Fenómeno raro afectou movimento no Aeroporto da Madeira

[b]Fenómeno raro afectou movimento no Aeroporto da Madeira[/b]

A baixa do Funchal assiste hoje a um fenómeno natural raro, estando «submerso» num denso manto de nevoeiro que causou apreensão e afectou o movimento nos Aeroportos da Região.

Uma fonte do Instituto de Meteorologia explicou à agência Lusa que tudo «se deve a uma massa de ar do Atlântico do quadrante sul, com temperaturas mais altas do que o oceano, e, ao entrar em contacto com as águas, acontece um processo de condensação muito rápido».

Adiantou que esta situação se registou noutros concelhos da costa sul, designadamente, Calheta, Machico, Santa Cruz e na ilha do Porto Santo.

«É um fenómeno raro e localizado. A brisa do mar depois propulsiona o nevoeiro para terra», disse a mesma fonte.

Este nevoeiro baixo afectou o movimento de aterragens e descolagens no Aeroporto Internacional da Madeira.

Os aviões que faziam as ligações Paris/Porto e Amesterdão/Lisboa acabaram por divergir para Lisboa, e na Madeira as descolagens estiveram interrompidas desde as 10:50, apurou a Lusa junto de uma fonte daquela infra-estrutura aeroportuária.

A operação foi retomada depois das 12:30, estando atrasados os voos com destino ao Porto Santo, o TP 588 Lisboa/Frankfurt e o TP 358 para Gatwick.

Quanto aos voos que divergiram para Lisboa, serão reprogramados, informou.

Diário Digital / Lusa

Foi bonito de ver :slight_smile:

:smiley:

Espectacular.

Estive lá esta semana, foi pena o nevoeiro vir com 3 dias de atraso. Era bonito ter visto. Imagens espectaculares.

Quando li a notícia à tarde fiquei mesmo curioso para saber o que se tinha passado. Obrigado pelas fotos! Estão excelentes

[quote=“MadeiraLion”][quote]Fenómeno raro afectou movimento no Aeroporto da Madeira

Uma fonte do Instituto de Meteorologia explicou à agência Lusa que tudo «se deve a uma massa de ar do Atlântico do quadrante sul, com temperaturas mais altas do que o oceano, e, ao entrar em contacto com as águas, acontece um processo de condensação muito rápido».

Condições dessas acontecem no Verão quase sempre em que a temperatura do ar é superior à do mar e por isso deveria haver mais nevoeiros desses.

Só vejo uma explicação , haver uma grande diferença de temperatura entre a água do mar e a massa de ar , o que tem mais lógica nesta altura do ano , pois as águas ainda estão frias e o choque com essa massa de ar quente provocou esse nevoeiro.

Que nevoeiro cerrado , até parece cenas de um filme que eu vi há uns anos que o título era o “nevoeiro”.

Muito louco.

Essa ilha é um espectáculo.

Maravilhosa Madeira!