Devem os filmes/séries serem dobrados para Português ?

[url]http://www.rtp.pt/noticias/index.php?article=588693&tm=4&layout=122&visual=61[/url]

Como podem ver pela notícia, o novo filme do Astérix e Obélix vai ser dobrado para Português, há muito que não se fazia uma dobragem em Portugal dum filme dedicado a uma audiência mais “adulta”. [Pelo menos que eu tenha memória]

Este sistema é adotado por alguns países Europeus [Espanha, França, Suiça, Alemanha, etc], e após ver essa notícia, um dos dobradores afirma que mais filmes deveriam ser dobrados para a nossa língua.

Pessoalmente, sou contra qualquer tipo de dobragens, exceção feita aos filmes de animação. Enquanto alguns afirmam que é melhor, quer seja pela valorização da língua de cada país, quer por outros motivos, eu penso que é pior, perde-se alguma da essência do produto e perde-se cultura geral.

E vocês ? Concordariam com esta medida ? Continuariam a ir ao cinema, regularmente [os que vão], caso soubessem que o filme era dobrado ?

Claro que não! Que aberração, filmes com actores dobrados! :cartao:

eu já não vou ao cinema à vários anos, mas não concordo nada com a dobragem dos filmes.
não sou porque não gosto, mas também porque desabitua as pessoas de ouvirem o inglês, que é um idioma cada vez mais necessário no dia a dia das pessoas.

Acho horrível, até filmes de animação (mas aí quando existem duas versões até se percebe porque uma é para as crianças que não sabem ler).

Nem é por tirar essência ao original, porque muitos países usam esse método e alguns até são obrigados a usar pela sua constituição nos canais públicos, mas porque não faz parte da cultura portuguesa, não há esse hábito e por isso não vejo qualquer razão que justifique uma ideia dessas.

No caso dos filmes de animação, claro que concordo e mais: Portugal faz dobragens soberbas nesse aspeto.

Resumindo: Não. :arrow:

Nunca, jamais, as dobragens são um atentado.

Veja-se em Espanha em que neste momento as pessoas da minha idade ficam estupefactas com o nosso nível de inglês e culpam o governo (entre outros) de dobrarem tudo e não incentivarem a aprendizagem da língua mundial.

Não gosto de filmes dobrados, nem dos de animação, embora os tolere porque são para uma audiência que não percebe totalmente o Inglês (ou outras línguas) e nem sabe ler (0 aos 5 ou 6 anos). Já nos livros tenho muita dificuldade em aceitar algumas traduções, mas para ler autores que não escrevem português, espanhol ou inglês, não tenho alternativa (Já leram Camões em Inglês? Não é a mesma coisa).

A essência do filme perde-se totalmente numa dobragem. Os diálogos acabam por divergir ligeiramente, para acomodar à língua em questão e algumas personagens ficam parcialmente descaracterizadas.

Por fim, quem já não viu James Bond em Espanhol? Que comédia do descomunal!

Claro que não. É simplesmente rídiculo.

Já agora, deixo a página da Wikipédia que é muito interessante:

[url]Dubbing - Wikipedia

Não, nem pensar. Perder-se-ia grande parte do produto original, e acho uma aberração pensar sequer na hipótese de ver um filme em que as vozes originais dos actores são substituídas por outra coisa qualquer. Para mim não faz sentido nenhum.

Basta ver o ridículo que é o que se passa em Espanha, em que dobram e traduzem rigorosamente tudo, e depois claro, isso reflecte-se na aprendizagem de outras línguas.

Se falarmos de animação a questão já é outra, não me faz confusão, e não tenho preferência, até porque mesmo que haja dobragem, não haverá perda de conteúdo. E na maioria desses filmes até se percebe que sejam feitas dobragens por causa do público alvo.

Por mim podem dobrar todos…

…Desde que continuem a passar no cinema a versão original para puristas como eu poderem ver…

Nunca, jamais em tempo algum. Simplesmente deixava de ver filmes…

Não :naughty:

Era mau de mais ^-^

Não faz sentido. Prejudica a qualidade da obra, não raras vezes altera inadvertidamente o seu conteúdo e inviabiliza o desenvolvimento de outra língua que não a materna.

Se há coisa que não suporto é olhar para o ecrã, ver as personagens a dizer determinada coisa e constatar que o som repercutido é completamente diferente!

Uma tia minha, emigrada ha 30 anos na Suiça, disse-me que a dobragem dos conteúdos televisivos era um grande avanço cultural. Que eu saiba, era ou é muito popular em França, Suiça e Alemanha

Eu, pessoalmente, não vejo nada que não seja na sua versão original… ainda me recordo de como fiquei :o quando ouvi “Esquadrão Classe A” pela 1a vez

Se dobrarem é da maneira que nunca mais coloco os pés no cinema. Compro tudo.

Filmes para crianças concordo. Outros filmes, não concordo.

Eu gosto imenso de ver animação, mas não vejo um que seja no cinema, porque cá só passam as versões dobradas e nunca as originais.

Se começarem a dobrar os filmes, é de maneiras que não volto a por os pés num cinema. E eu sou um habitue das salas de visionamento de películas.

Frontalmente contra ! É uma aberração.

Como já foi dito para trás, aceito dobragens apenas em filmes de animação para as crianças, e desde que tenha a versão normal disponível.

Detesto ! ainda me lembro de ver por exemplo o Dragon Ball, os Power Rangers (duas das séries que adorava) etc, dobrados para Português e já na altura achar aquilo uma parvoice.

Se começam a fazer isso nos filmes “normais”, enfim … é da forma que também eu não volto a meter os pés numa sala de cinema.

Não. Devem ser dobrados em brasileiro.

Dobragens? Não obrigado.

A maioria das dobragens é simplesmente horrivel. Já para não falar que como com qualquer tradução, perde-se sempre/modifica-se conteudo nesse processo.

E isso acontece nas legendas, certo, mas nas dobragens é muito pior. Porque orginal com legendas o conteudo original está lá, com as legendas por cima, enquanto na dobragem é conteúdo modificado pura e simplesmente. E nas dobragens é muito fácil alterar falas que possam ser incómodas por algum motivo, ou seja, modificar ainda mais o conteúdo original.

Outro aspecto é a expressividade. E a descaracterização das personagens, etc…

Mesmo nas animações ou anime não gosto, o efeito é exactamente o mesmo. Se bem que entendo que para as crianças de facto faz sentido ter uma versão dobrada, mas apenas nesta situação.