Editorial da autoria do Sr. Presidente Dias da Cunha

A tua 1ª frase foi:

“Ó Rui por favor poupa-me.”

O que eu disse foi, se eu tenho que te poupar, és tu que o dizes, então não podes vir pedir para eu te poupar, não és mais do que eu…

Eheh, mas alguém percebe isto que acabaste de escrever? É o que te digo: O Dias da Cunha e a Quinta da Marinha estão a deixar-te stressado. Vai lá jogar a partidinha de golfe para descontraires e refrescares as ideias… :smiley:

Tu não percebes de certeza, deu logo para ver na tua 1ª intervenção neste post! :arrow:

A tua 1ª frase foi:

“Ó Rui por favor poupa-me.”

O que eu disse foi, se eu tenho que te poupar, és tu que o dizes, então não podes vir pedir para eu te poupar, não és mais do que eu…

Eheh, mas alguém percebe isto que acabaste de escrever? É o que te digo: O Dias da Cunha e a Quinta da Marinha estão a deixar-te stressado. Vai lá jogar a partidinha de golfe para descontraires e refrescares as ideias… :smiley:

Tu não percebes de certeza, deu logo para ver na tua 1ª intervenção neste post! :arrow:

Nem eu, nem ninguém percebe. Dizes uma coisa e o inverso da mesma. (eu peço-te para me poupares, mas não posso pedir-te para me poupares???)

Ahahah, esquece, pá, entra noutra. Não vale a pena continuar… :slight_smile:

A tua 1ª frase foi:

“Ó Rui por favor poupa-me.”

O que eu disse foi, se eu tenho que te poupar, és tu que o dizes, então não podes vir pedir para eu te poupar, não és mais do que eu…

Eheh, mas alguém percebe isto que acabaste de escrever? É o que te digo: O Dias da Cunha e a Quinta da Marinha estão a deixar-te stressado. Vai lá jogar a partidinha de golfe para descontraires e refrescares as ideias… :smiley:

Tu não percebes de certeza, deu logo para ver na tua 1ª intervenção neste post! :arrow:

Nem eu, nem ninguém percebe. Dizes uma coisa e o inverso da mesma. (eu peço-te para me poupares, mas não posso pedir-te para me poupares???)

Ahahah, esquece, pá, entra noutra. Não vale a pena continuar… :slight_smile:

A bicicleta anda bem? :roll:

A tua 1ª frase foi:

“Ó Rui por favor poupa-me.”

O que eu disse foi, se eu tenho que te poupar, és tu que o dizes, então não podes vir pedir para eu te poupar, não és mais do que eu…

Eheh, mas alguém percebe isto que acabaste de escrever? É o que te digo: O Dias da Cunha e a Quinta da Marinha estão a deixar-te stressado. Vai lá jogar a partidinha de golfe para descontraires e refrescares as ideias… :smiley:

Tu não percebes de certeza, deu logo para ver na tua 1ª intervenção neste post! :arrow:

Nem eu, nem ninguém percebe. Dizes uma coisa e o inverso da mesma. (eu peço-te para me poupares, mas não posso pedir-te para me poupares???)

Ahahah, esquece, pá, entra noutra. Não vale a pena continuar… :slight_smile:

A bicicleta anda bem? :roll:

Não sei, já a levaste… :arrow: