Empresários...

No pasquim do Norte:

“Paradoxalmente, atendendo às contrapartidas “irrecusáveis” para o Sporting e para Liedson, a transferência do avançado para o Estugarda conhece a resistência do agente do jogador. Gilmar Veloz, que havia intermediado as investidas do MSI, faz valer a perspectiva de que o 31 estará livre para negociar novo contrato com qualquer clube, sem encargos, a partir de Janeiro - o que pressuporia um prémio de assinatura mais avultado. A SAD do Sporting, contudo, mantém-se firme na convicção de que o contrato de Liedson prevê a extensão automática por mais uma época, expirando, portanto, no final da temporada 2006/07.”

NO pasquim II

[i]“Entrave

Tudo se encaminhava, portanto, para que história tivesse um final rápido e feliz para todos os intervenientes. Até que Gilmar Veloz, representante do “levezinho”, voltou a entrar em cena, para alertar os dirigentes alemães de que o contrato de Liedson termina no final da temporada e que, já a partir de Janeiro, o avançado poderia assinar por valores muito inferiores. Com um lucro substancial, quer para o atleta quer para o seu representante.

Existe, todavia, um pormenor que poderá ter um peso decisivo em todo o processo. O Sporting garante ter na sua posse um contrato assinado por mais uma temporada (além desta) e obrigará o jogador a permanecer em Alvalade até ao final da época 2006/07. Gilmar Veloz contra-argumenta que este documento não tem validade e que Liedson é livre de assinar por quem bem entender.

Tem a palavra

A decisão definitiva cabe, pois, a Liedson, que tem de decidir se fica com Gilmar Veloz, segue o seu conselho e permanece em Alvalade, ou se acompanha Tadeu Oliveira, o empresário que tem mediado as conversações entre Sporting e Estugarda. Se for esta a sua decisão, o brasileiro transfere-se imediatamente para o campeonato alemão, passando a auferir um salário várias vezes superior ao que actualmente recebe.”[/i]

No pasquim mor:

“Até posso ficar!
Protagonista maior desta história, Liedson prefere manter a serenidade, apesar do manifesto interesse do Estugarda no seu concurso, um cenário que o deixa, naturalmente, orgulhoso. “Oficialmente, não sei de nada. Fui apanhado de surpresa e soube por vocês, jornalistas. Mas sou profissional de futebol, tenho de escolher o melhor para mim. Se o melhor para mim passar por sair do clube, então será essa a minha escolha, mas se o melhor passar por ficar, então continuo no Sporting. No entanto, é sempre bom ver que o nosso trabalho é apreciado”, disse Liedson a A BOLA. "Ninguém do Sporting falou comigo sobre este propósito, nem falei com o meu empresário, mas estou tranquilo e vou continuar a treinar-me na Academia e a procurar ajudar o Sporting enquanto ninguém falar comigo. Tão pouco sei quais os valores que têm para me oferecer. Se aparecer essa proposta, vou ponderar as coisas. Até lá, vou continuar tranquilamente a treinar-me em Alcochete ", reforçou o jogador.”

Realmente, as sacanagens que andam pelo futebol deixam-me estupefacto. A se confirmar essa do Gilmar Veloz, este então deve ser o sacana mor que anda na praça.

Já agora, se alguém me puder esclarecer uma questão, agradecia, ou seja, recordo que quando o Liedson veio para o Sporting, assinou por três épocas com mais uma de opção, a ser exercida pela Sporting, SAD.

Ao que parece e se não estou em erro, saiu uma directriz qualquer da FIFA que estabelece que os contratos devem ser a termo certo, não podendo conter opções quanto à eventualidade sua prorrogação ou não. E o pior é que tal directriz possui efeitos retroactivos, ou seja, todas as opções que integram os contratos já celebrados perdem a sua validade.

Alguém pode confirmar isso?
A ser verdade, isso não contraria as mais elementares regras do direito e o principio da boa fé, de que a lei só dispõe para o futuro?

Já agora, se alguém me puder esclarecer uma questão, agradecia, ou seja, recordo que quando o Liedson veio para o Sporting, assinou por três épocas com mais uma de opção, a ser exercida pela Sporting, SAD.

Ao que parece e se não estou em erro, saiu uma directriz qualquer da FIFA que estabelece que os contratos devem ser a termo certo, não podendo conter opções quanto à eventualidade sua prorrogação ou não. E o pior é que tal directriz possui efeitos retroactivos, ou seja, todas as opções que integram os contratos já celebrados perdem a sua validade.

Alguém pode confirmar isso?
A ser verdade, isso não contraria as mais elementares regras do direito e o principio da boa fé, de que a lei só dispõe para o futuro?

Parece que sim, ao arrepio das lais “civis”. A Uefa e Fifa tradicionalmente sobrepoem-se às leis chegando ao cumulo de castigar quem reclame os seus direitos (que nem sequer desportivos sejam) nos tribunais.

Oh Arqux…!!! :oops:

Onde está o milhão de contos que o Sporting devia ter recebido pela rescisão do “famoso” Careca?

Porque razão pagámos 600 mil contos aos lamps pela rescisão do P Sousa e do Pacheco se nos tribunais civis sempre ficou provado que tinham razão para rescindir?

Isto é a FIFA e UEFA, estas mafias estão acima das Leis!!! Estou certo que o Liedson sairá mesmo no final da próxima época livre, sem recebermos um tuste.

Se for necessário castigar o jogador, eu não me importo e o homem passa um ano a apanhar bolotas… agora se for possivel fazer dinheiro venha ele!!!

Veem, eu nao disse que ainda nao era desta que ele ia embora… :wink:

Esse Gilmar Veloz é outro que deve ter sentido imenso a sáida do Cacá.

Por mim, acordava com uma cabeça de cavalo na cama, a ver se se acalma. É que conforme a estória está a ser contada parece que o tipo entra na negociação, com a intenção deliberada de nos prejudicar.

Se eu estivesse na SAD, já tinha assegurado os serviços de uma empresa de entregas rápidas de pensos ao domicílio, para lidar com situações como esta… :whistle:

Nem quero imaginar quanto é que o FDP Veloz iria ganhar de luvas com o negócio da msi, isso é que seria um negócio.

Mas como o Liedson não deve não deve ter 2 dedinhos de testa, ainda não percebeu isso, estes jogadores de futebol !! minha nossa.

cumps,
VCoelho

Oh Arqux...!!!! :oops:

Onde está o milhão de contos que o Sporting devia ter recebido pela rescisão do “famoso” Careca?

Porque razão pagámos 600 mil contos aos lamps pela rescisão do P Sousa e do Pacheco se nos tribunais civis sempre ficou provado que tinham razão para rescindir?

Isto é a FIFA e UEFA, estas mafias estão acima das Leis!!! Estou certo que o Liedson sairá mesmo no final da próxima época livre, sem recebermos um tuste.

Se for necessário castigar o jogador, eu não me importo e o homem passa um ano a apanhar bolotas… agora se for possivel fazer dinheiro venha ele!!!

Quem tinha que nos pagar, não pagou!
Aquilo que não tínhamos que pagar, pagamos!
Perdoa-me Rui, mas essas situações cheiram-me a frouxidão de quem na altura comandava o Sporting.

Recordo ainda quando fomos obrigados a realizar um segundo jogo com o benfas, em que a deslocação do Sporting ao local do jogo custou só 800 ctos (se a memória não me falha). O resultado de tal jogo foi invalidado pela FIFA e na altura o Santana até aventou a hipótese de mover uma acção contra a FPF, no sentido de o Sporting ser ressarcido, só que… acho que lhe faltou “cojones”.

Esse Gilmar Veloz é outro que deve ter sentido imenso a sáida do Cacá.

Hoje ao ler esta notícia sorri e recordei o A.A. a perguntar ontem por “provas” da era Cácá conforme a descreviamos.

Ora aí está. É fácil perceber o que se está a passar… o Sporting, farto de comissionismo e regabofe está a negociar directamente com o Estugarda. Gilmar, rapaz honesto e trabalhador, obviamente ficará sem comissão caso o negócio se der directamente entre os clubes, ainda por cima havendo outro empresário ao barulho. Aposta assim em manter o jogador no Sporting para o negociar mais tarde ele ou então atrasar um piuco o negócio para ver se surge outro interessado pela sua mão.

Agora deixo eu as perguntas que se impõem:

  • Continuam a achar que este Gilmar é um bom rapaz?
  • Continuam a achar que quem procede assim não procedeu de forma obscura nos negócios anteriores?
  • Continuam a achar que Gilmar não dividiu com amigos dentro do Sporting pecúlios relativos aos bons negócios que lhe foram proporcionados através do Sporting?
  • Encontram explicação para o facto de um projecto que se diz honesto e diferente ter, a partir de determinada altura, previlegiado tanto um empresário com esta coluna vertebral?
  • Continuam a achar que Gilmar era o único titular de bons jogadores no mundo inteiro, ou começam a encarar a hipótese de que havia aqui “rebuçadinhos” debaixo da mesa que motivavam tamanho apego a esta sinistra e desonesta figura?

…cantando e rindo… e recordando o que eu e outros aqui passámos aquando do negócio de Liedson. Veio sem comissões… sem dinheiro ou bolos… foi o Gilmar como podia ter sido qualquer outro…

yeah right.

Não creio Arqux… ou melhor, frouxidão é uma caracteristica mais ou menos instalada no Clube e não apenas com estes dirigentes, mas o principal dessas questões foram mesmo as directivas da FIFA. E contra essas não ganhas nunca.

Vê o caso do Grupo dos 15, que anda há anos na luta e ainda não conseguiu nada.

Embora decorrente de alguns boatos, reconheço, a impressão com que fiquei na altura Rui, mais concretamente no caso do Paulo Sousa e do Pacheco, é que a “condenação” do Sporting nada mais foi do que uma espécie de pagamento do Pinto da Costa ao Damásio (outro frouxo). E ao que parece valeu a pena, pois o Pinto pentou.

As tuas provas são, portanto, que há um agente lixado com um clube? É isso? O facto de termos o Jorge Mendes a trabalhar connosco quer dizer que também ele vai mamar? Não…só quem trabalhava com o CF é que tinha esse direito.

Eu não ponho a mão no foo por ninguém, muito menos por alguém deste mundo, mas continuo a achar a tua teoria muito rebuscada.

É óbvio que o Gilmar quer estar no negócio. É óbvio que os agentes FIFA tendem a encarecer os negócios. Mas é óbvio que para certos negócios os clubes precisam dos empresários…

As vendas que o Sporting faz são através de empresários. Achas que eles não devem ganhar nada? Porra: quem vendeu o Hugo Viana por 12,5M€ não merece o seu prémio???

A.A.

Uma questão é o empresário ganhar alguma coisa com uma venda quando tem parte activa no processo. APENAS E TÃO SÓ.

Não concordo com comissões para o empresário apenas por ter esse estatuto, aliás certamente o Sporting não o está a fazer senão o Gilmar não esperneava.

Além disso (não sei se é o que estás a sugerir) obviamente discordo TOTALMENTE que alguém DENTRO do Sporting receba comissões pela venda dos nossos atletas. Os nossos profissionais devem receber o seu salário e trabalhar para o melhor do Sporting. Ponto final. Comissões para dirigentes e funcionários são meio caminho andado para surgirem outras motivações, sobretudo quando os principios morais dos próprios forem duvidosos e os interesses pessoais se sobrepuserem à missão de dar o melhor pelo clube, o que convenhamos acontece de certeza no mundo do futebol, sejam ou não os funcionários/dirigentes sportinguistas ou não, aliás pq o clubismo tem vários graus de importância para cada indivíduo.

Comissões por fora para gente do Sporting nem pensar! A não ser que estejam pré-definidas como prémios por resultados.

Mas o facto do veloz andar a espernear não me satisfaz enquanto prova que isso acontecia. lamento :wink: . Não é o primeiro e certamente não será o último.

A.A.

Uma questão é o empresário ganhar alguma coisa com uma venda quando tem parte activa no processo. APENAS E TÃO SÓ.

Não concordo com comissões para o empresário apenas por ter esse estatuto, aliás certamente o Sporting não o está a fazer senão o Gilmar não esperneava.

Além disso (não sei se é o que estás a sugerir) obviamente discordo TOTALMENTE que alguém DENTRO do Sporting receba comissões pela venda dos nossos atletas. Os nossos profissionais devem receber o seu salário e trabalhar para o melhor do Sporting. Ponto final. Comissões para dirigentes e funcionários são meio caminho andado para surgirem outras motivações, sobretudo quando os principios morais dos próprios forem duvidosos e os interesses pessoais se sobrepuserem à missão de dar o melhor pelo clube, o que convenhamos acontece de certeza no mundo do futebol, sejam ou não os funcionários/dirigentes sportinguistas ou não, aliás pq o clubismo tem vários graus de importância para cada indivíduo.

Mas o facto do veloz andar a espernear não me satisfaz enquanto prova que isso acontecia. lamento :wink: . Não é o primeiro e certamente não será o último.

Compreendo, mas eu faço a leitura com base nas histórias do passado que fui ouvindo, acerca do Gilmar, do negócio Liedson e sobre Carlos Freitas, e tb tendo em conta o facto estranho e incontornável que é a presença forte deste suspeito empresário nos negócios do Sporting dos últimos anos, uma figura dificilmente compatibilizável com os princípios do projecto, ainda para mais com o estatuto de “parceiro previlegiado” que teve nos últimos tempos.

O Gilmar é mafioso e isso já se percebeu à muito.

É obvio que o gajo quer lixar o negocio do Sporting com o Estugarda porque deve ter perdido umas massas valentes, com o fracasso das negociações com o MSI.

Mas ele não fica a perder, porque se o Liedson for para o Estugarda, ele mama sempre porque vai representar o Liedson na negociação clube/Jogador. Aqui a questão não é quanto perdeu, mas sim quanto pode ter deixado de ganhar !