Ex-jogadores do Sporting - Parte 2

1 Curtiu

Slimani a jogar agora no canal 11.

1 Curtiu

Carlos Jatobá: A derradeira herança de Bruno de Carvalho

Médio ainda tem um ano e meio de contrato

Carlos Jatobá só não é um nome desconhecido para os adeptos do Sporting pois, anualmente, é notícia por ter sido novamente emprestado. Aos 26 anos, o médio foi confirmado como reforço do Santo André, um modesto clube paulista que vai disputar o quarto escalão do futebol brasileiro após sucessivas cedências ao CRB, Grêmio Esportivo Brasil e Atlético Goianiense. Para a direção dos leões, o problema é que o contrato só termina em junho de 2023, e é quase certo que este investimento nunca será recuperado.

O jogador chegou a Portugal num contexto muito especial na vida do Sporting. No início do verão de 2018, as ondas de choque provocadas pela invasão à Academia ainda eram muito fortes. O então presidente Bruno de Carvalho (BdC) estava prestes a ser destituído em Assembleia Geral, mas poucos dias antes da votação dos associados ainda apresentou um reforço que, à partida, seria para ingressar na equipa de sub-23. A 15 de junho de 2018, o jogador foi oficialmente apresentado com fotos ao lado de BdC afirmando aos meios do clube que “estava a realizar um sonho”. Sobre o seu currículo havia muito pouco a dizer. Natural de São Paulo, o futebolista começou a carreira no Paraná antes de seguir para Curitiba, onde representou o JMalucelli, e foi alvo do primeiro empréstimo ao Londrina. Regressou a Curitiba onde passou um ano antes emigrar para a Europa, mais precisamente para a Bulgária, onde representou o FC Dunav. Com o passaporte comunitário na mão fruto de ligações familiares a Itália, acabou por vir para Portugal onde o Sporting havia extinto a equipa B e ia apostar mais forte nos sub-23. Entretanto, Bruno de Carvalho foi destituido a 23 de junho de 2018 deixando, entre outras heranças, Carlos Jatobá.

Da saída à fatura

Jatobá em açãoNum defeso atribulado e com pouco dinheiro para investir, a Comissão de Gestão encabeçada por Sousa Cintra que presidiu o clube entre a saída de Bruno de Carvalho e a chegada de Frederico Varandas, acabou por fazer regressar José Peseiro a Alvalade. O técnico, na pré-temporada, não perdeu a oportunidade de observar todos os jogadores, e Carlos Jatobá entrou nessa lista. O então jovem jogador participou em alguns treinos da equipa principal, mas rapidamente se chegou à conclusão que não tinha capacidade para representar os leões, nem na equipa de sub-23 onde foram integrados jovens valores como Luís Maximiano, Gonçalo Inácio e Miguel Luís, entre outros. De acordo com informações recolhidas Carlos Jatobá era um jogador “lento, com várias falhas a nível técnico e tático e com pouca margem de progressão muito baixa”, logo muito dificilmente seria utilizado, mesmo nos sub-23.

Entretanto, em setembro de 2018, poucos dias após a tomada de posse de Frederico Varandas, foram tornados públicos os números relativos à aquisição de Carlos Jatobá. O Sporting, de acordo com informação prestada à CMVM, pagou 100 mil euros ao FC Dunav. Já o jogador teria um salário de cinco mil euros mensais, mas caso atingisse determinados objetivos desportivos, os leões teriam de pagar uma comissão de 1,5 milhões de euros à empresa ‘FutGlobo’. Este cenário não se chegou a concretizar e, poucos meses após ter chegado, Carlos Jatobá começou a sua senda de empréstimos por clubes brasileiros.

Desde o início da sua carreira, Carlos Jatobá vai no nono clube e sem grandes resultados desportivos a apresentar, só dois títulos estaduais assegurados em 2019 e 2020. Este ano terá uma nova oportunidade de vingar no modesto Santo André, mas o mais provável é que este médio volte a ser notícia para os adeptos leoninos no final de 2022…

Não foi o contrato da NOS, nem o Pavilhão nem o jogadores que ele contratou, nada disso foi o Carlos Jatobá.

9 Curtiram

E só custou 100 mil€ , quem me dera a mim que flops do Sporting custassem sempre 100.000€

GRANDE LEÃO!!!

5 Curtiram

Para a real ■■■■ que pariu com estes jornaleiros.

Pavilhão? Contrato NOS? VAR? Naaa

JEFFERSON EXPLICA AS DIFERENÇAS ENTRE SPORTING E SC BRAGA

SPORTING 11:49

Jefferson analisou a partida entre o Sporting e SC Braga. O lateral brasileiro conhece bem as duas equipas, porque jogou em ambas.

Jogou em Braga e em Alvalade. Este será um jogo especial, de fortes emoções, como um jogo grande?

É claramente um jogo especial, pois são dois clubes de grande dimensão, que têm vindo a crescer. O Sporting foi campeão, o SC Braga tenta sempre ir atrás, é mesmo um jogo grande.

Considera que são dois clubes muito diferentes. Sentiu essa diferença?

«Sente-se sempre a diferença. O Sporting foi campeão ainda agora, o SC Braga não conseguiu ainda. Depois a cobrança dos adeptos do Sporting é sempre superior, pois são em maior número. Mas não me arrependi com a mudança na altura, pois tive lá um ano profissional muito bom, com jogos, a jogar com regularidade. Na altura estava emprestado mas até houve possibilidade de continuar, mas a proposta que foi feita não foi do agrado, pois teria de cortar no salário mas ficar com os mesmos anos de contrato.