Daniel Bragança

Não tem características para segurar um meio campo a 2. Jogando num meio campo a 3, é outra coisa.

2 Curtiram

Sinceramente n percebo o radicalismo de algumas críticas, e até estou á vontade pq sempre disse q alguns elogios ao Daniel por parte dos apreciadores de um certo tipo de futebol nas redes sociais eram bem exagerados, agora daí a dizer q é outro Geraldes tenham lá calma…

1 Curtiu

Não assistes? Como disseste que o Daniel Bragança não teve a continuidade que merecia, pensei que andasses a assistir aos treinos. Desculpa então.

Acho que o problema do Dani está longe de ser o meio campo a 2 ou qualquer falta de qualidade. O problema é que tem 22 anos e apesar de ter feito 36 jogos na época toda, apenas 10 foram a titular, não tem qualquer tipo de continuidade. E é um jogador especial que não consegue ser mais uma peça na engrenagem mas sim a peça fundamental. Ele é o jogador no plantel que melhor gere os ritmos na partida, que circula a bola com mais qualidade só que no curto espaço de tempo que tem coincide normalmente com o baixar de ritmo da equipa. Tanto que é nesse contexto que o Rúben o tem utilizado. Contudo, isso não ajuda à evolução do jogador que tem sempre mantido uma postura irrepreensível. Entra sempre para ajudar a equipa e não sendo um extremo de vertigem ou um médio forte no transporte, não consegue participar nos highlights. Por exemplo, o Chico Geraldes entrava nas partidas e só jogava para si para se mostrar. O resultado prático do que ele fazia era negativo mas enchia o olho ao comum adepto e era consensual que deveria ter mais minutos. Na prática nem no Estoril pega de estaca.

O Dani vai para a terceira época no limbo entre a explosão e a intermitência, portanto esta época é fundamental para entender o que vai ser a sua carreira no Sporting e no geral, sendo certo que se mantiver o mesmo estatuto irá sair irremediavelmente prejudicado.

3 Curtiram

A questão do meio-campo a dois é efetivamente relevante. Encaixa melhor num meio-campo a 3, em que não tenha de cobrir uma área tão grande de terreno.

Mas a verdade é que o mesmo podia ser dito do Vitinha e, apesar da ajuda do Otávio que muitas vezes contribui como 3o médio, o Vitinha cresceu muito na agressividade, na área do campo que cobre e na disponibilidade para cobrir essa área maior.

O Dani neste momento é um bom elemento de plantel que temos. Para ser mais do que isso - um titular - terá de dar um salto nos aspectos em que o Vitinha o deu para poder ter um rendimento maior no sistema táctico do Sporting. É possível que precise de minutos para isso.

Para já, é um luxo para o Sporting ter Matheus e Bragança para a posição 8.

6 Curtiram

Exibição fraca e sempre com a complicar!
Não marcou pontos!

Eu gostei do jogo dele. Joga simples e pratico e faz jogar, nao e de arrancadas como o matheus mas joga muito bem,

1 Curtiu

Só tem que jogar. Assim que acumular jogos a titular vai evoluir imenso. A somar minutos de quando em vez nunca irá evoluir. Muito sinceramente, ou o treinador lhe dá as oportunidades de jogo e minutos à semelhança do Matheus ou mais vale sair, pois na condição atual está estagnado é só jogando é que cresce.

Fez um bom jogo. Disponível, móvel e com alguma rotação. Era dar continuidade…

4 Curtiram

Tem de trabalhar mais. E aprender a chutar à baliza. Não tem muito que saber.

3 Curtiram

Ganhou 9 dos 12 duelos
Teve 84% de acerto no passe

O pior, 15 percas de bola…

1 Curtiu

Então como ninguém vê os treinos ninguém pode ter opinião. Estás desculpado.
O que disse baseia-se no facto em que fez um jogo a titular contra o Arouca e foi considerado o melhor em campo, no jogo seguinte foi titular contra o Belenenses para a taça e depois banco. Voltou a ser titular contra o Vizela, foi considerado o melhor em campo, no jogo a seguir nem entrou.
O Bragança foi titular para o campeonato apenas 4 vezes, dessas 4 vezes foi 2x o melhor em campo, não merecia mais jogos a titular? Mesmo com um Matheus Nunes em sub-rendimento? Na minha opinião sim.

1 Curtiu

Números normais para quem não joga com regularidade. As perdas de bola seriam bem menos se jogasse todas as semanas num contexto de competitividade diferente dos treinos. Quem joga ou já jogou futebol sabe dessa diferença.
De resto, tecnicamente dos melhores que por cá andam.

2 Curtiram

Tem de assumir o remate. Saber rematar à baliza sabe. Tomar iniciativa é que não toma.

Nunca comi com bola, mas com batatinhas cozidas e salada é uma delícia.

1 Curtiu

Não gostei.

Faltou-lhe discernimento, caiu demasiadas vezes em exageros. As perdas de bolas (em alguns casos simples passes que falhou grosseiramente) chegaram a ser exasperantes tal a quantidade das mesmas.

Já há muito se percebeu que não tem perfil para actuar num meio campo a dois homens, mas mesmo assim tem capacidade para fazer melhor do que aquilo que exibiu ontem.

4 Curtiram

Verdade. Ontem até falhou naquilo que tem de melhor, a capacidade de passe.

Não foi um jogo bem conseguido do miúdo.

O talento continua la, mas para os 22 anos já devia estar a evidenciar mais, na prática e não na teoria. Continua muito verdinho, também tem tido pouco tempo de jogo o que não ajuda.

Talvez devesse ter sido emprestado na época anterior.

A ver se chega lá

1 Curtiu

Continua aqui a faltar algo. Talvez tempo e jogo e intensidade. Também acho que esta época podia ter rodado. Tem muito talento e conseguiria muitos minutos num empréstimo. Voltaria mais forte e intenso, mais crescido.

1 Curtiu

FB_IMG_1652880361452
é isto que falta ao dani. se o vitinha do início da época se conseguiu transformar nisto, o daniel também consegue.
e em talento não deve nada ao vitinha.

2 Curtiram

Não tem nem nunca terá a intensidade do Vitinha. Não peçam ao rapaz o que ele nao vai ser capaz de oferecer à equipa. O Daniel é otimo noutras vertentes do jogo e infelizmente para ele não jogamos com 3 no meio.

3 Curtiram