Dar Sangue

Há por aqui mais algum dador de sangue?

Eu sou dador e faço três dádivas por ano.

O sangue faz sempre muita falta nos hospitais portugueses e nunca é de mais. É sempre preferível que haja a mais do que a menos. O sangue não é apenas necessário em alturas de catástrofes ou de grandes acidentes. Todos os dias muitas pessoas precisam dele. Uma simples operação cirúrgica, por exemplo, pode requerer que haja sangue disponível para o paciente.

Qualquer pessoa minimamente saudável, entre os 18 e os 65 anos, pode dar sangue. São tirados 4,5 decilitros que o organismo humano rapidamente trata de repor. A dádiva não dói nada e configura-se como um gesto muito importante de solidariedade.

Se alguém quiser mais informações sobre as dádivas de sangue, deixo-vos o link do Instituto Português do Sangue, onde poderão esclarecer todas e quaisquer dúvidas.

http://www.ipsangue.org/

Dar sangue é um modo anónimo e ao mesmo tempo reconfortante de sabermos que podemos ser um super-herói para alguém.

Obrigado pela vossa atenção.

Sinceramente nunca dei por falta de informação. Ainda não visitei o site, mas podemo-nos oferecer como dadores em qualquer hospital?

Eu penso que sim mas eu faço as minhas dádivas nos serviços centrais do Instituto Português do Sangue, na Av. do Brasil.

Porreiro. Isso até é perto da minha Universidade. Podes crer que na próxima semana passo lá.

:shock:

Eu tenho pavor de agulhas :oops:

Tb é por falta de informação que já não dou há pelo menos 5 anos …

Se fosse sem agulha, dava, mas não consigo nem fazer análises sem me sentir mal.

É evidente que há quem tenha medo de agulhas, seringas e injecções. Há pessoas que só por levarem uma vacina ou fazerem análises, fazem-no com pouco à-vontade. Há que respeitar isso.

Mas garanto-vos que não custa rigorosamente nada. :wink:

Porreiro. Isso até é perto da minha Universidade. Podes crer que na próxima semana passo lá.

Olha que eu não me esqueço disso. Depois quero um relatório completo aqui neste tópico com o relato da tua experiência. :wink:

Ok. Lá para 3ª ou 4ª. Que é quando começam os preparativos para as praxes. Então, como terei que me deslocar à universidade, passo por lá. Podes-me “cobrar” isso. :slight_smile:

Estas ferias, ia todo feito para dar sangue numa unidade movel que instalam todos os anos por altura das ferias do parque do Sitava, mas não me deixaram porque estava a fazer a digestão… :oops:

Mas garanto-vos que não custa rigorosamente nada. :wink:

Confirmo! E até oferecem o pequeno almoço e tudo. :wink:

E pode-se ir com alcool no sangue? :lol: :lol: É que tenho um jantar de inicio das praxes na 2ª.

Se calhar é melhor ir lá à Av. Brasil só na 4ª.

Em Portugal deviam fazer como em outras partes do Mundo.

Nao sao os dadores que se deslocam aos Institutos de sangue, sao estes que vao de encontro aos dadores.

Como situarem-se em lugares bem frequentados de publico.

Como Centros Comerciais, ou qualquer outras instalacoes com espaco e bastente frequentadas.

Muitas vezes vou ao Centro Cmercial mais perto da minha area e la estao eles muito bem instalados, esperando pelos habituais ou novos dadores.

So assim se consegue nunca faltar sangue nos hospitais.

Aqui na minha terra há pouco contacto, muito pouca informação chega às pessoas.
É que sobre este assunto, o que é preciso é SENSIBILIZAR!!
Isso sim é que é importante, é a melhor arma!! Pois, toda a gente sabe que não prejudica o dador… é sim preciso mostrar às pessoas que há muita gente doente, doentes com historial, e também aqueles que entram nas urgências de surpresa…
Somente no Hospital, é que se lê numa porta… “Dê sangue”… abres a porta e tens uma casa de banho, ou outra coisa qualquer…

Vou me informar ao Centro de Saúde, fica perto do meu local de trabalho.
Não sei onde fazem a recolha, nem sei se estou apta para ser dadora…
Vou sim! Vou já amanhã!
Amanhã volto cá e conto-vos!

É disto que falo, sensibilização… dar aquele empurrãozinho naquele passo quase certo…

Desde que fui à tropa que me habituei a doar sangue.
Infelizmente de à 2 anos a esta parte deixei de poder dar porque como todos anos sou obrigado a fazer uma endoscopia esta situação invibializa a doação. :shock:

Sinceramente não percebo, com a falta de sangue que há, não valeria a pena recolher o sangue e examiná-lo posteriormente?

Como sou leigo na matéria manifesto apenas o meu espanto, devido à minha ignorância, mas se alguém conseguir me explicar, agradecia.

De resto, penso que é importantissimo o acto de doar sangue. Este simples gesto, para alguns não será tão simples, pode salvar vidas e por mim falo, só esta ideia permite-me ultrapassar qualquer barreira existente à doacção.

Parabéns Ricardo por este tópico. =D> =D> =D> =D>

Mas garanto-vos que não custa rigorosamente nada. :wink:

Confirmo! E até oferecem o pequeno almoço e tudo. :wink:

No meu caso é o lanche, já que quando lá vou, apareço sempre por volta das 18 horas. Da última vez foi um suminho de maracujá com umas bolachinhas de limão.

Quando dei sangue em Dezembro do ano passado, deram-me umas bolachas de chocolate que nem vos digo nada… =P~

Não sei se já provaram, mas cá em Paris dão croissants (franceses, são muito diferentes) e “pains au chocolat” e coisas muito boas :mrgreen:

Não sei se já provaram, mas cá em Paris dão croissants (franceses, são muito diferentes) e "pains au chocolat" e coisas muito boas :mrgreen:

Nem me fales, yummy yummy, que saudades! =P~ =P~ :wink: