Coronavírus (SARS-CoV-2) - O perfil do doente com COVID-19 e até onde a epidemia pode chegar - Parte 2

Cheira-me que agora com a vacinação de crianças o desespero terá misturada muita ignorância…

E as doses adicionais também.

1 Curtiu

Eu acho que os decisores políticos não têm a noção do tiro na cabeça que estão a dar na vacinação com estas medidas absurdas…

Especialmente em países onde a resistência é muito grande!!!

O argumento da liberdade vai-se. Vão-se todos os argumentos. “Ah e tal, mas tens menos risco de ter sintomas graves”…Vão lá dizer isso aos suiços e alemães, austríacos, romenos, búlgaros, etc…

Cada vez mais estranho tudo isto.

Nao concordo. As farmaceuticas fazem fortuna a custa de produtos que tratam, curam e/ou previnem doencas. O que leva as pessoas a tomarem um medicamento e a presenca de uma doenca ou no caso das vacinas, a prevencao de uma doenca :stuck_out_tongue_winking_eye:

Sei que nao e o teu caso, mas faz-me alguma confusao estas teorias da conspiracao relacionadas com a industria farmaceutica… No meio disto tudo tirando a Pfizer a grande maioria das farmaceuticas perdeu com o covid. Comecando logo pelo facto de os recursos de saude terem focado covid ao inves de outras doencas o que reduziu significativamente as vendas e nos casos em que os contratos sao PPP (Pay Per Performance) com os problemas de compliance, menor seguimento medico, e possivel que mesmo mantendo as vendas em volume, o valor a receber tenha sido menor. Depois do lado das perdas intangiveis, a maior parte dos programas de desenvolvimento clinico levou com um atraso de pelo menos meio ano quando nao mais… o que tera impacto nas vendas daqui a 5 e 10 anos e meio ano num produto de sucesso pode significar menos 500 ou 600 milhoes de receita…

E dificil acreditar que uma industria que e prejudicada pela Covid possa estar associada a qualquer teoria da conspiracao de ‘promocao’ de covid.

3 Curtiram

concordas pois… e tu até percebes bem o que eu disse, não estejas agora ai com detalhes de linguistica… :grin:

é como tu dizeres que as petrolíferas ganham dinheiro a vender combustível que fazem os motores trabalhar, depois de eu ter dito que elas fazem dinheiro com a necessidade das pessoas em se deslocar… Estamos a dizer o mesmo ou não???
Bom se calhar não… é que o meu português está cada vez pior… mas a ideia subjacente era dizer o mesmo :laughing:

As farmacêuticas, tal como qualquer traficante de drogas, ganham fortunas com o tráfico (certos medicamentos provavelmente vendem mais no tráfico - em especial o que usa os ex-militares cheios de traumas, mas que vendem os medicamentos que lhes são facultados gratuitamente pelas FA - que crack e cocaína juntos e não sou eu que os fabrico).

E a quantidade de idosos, adultos e adolescentes e crianças a tomar mil e uma merdas porque o médico diz que faz bem, também não são as farmacêuticas que incentivam isso. Claro que não.

Achar que as farmacêuticas (tal como a maioria das empresas) alguma vez pensam outra coisa que não seja lucro, acho uma ingenuidade.
Lembrem-se sempre que ainda nos anos 50 e 60 existiam cartazes de publicidade e anúncios de TV onde médicos recomendavam fumar o seu cigarrito porque era bom para a tosse. Para a tosse sim. E não houve nenhuma indignação por parte de nenhuma organização médica. Talvez porque como se soube 30 ou 40 anos depois, as próprias empresas de tabaco eram quem escondiam os estudos que revelavam todos os malefícios do cigarro.
Mas isso (manipulação de estudos e inundação com estudos que sirvam a narrativa, etc.) tornou-se de tal forma moda, que parece que até existe agora um grupo de cientistas dedicados a analisar essas manipulações.

Se as pessoas só tomassem um medicamento quando realmente necessitassem, as farmacêuticas não duravam um ano.
Entendo que tenham que ter lucros para financiar a investigação, mas não me atirem areia para os olhos.

Vives numa realidade paralela!

As farmaceuticas lucram essencialmente com medicamentos de uso exclusivo hospitalar!

Nao e com paracetamol, antidepressivos e estatinas genericas :slight_smile:

Podiam continuar aqui a tentar desmontar a quantidade de idiotices que alegas como as farmaceuticas esconderem estudos (algo impossivel nos dias que correm) ou manipularem resultados quando os mesmos sao revistos por 1001 pessoas antes de serem aprovados.

Numa coisa tens razao - as farmaceuticas sao empresas e como tal o objetivo e o lucro. Mas a nao ser que sejas comunista, ter como objetivo o lucro nao significa que seja mau.

3 Curtiram

Quer desenvolver? Assim está demasiado aberto. Estás especificamente a falar de quê?

A verdade é que houve muita pujança para a vacina… mas para descobrir a cura ou a forma de salvar a vida do pior da COVID é que não vejo grande pressa…

Isto só passa quando a grande maioria do mundo estiver vacinado, e que haja um medicamento eficaz no combate da doença…

E como explicas os pagamentos de milhares de euros da Pfizer ao Filipe Froes, à Sociedade Portuguesa de Pediatria, entre outros?

Isto vem num contexto diferente, mas não deixa de ser uma prática no mínimo estranha…

Principalmente quando a Sociedade recomendou a vacinação em crianças antes sequer da EMA se pronunciar.

Porque é que de repente só se fala em Pfizer, Pfizer e mais Pfizer, quando inicialmente existiam quatro ou cinco vacinas diferentes?

1 Curtiu

Bom, na minha realidade paralela, já vi várias vezes isso acontecer (manipulação, obstrução e perseguição feroz a quem denunciava) e duvido que não continue a acontecer. Mas por mim é para o lado que durmo melhor. Afinal, na minha realidade paralela posso até comprar um daqueles colchões do Varandas.

E existe também a outra coisa que falei, que é a inundação de estudos para corresponder a uma narrativa. Mas duvido que tenhas consciência disso. Seria preciso viveres numa realidade paralela semelhante à minha.

1 Curtiu

Já temos variante nova na Europa? Bom timing hehehe

Bem, nova variante descoberta na África do sul…

Ah shit, here we go again

E uma pratica corrente ja de muito antes da pandemia e que podes consultar no portal da transparencia do INFARMED para quem e porque dao dinheiro. Ai vais ver que quem sustenta as Sociedades disto e daquilo, Ligas portuguesas, associacoes de doentes e afins sao as doacoes da industria farmaceutica. Com propositos que regra geral servem um interesse cientifico (suportar realizacao de estudos) ou reputacional (verem a empresa farmaceutica associada a eventos que ajudam a melhorar a vida dos doentes para la da venda de medicamentos).

As empresas tem codigos de eticas apertadissimos e controlados pelos HQ e cada euro e bastante escrutinado. Em Portugal acabamos a ser refens da cultura instalada e do nosso mercado de pequena dimensao entao grande parte deste dinheiro serve essencialmente para comprar acesso a medicos com capacidade de influenciar outros medicos, mas sao praticas que la fora sao muito importantes para desenvolver a comunidade cientifica medica.

Se isto e estranho? Pode parecer… mas a verdade e que sem este dinheiro da industria, nenhuma destas sociedades, associacoes de doentes e afins existiria, bem como a formacao medica que ficava bastante limitada. Se e o cenario ideal? Talvez nao. Se isto tem algum impacto relevante ou condicionante nas decisoes e declaracoes de alguns medicos? Talvez… maus profissionais ha em todo o lado. Mas e dificil uma vez que a liberdade de escolha dos medicos esta bastante limitada e como regra geral medicos com visibilidade publica recebem dinheiro de todas as farmaceuticas, nao vao beneficiar apenas uma. Ate porque isso e o inicio de um caminho em que perdem o respeito dos pares.

Fala-se em Pfizer porque foi a primeira a chegar ao mercado, aquela em que se investiu mais em estudos e que esta a mostrar os melhores resultados quer a nivel de eficacia clinica, quer a nivel da logistica. Tambem se poderia falar da Moderna, mas a Moderna tem 1/20 dos recursos da Pfizer para fazer estudos, para produzir vacinas e distribui-las. A da AstraZeneca desde o inicio que ficou ‘condenada’ reputacionalmente e a da Jansen parece a ser claramente a menos eficaz. Portanto nao me causa qualquer estranheza.

2 Curtiram

Da-me um exemplo disso na Industria Farmaceutica nos ultimos 10 anos na Europa. So preciso de 1 :slight_smile:

Agora já é nos últimos 10 anos?
Não tenho paciência nem vontade de ir agora à procura. Não iria mudar nada, seria um esforço inglório.

Então agora a Comissão Europeia crítica Portugal por violar as regras do certificado? :rofl::rofl::rofl:

Ahahahah.

1 Curtiu

Ufa tamos salvos.

1 Curtiu

Lá está… Se não percebes ao que me estou a referir, nem vale a pena te explicar.
Considero-te ignorante.

1636851280872

É só ter memória.