DEZASSEIS DERROTAS

Lembrei-me de juntar uns números só para a malta se entreter um bocadinho a analisar umas coisas.

O Sporting bateu ontem o seu recorde (negativo, claro) de derrotas numa época: 16 em 46 jogos (até ver, pelo menos). O que equivale ao absurdo número de 34,8% de derrotas. Claro que a culpa será (ainda) da herança, daí que me tenha lembrado de comparar uma outra herança relativamente recente.

Em 2012/13, a direcção de BDC entra depois da 23ª jornada. No 1º jogo, vamos a Braga e ganhamos 3-2. Até essa vitória em Braga, o Sporting tinha (e preparem-se) o espantoso número de 6 vitórias no campeonato. EM 23 JORNADAS. No total da temporada, estávamos com 9 triunfos em 35 JOGOS. Sendo que, e só para que fique claro, 4 dessas vitórias na liga foram contra os 3 últimos classificados (duas vezes o Gil, Olhanense e Beira-Mar) e houve ainda dois triunfos europeus em casa contra o Videoton e o Horsens.

BDC entra e faltam 7 jogos. Quatro deles fora e contra 3 dos 4 primeiros classificados (Benfica, Braga e o Paços da Champions de Paulo Fonseca). Em 7 jogos, ganhámos 5. De notar que estávamos com 25,7% de vitórias a 23 de Março de 2013. E de notar que o pior registo de % de vitórias até então era de 40% (em 80/81 - não fui ver mais para trás). Junte-se a isto os 37,1% de derrotas - o pior registo, pelo menos a partir de 80/81, como já disse.

Entra BDC e ganhámos 5 desses 7 jogos (perdemos na Luz o limpinho, limpinho e em Paços), a % de vitórias foi de 71,4% (o que fez com que a média da época subisse dos tais 25,7 subiu para os 33,3% (o pior registo na mesma, como é óbvio).

Isto tudo para mostrar o que será realmente uma herança. Uma equipa com números dignos de um Tondela. Seis vitórias em 23 jornadas. Nove vitórias em 35 jogos na época toda. Acho que ninguém tem bem ideia de como estávamos naquela altura. Toda a gente sabe que era mau, péssimo. Mas assim tão mau? Se calhar nem por isso.

Então: na 1ª época completa com BDC (13/14), o Sporting investe uns incríveis 3,76 milhões no mercado (na época anterior, só o Viola sozinho tinha custado mais). Como foi essa época de desinvestimento e com um orçamento à Braga? Perdemos 4 jogos em 35 e conseguimos 23 vitórias. Trata-se da % mais baixa de derrotas desde 2001/02 (e a 4ª mais baixa desde 80/81) e a % mais alta de vitórias também desde 2001/02 (também a 4ª mais alta desde 80/81).

Mais tarde, em 2015/16, o Sporting consegue a percentagem mais alta de vitórias desde 1980/81: 70,6%. Só para colocar tudo em perspectiva, quando BDC entra, em Março de 2013, esta percentagem era de 25,7%. Repito: 70,6% contra 25,7%.

E atenção: isto são só números. Não são opiniões.

16 Likes

Isto merecia o gif trademark do @dakine, algume tem isso?

1 Like

Já alguém mencionou esta coincidência no twitter: não deixa de ser curioso que quer Frederico Varandas (agora) quer o seu irmão João Pedro Varandas (vogal de Godinho Lopes), ficam associados às duas piores épocas desportivas do clube.

Parece que o clã Varandas tem dedo para a coisa.

8 Likes

Estes números, infelizmente vão piorar, vamos perder na lixeira e contra uma equipa de mancos!

Pois!

Mas há quem venha logo a correr dizer que os números são manipuláveis… :smiling_imp:

Tb temos que ver que o calendário não foi favorável, e o Varandas não tem culpa disso.

O que são 16 derrotas?

Estamos a construir o futuro e isso é o mais importantes.

Estamos a apostar nos jovens e isso é o mais importantes.

Agora temos uma treinador finalmente escolhido pela direcção de Varandas e é um prodígio.

Estamos a conseguir ao mercado com mais assertividade e temos jogadores rodados como Feddal e Antunes a caminho.

Enfim, finalmente estamos no bom caminho.

Estamos a ultrapassar a “herança pesada” e a sair do buraco em que deixaram o Sporting.

Este foi uma espécie de ano -4. Vamos agora para o ano - 3.

O curioso é que o ano passado, o tal que foi a melhor época desportiva de sempre, o mérito era deles, já este ano, a culpa é da herança pesada, do Covid ou de qualquer coisa que não seja eles.

Calúnias.

Isso foi porque destaparam outro buraco e era só dívidas.

Nem uns sacos azuis com dinheiro havia…

Dezasseis ou dezassete derrotas não são nada ao lado de posts no Facebook, cuspir cigarro electrónico no presidente do Arouca, ser brejeiro, usar casaco de cabedal e por aí fora.

Os patetas que escolheram este caminho só tem aquilo que semearam.
Pessoas ridículas a quem a forma supera o conteúdo.

5 Likes

59 pontos a duas jornadas do fim… impressionante.

Sim, o calendário, tivemos que jogar duas vezes contra todas as equipas, uma injustiça.

7 Likes

E metade delas nem sequer foi no nosso estádio. Tivemos de meter a equipa num autocarro e conduzi-los às vezes durante centenas de km. Isto é uma vergonha. Só mesmo em Portugal. Depois esperam que eles cheguem ao final da viagem e ainda saibam jogar futebol.

4 Likes

Haha muito bom :joy::joy:

Estavam à espera do que, se não foi o varandas a fazer o calendário?

#aculpaedocalendario

Obrigado pelo o trabalho :clap:t2::clap:t2: mas já sabes que os G71 não vão gostar. Foi uma herança pesada.

#aculpaedomaluco
#aculpaedocalendario

1 Like

Com o jogo do galinheiro ainda em falta, dificilmente não serão dezassete. Contra o Setúbal não creio, mas já não digo nada. No ano do Bettencourt/Godinho vieram festejar a manutenção a Alvalade.

Culpa do calendário, claro que sim. E do sorteio também, se tivessem calhado 34 jornadas contra o Aves não perdíamos tantos.

Olha que o setúbal precisa desesperadamente de pontos para garantir a manutenção.

#aculpaedocalendario

Vergonha…

A culpa é do covid.
Mas calma que ainda chegamos ás 17.

Espero que os néscios, os do “toca e foge” que abundam noutros tópicos, não venham aqui meter o bedelho…