Entrevista Queiroz Pasquim 26/11 - E esta hein?

E esta hein?
O mister cerebral, que muitos ainda recordam com saudade faz as contas e…
…mesmo tendo em conta que o referido afirma-se hoje arrependido por o ter ido buscar para o lugar de Robson Queiroz afirma que, at the end of the day, preferiu trabalhar com Sousa Cintra do que com qualquer outro presidente.

Porquê?
Diz Queiroz que apesar de instável era sim ou sopas e que o grande defeito que tinha era ouvir quem não devia, porque de resto considera-o “imbatível” a ir buscar os jogadores que quis, que virava o mundo por um objectivo.

Em contraponto Queiroz conta (para minha desconfiança pq recordo bem a “cama” que fez ao búlgaro) que já na fase “projecto” viveu situações caricatas como a saída de Valckx e Balakov, das quais só teve conhecimento já com os contratos assinados e sem informação prévia.

Enfim… imagino que os “projectistas”, mesmo os que apreciavam o professor, o remetam agora para a gaveta dos boçais saudosistas da velha forma de gerir o Sporting, tão dissonante e inferior à actual, repleta de sucesso e eficácia.

O resto da entrevista é curiosa por alguns aspectos:

  • tentando desculpar-se atirando culpas e lugares feitos a torto e a direito Queiroz acaba por assumir que fez trampa táctica no 6-3. Ao menos isso, já começava a ser ridículo enfiar a cabeça na areia.

  • cai no contracenso por enunciar como grande dificuldade todo o protagonismo e influência que teve no clube no seu período, como se fosse algo negativo. Apetece perguntar: “não é esse o modelo inglês? Não é isso afinal Fergunson? Não gostavas de o substituir?”. A natural tendência do tuga para desculpar-se.

Enfim… uma entrevista curiosa que coloca o professor a afirmar algo que não previa mas que é engraçado: bateu-me, era maluco mas meus amigos… de tudo o que vi Cintra ainda foi o melhorzito.

A parte em que Queiroz elogia a determinação de Cintra no mercado devia fazer “corar” os apoiantes do nosso pseudo especialista caça prémios… mas provavelmente não faz.

A minha esperança no SCP é que na saída de FSF seja Cintra o sucessor com um Luís Figo na estrutura do futebol.

Mas o que é que isto tem a ver com o tópico? E já agora, o que é que ter razão ou não vai ajudar a alguma coisa? Mas há aqui problemas de afirmação ou quê?

:o

jovem , agora deixaste-me sem palavars… O Luis Figo teria uma vantagem e certo, as receitas publicitarias subiriam. As dele claro, a cada pais que fosse tratar de um assunto, ia fazer mais um comercial. :rotfl:

Não é uma hipotese assim tão recambulesca. Como dirigente Luis Figo teria dupla utilidade: um símbolo para os jovens, peso na imagem do clube. Estou a falar de funções directamente ligadas ao futebol logicamente. :wink:

admito que sim, nao o estou a ver e interessado nisso. nem o Cintra. O proximo presidente vai ser provavelmente o revisor de contas do BES.

Queiroz é do tipo de treinador que eu gostaria de voltar a ver em Alvalade… Só não foi campeão porque os roubos eram descarados! Com Queiroz nós jogávamos com o Real Madrid cá, lá e pelo caminho a dar autênticos banhos de bola! E depois é um excelente formador de jogador, quer a nível humano, quer ao nível técnico!

Quanto à surpresa de dizr que Cintra foi o melhor presidente não me espanta, porque este era um presidente que não regateava esforços para conseguir os seus intentos, dado que antes de ser um presidente cerebral, era um homem que sofria na bancada como nós e que não tinha qualquer problema em demonstrá-lo… Com Cintra e Queiroz os adeptos sonhavam e sofriam desilusões, mas o que certo é que a equipa jogava muito e tínhamos o estádio cheio! Agora a equipa não joga, não ganha nada e as bancadas estão vazias…

Com Cintra e Queiroz tínhamos um treinador formador e um presidente que ia ao balneário dar força ao treinador e jogadores, apoiando-os e mostrando o lado dele enquanto adepto que sofria por eles… Agora temos um treinador que é um senhor da tranquilidade e quem vai ao balneário é alguém que anda no Sporting por comissão, que nem presidente é…

Com Queiroz e Cintra o Sporting tinha alma, tinha jogadores com qualidade e alguns muito jovens de altíssima craveira! Agora o Sporting passou de ter jogadores de qualidade para ter “talentos”, que depois irão ser jogadores de grande qualidade quando forem para outra equipa, altura em que o Sporting irá investir esses dividendos em mais trampa…

Enfim, que saudades de Queiroz e Cintra!

Discordo numa coisa, faltava algo essencial a Cintra para ser um bom presidente, a capacidade de se distanciar por momentos do adepto sofredor que era para tomar a decisao cerebralmente correcta. Se o fizesse nunca tinha despedido o Robson por ex. E isso e uma pecha importante nele.

Tu dizes isso por causa de um jogo em que o JVP cada vez que tocava era golo… Não fosse essa a noite da vida dele e o Benfica em vez de ganhar 6-3 tinha perdido por uns 3-0… E seríamos campeões! Isto claro esquecendo os roubos de que o Sporting foi vítima e os favorecimentos feitos ao Benfica!

Acho que Queiroz estava já claramente acima de Robson no que toca à qualidade de treinador!

Fico agoniado quando vejo que há quem sinta, na realidade, saudades do Queiróz. Das duas uma, ou sofremos todos de graves problemas de memória ou a situação do PB está mesmo preta.

Realmente o Sporting está a caminhar para uma situação tão degradante e como as eleições só são daqui a ano e meio (corrijam-me se estiver errado) e até lá isto ainda vai ficar pior porque não vejo nestes actuais dirigentes capacidade e empenho para dar a volta a isto e no limite só vejo uma pessoa para pegar nisto , o Sousa Cintra.

Da outra vez o Sporting já não tinha dinheiro em caixa para pagar as contas correntes como a água e a luz e foi o Cintra que pagou isso e pegou no clube quando mais ninguem queria pegar , agora a situação é oposta , temos a situação financeira controlada mas há um défice de entusiasmo e emocional e os próprios sócios e adeptos cada vez sentem menos empatia com o clube resultando num afastamento de sócios e adeptos.

Em poucos anos passamos dum limite ao outro , da quase banca rota para o esvaziamento do clube em sócios e adeptos se se mantiver esta tendência.

Se isto continuar assim por altura das eleições só vejo uma pessoa para pegar nisto , Sousa Cintra.
E como estão na moda as petições , nem que se faça uma petição para ele se candidatar.

Apesar da vergonha dos 6-3, indisculpável, a verdade é que antes do Queirós tinhamos imensas dificuldades a vencer fora. Ou era por 1-0 ou 2-1, para não falar nos empates e nas derrotas.
Ainda me lembro o quanto difícil era vencer em Guimarães. No entanto lembro-me que com o Professor fomos lá espetar 4 batatas.

Infelizmente o gajo tinha muita presunção e falta de humildade, entrando em choque com o Bala e com o Cadete, que na altura eram responsáveis por 70% dos nossos golos.

temos? :o com mais de 200milhoes de passivo?

Controlada porque apesar do passivo pelo menos não temos os cobradores à porta e ameaças de cortes de fornecimento de serviços ao Sporting como da outra vez.

entre os bancos e a edp… venha o diabo e escolha…

essa é uma mentira que dita muitas vezes passa a verdade. Foi Cintra que veio resolver isso, não o projecto. Foi com Cintra que acabaram essas notícias patéticas logo não é por aí que o projecto ganha vantagem a Cintra. É provavelmente noutras coisas mais “plásticas” e “cosméticas” pois também não é pelo futebol jogado e pelas finanças. Nos títulos sim, mas também será preciso muita lata de quem hoje ainda desculpa os falhanços actuais com árbitros não reconhecer que nessa fase eramos ainda mais, e de forma mais escandalosa, roubados, até por consequência de um dos maiores defeitos de Cintra, a ingenuidade para com outros agentes do futebol que considerava “amigos”.

Interpretaste mal o que eu disse , essa parte que eu me refiro é no tempo do Jorge Gonçalves , se fores ler o que eu escrevi , vês que eu disse que foi o Sousa Cintra que pagou essas contas logo não estou a atribuír essa vantagem ao “projecto” , eu referi só que actualmente a diferença em relação à aquela altura do Jorge Gonçalves é que a situação financeira está “controlada” no que diz respeito ao aspecto e só que ainda não temos os cobradores à porta e ameaças de cortes de fornecimento de serviços ao Sporting , pelo menos por enquanto , isto é se qualquer dia a situação não descambar , porque a dívida essa está lá.

No tempo que Sousa Cintra era o nosso Presidente eu ainda era criança e não sei dizer se foi bom Presidente ou não mas de uma coisa não me esqueço que nesses tempos tinhamos grandes jogadores.

:xock:
E porque não o Jorge Gonçalves?
Contratava umas unhas, tentava saber como se compravam os árbitros e pelo menos não fazia figura de palhaço ^-^

Em matéria desportiva, que é do que este tópico trata, ainda estou para perceber em que é que o Cintra era pior do que esta trupe que lá tem andado.

E nem falo da vertente financeira, porque se calhar também teria que se concluir que o Rei das Águas não seria nenhum catástrofe, ao pé dos vinte e tal milhões de contos de défice de exploração da SAD, da reduções de capital para evitar a falência, dos estádios construídos com “endividamento zero”, dos terrenos vendidos ao preço da uva mijona e dos centros comerciais idealizados por especialistas mas que são deficitários desde o primeiro dia.

O Cintra tinha pior aspecto e um linguajar mais brejeiro que os dirigentes mais recentes (pelo menos do que estes mostram em público, porque em privado cala-te boca). É tudo.