Diferentes tratamentos

Fiquei à espera de ver os jornais de hoje pra colocar aqui este tópico.

O Sporting de uma forma leviana, como aqui já foi suficientemente debatido, dispensou o Barbosa e o Rui Jorge. A maioria concordou com a decisão, não gostou, como eu, da forma como tudo foi tratado. O tratamento que foi dado pelos media foi enorme, como seria natural.

Na instituição, o treinador-adjunto Alvaro Magalhães, benfiquista dos sete-costados, ex-atleta, profissional a quem nunca ouvi um ai contra o seu clube, campeão como jogador e agora como treinador, leva um pontapé no cú do LFV, e não encontro em nenhum jornal, nada mais do que simples noticias de rodapé. Não vejo artigos de opinião, não vejo grandes capas, nada.Foi tudo aparentemente normal.

Mas o engraçado será quando se verificar que a justificação que lhe foi dada, koemen não querer adjuntos portugueses na equipa técnica, se verificar ser uma grande treta. Primeiro porque não tem lógica nenhuma um treinador estrageiro, a trabalhar no nosso futebol pela 1ª vez não ter ninguem com o minimo conhecimento do que cá se passa para o auxiliar, e depois porque o Chalana já tem contrato com o benfica à mais de mes e meio !

Mas é assim, quando se está na mó de baixo tudo serve para empurrar ainda mais para o fundo. Eo Sporting pôs-se a jeito para ser o alvo.

É curioso que ia abrir um tópico exactamente sobre a mesma matéria.
Não deixa de ser curioso o que comentas. Juntaria, ainda, as declarações de Costinha sobre PdC e a ironia das suas palavras na hora do adeus ao fcp que passaram, praticamente, despercebidas do grande público.

Mas, como é tudo gente séria e inatacável, percebe-se… :roll:

Este assunto também foi levantado ontem pelo palhacito Jorge Gabriel.

Há de facto uma diferença de tratamento, mas tanto quanto sei foi o 6 dedos que quis ir embora, por não aceitar ser despromovido na equipa técnica. E aparentemente, a nova composição do elenco e a vinda de um adjunto de confiança do Koeman não lhe terão sido comunicadas pelos jornais nem por um subalterno da área financeira.

Não se pode falar de lisura de processos estando em causa o beifica- por impossibilidade lógica :smiley: - mas parece que apesar de tudo se terão portado um pouco melhor que o Sporting.

Os jornalistas são todos isentos e excelentes profissionais, os gajos da impressão é que confundem tudo! :roll:

Há de facto uma diferença de tratamento, mas tanto quanto sei foi o 6 dedos que quis ir embora, por não aceitar ser despromovido na equipa técnica. E aparentemente, a nova composição do elenco e a vinda de um adjunto de confiança do Koeman não lhe terão sido comunicadas pelos jornais nem por um subalterno da área financeira.

Pois não, foi pior ainda. Primeiro soube pelos jornais. E foi-lhe confirmado pelo orelhas no casamento do petit, que era realmente o local mais indicado para tratar deste tipo de assuntos. :roll: :shock:

Ele não quis ir embora, foi-lhe dito que tinha de ir, por não haver lugar para ele na equipa tecnica,

Concordando com a diferença de tratamento entre os três grandes na imprensa (cuja culpa é INTEIRAMENTE nossa) queria no entanto dizer que acho descabido comparar a importância da dispensa de um Pedro Barbosa com um Álvaro Magalhães. Não entendo a compração nem como se pode esperar outra coisa que não seja destaque diferente das duas notícias, chama-se critério jornalístico neste caso óbvio.

Quanto à diferença de tratamento é simples:

  • o benfica é o clube que mais “vende” ou pelo menos veicula bem essa ideia.

  • o porto é o que se dá mais ao respeito, com as redacções nortenhas (adeptos ou não) bem controladas em termos de “trela”, na base do “se escreves o que não deves não comes mais”.

  • o sporting é por outro lado o clube que chora mas depois dá de mamar, dando entrevistas exclusivas a pasquins que se dedicam a chamar merda aos adeptos sportinguistas mediante cartoons, com o nosso presidente a patrocinar iniciativas desse tipo de jornais no dia seguinte à publicação de semelhantes galhofas.

O respeito não caí do céu. Conqusita-se.

- o porto é o que se dá mais ao respeito, com as redacções nortenhas (adeptos ou não) bem controladas em termos de "trela", na base do "se escreves o que não deves não comes mais".

É ao contrário, se escrevem o que não devem, “comem”!

- o porto é o que se dá mais ao respeito, com as redacções nortenhas (adeptos ou não) bem controladas em termos de "trela", na base do "se escreves o que não deves não comes mais".

É ao contrário, se escrevem o que não devem, “comem”!

Mas também pode ser: escrevem o que não devem e não comem mais…fruta! :smiley:

Seja com ou sem fruta eles fazem-se respeitar e nós não. Depois choramos.

Seja com ou sem fruta eles fazem-se respeitar e nós não. Depois choramos.

Aí pró Sul não há fruta de qualidade como há cá em cima, o aeroporto Sá Carneiro, aquando das chegadas internacionais vindas do Brasil e Países de Leste, é uma autêntica frutaria e de qualidade! :smiley:

Seja com ou sem fruta eles fazem-se respeitar e nós não. Depois choramos.

Aí pró Sul não há fruta de qualidade como há cá em cima, o aeroporto Sá Carneiro, aquando das chegadas internacionais vindas do Brasil e Países de Leste, é uma autêntica frutaria e de qualidade! :smiley:

Como é que estás tão por dentro do assunto, hein, oh Sampitas?? :roll:
Aposto que sabes os horários das chegadas desses voos de cor… todos os dias estás caidito aí na esplanada das chegadas internacionais :slight_smile:

Risky business! :smiley:

Agora mais a sério, durante os meus anos de estudante 8) no Porto ia muitas vezes ao aeroporto, tinha lá uma tia minha a trabalhar na TAP, que por acaso agora trabalha na TAP aí em baixo em Lisboa e vive em Alcochete com as duas filhas, passava algum tempo no café do aeroporto na esplanada e via todo o tipo de coisas, hospedeiras, pessoal feminino das companhias aéreas, turistas e…fruta, muita fruta!!! :smiley:

Além disso o Porto é uma frutaria, Bragança ao lado do Porto é como comparar uma uva com uma vinha, é muita fruta e há para todos os gostos, para comprovar isto basta abrir o Jornal de Notícas nas páginas do relax, é degradante mas a facilidade com que as coisas de devem desenrolar, não tenho conhecimento mas imagino como seja, dirá muito da qualidade do burgo em que vivemos! :!:

Risky business! :D

Agora mais a sério, durante os meus anos de estudante 8) no Porto ia muitas vezes ao aeroporto, tinha lá uma tia minha a trabalhar na TAP, que por acaso agora trabalha na TAP aí em baixo em Lisboa e vive em Alcochete com as duas filhas, passava algum tempo no café do aeroporto na esplanada e via todo o tipo de coisas, hospedeiras, pessoal feminino das companhias aéreas, turistas e…fruta, muita fruta!!! :smiley:

Além disso o Porto é uma frutaria, Bragança ao lado do Porto é como comparar uma uva com uma vinha, é muita fruta e há para todos os gostos, para comprovar isto basta abrir o Jornal de Notícas nas páginas do relax, é degradante mas a facilidade com que as coisas de devem desenrolar, não tenho conhecimento mas imagino como seja, dirá muito da qualidade do burgo em que vivemos! :!:

Pronto, está bem, convenceste-me. Temos de abrir o núcleo Sportinguista de Bragança. Se já houver passamos para Vinhais da Serra :smiley:

Não deixa de ser curioso o que comentas. Juntaria, ainda, as declarações de Costinha sobre PdC e a ironia das suas palavras na hora do adeus ao fcp que passaram, praticamente, despercebidas do grande público.

Eu por exemplo.
Que disse o Caceteiro

Risky business! :D

Agora mais a sério, durante os meus anos de estudante 8) no Porto ia muitas vezes ao aeroporto, tinha lá uma tia minha a trabalhar na TAP, que por acaso agora trabalha na TAP aí em baixo em Lisboa e vive em Alcochete com as duas filhas, passava algum tempo no café do aeroporto na esplanada e via todo o tipo de coisas, hospedeiras, pessoal feminino das companhias aéreas, turistas e…fruta, muita fruta!!! :smiley:

Além disso o Porto é uma frutaria, Bragança ao lado do Porto é como comparar uma uva com uma vinha, é muita fruta e há para todos os gostos, para comprovar isto basta abrir o Jornal de Notícas nas páginas do relax, é degradante mas a facilidade com que as coisas de devem desenrolar, não tenho conhecimento mas imagino como seja, dirá muito da qualidade do burgo em que vivemos! :!:

Pronto, está bem, convenceste-me. Temos de abrir o núcleo Sportinguista de Bragança. Se já houver passamos para Vinhais da Serra :smiley:

EHEHEH!!! :smiley: :smiley: :smiley: :arrow:

A verdade é como o azeite.

Então o Koeman não queria adjuntos portugueses. :wink:

O antigo jogador do Benfica, Fernando Chalana, está «radiante» por lhe ter sido concedida a hipótese de ser treinador adjunto de Ronald Koeman nas próximas duas temporadas.

«Estou de alma e coração pronto para servir o glorioso. É claro que estou satisfeito com esta oportunidade e já falei inclusive com Koeman ao telefone», afirmou Chalana, em declarações à Renascença.

O ex-jogador do Benfica ficou contente por ter a oportunidade de regressar ao clube «encarnado»: «É uma casa que bem conheço e onde toda a gente me admira. Obviamente que estou radiante por ir trabalhar no Benfica para conquistar mais títulos.»

Chalana foi o escolhido pela direcção do Benfica para ocupar o lugar deixado em aberto com a saída de Álvaro Magalhães.

Eh eh eh fizeram um exame à próstata ao Alvarito 6 dedos … daqueles com direito a luva de boxe :smiley: !!

Chalana foi o escolhido pela direcção do Benfica para ocupar o lugar deixado em aberto com a saída de Álvaro Magalhães.

Se este paragrafo não é a gozar com a cara do Alvaro, não sei o que seja…

Eh eh eh fizeram um exame à próstata ao Alvarito 6 dedos ... daqueles com direito a luva de boxe :D !!

Nada que o 6 dedos não mereça, tenho mais pena do pessoal que fez o arrastão que deste palhaço! :x :arrow:

Pois é.

Por certo ainda estão recordados da comovente despedida do Sr Trapattoni do SLB. Meteu lagrimas e tudo. Os reporteres a correrem pelo aeroporto fora, o homem acompanhada pela esposa, a responsavel pela desersão do Trap.

Isto porque, ele queria ficar mais perto da familia, da esposa e dos netos. A sua mulher não queria que ele ficasse mais tempo longe dos seus.

Fi isto que nos venderam o LFV, Trap com a benção dos pasquins.

Era tão verdade, como as razões da saida do Alvaro Magalhaes.

O Trap acaba de assinar pelo Estugarda. Para quem queria ficar perto da familia não está mal. O contrato é válido para as proximas duas épocas. :wink: