Entrevista de Pontus Farnerud (10.01.2008)

Pontus Farnerud deu recentemente uma entrevista que deixo abaixo e que tem a traducão a seguir, feita por mim (é claro que desta vez meti uma frase aparvalhada qualquer :twisted: :twisted: para ver se os tipos dos jornais da Bola e Record não se metem a transcrever o que aqui traduzi sem sequer perguntar primeiro, como fizeram da outra vez):

Sporting – en portugisisk jätte

2008-01-10

Hej alla, Pontus Farnerud droppar några rader från ett soligt Lissabon. Det här är mitt tionde år som proffs ute i Europa. Efter sju och ett halvt år i Frankrike ville jag prova något nytt och nu kämpar jag om en mittfältsplats i ett av Portugals mest anrika lag.

Laget heter Sporting Club de Portugal, inte Sporting Lissabon som merparten i vårt gamla, fria och fjällhöga land skriver och säger. Klubben har fostrat flertalet spelare på högsta nivå de senaste åren. Sporting vågar sastsa på egna talanger och ger dom chansen i tidig ålder.

Cristiano Ronaldo, Simao, Quaresma och nu senast Nani har alla startat sina respektive karriärer i den grönvitrandiga tröjan. Den största, om man tittar på meritlistan, är dock Luis Figo, och återkomsten förra året inför 100-årsjubileumet – med en mäktig standing ovation som följd – var imponerande.

De har alla gått Sportingskolan och blivit drillade på Academia, träningsanläggningen som ligger mitt ute på den portugisiska landsbygden. Här handplockas unga spelare redan vid tretton års ålder, inte bara från Portugal utan även från Afrika och Brasilien. Idag springer en brasse med nummer tio på tröjan i Barca som var och provtränade med Sporting men blev inte erbjuden något kontrakt. En liten felbedömning kanske?

Det krävs mental styrka om man ska gå hela vägen och de som klarat det har också ett ovanligt bra självförtroende. Ett exempel är när Cristiano Ronaldo efter VM blev hatad och hånad av hela England men gjorde sin bästa säsong och gick från bra till bäst. Eller när Figo gick från Barca till Real Madrid och dominerade än mer än han gjort på Nou Camps högerflank. Inga större problem med den mentala styrkan och självförtroendet…

Om jag en gång skulle få ansvaret för en klubb så skulle jag kopiera Sportings koncept rakt av. Träningsanläggningen är felfri, här finns allt och det råder en härlig atmosfär, sen att det är sol och varmt väder större delen av året gör ju inte saken sämre.

I A-truppen, och även i de yngre lagen vad jag har förstått, tränar vi väldigt mycket med att hålla boll inom laget, få tillslag och snabba passningar. Jag kan helt ärligt säga att i Sportings A-trupp finns det inga träben vilket det funnits i tidigare klubbar jag spelat i. Portugiserna kännetecknas av teknik och bollskicklighet och det är bra lir helt enkelt – vilket passar mig kanon.

Det är tuff konkurrens, inte minst på mitten där det finns ett gäng landslagsspelare och en del spelare fostrade i klubben, så det känns som att jag måste vara lite bättre för att få lira men vem sa att proffslivet skulle vara lätt?

Jag är stolt att tillhöra en så stor klubb som Sporting och beundrar deras sätt att fostra talanger.

Pontus Farnerud
info[at]sportstory.se

[i][b]Sporting - um gigante português

Olá a todos, Pontus Farnerud deixa algumas linhas a partir de uma Lisboa solarenga. Este é o meu décimo ano como profissional na Europa. Depois de sete anos e meio em França queria experimentar algo de novo e luto agora como centro-campista numa das equipas com mais renome e história de Portugal.

A equipa chama-se Sporting Clube de Portugal, não Sporting de Lisboa como escrevem e dizem a maioria da pessoas no nosso antigo, livre e montanhoso país. O Clube tem acolhido imensos jogadores do mais alto nível nos últimos anos. O Sporting tem a coragem de apostar nos seus próprios talentos e de lhes dar oportunidades com idades muito jovens.

Cristiano Ronaldo, Simão, Quaresma e recentemente Nani iniciaram todos eles as suas respectivas carreiras ao serviço da camisola verde-e-branca. Se olharmos para a lista de méritos o maior é, contudo, Luis Figo, e o seu regresso o ano passado por altura dos 100 anos de jubileu - com uma tremenda ovação de pé que se seguiu - foi impressionante.

Todos eles passaram pela escola do Sporting e foram moldados na Academia, o local de treinos que se situa no meio da paisagem campestre portuguesa. Aqui escolhem-se jovens jogadores já aos treze anos de idade, não apenas de Portugal mas também de África e do Brasil. Nos dias de hoje corre um número 10 na camisola pelos campos do Barça que foi esteve e prestou provas no Sporting mas que não recebeu qualquer proposta de contrato. Talvez um pequeno erro de julgamento?

É necessária força mental para ir até ao fim e aqueles que o conseguem têm também uma grande e invulgar auto-confiança. Um exemplo foi quando o Cristiano Ronaldo foi odiado e vaiado por toda a Inglaterra após o Campeonato do Mundo, mas fez a sua melhor época e passou de bom ao melhor de todos. Ou então quando Figo foi do Barça para o Real Madrid e impôs-se ainda mais do que o que tinha feito no flanco direito de Nou Camp. Nenhum problema de maior com aquela força mental e auto-confiança…

Se eu algum dia for responsável por um clube desejo copiar directamente o conceito do Sporting. O local de treinos não tem quaisquer erros, aqui existe de tudo e prevalece uma atmosfera muito agradável, e depois o sol e o tempo quente em grande parte do ano não pode piorar as coisas.

Na equipa de seniores, e mesmo nas equipas mais jovens pelo que percebi, treinamos muito a posse de bola, poucos toques e passes rápidos. Posso honestamente afirmar que nos seniores do Sporting não existe nenhum "cepo como existiam nos clubes por onde joguei. Os portugueses são conhecidos pela sua técnica e tratamento da bola e são simplesmente bons jogadores - o que me agrada sobremaneira.

A concorrência é pesada, e não alivia no meio-campo onde existe um conjunto de jogadores de Seleccão e uma parte jogadores das camadas jovens, e por isso sinto como se tivesse de ser um pouco melhor para poder jogar, mas quem disse que a vida de um profissional era fácil?

Tenho orgulho em pertencer a um clube tão grande como o Sporting e admiro a forma como geram talentos.

Pontus Farnerud
info[at]sportstory.se[/b][/i]

Depois venham bater no homem, está aí um homem inteligente e um excelente profissional que pouco pode fazer em 20m por jogo… são poucos os jogadores que se destacam em poucos minutos, a maior parte deles precisa de jogos a fio para impor o seu jogo e ganhar confiança, no entanto continuamos a bater nos jogadores que pouco ou nada podem mostrar já que os seus lugares acabam por ser sempre entregues aos mesmos mesmo que esses não justifiquem…

Entrevista interessante, mas não deixo de afirmar que entre farnerud e um jovem português…mil vezes um jovem. Mesmo assim :clap:

:clap: :clap: :clap:

O problema é que há lá jovens portugueses que pensam que são estrelas e não estão a jogar nada e podiam abrir vaga para outros…

Sim o Miguel Veloso pensa assim lol
Mas nem todos pensam assim…

Ontem assim que encontrou fez logo 2 recuperações de bola :slight_smile:

Já o disse noutro tópico e volto a dizer…
Este Pontus Farnerud não é o cepo que todos pintam…

Tem experiência, e pode ser muito importante em jogos que tenhamos de segurar um resultado…
Trata muito bem a bola, é um jogador bastante elegante, mas que peca por ter pouca agressividade por vezes…

No entanto, é um daqueles jogadores low-profile, não cria disturbios por não jogar, é bastante profissional, diria que é dos mais profissionais no plantel do Sporting, é um daqueles jogadores que qualquer equipa gosta de ter no banco para tapar buracos…

Por mim continua…e isto não quer dizer que tenha de jogar sempre…
Mas pela experiência que dá, e pela sua atitude profissional e discreta como aborda o “ficar no banco”…

Humm, sendo assim vou enviar uns videos meus para o Sporting, pode ser que me contratem!

Sou muito mais sportinguista que ele, também não crio problemas e não me importo nadinha de ficar no banco … ah e o ordenado qualquer coisa como 2500€ ja me xega … e prometo que quando for chamado consigo fazer algo mais do que ele!

É so vantagens comigo :wink:

Exactamente o que eu ia dizer. Nao me importo de receber o que ele aufere , adoro o Sporting e prometo acima de tudo que nunca vou criar atritos no balnearios e vou dar maravilhosas entrevistas a revelar o meu encanto com o clube á comunicacao social…quando se aceita uma mediocridade destas que só tem de bom o seu comportamento extra-futebol o Sporting vai muito mail.

Eu amo o Sporting e até por isso pagava para lá jogar, mas tenho confiança absoluta no Farnerud. É um jogador frio, que não perde a cabeça e joga sempre pela certa. Para além disso como já foi dito atrás é capaz de ser o melhor profissional que o Sporting tem.

Mais depressa quero o vaidoso do Veloso fora da equipa do que o Farnrud, o Veloso é que é um autêntico mercenário que joga bem se tiver o dinheiro que quer na mão.

Epah o sporting é um clube grande…pudera ganha bem e não joga nada…

Acho uma piada a estes aplausos a uma entrevista completamente esperada, pena que já ninguém se lembra do “não percebo porque é que jogo tão pouco.” e do “tenho clubes interessados em mim na Suécia”. Sejamos sinceros, ele tem alguma razão de queixa no Sporting?

Ganha bem e nem sequer joga, querem melhor vida que esta?

:xock: :xock: :xock: :xock:

:wall:

Por mais que um jogadore ganhe nunca iria ficar contente por não jogar. Vejamos assim porque ha jogadores que querem mudar de clube por não jogarem, muitos fazendo isso reduzem eu seu ordenado.

Diga-se o que se disser do homem não deixa de ser um grande profissional mesmo não tendo verdadeiras hipoteses de se mostrar…

Voltamos ao mesmo. O que é um bom profissional de futebol ? Basta falar pouco, chegar sempre a tempo aos treinos e não se atrasar no regresso de férias ? ou deve exigir-se que jogue bem, isto é que produza ? E o F não teve hipóteses de se mostrar ? :o

É a verdadeira cultura da mediocridade e do funcionalismo. Desde que um gajo não faça ondas e cumpra as regras chega.

O Custódio também era um profissional exemplar, ao ponto de envergar a braçadeira, mas por ter limitações semelhantes às do Pontus foi posto a andar.

Quando os profissionais que representam o Sporting têm bom carácter e respeito pelo Clube, saem pela porta grande… independentemente da banalidade com que tratam a bola e da saudade que deixam. O Pontus Farnerud será um deles. Não tem valor desportivo para cá continuar, mas tem sido correcto. Ao contrário do que desejei ao Paredes ou ao Tello, a este desejo todo o sucesso… Que encontre rapidamente um clube que o trate bem, onde se sinta feliz e tenha oportunidades de jogar.

O Custódio também era um profissional exemplar, ao ponto de envergar a braçadeira, mas por ter limitações semelhantes às do Pontus foi posto a andar.

Quando os profissionais que representam o Sporting têm bom carácter e respeito pelo Clube, saem pela porta grande… independentemente da banalidade com que tratam a bola e da saudade que deixam. O Pontus Farnerud será um deles. Não tem valor desportivo para cá continuar, mas tem sido correcto. Ao contrário do que desejei ao Paredes ou ao Tello, a este desejo todo o sucesso… Que encontre rapidamente um clube que o trate bem, onde se sinta feliz e tenha oportunidades de jogar.


:arrow:

:arrow: