de escalão para uma nova realidade e outros com oportunidades de estreia na equipa A. Tem sido esse o crescimento dentro da formação do Clube e é assim que vai continuar", começou por dizer.

Encerrada a pré-temporada com cinco vitórias sobre Caldas (2-1), Atlético CP (0-1), Amora FC (2-1), CA Pêro Pinheiro (2-0) e SU Sintrense (3-0) e um empate com o Estoril (1-1), o técnico verde e branco salientou que esta foi uma fase que serviu para o “conhecimento mútuo entre jogadores e treinadores” e para traçar “os objectivos individuais e colectivos”. Ainda assim, realçou Çelikkaya, é na fase de competição que se retira “um conhecimento mais profundo daquilo que os jogadores conseguem fazer e da forma como respondem ao sucesso e ao insucesso dia-a-dia”.

Depois, o treinador enalteceu que “a equipa B surge para diminuir a mudança brusca” do futebol de formação para o profissional, considerando que esse tem sido um objectivo cumprido com distinção. “É de salutar os 13 jogadores formados na Academia que tivemos na apresentação da equipa A. Tem havido um crescimento muito grande, de há quatro anos para cá, naquilo que tem sido o desenvolvimento de jogadores, que é o nosso grande objectivo”, atentou.

Além disso, Filipe Çelikkaya afirmou que esse dado tem de passar “uma grande mensagem de motivação e duvido que aconteça em muitos clubes da Europa ou do mundo”. “É difícil chegar a um contexto da equipa A, mas sabemos que há espaço para essas oportunidades e eles têm-nas todos os dias para mostrar a sua qualidade e competência”, acrescentou, antes de se debruçar sobre o primeiro adversário, a nível oficial, em 2023/2024.

“[Amora FC] Terminou a fase de apuramento do ano passado no primeiro lugar, tem qualidade e, por isso, esperamos aqui um jogo altamente competitivo para os nossos jovens jogadores. Vamos assumir o jogo, até porque jogamos em casa, mas quando não tivermos a bola temos de responder muito bem”, alertou, resumindo: “É um adversário difícil e vamos dar tudo para vencer o jogo”.

Depois, embora tenha destacado o “conforto” de jogar em casa na primeira jornada, o técnico realçou ainda a importância de, por outro lado, estes jovens jogadores sentirem também o “desconforto desta liga muito competitiva”. “Têm de se adaptar ao contexto e queremos ajudá-los a crescer”, disse, antes de garantir, por fim, que “vão dar uma boa resposta”.

Já Tiago Ferreira, criativo de 21 anos da equipa B, não escondeu “as saudades” de “regressar à competição”. “Agora, é entrar com tudo”, atirou, inicialmente, o jovem jogador que dividiu a sua pré-época entre a formação secundária e o estágio no Algarve da equipa principal.

“Fiquei muito feliz. Qualquer jogador quer estar junto da equipa principal, mas agora o foco agora é outro, aqui na equipa B e na Liga 3”, afirmou, embora também tenha destacado a “motivação” que significa ver 13 jogadores da formação presentes na apresentação da equipa A para 2023/2024. “Tendo um comportamento correcto e trabalhando todos os dias, a oportunidade vai aparecer e é uma questão de agarrá-la", acrescentou.

Depois, olhando de seguida para o trabalho de preparação realizado com a equipa B, Tiago Ferreira considerou que “foram bons jogos para ganhar ritmo e viram-se coisas boas”, seguindo-se agora o momento de “aplicá-las no início do campeonato”.

O esquerdino sublinhou ainda que a Liga 3 é “muito intensa”, o que é positivo para “crescer” e estar “preparados para todos os desafios”, considerou, antes de lançar o embate com o Amora FC: “Esperamos um jogo difícil, contra uma equipa bem preparada e com os objectivos claros, mas nós estamos confiantes, trabalhámos bem e sabemos do nosso valor. Estamos prontos para começar”.

Importas-te de por a equipa B a jogar no mesmo sistema tático da equipa A? É que os miúdos da A que vão jogar na B, só para ter minutos só beneficiam.

Sei que és um reputado treinador mas manda a tua tática para o lixo, o ano passado quase descíamos.

FILIPE ÇELIKKAYA: “JOGO DIFICÍLIMO, MAS ESTAMOS PREPARADOS PARA VENCER COM QUALIDADE”

Por Sporting CP
19 Ago, 2023

EQUIPA B

Equipa B recebe o FC Oliveira do Hospital este domingo (18h00)

A equipa B de futebol do Sporting Clube de Portugal joga, este domingo, às 18h00, no Estádio Aurélio Pereira, em Alcochete, a terceira jornada da Série B da Liga 3 diante do FC Oliveira do Hospital. O encontro tem transmissão em directo na Sporting TV.

Na última ronda os Leões perderam em casa do SC Covilhã, mas esse encontro já faz parte do passado.

“Queríamos ter vencido, mas não foi possível. Às vezes não se trata só da nossa forma de jogar, mas também como o adversário joga e a experiência que tem. Jogámos frente a jogadores mais experientes, uma equipa mais batida e ‘mais pesada’. Agora temos uma nova oportunidade para responder da melhor maneira”, começou por dizer Filipe Çelikkaya na antevisão ao encontro deste fim-de-semana, referindo que a Liga 3 “é muito competitiva”: “Todas as equipas já perderam pontos e isso demonstra a competitividade que existe. Nós gostamos disso e já utilizámos 20 jogadores em apenas duas jornadas para lhes darmos a oportunidade de experimentarem uma competição mais exigente do que aquela a que estavam habituados”.

Segue-se agora o FC Oliveira do Hospital, um adversário que mudou muito relativamente à temporada passada, mas o técnico Leonino sabe com o que contar: “Conhecemos bem um ou outro jogador que se manteve e sabemos que se trata de uma equipa com preponderância ofensiva e que tem muito definido aquilo que faz. Nós vamos ter de contrapor isso muito bem e ser muito coesos a defender para que eles não tenham muito sucesso nas suas acções”.

“Vai ser um jogo dificílimo como todos nesta Liga, mas estamos preparados para o vencer e vencer com qualidade, que é isso que nós pedimos aos nossos jogadores”, afirmou Filipe Çelikkaya, apelando ao apoio dos Sportinguistas: “Espero que nos apoiem e que animem o estádio porque precisamos disso, são sempre uma força extra para superarmos as dificuldades que vão surgindo, e é bonito ver as bancadas cheias, como vimos na Covilhã”.

Chico Lamba também fez a antevisão a esta partida, começando por recordar a do último domingo: “Não foi um jogo fácil diante de uma equipa experiente, que veio da II Liga e que tem muitos jogadores que também têm experiência da I Liga, mas já estamos focados neste”.

“Já sabíamos que esta Liga 3 ia ser muito competitiva e que todas as equipas são difíceis em casa e fora. Nós estamos focados em ir jogo-a-jogo e em ganhar os nossos jogos. Agora vamos jogar frente ao FC Oliveira do Hospital, que está muito diferente da época passada, mas estamos focados em fazer o nosso jogo. Sabemos que não vai ser fácil, mas vamos dar tudo para ganhar”, referiu o jovem central, apelando também ao apoio dos Sportinguistas:

“Contamos sempre com o apoio deles e esperamos um apoio igual ou maior do que no primeiro jogo”.

Chico Lamba, que fez parte da pré-temporada às ordens de Rúben Amorim, falou ainda sobre essa experiência: “Traz-nos a responsabilidade de dar ainda mais, assim como passar aquilo que aprendemos aos mais novos, ajudando-os nos treinos e nos jogos. Como o míster nos disse, temos de ser uma referência para os mais novos, tal como outros já foram para mim quando eu tinha 17 anos”.

FILIPE ÇELIKKAYA: “TEMOS DE CONTINUAR COM ESTA EXIGÊNCIA E RIGOR"

Por Sporting CP
20 Ago, 2023

EQUIPA B

Treinador da equipa B do Sporting CP feliz por triunfo frente ao FC Oliveira do Hospital

No final da partida, Filipe Çelikkaya, treinador da equipa B do Sporting CP transmitiu a satisfação pelo bom desempenho dos jovens Leões no triunfo frente ao FC Oliveira do Hospital por 2-0 na jornada 3 da série B da Liga 3. “Foi um jogo extremamente difícil. Como vimos nesta Liga, já todas as equipas perderam pontos e nós sabíamos que ia ser difícil contra uma boa formacão, bem orientada e trabalhada. Tivemos algumas dificuldades no início para desbloquear as pressões, mas eu senti sempre a equipa muito tranquila, a saber exactamente o que tinha de fazer e os espaços começaram a surgir, com a nossa equipa a atacar a profundidade muito bem, nos timings certos e a conseguir criar perigo”, analisou Filipe Çelikkaya, treinador da equipa B do Sporting CP, no rescaldo do triunfo da formação secundária Leonina.
O técnico da jovem equipa B do Sporting CP enfatizou. “Estou muito satisfeito com aquilo que os jogadores fizeram, porque deram uma boa resposta de um jogo para o outro. Temos de continuar assim. Eles estão a crescer e vão continuar a fazê-lo ao logo do campeonato”.
O técnico refere que os aspectos mentais e de confiança são fundamentais para a equipa Leonina conseguir mostrar a sua melhor versão. “São aspectos determinantes para o futebol profissional, nós queremos trabalhá-los da melhor forma possível e os jogadores deram uma boa resposta. Para a semana haverá uma outra resposta, que terá de ser igual ou melhor, sabendo que os jovens têm um desenvolvimento que nem sempre é exponencial”’ e conclui: “Estão de parabéns, temos de continuar com esta exigência e rigor”.
O médio Samuel Justo, que assinou excelente exibição, realçou a reacção muito positiva da equipa após o jogo da ronda anterior em casa do SC Covilhã. “Esta equipa que defrontámos [FC Oliveira do Hospital] é complicada, nós sabíamos o jogo que ia ser, vínhamos de um resultado menos positivo na jornada anterior. Trabalhámos muito bem esta semana, nunca baixámos os braços, nem ficámos a pensar no jogo anterior. Vimos o que tínhamos de melhorar e acho que fizemos uma grande exibição neste jogo. Na primeira parte quase não nos criaram perigo e, na segunda parte, sinto que estivemos sempre por cima do jogo. Podíamos ter saído daqui com mais golos marcados. Acima de tudo foi uma boa exibição da nossa parte”, disse o jovem jogador, aos meios de comunicação do Sporting.

FILIPE ÇELIKKAYA: “VAMOS COM A NOSSA JUVENTUDE E IRREVERÊNCIA PARA VENCER”

Por Sporting CP
25 Ago, 2023

EQUIPA B

Equipa B visita Atlético CP no sábado (18h00)

A equipa B de futebol do Sporting Clube de Portugal desloca-se, este sábado, ao Estádio da Tapadinha, em Alcântara, Lisboa, para disputar frente ao Atlético CP a quarta jornada da série B da Liga 3.

Em declarações aos meios de comunicação Leoninos, Filipe Çelikkaya projectou o encontro, começando por salientar que “é mais fácil trabalhar sobre vitórias”, recordando o triunfo na última jornada diante do FC Oliveira do Hospital por 2-0. “Conseguimos superar as adversidades e acabámos por vencer o jogo com uma boa demonstração de qualidade. Agora, espera-nos um jogo extremamente difícil num campo complicado e estamos a preparar a semana com o intuito de ir lá vencer, que é o nosso objectivo”, atirou o técnico verde e branco, antes de analisar o adversário deste fim-de-semana, que soma cinco pontos – a equipa B do Sporting CP tem seis.

“É uma equipa motivada por subir à Liga 3 e com muitos jogadores experientes, nove acima dos 30 anos. Têm demonstrado consistência nos jogos nas Caldas da Rainha e na Covilhã e também em casa, portanto vai ser um adversário dificílimo de contrariar”, considerou, embora sublinhe que o foco dos jovens Leões está em “seguir os nossos comportamentos”.

“Este é um processo a longo-prazo e trabalhamos em função dele, não só em função do jogo. Há princípios gerais e específicos que os jogadores têm de cumprir na nossa forma de jogar e temos de nos focar nisso. Cumprindo-os, estaremos mais perto de vencer o jogo”, acrescentou Filipe Çelikkaya.

De seguida, o treinador da formação secundária Leonina enalteceu “a consistência e as qualidades mentais” demonstradas pelos jovens jogadores que este ano subiram à equipa B, além de ter frisado que estão a “corresponder com rendimento”. “Há que continuar por aí”, sentenciou, antes de, por fim, apelar à presença dos Sportinguistas no Estádio da Tapadinha.

“Gostava muito que os adeptos estivessem presentes. Penso que vai ser um bom espectáculo, uma luta dura. Precisamos de apoio e esperamos que possam estar presentes a puxar por nós”, referiu, reafirmando a ambição verde e branca: “Nós vamos com tudo para cumprir os nossos princípios e vencer o jogo com a nossa juventude e irreverência, sabendo que do outro lado vai estar uma equipa altamente experiente”.

Por sua vez, Marco Cruz, jovem médio da equipa B, também destacou que a equipa vem “de um jogo muito bom” e, por isso, “está muito bem e motivada”. “Trabalhar sobre vitórias é completamente diferente e queremos sempre mais”, traçou, realçando ainda que essa “fome” é uma das características do plantel.

Já sobre o Atlético CP, o jogador de 19 anos, perspectivou um “jogo bastante difícil”, mas garante uma equipa verde e branca “confiante”. “Jogámos contra o Atlético CP na pré-temporada, isso serve-nos de base, mas sabemos que estão melhores. É uma equipa muito experiente, com jogadores de muita qualidade e que andam nisto há muito tempo. Nós somos jovens que querem singrar no futebol e só nos motiva competir contra esse tipo de jogadores”, realçou Marco Cruz, destacando ainda “a agressividade e a força nos duelos” como alguns dos factores a ter em conta nesta “transição para o futebol profissional”.

“É a isso que estamos a adaptar-nos cada vez melhor”, considerou, antes de reconhecer que encara com naturalidade o projecto vertical do Sporting CP nos vários escalões: “Eu não sou jogador da equipa B ou dos sub-23, eu sou jogador do Sporting CP. O que eu quero é jogar e ajudar a equipa em que estiver”.

FILIPE ÇELIKKAYA: “JOGADORES VÃO CRESCENDO NA ADVERSIDADE”

Por Sporting CP
26 Ago, 2023

EQUIPA B

​Técnico agradado com a postura e capacidade de adaptação frente ao Atlético CP

No final do triunfo em casa do Atlético CP (0-2), em jogo da quarta jornada da série B da Liga 3, o treinador Leonino Filipe Çelikkaya elogiou a atitude da sua equipa, que teve a capacidade de adaptar-se e construir uma vitória sólida num relvado que não estava nas melhores condições, infligindo a primeira derrota da presente temporada aos homens da formação de Alcântara.

“Este é um campo muito difícil, quase impraticável pois a bola rolava com muita dificuldade. Não é o nosso jogo, mas tivemos de nos adaptar ao contexto e os miúdos fizeram-no perfeitamente. Foi um jogo de luta, a bola não passava pela segunda fase de construção, ia directamente para o ataque, e jogava-se a partir daí”, começou por afirmar aos meios de comunicação do Clube.

“Tivemos a capacidade de entrar muito bem na partida, o que fez com que o adversário baixasse um pouco as linhas. Conseguimos criar aí alguns desequilíbrios e, com mérito, fizemos o primeiro golo de bola parada”, sublinhou, destacando a resposta dada na segunda parte, fase em que o adversário ia “entrar muito forte” e era necessário “aguentar a linha defensiva mais subida”.

“Conseguimos fazê-lo e marcar o segundo golo de contra-ataque pelo Dudá. Os miúdos estão de parabéns, fizeram um excelente jogo. Há que realçar o trabalho que fizeram, que foi fantástico”.

O técnico lembrou também que esta foi uma vitória da irreverência dos Leões, que apresentaram um onze muito jovem em que se incluíam quatro juniores, diante de uma formação com bastante rodagem do Atlético CP, que iniciou a partida com sete jogadores acima dos 30 anos de idade.

“É esse o nosso projecto e vamos continuar assim porque sabemos que a curto/médio prazo trará dividendos para o Clube. Há outros jogadores a chegarem a outros patamares e isso é muito bom. Os jogadores do Atlético CP são muito experientes, estão há muito tempo nestas divisões, mas para os nossos jogadores é espectacular porque vão crescendo na adversidade”, salientou.

Exemplo disso mesmo é Samuel Justo, médio de apenas 19 anos que já não integrou a equipa neste jogo pois saiu por empréstimo rumo ao Casa Pia AC, pelo que vai actuar na Liga Portugal.

“Para nós não é estranho, se analisarmos os últimos quatro anos vemos que há muitos jogadores que saíram para contextos de exigência superior. O Samuel fez muitos jogos no ano passado na equipa B e estava a fazer agora também, estou muito feliz por ele pois vai ter uma oportunidade diferente. Significa que trabalhou muito e que as pessoas estiveram atentas ao seu rendimento”.

Em jeito de conclusão, Filipe Çelikkaya deixou ainda uma palavra aos muitos Sportinguistas que se deslocaram ao Estádio da Tapadinha para apoiar a equipa, algo que tem vindo a ser habitual.

“Os adeptos do Sporting CP compareceram em grande número, fizemos um apelo para que estivessem presentes e responderam. Espero que para a semana, com a A. Académica de Coimbra, também venha muita gente. Que nos possam apoiar e transmitir energia para dentro do campo, pois às vezes ficamos sem força nas pernas e precisamos dessa ajuda extra”, atirou.

Já Dudá, extremo verde e branco que foi decisivo ao assinar o golo do 0-2, disse que já esperava um duelo muito competitivo. “Sabíamos que era um campo difícil, mas queremos sempre ganhar e com a força de toda a equipa conseguimos os três pontos. Crescemos muito com estes jogos, mas queremos mais e vamos continuar a crescer. Agora temos já o próximo jogo para ganhar”.

O internacional sub-20 recordou também o momento em que se estreou a marcar na presente temporada, logo na primeira vez que tocou na bola depois de ter sido lançado no jogo, preferindo ainda assim dividir o mérito: “Estou muito contente por ter ajudado a equipa e pelo facto de o míster ter confiado em mim, mas sem os meus colegas nada disto seria possível”.

FILIPE ÇELIKKAYA: “QUEREMOS MOSTRAR A NOSSA QUALIDADE E VENCER”

Por Sporting CP
02 Set, 2023

EQUIPA B

Equipa B recebe a A. Académica Coimbra este domingo

A equipa B de futebol do Sporting Clube de Portugal recebe neste domingo, às 17h00, a A. Académica Coimbra em jogo da quinta jornada da Série B da Liga3.

Filipe Çelikkaya não espera uma partida fácil, mas acredita que os Leões vão conseguir impor as suas ideias: “A A. Académica Coimbra é uma equipa muito competitiva, que ainda não perdeu. Penso que vai ser um bom jogo. Já os analisámos e estamos preparados para o que aí vem. Queremos mostrar a nossa qualidade e vencer o jogo, com a máxima dedicação de todos”.

Os Leões somam três triunfos em quatro jogos, mas o técnico sublinhou na antevisão a este jogo que há coisas mais importantes. “O mais importante é vermos os jogadores a interpretar aquilo que treinamos”, justificou o técnico Leonino, apelando à presença dos Sportinguistas: “Os adeptos são sempre importantes em qualquer escalão e nós contamos com eles. Sabemos que vamos ter um jogo muito competitivo e, por isso, também precisamos da força deles para o tentarmos vencer”.

Em altura de selecções nacionais, Filipe Çelikkaya falou ainda da grande presença de jovens jogadores Leoninos nas equipas de Portugal, em particular na de sub-19, que conta com nove Leões: “É o reflexo do trabalho que se faz aqui, não só na equipa B, mas no Sporting CP inteiro. É fruto do trabalho de todos. Nós temos talento, trabalhamo-lo, e os responsáveis da selecção vêem isso e aproveitam-no também”.

Alexandre Brito, médio de 18 anos, também fez a antevisão ao jogo com a A. Académica Coimbra, começando por falar das primeiras vivências na equipa B verde e branca: “Tem sido óptimo, os meus colegas receberam-me bem e consegui adaptar-me bem. A Liga 3 é muito competitiva, mas está a correr bem e tenho de dar continuidade a isso”.

“Agora defrontamos a A. Académica Coimbra, vai ser um jogo muito competitivo. Eles são uma equipa dura, que ainda não perdeu, mas nós temos de entrar da mesma maneira. Vamos entrar para ganhar e contamos com os nossos adeptos para isso”, disse sobre o encontro.

Ele lá mostra bem a qualidade… Total inércia no banco…

FILIPE ÇELIKKAYA: “TEMOS DE OLHAR PARA OS NOSSOS ERROS E MELHORAR”

Por Sporting CP
03 Set, 2023

EQUIPA B

Técnico considerou que ficou uma “aprendizagem duríssima”

Terminada a recepção à A. Académica de Coimbra (1-2), Filipe Çelikkaya, treinador da equipa B de futebol do Sporting Clube de Portugal, fez o rescaldo do desaire aos meios de comunicação Leoninos.

“Foi um jogo extremamente competitivo e sabíamos que ia ser assim. Tínhamos um plano de jogo estruturado, mas não o conseguimos cumprir na plenitude e o resultado foi este. A A. Académica de Coimbra é um justo vencedor pela atitude que demonstrou ao longo dos 98 minutos e nós não. Só aparecemos a espaços e assim é impossível ganhar jogos nesta Liga 3”, reflectiu, acrescentando: “Temos um grande desafio pela frente, mas a pré-disposição diária e para o jogo tem de ser sempre nos limites. Não sendo, teremos estes dissabores, como aconteceu hoje”.

O técnico analisou, depois, o desenrolar dos acontecimentos, considerando que “não foi um bom jogo” dos jovens Leões, no entanto, mostrou-se confiante numa “boa resposta”.

“A primeira parte não foi boa, na segunda melhorámos na atitude e na procura dos espaços que lá estavam, com mais qualidade, mas sem surtir efeito na frente. Não foi um jogo muito bom da nossa parte, mas temos muita margem para crescer e de certeza que vamos dar uma boa resposta. Estamos feridos, sabemos que não estivemos bem, mas já fizemos três jogos fantásticos neste arranque e temos de nos basear neles também”, sublinhou, reforçando: “Se o nível psicológico não estiver no máximo, tudo se torna mais difícil. Eles têm essa consciência, mas hoje não foi um bom dia”.

Por fim, tendo em conta que orienta uma equipa muito jovem e que se vai construindo também, por isso, de aprendizagens, Filipe Çelikkaya frisou que esta acabou por ser “duríssima”. “A A. Académica de Coimbra é uma excelente equipa, bem orientada, mas acho que nós temos capacidade para vencer. Temos de olhar para dentro, para nós, onde errámos e continuar a trabalhar aquilo que fazemos muito bem”, sentenciou.

Também Rodrigo Ribeiro, avançado verde e branco, analisou a partida, a qual considerou que foi “apenas um jogo menos conseguido”.

“Tentámos resolver o jogo ao intervalo com o míster, mas talvez nos tenha faltado atitude colectivamente, mas esta equipa tem uma margem de evolução muito grande e no próximo jogo vamos já demonstrar o que temos feito até agora”, destacou, antes de olhar para o que se segue: “Temos de ter mais agressividade e atitude. Agora vem a paragem para a selecção, mas temos de dar continuidade ao trabalho e confiar no processo”.

FILIPE ÇELIKKAYA: “VAI SER UM JOGO EXTREMAMENTE COMPETITIVO”

Por Sporting CP
16 Set, 2023

EQUIPA B

Treinador da equipa B projectou jogo em casa do SU 1.º Dezembro

A equipa B de futebol do Sporting Clube de Portugal desloca-se, este domingo, à casa emprestada da SU 1.º Dezembro [Ponte de Sor, às 17h00], para a sexta jornada da série B da Liga 3, a culminar uma semana de trabalho um pouco diferente do habitual, uma vez que 12 jogadores deste plantel estiveram em trabalho de selecções nacionais e vários dos que continuaram a trabalhar na Academia Cristiano Ronaldo, em Alcochete, foram chamados a treinar com o plantel principal. Motivos para Filipe Çelikkaya, treinador verde e branco, sentir que a qualidade do trabalho na formação Leonina é devidamente reconhecida.

“Foi um grande agrado vermos muitos jogadores jovens do Sporting CP a representar a selecção. Isso é muito bom para o nosso plantel, para a nossa equipa, para a nossa estrutura. Em relação aos jogadores que tivemos cá, muitos deles trabalharam com a equipa principal, temos este processo desde há quatro anos e aproveitaram muito bem”, exprimiu em declarações aos meios de comunicação do Sporting CP.

De volta às competições de clubes, Filipe Çelikkaya sabe que para o jogo de domingo é preciso mudanças em relação ao embate anterior, frente à A. Académica de Coimbra. “Foi algo que nós não queríamos [derrota com a A. Académica de Coimbra], avaliámos o que fizemos de mau e que foi um pouco de incapacidade de ter a bola desde início. Não o conseguimos fazer de forma constante como queremos e um pouco, também de atitude. Depois de reflectirmos em conjunto, verificámos que foram esses os grandes motivos do nosso desaire. Temos de dar uma boa resposta, temos de ser mais competentes no próximo jogo, porque é o que nós pretendemos.”

Para a partida contra a SU 1.º Dezembro, os jovens Leões já têm uma certeza: das dificuldades que o adversário vai colocar. “É verdade que não somou pontos nos últimos três jogos, mas já somou nos jogos anteriores. É uma equipa que vem de uma realidade diferente para esta nova realidade, que é muito mais competitiva, não deixa de ter uma boa equipa e um bom treinador, e nós estamos preparados, já os analisámos, sabemos o que vamos apanhar no campo do Eléctrico FC e sabemos que é uma equipa que nos vai dar um trabalho muito grande pela frente”. Por isso, Filipe Çelikkaya espera uma equipa que orienta bem fiel à identidade que a caracteriza. “Sabemos que a SU 1.º Dezembro é uma equipa muito competente, sabemos que vai ser um jogo extremamente competitivo, uma equipa que tem provocado alguns problemas aos adversários. Nós vamos tentar minimizar isso ao máximo e tentar colocar o nosso jogo em práctica de forma a fazer golos e trazer os três pontos, que é o nosso grande objectivo”, referiu.

Vando Félix, avançado da equipa B do Sporting CP, foi um dos jogadores que cumpriu treinos com a equipa principal e revelou o entusiasmo pela experiência vivida. “O treino com a equipa principal foi bom, treinámos com jogadores mais velhos e ganhamos experiência e andamento. Treinámos bem para o próximo jogo”, disse o jogador, lançando o olhar para o jogo deste domingo, no reduto da SU 1.º Dezembro. “Estamos a treinar bem para ganhar o jogo, para limpar a nossa imagem do jogo anterior e estamos prontos para ganhar este jogo”, lançou.

Vando Félix fez a análise ao adversário deste domingo e não escondeu que a equipa B Leonina espera dificuldades. “Vai ser um jogo difícil contra um adversário que subiu este ano da Liga 3. Estamos confiantes que vamos fazer o nosso jogo para garantir os três pontos", acreditando que o emblema de Alvalade se pode destacar neste jogo pelo “trabalho da equipa e foco.”

FILIPE ÇELIKKAYA: “VITÓRIA COM GRANDE ENTREGA DOS JOGADORES”

Por Sporting CP
17 Set, 2023

EQUIPA B

Treinador da equipa B do Sporting CP feliz pelo triunfo frente ao 1º Dezembro

No final da partida, Filipe Çelikkaya, treinador da equipa B do Sporting CP destacou entre vários aspectos, o mais importante: somar mais três pontos: “Foi um jogo extremamente competitivo, sabíamos que íamos encontrar um adversário com qualidade. Entrámos muito bem na partida, a ter o controlo de jogo, a explorar bem os corredores e a ter várias oportunidades de finalização. Acabámos por fazer golo a partir de um lançamento lateral, com mérito e tivemos mais outra oportunidade de golo que foi anulado por fora de jogo, que não me pareceu claro. No final, foi uma primeira parte bem conseguida. Na segunda parte, não entrámos tão bem, também fruto da colocação de mais jogadores no nosso meio-campo por parte da SU 1.º Dezembro e tivemos alguns problemas em ter a bola. Temos de dar mérito ao adversário, que conseguiu fazer isso. A segunda parte não foi tão boa, mas no computo geral, o objectivo que era a vitória foi conseguido com uma grande entrega de todos os jogadores, mesmo quando tivemos de proteger a nossa baliza”, foi a leitura do treinador da equipa B do Sporting CP ao encontro diante da SU 1.º Dezembro.

Filipe Çelikkaya reforçou uma ideia que também fica dos resultados: o equilíbrio de forças entre as equipas que jogam a Liga 3. “Não há uma equipa na Liga 3 que se diga que não é competitiva e digna de lutar pelos três pontos. Todas elas são. Todas elas têm as suas virtudes e defeitos. Esta competitividade faz crescer os nossos jogadores e espero que continue assim porque é determinante para nós”, exprimiu.

O defesa central Miguel Alves, que foi eleito o melhor em campo, também deu conta da satisfação pela conquista de mais três pontos por parte da equipa B do Sporting CP. “Foi um bom jogo, conseguimos levar os três pontos que era o nosso objectivo. Na primeira parte entrámos muito bem, fizemos um golo, podíamos ter feito logo segundo. Baixámos um bocado de intensidade na segunda parte, nos duelos eles foram mais perigosos, meterem o pé por cima, mas juntámo-nos e unimo-nos como equipa e conseguimos os três pontos”, referindo que na Liga 3 “é muito competitiva, qualquer equipa pode ganhar à outra, o primeiro pode perder com o último, é uma Liga muito competitiva, só temos a crescer com isso e é muito bom para nós”, opinou.

FILIPE ÇELIKKAYA: “CONTINUAMOS A SEDIMENTAR PROCESSOS E A MELHORAR”

Por Sporting CP
29 Set, 2023

EQUIPA B

Equipa B regressa a casa para receber o Caldas SC

A equipa B de futebol do Sporting Clube de Portugal enfrenta, este sábado (16h00), o Caldas SC no jogo da sétima jornada da série B da Liga 3. A partida será transmitida em directo na Sporting TV.

“É um jogo difícil perante uma equipa muito competitiva e muito experiente, que têm um treinador e muitos jogadores juntos há oito anos seguidos. Sabemos disso, mas temos de olhar para nós e para aquilo que temos vindo a fazer desde o início da época. Os nossos jogadores têm crescido muito, a equipa também e queremos que assim seja também com uma vitória no sábado”, começou por dizer Filipe Çelikkaya, treinador dos jovens Leões, aos meios de comunicação do Sporting CP.

Após uma fase de paragem competitiva para a equipa B, devido aos compromissos da Taça de Portugal, o técnico sublinhou que a prioridade na semana de trabalhos passou por continuar “a sedimentar processos e a melhorar conteúdos que o necessitam”.

Neste arranque de campeonato, o conjunto Leonino é o líder isolado - com 12 pontos – de uma tabela classificativa em que apenas três pontos distanciam o primeiro e o quinto lugar. Ainda assim, Çelikkaya não quer desviar o foco do processo: “Valorizo muito a liderança e se continuarmos em primeiro até ao final, fantástico, mas a responsabilidade é a mesma: trabalho diário no máximo, melhorar os nossos processos de jogo e continuar a crescer. Essa é a maior responsabilidade que temos, a outra será sempre a consequência do que fizermos dentro de campo”.

E por esta altura há duas marcas que a equipa B tem deixado nos campos desta série B da Liga 3: os jovens Leões ainda não repetiram um onze inicial e são a equipa com mais posse de bola. “É muito difícil os adversários saberem com quem vamos entrar para a partida, mas também é difícil para nós, treinadores, que temos de manter tudo ‘oleado’ para termos rendimento ao fim-de-semana”, considerou, antes de falar da capacidade dominadora com bola “transversal a todos os escalões até à equipa A”.

“É uma imagem de marca do Sporting CP, no entanto, essa posse de bola tem de se traduzir em golos e temos de ter essa apetência. Queremos marcar mais, continuar a ser essa equipa dominadora, mas se em algum jogo não for possível temos de fazer golo na mesma”, realçou o treinador verde e branco, antes de referir que, apesar da juventude e da volatilidade das opções, “tem de haver uma matriz clara”. “Vencer, dar o máximo em cada partida e ser uma equipa dominadora. O que muda, aqui ou ali, são as características dos jogadores, que podem influenciar a forma como a equipa se espalha em campo”, detalhou, acrescentando: “Queremos dar continuidade ao que temos feito”.

Já fora dos relvados, através também da equipa B, o Sporting CP tem reforçado a sua presença e proximidade com a comunidade envolvente, neste caso em Alcochete. Por exemplo, durante a última semana os jovens João Muniz, Mauro Couto e David Moreira visitaram a Escola Básica da Restauração, do Agrupamento de Escolas de Alcochete, e ainda a Junta de Freguesia e o Núcleo do Sporting CP locais, convivendo com os presentes e distribuindo bilhetes para o jogo deste sábado com o Caldas SC.

“Temos uma responsabilidade desportiva muito grande, como também a temos em termos sociais para a comunidade. Se conseguirmos tocar no coração das pessoas ou fazê-las sentirem-se melhores, melhor ainda. Nós também trabalhamos para isso e crescemos com isso”, disse Filipe Çelikkaya sobre a acção, acrescentando: “É um trabalho da estrutura. Temos de apostar e trazer as pessoas aos jogos da formação, da equipa B e da A, neste caso em Alcochete, da comunidade que estamos próximos, e gostamos muito do apoio dos adeptos, porque sem eles nada faria sentido”.

Por sua vez, Guilherme Pires, guarda-redes que tem alinhado pelos sub-23 e tem trabalhado integrado na equipa B, também lançou o jogo que se segue. “Sabemos que vai ser muito complicado contra uma equipa experiente e com muitas rotinas. Nós aproveitámos esta semana para aprimorar aquilo que não nos correu tão bem no jogo anterior e estamos preparados para o que aí vem”, apontou o futebolista de 18 anos, antes de sublinhar “a competitividade” da Liga 3.

“A diferença entre o primeiro e o quinto lugar é de três pontos. Uma das características deste campeonato é a competitividade e isso é óptimo, porque é o que nos faz evoluir. Tenho estado a aproveitar para dar o meu máximo e evoluir a cada treino num contexto que me faz crescer, acima de tudo”, reconheceu ainda, dirigindo-se de seguida aos Sportinguistas.

“São uma parte muito importante e, por isso, faço um apelo aos adeptos. Vai ser um jogo complicado e gostamos sempre do vosso apoio”, destacou, por fim.

FILIPE ÇELIKKAYA: “DAR CONTINUIDADE AO TRABALHO E REFLECTIR SOBRE ESTE JOGO”

Por Sporting CP
30 Set, 2023

EQUIPA B

Técnico verde e branco após a derrota com o Caldas SC (1-3)

Filipe Çelikkaya admitiu que a equipa B de futebol do Sporting CP cometeu vários erros diante do Caldas SC (1-3), mostrando-se insatisfeito com a exibição e o resultado.

“O relvado hoje não nos ajudou e também esteve muito calor, mas não nos podemos desculpar com isso. Fizemos, de facto, uma fraca exibição. Cometemos muitos erros que nos tiraram do jogo. Qualquer equipa que cometa os erros que hoje cometemos, tem dificuldades em dar a volta, mais ainda diante de uma equipa que não veio com a preocupação de assumir o jogo e que esteve sempre à espera”, começou por dizer o treinador Leonino, referindo: “Foi uma boa semana de trabalho, mas não estivemos bem no jogo. Temos de dar continuidade ao nosso trabalho e de reflectir sobre o que aconteceu”.

“Não podemos fazer jogos assim até porque representamos o Sporting CP e temos de dar resposta consecutivamente”, rematou Filipe Çelikkaya.

Chico Lamba também falou após a partida, indo ao encontro das palavras do técnico: “Não foi o jogo que queríamos fazer, as coisas não correram bem e o Caldas SC acabou por ser um justo vencedor porque soube aproveitar as oportunidades e os erros que cometemos. Temos de aprender com estes jogos e fazer melhor já no próximo jogo”.

FILIPE ÇELIKKAYA: “JOGO ALTAMENTE COMPETITIVO”

Por Sporting CP
06 Out, 2023

EQUIPA B

Sporting CP recebe o FC Alverca este sábado

A equipa B de futebol do Sporting Clube de Portugal recebe, este sábado, às 16h00, no Estádio Aurélio Pereira, em Alcochete, o FC Alverca em jogo da oitava jornada da Série B da Liga 3. Filipe Çelikkaya sabe que não será um jogo fácil, mas acredita numa boa resposta da equipa verde e branca.

“Na última jornada tivemos um dissabor, um jogo que não nos correu bem, mas que serviu de aprendizagem. Temos de continuar a trabalhar para que os próximos jogos corram melhor e, no caso, já este com o FC Alverca. O FC Alverca tem uma grande equipa e é um clube que está sempre habituado a lutar pelos quatro primeiros lugares e que tem ido às fases finais. Por isso, estamos à espera de um jogo altamente competitivo no qual esperamos dar a melhor resposta possível”, disse o técnico Leonino, na antevisão ao encontro.

“Vamos precisar de ter um grande espírito, uma grande entreajuda entre todos e muita agressividade sobre a baliza. É isso que nós treinamos, queremos fazer e vamos tentar fazer”, acrescentou o treinador verde e branco.

À entrada para a oitava jornada da Série B da Liga 3, os primeiros seis classificados estão separados por apenas três pontos e para Filipe Çelikkaya isso é sinónimo de “um campeonato extremamente complicado e competitivo”, que ajuda ao crescimento dos atletas Leoninos. O Sporting CP tem a equipa mais jovem da prova, o que por vezes complica mais a tarefa, mas a intenção é continuar a formar atletas e, nesse sentido, uma das grandes preocupações do técnico é “transmitir confiança” à equipa para que consiga colocar em campo o que treina com o objectivo de vencer cada jogo.

Filipe Çelikkaya acredita que o apoio dos Sportinguistas também ajuda ao desempenho dos jovens jogadores Leoninos, esperando por isso que os adeptos compareçam em Alcochete não só para os ajudar neste momento, mas também no futuro: “Se chegarem à equipa principal terão sempre muita gente no estádio e, por isso, eles precisam de saber lidar com essa pressão positiva. Nesse sentido, esperamos ter muita gente a puxar por nós porque isso também é importante no que diz respeito à cultura do Clube”.

Rodrigo Marquês também fez a antevisão ao jogo, indo ao encontro das palavras do treinador: “O FC Alverca é uma grande equipa, mas nós temos todas as condições para ganhar. O último jogo não correu bem, mas temos vindo a trabalhar bem e aquilo que temos de fazer é olhar para os nossos erros e corrigi-los. Somos uma equipa jovem, temos de crescer e continuar a trabalhar o máximo todas as semanas para no jogo fazermos a diferença”.

“Espero que os Sportinguistas venham porque fazem sempre a diferença. É como se jogássemos com 12 jogadores. Venham, que nós vamos dar uma boa resposta”, disse ainda o jovem avançado.

Os bilhetes para este encontro, que será transmitido em directo e em exclusivo na Sporting TV, serão gratuitos para Sócios e respetivos acompanhantes.

FILIPE ÇELIKKAYA: “ENTREGA FANTÁSTICA”

Por Sporting CP
07 Out, 2023

EQUIPA B

Treinador Leonino após a vitória sobre o FC Alverca (2-1)

Filipe Çelikkaya mostrou-se satisfeito com a vitória sobre o FC Alverca (2-1), dizendo que o resultado foi inteiramente justo, uma vez que o Sporting CP teve “mais remates e mais oportunidades claras de golo”.

“Depois do dissabor da semana passada, queríamos dar uma boa resposta e conseguimos. Sabíamos que ia ser um jogo difícil e de emoção, mas tentámos ao máximo equilibrar o jogo em termos emocionais e conseguimos perante uma equipa com jogadores muito experientes e que têm experiência de primeira Liga, o que se vê em determinados pormenores. Entrámos bem, estivemos bem e penso que a vitória nos fica muito bem pela capacidade que tivemos de entrar no último terço. Não definimos tão bem quanto queríamos, mas obrigámos o Luís Ribeiro a fazer boas defesas e hoje os nossos jogadores estão todos de parabéns pelo que demonstraram e pelo que fizeram”, disse o técnico Leonino, após o encontro, sublinhando “a entrega fantástica” da formação verde e branca durante todo o jogo.

Tiago Ferreira também falou após a partida, mostrando-se igualmente satisfeito com aquilo que o Sporting CP fez e conseguiu: “Sabíamos que ia ser um jogo complicado, um jogo de homens, mas conseguimos mostrar o nosso jogo e ter a qualidade necessária para entrar no último terço. Quando as forças faltaram agarramo-nos à resiliência e uns aos outros e vencemos. São estes jogos que nos permitem crescer e que nós queremos”.

FILIPE ÇELIKKAYA: “TEMOS MUITO A GANHAR E ESTAMOS MUITO MOTIVADOS”

Por Sporting CP
28 Out, 2023

EQUIPA B

Sporting CP joga frente ao CA Pêro Pinheiro este domingo

A equipa B de futebol do Sporting Clube de Portugal joga, neste domingo, às 15h00, diante do CA Pêro Pinheiro em jogo da nona jornada da Série B da Liga 2 no Estádio do SU Sintrense.

Filipe Çelikkaya espera um encontro difícil, como têm sido todos, diante do sétimo classificado da prova.

“Já os defrontámos na pré-temporada, mas desta vez o jogo vale três pontos. É um encontro que queremos vencer, mas sabemos que para isso vamos ter de trabalhar muito durante todo o jogo porque esta Liga 3 traz sempre coisas muito difíceis. Temos vindo a ultrapassar muitas com sucesso, mas outras não”, começou por dizer o técnico Leonino, referindo: “É o último jogo da primeira volta, temos muito a ganhar e estamos muito motivados com ele e com aquilo que se segue”.

Nos últimos dias, Filipe Çelikkaya trabalhou sem vários dos atletas com que costuma trabalhar, devido às selecções nacionais, mas essas ausências já são habituais: “Foram chamados vários jogadores, não só da equipa B, como de todas as outras. Temos muitos jogadores com talento, muitos jogadores internacionais e há uns que não são agora, mas que certamente o serão no futuro. Temos muitos jogadores a crescer dentro do Clube”.

Rodrigo Ribeiro, que esteve ao serviço da selecção sub-19 e apontou um golo frente à Escócia, também fez a antevisão à partida frente ao CA Pêro Pinheiro indo ao encontro das palavras do técnico verde e branco.

“Vai ser um jogo difícil no qual queremos dar continuidade ao nosso trabalho. Nesta Liga 3 todos os jogos são complicados, não importa muito a classificação. Por isso, sabemos que vai ser um jogo complicado como todos os outros. Nós estamos nos primeiros lugares e isso dá-nos confiança e motivação, mas mesmo que não estivéssemos iriamos entrar neste jogo da mesma maneira”, disse o jovem avançado, falando do desempenho na selecção: “A vitória interessa sempre mais do que quem marca, mas claro que sendo avançado é sempre importante marcar porque isso me traz confiança”.

FILIPE ÇELIKKAYA: “TEMOS DE CONTINUAR A NOSSA CAMINHADA”

Por Sporting CP
29 Out, 2023

EQUIPA B

Declarações depois do encontro da equipa B

No final do empate (3-3) da equipa B de futebol do Sporting Clube de Portugal contra o CA Pêro Pinheiro, Filipe Çelikkaya analisou o encontro.

“Não interessa ter mais números - e tivemos muitos - e não vencermos o jogo. Entrámos várias vezes no último terço sem conseguir definir bem. Quando o fizemos, marcámos golo. Essa consistência nas acções não foi tão boa como gostaria que tivesse sido e o resultado não foi o que queríamos. No entanto, tenho de valorizar o facto de termos entrado muito bem, termos desaparecido do jogo e voltado a entrar na parte final com muita força, fruto também das alterações que fizemos, que deram velocidade ao jogo. Conseguimos levar daqui um ponto e temos de continuar a nossa caminhada, que é longa”, começou por dizer aos meios de comunicação Leoninos.

O treinador verde e branco lembrou que os Leões querem “vencer todas as partidas”, pelo que o resultado desejado era outro: “Representamos o Sporting CP e, portanto, entramos sempre para vencer. Temos, também, de nos lembrar que há sempre o adversário, que tem os seus pontos fortes e que temos de os contrariar. Hoje não o conseguimos fazer em alguns aspectos. Não estivemos concentrados o suficiente. Temos outro jogo na próxima semana, vamos analisar o que fizemos bem e menos bem hoje. Temos um processo longo pela frente e estes jovens estão a crescer, com muitos juniores a jogar, o que é positivo para o Clube”.

Por fim, Filipe Çelikkaya elogiou “a tranquilidade com que os jogadores fizeram as coisas”, mesmo quando estavam em desvantagem. “A decisão no último terço podia ter sido melhor, mas conseguimos empatar. Levamos daqui um ponto e há que dar continuidade porque isto é uma maratona”, acrescentou.

Miguel Menino, que foi eleito o melhor em campo depois de ter somado dois golos e uma assistência, frisou que, “para o que a equipa trabalhou”, o Sporting CP podia “ter definido melhor”.

“Encontrámos bem o espaço, mas, em certos momentos, podíamos ter feito melhor. Não fomos tão consistentes como devíamos ter sido e pagámos caro. Conseguimos reagir e chegar ao empate, mas não bastou”, disse.

O médio admitiu que “é sempre importante marcar golos”, mas garantiu que se tratou de “um trabalho de todos”. “Por acaso hoje fui eu que marquei, para a semana pode ser outro”, lembrou.

Para concluir, Miguel Menino definiu as próximas metas: “Se queremos continuar no topo da tabela, só podemos pensar na vitória no jogo contra o Amora FC”.

FILIPE ÇELIKKAYA: “RIGOR OFENSIVO E DEFENSIVO TEM DE ESTAR SEMPRE PRESENTE”

Por Sporting CP
03 Nov, 2023

EQUIPA B

Equipa B desloca-se a casa do Amora FC no sábado (15h00)

A equipa B de futebol do Sporting Clube de Portugal volta a entrar em acção, este sábado, com a visita ao Amora FC, referente à décima jornada da Série B da Liga 3, que dá o início à segunda volta.
Filipe Çelikkaya, treinador dos jovens Leões, falou aos meios de comunicação do Clube para perspectivar o encontro, mas começou por recuperar as sensações deixadas na última jornada, no terreno do CA Pêro Pinheiro (3-3).

“Valorizamos muito a reacção à adversidade, porque estávamos a perder 3-1 e conseguimos a igualdade, mas em termos de consistência e maturidade do nosso jogo tivemos uma oscilação muito grande”, avaliou, antes de sublinhar a importância do “rigor em todas as tarefas” e também de “produzir mais golos”.

Além disso, o técnico verde e branco lembrou que foram utilizados “oito juniores” nesse encontro que “estão numa fase de crescimento”. “É uma realidade competitiva à qual não estão habituados, mas têm de passar por isto para ir a patamares superiores. Isso é muito bom, mas também queremos traduzir isso em vitórias”, realçou.

Enquanto a equipa B Leonina está no terceiro lugar com 16 pontos - a dois da liderança -, o Amora FC é o actual décimo e último classificado, com seis pontos, e soma quatro derrotas consecutivas neste momento. No entanto, Filipe Çelikkaya frisou que o foco do grupo está, acima de tudo, em olhar para dentro e para si. “Olhamos muito para nós e chegamos ao consenso que o rigor nas tarefas defensivas e ofensivas tem de estar sempre presente no nosso dia-a-dia”, atirou, antes de lembrar que o Amora FC mudou recentemente de treinador - Pedro Costa, ex-SC Guadalupe, da ilha Graciosa, nos Açores, foi o escolhido.

“O Amora FC mudou de treinador, não sabemos muito bem como se vão apresentar e frente ao FC Alverca jogaram com dinâmicas diferentes. O foco está muito naquilo que conseguimos fazer e queremos a vitória, como sempre, mas as tarefas individuais e colectivas têm de estar presentes”, reforçou, por fim.

Depois, o extremo Afonso Moreira também abordou, primeiramente, a partida em Sintra. “Sabemos que não foi a melhor das exibições”, reconheceu, considerando também que faltou “controlo no jogo”. Contudo, o jovem futebolista realçou que a equipa “soube reagir” e essa foi a “parte positiva a retirar”.

“Manter a consistência, criar um bom espírito de equipa e rotinas” são, nas palavras de Afonso Moreira, as chaves para dar uma boa resposta neste fim-de-semana. “O Amora FC é uma equipa muito competitiva, embora venha de algumas derrotas, e mudou de treinador, o que pode levar a algumas nuances tácticas diferentes e pode fazer com que alguns jogadores também se queiram mostrar”, considerou, antes de falar sobre o seu trajecto no Sporting CP.

“Tem sido um caminho interessante e bonito. Tenho melhorado com e sem bola e só espero continuar a evoluir, porque ainda tenho muito para dar pelo Clube”, sentenciou, confiante.

FILIPE ÇELIKKAYA: “SABEMOS QUE TEMOS UM CAMINHO A PERCORRER”

Por Sporting CP
04 Nov, 2023

EQUIPA B

Treinador Leonino após a derrota frente ao Amora FC (2-3)

Filipe Çelikkaya lamentou naturalmente a derrota com o Amora FC (3-2), depois de a equipa B do Sporting CP ter estado a vencer por 0-2, mas sublinhou que as incidências deste jogo fazem parte do processo dos jovens jogadores.

“Fizemos uma boa primeira parte, a construirmos com facilidade, a quebrar a primeira pressão deles e a entrar dentro das linhas e dos espaços que eles nos davam. Conseguimos fazer o golo e fomos para o intervalo com pouca coisa para corrigir. Alertámos apenas que tínhamos de entrar fortes na segunda parte para não permitirmos que eles ganhassem alguma motivação e acabámos por fazer o segundo golo, mas a partir dos 60 minutos deixámos de existir. Não quisemos jogar tanto como tinha sido pedido e depois, defensivamente, cometemos alguns erros que nos custaram muito caro”, começou por dizer o técnico Leonino, acrescentando: “Sabemos que temos um caminho a percorrer. Ainda faltam muitos jogos e eles têm de dar uma resposta positiva, até porque sentiram, de certeza, esta derrota como ninguém”.

“Há muitos jogadores que, neste momento, estão nas primeiras ligas que passaram por este processo e é de realçar que, todos os comportamentos e as dificuldades que estes jovens estão a ter, os jogadores que já estão na primeira liga a jogar também tiveram. Portanto, isto é cíclico. Para o treinador que já sabe isso é sempre difícil, mas ele já reconhece a realidade e já sabe que eles vão passar por estas dificuldades. Para os jovens que nunca passaram por estas dificuldades torna-se mesmo muito difícil e torna-se difícil porque muitas das vezes duvidam da sua capacidade e não podem deixar de duvidar da sua capacidade. Têm de se focar nas suas tarefas, focar na competição e ter ajuda de quem está ao lado deles para os motivar todos os dias para desenvolverem um bom trabalho. Assim, eles vão conseguir crescer a longo prazo, mas, no imediato, vão ter de passar por isto”.