E se correr bem?

Se correr bem excelente, cá estaremos para festejar, mas duvido, falta mais um avançado bom.

Óbvio que existe uma cultura de vitória e de esforço naquele balneário como eu não me lembro de ter visto anteriormente. Obra de Rúben, sem dúvida. Por esse lado, e pelo facto de ostentarmos o escudo na camisola, obviamente que não somos tão outsiders como normalmente.

Mas continuamos a ser outsiders, não tenham dúvidas. Por vários motivos:

  • plantel extremamente curto para um ano com competições europeias, ainda por cima champions
  • continuamos a ter menos opções (em número e em qualidade) que os rivais
  • acabou-se o efeito surpresa

Mas principalmente, acredito que vai ser o ano da fruta máxima, acredito que o FCP vai ser levado ao colo como já não há memória no futebol português.

Dito isto, não sinto que estamos tão longe do sonho como estávamos no início de outras épocas no passado recente. E isso dá ânimo e moral a qualquer adepto, incluíndo a mim. Mas temos de ter as expectativas no lugar e perceber que ainda estamos uns furos abaixo da concorrência e vamos ter de levar com a podridão do norte.

1 Curtiu

Depois da muito importante vitória em Braga:

Tudo indica que este vai ser o nosso plantel para a época (fora ajustes - compras e vendas - no “mercado de inverno”):

GR - Adán e Virgínia?;
DC - Coates, Inácio Feddal e Neto;
DD - Porro e Esgaio;
DE - Nuno Mendes e Vinagre;
MD - Palhinha e Ugarte;
MC - Matheus Nunes e Bragança;
AD - Pote e Plata;
AE - Jovane e Nuno Mendes;
PL/AV- Paulinho e Tiago Tomás.

Temos ainda Tabata para as alas ou para o meio campo e o Matheus Reis para DE ou central do lado esquerdo.
Eventuais surpresas, só vejo Gonçalo Esteves e Joelson Fernandes - possibilidades que não parecem prováveis neste momento.

Este plantel é algo curto. Quer quanto aos centrais quer quanto aos avançados/pontas de lança.

Mas é um plantel que me deixa algo confortável quanto à luta pelo bi-campeonato (não somos os favoritos, claro!) e quanto ao apuramento (se o sorteio nos for favorável!) da fase de grupos da Liga dos Campeões.

In Amorim i trust! :slight_smile:

SL

Para ser perfeito para mim, era assim (e vai por ordem de urgência):

  1. Central para o lado direito de um nível próximo ou superior ao Feddal, fosse para 4º central ou para meter Inácio na esquerda e Feddal como primeira alternativa. Reis e Neto serem as opções é um desastre à espera de acontecer.
  2. Ponta de lança. Se algum deles se lesiona… Se for Paulinho temos um puto de 19 anos (que está longe de ser um fenómeno) para o substituir e se for o TT a lesionar-se, ficamos com o Paulinho (que tem sido propenso a pequenas lesões) apenas. Muito curto.
  3. Extremo. Para mim vinha mais um extremo (idealmente teria sido o Trincão) e emprestava-se o Plata que precisa de minutos e de crescer.

Ainda assim, como já disse algumas vezes, assino já por baixo o plantel atual se me garantirem que ninguém sai (especialmente Jovane, Pote, Matheus e Palhinha). Gostava que viessem mais esses 3, sobretudo o central e o PL, mas se já não sair ninguém não é mau.

Não me esqueci do que escrevi em Agosto.

Falhei a citação.
Bastava terem lido apenas as letras a bold no meu texto para entenderem.

1 Curtiu