Entrega da declaração de IRS ano 2022

É veres o apuramento… Não viste quando a submeteste?

A declaração de IRS, depois de entregue, pode passar por diversos estados. Assim, até receber o seu reembolso ou a nota de cobrança (no caso de ter de pagar um imposto adicional), é aconselhável estar atento a estado da sua declaração. Como estes estados podem não ser completamente claros à partida, explicamos o que significa cada estado da declaração de IRS e esclarecer as dúvidas de que cada uma significa.

Como consultar o estado da sua declaração?

O estado da sua declaração pode ser consultado no Portal das Finanças. Este representa a situação mais recente da entrega da sua declaração de rendimentos, já recebido pela Administração Fiscal. Depois de se autenticar, deverá seguir os seguintes passos:

  1. Procurar na caixa de pesquisa “consultar declaração IRS”
  2. Depois deve selecionar a opção “IRS > Consultar Declaração” da lista de resultados
  3. Selecionar o ano a que diz respeito a declaração e clicar em “Pesquisar”
  • Aqui poderá também consultar as declarações dos últimos 5 anos

Por norma, pode consultar o estado da sua declaração de IRS dois dias após a sua entrega.

Leia também: Não entreguei a declaração de IRS a tempo, e agora?

Quais os estados?

Uma declaração de IRS pode passar por vários estados desde que é entregue por um contribuinte. Assim, é aconselhável ir verificando o estado da sua declaração, visto que pode ter a infelicidade desta ter erros e ser necessário corrigir a sua declaração. À partida, se não houver quaisquer erros ou dúvidas por parte das Finanças, a sua declaração irá passar pelo processo normal e não terá que se preocupar com os diferentes estados. No entanto, e como é sempre melhor prevenir do que remediar, apresentamos-lhe os possíveis estados pelos quais a sua declaração pode passar.

Declaração certa

Se não houver quaisquer erros centrais, então este estado significa que a sua declaração foi validada e está pronta para ser liquidada. Sendo assim, este estado da declaração é puramente transitório e deve monitorizar as mudanças do mesmo até ao final do processo.

Declaração com anomalias

De acordo com a Autoridade Tributária, quando receber uma notificação indicando que a declaração contém anomalias, isto significa que após terem sido verificadas as informações inseridas na declaração, esta contém valores ou outras referências que a Autoridade Tributária não conseguiu validar.

Assim, se a sua declaração tiver erros centrais, deve corrigi-los num prazo máximo de 30 dias. Poderá fazê-lo no Portal das Finanças, acedendo à opção “Entregar declaração de IRS” e de seguida em “Corrigir a declaração já enviada com erros de validação central”. Por fim, deverá selecionar o ano pretendido e indicar os números de identificação fiscal dos sujeitos passivos para poder corrigir a declaração.

Declaração substituída

Esta notificação significa que a declaração não será analisada, visto que existe outra mais recente que foi submetida para processamento (ou já tenha sido processada).

Leia ainda: Declaração de substituição do IRS: para que serve e como fazer

Declaração com reembolso

Irá receber esta notificação na eventualidade de faltar unicamente a emissão da liquidação da sua declaração.

Declaração não liquidável

As declarações neste estado não produzem quaisquer efeitos, sendo possível reclamar da autoliquidação. Esta notificação deve-se a certos casos de declarações de substituição que foram entregues fora do prazo legal, tais como:

  • Declaração entregue por uma Sociedade Dominada, que esteja enquadrada no Regime Especial de Grupos de Sociedades;
  • Declaração entregue por uma Sociedade Transparente.

Liquidação processada

Após a declaração ter sido validada (estado de Declaração Certa), é processada a liquidação. Este estado significa que as contas do imposto foram realizadas e podem dar origem a um reembolso de IRS, ou então a um pagamento que deverá realizar para liquidar o imposto.

Reembolso emitido

Na eventualidade de na sua declaração de IRS não houver divergências, ou quaisquer dívidas fiscais, então a sua declaração passa para o estado de “Reembolso Emitido”, logo que as Finanças indiquem que o pagamento possa ser processado.

Pagamento confirmado

Depois do reembolso ser emitido, é apenas uma questão de dias até receber o reembolso. Mal o cheque seja enviado ou a transferência seja realizada, no Portal das Finanças o estado da sua declaração irá ser alterado para “Pagamento confirmado”. No entanto, se em vez de ter de receber o reembolso tiver ainda de pagar um imposto adicional, então é-lhe emitida e enviada uma nota de cobrança para liquidar o imposto.

image

Fui lá agora ver novamente ao portal. Diz " notificação emitida" e em baixo " valor a pagar: XX,XX€"

pelos vistos vou receber carta pra pagar, é isso?

1 Curtiu

Sim. Vais receber uma carta das Finanças, pra pagares o valor apurado. Geralmente tens de pagar até 31 de agosto…

É porque retiveste pouco. O pessoal que recebe é porque tem retenções a mais.

Isto não tem nada a ver com as deduções á coleta, pois não? Eu por acaso poucas vezes peço faturas com NIF. Só mesmo as obrigatórias, seguro carro, algum site ou parecido online que exija o NIF nas compras…
Pode também ter a ver com isso, @polik ?

Isto normalmente recebe quem desconta muito, ou seja mais do que devia, por exemplo eu retenho quase 27% do meu vencimento, são os escalões conforme sejas casado, solteiro, tenhas dependentes e vencimento que ganhas.
Se não fazes deduções em recibo de vencimento, pelo que vejo passas recibos verdes (!!?), tens de fazer deduções à coleta, e conforme o teu rendimento anual ficas num escalão de retenção, se as deduções são baixas pagas, se são acima recebes.

E despesas…
Eu por norma recebo sempre no acerto final mas de há coisa que a mim não me falta é despesas.

Sim, eu passo recibos verdes. Poderia já ter optado por um contrato mesmo, mas no meu caso é mais vantajoso em termos de € estar assim do que estar a contrato, temos ser espertos num sentido…
Sendo assim fiz poucas deduções. Ver se este ano tenho mais atenção a este pormenor .

1 Curtiu

Ja passou a declaracao com reembolso, agora so falta cairem os 4500e na conta! Assumindo que leve mais uns 5 dias… sao quase 2 meses!!!

Lembrei me agora… então mas eu recebo menos de 9 mil euros , portanto deveria estar abrangido pelo mínimo de existência do IRS… ou aos recibos não aplica? Penso que sim…
acho estranho dizerem tenho de pagar… ainda não recebi a carta, mas no site diz foi emitida notificação…

Sim, abaixo dos 9.400 não deves pagar.

Recibos tb se aplica.