Fibra óptica

Serve para dar alguma informação mas solicitar mais informação ainda.

A Clix lançará - previsivelmente dentro de poucos meses - um serviço até Triple Play baseado em fibra óptica - informação “oficiosa” encontra-se aqui:

http://www.forumclix.net/viewtopic.php?t=6355

Agora as perguntas:

  1. A rede da AR Telecom (e a da TVTel também, parece) baseia-se em fibra óptica. No entanto o seu presidente anunciou há dias que ia deixar de apostar em Portugal. Porquê uns a deixar de investir e outros a investir? As novas redes de fibra óptica poderão ser nalgum ponto melhores que as existentes?

  2. Se a rede de fibra óptica é tão mais poderosa em termos de velocidade e capacidade, porque é que o hardware caseiro e software são praticamente indisitinguíveis dos utilizados na Smart TV, Zon TV Box ou Meo? O que é que se pode esperar em termos de novos serviços no futuro?

  3. Alguém sabe se PT, TV Cabo ou outra operadora estão a preparar alguma oferta neste domínio?

Agradecido por qualquer esclarecimento ou achega. :wink:

Zed? Gabriel Alves? Alguém? :shifty:

1 - Tanto quanto sei, a AR Telecom não utiliza plataformas de cabo para fazer chegar o sinal a casa dos clientes; utiliza aquilo que eles chamam redes wireless Tmax.

Relativamente à questão comercial propriamente dita, não sei responder de forma concisa porque é que isso acontece, mas provavelmente deverá ter a ver com a capacidade de penetração no mercado. A AR Telecom deverá ter dificuldade em competir com outros operadores já instalados, o que não deverá constituir um bom indicador para a empresa. Esta coisa de se dizer «Ah e tal, nós somos cabo e os outros são linha telefónica, portanto, não concorrem conosco» não me parece que faça algum sentido, porque os serviços prestados e os próprios conteúdos são muito similares. Se assim não fosse, não havia pessoas, por exemplo, a deixarem de ser clientes da TV Cabo e passarem a ser clientes da PT ou da Clix, ou seja, deixam de ser clientes de um operador de cabo, para passarem a ser clientes de um operador de linha telefónica.

Ao contrário daquilo que muita gente pensa, a ZON (antiga TV Cabo e Net Cabo) não utiliza fibra óptica, mas sim cabo coaxial para fazer chegar o sinal aos seus clientes. A TV Tel é que já andou aqui na minha rua a instalar infra-estruturas e segundo o que me foi revelado por um técnico o acesso vai ser feito por fibra óptica.

2 - Parte da resposta a esta questão, já foi respondida no ponto 1. O que te posso dizer, é que a função das boxes é sempre a mesma: converter de digital a analógico, demodular, etc.

O que se pode esperar no futuro, é que aparecem mais e melhores serviços que funcionem na base da interactividade. Não te posso dizer o que está em estudo, mas é óbvio que a quantidade e qualidade dos serviços prestados depende da largura de banda e esta do suporte de transmissão de dados e nesse capítulo, a fibra óptica poderá ser aquele que se apresenta na linha da frente para permitir velocidades mais elevadas.

3 - Não, não tenho conhecimento. O que eu sei, é que a ZON comprou (ou vai comprar) a TV Tel e esta já instalou infra-estruturas aqui na minha rua, o que significa que se vão expandir aqui na zona de Lisboa.

:wink:

PS: O link que forneceste não funciona.

Já alterei.

Em relação ao tema apenas que dar uma opinião com base naquilo que eu estudei este ano (é para justificar o tempo e dinheiro que gasto aos meus cotas na Universidade!)… A fibra óptica é incomparavelmente superior em termos de velocidade de propagação comparativamente ao cabo que actualmente usamos! Os problemas da sua utilização prendem-se basicamente com o seu elevado custo para que se cobra imediatamente o país e depois porque ainda é objecto de estudo, já que é muito sensível a interferâncias de várias ordens… Se quiserem saber mais coisas sobre isto e de modo mais aprofundado, chateiem o Da Rocha que ele tem a orbrigação de saber proque ele provavelmente gostou mais da cadeira onde se deu isto do que eu! ;D

As interferências na fibra óptica são mais comuns que no cabo? Mas não é um cabo mais grosso e mais protegido? :think:

Não! Na fibra óptica o canal usado para a transmissão de sinal até convém que seja cada vez menor… O ideal seria baixar o tamanho do comprimento do canal até ao comprimento de onda do sinal transmitido, por forma a termos um sinal “mais direito” isto é sem reflexões (para não haver tanta dispersão do sinal!). O cabo a ser mais grosso e a ser protegido como tu dizes (eu a única vez que vi esse cabo foi em laboratório portanto naturalmente deve ser em condições diferentes do que vai para o mercado) deve ser devido ao tamanho da sua bainha que protege o dito canal de transmissão de sinal…

Nota: a grande vantagem da fibra óptica em relação ao cabo “normal” é mesmo a sua velocidade. A sua fiabilidade perante as interferência é que tem sido objecto de estudo e tem atrasado o seu lançamento no mercado (para além do seu preço claro).

Não vou dizer que percebi o primeiro parágrafo, mas acho que percebi o essencial. Obrigado! :great:

A fibra óptica é um “cabo” mais fino, mais leve, mais flexível e mais barato (quando estiver aí em força no mercado, atenção) que o cobre. Estão a ver a ‘sediela’ da pesca? É parecido. A difusão de dados é muito mais rápida e as interferências e as perdas são menores.

No entanto, para já, como diz o a32772, os estudos de transmissões sobre fibras são mais que muitos. É preciso ter emissores e receptores adequados (custam dinheiro e são alvos de muitos estudos). Há ainda uma série de outros factores (não me perguntem ao certo quais) que têm atrasado a sua penetração no mercado.

De resto, perguntas mais relacionadas com o mercado não me façam. O que sei já é de si pouco. O meu maior contacto com a fibra óptica foi ter que pegar num ‘rolo’ de 40 km de fibra. :angel:

A fibra óptica é imune a interferências. Como sabem o que percorre um cabo de fibra óptica é luz pura e simplesmente, logo como é que é possível haver interferências?
Existem vários tipos de fibras, as mais vulgares monomodo e multimodo. As primeiras são as de melhor qualidade porque modo disseram anteriormente, não sofrem reflexões no interior do cabo, conseguindo distâncias superiores, estas têm também diâmetros inferiores, maior largura de banda, mas implica o uso de laser para gerar o sinal, logo o custo é superior.
As multimodo têm diâmetros maiores, facilitam o acoplamento de fontes luminosas e requerem menos precisão nos conectores.
É usada para curtas distâncias e são mais baratas.
O governo criou um programa recentemente para até 2010 estar generalizado o uso da fibra óptica, ou seja querem os senhores que a dita cuja chegue até às casa dos clientes. Já tou a imaginar os novos tarifários de 100 Mbps (o que para fibra óptica é muito pouco).

Pegaste?? :rotfl:

Uma pessoa de cada lado e pegasse bem. Só se não eram 40 km, mas tenho praticamente a certeza. ???

Testes de FTTH da Sonaecom já estão a ser feitos à alguns meses na zona da Expo, e pelas informações que tenho com grande sucesso.

A PT tb vai lançar Fibra brevemente, estando a fazer testes, e a preparar o roll-out.

Mais não posso avançar.

Sobre especificações técnicas não percebo nada, mas hoje vi no Discovery como é fabricada a fibra óptica e fiquei :o

Yep. É verdade. Quanto às perguntas:

  1. Quase todas as redes hoje em dia são baseadas em fibra óptica. O que varia é o método de acesso ao cliente final. Nos exemplos que deste, a TVTEL(que entretanto foi comprada pela ZON) tem algumas implementações de FTTH (Fiber to the Home) mas a AR Telecom, tanto quanto sei, usa tecnologia Wireless para chegar ao cliente final. A razão da Sonaecom investir quando os outros estão desistir de o fazer tem a ver por um lado com a capacidade financeira para o fazer mas sobretudo com a aposta que a SNC está a fazer para investir num mercado que ainda está virgem e, como tal, livre do domínio da PT. Pretende-se criar uma rede que chegue a 1 milhão de casas em 3 anos e o objectivo é que seja aberta a outros operadores. Em moldes justos e que beneficiem a concorrência, longe do que acontece no acesso aos lacetes locais em cobre.

http://tek.sapo.pt/4O0/808604.html

  1. Quanto à diferença da fibra em relação às outras soluções, é sobretudo uma questão de largura de banda. Enquanto no ADSL há fortes limitações de largura de banda em função da distância até a Central, na fibra não há esse problema. Não haverá a tal questão dos mal entendidos em relação à velocidade contratada. O serviço a 30 Mbps (Por hipótese :slight_smile: , não posso falar ainda sobre a nossa oferta :wink: ) será realmente a 30 Mbps e o serviço de televisão não irá “comer” dessa largura de banda, nem o factor distância entrará nesta equação. Haverá cada vez mais oferta de canais em alta definição.

  2. É provável que a PT e ZON respondam. Os primeiros também já têm pilotos implementados e provavelmente só estam à espera da regulamentação para avançar em força.Uma regulamentação, diga-se de passagem, que os proteja e que não os obrigue a partilhar a rede com os outros, tal como a SNC irá fazer.

A ZON também já deve ter planos para a modernização da sua rede para poder oferecer serviços no cabo que concorram com a fibra. Acredito que ainda estejam a sofrer para conseguirem cortar o cordão umbilical que ainda os liga à PT no que à infraestrutura de rede e sistemas de informação diz respeito.

Afinal isto já anda a “bombar”:

http://fibra.clix.pt

Ainda não chegou foi a Telheiras. :-\

Há duas coisas que eles não explicam no “site”:

  • a composição dos pacotes de canais

  • durante quanto tempo os preços se mantêm com desconto em relação aos normais (e, já agora, qual o período de fidelização).

Alguma novidade nesta ou noutra frente?

a PT vai entrar em força no FTTH, aproveitando a infraestrutura gigante que possui, para poder entrar nos clientes com uma fibra dedicada.

A fibra óptica é o meio de transmissão mais eficaz, mais seguro, menos susceptivel de avarias, possibilita uma largura de banda inatingivel por qualquer outro suporte de transmissão. Há muitos anos para cá que a fibra óptica é um meio altamente desenvolvido, não precisa de mais garantias para comprovar a sua competência. Tem uma capacidade brutal, podendo ser um suporte para várias dezenas de gigabits/segundo. Já agora a fibra é também o suporte com menor sujeição a ruidos exteriores ou interferências. :wink:

A maior questão é o preço dos equipamentos terminais e intermédios que terão de ser aplicados na rede, para conversão do sinal óptico para eléctrico, mas creio que com a massificação esta questão seja facilmente ultrapassada.

um dos maiores problemas com a fibra óptica é que, para minimizar a refracção do sinal nas “paredes” do cabo (que, para quem não sabe, é mais fino que um cabelo humano), está limitado em termos de curvas a que o cabo pode ser sujeito. Se não me engano, qualquer coisa superior a 15, 20 graus causa tremendas limitações ao sinal, aumentado em muito o tempo de chegada ao destino.

Uma fibra óptica não é nada mais do que vidro, logo está algo limitada a sua flexibilidade.

Está aqui perto da Vodafone um camião da clix a fazerem publicidade à fibra óptica. ::slight_smile: